Fóruns Gráficos
Créditos
» Skin obtida de The Captain Knows Best criado por Neeve, códigos acrescentados por Weird e baseado no tema The Walking Dead Theme criado por Hardrock. Graças aos suportes e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foractivo.
» Versão Elysium adaptada por Nêmesis, Rossin e Persephone.
Narradores
Personagens Ativos
Últimos assuntos
» Capítulo 9
Hoje à(s) 12:27 am por Jae-ki

» @moonjaesun
Ontem à(s) 9:20 pm por Moon Jae-Eun

» We are Hope
Ontem à(s) 6:44 pm por Primula Rhododendron

» @ohmygyuri
Ontem à(s) 4:26 pm por Nam Gyuri

» @han.cherry
Ontem à(s) 3:34 pm por Han Somin

» 08 de Outubro - The BBG's Family
Ontem à(s) 3:14 pm por Tulipay Kay

» [PONTUAÇÕES]
Ontem à(s) 12:41 pm por Starry Night

» @taeyoon_gb
Seg Dez 17, 2018 10:43 pm por Tae Yoon

» - Capítulo 1 -
Seg Dez 17, 2018 10:40 pm por Lara Annete Darlington


[Hit the Road]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Hit the Road]

Mensagem por Tellurian em Qua Maio 30, 2018 11:08 am

Krist tinha deixado a janela do seu lado aberta, o vento entrava em solavancos conforme a loira acelerava o carro, o cabelo preso na trança chicoteando aqui e ali - ela tinha puxado o cinto de segurança - afinal a última coisa que queria ou precisava era ser parada pela policia local por algo tão besta. Agradecia um pouco pela música, assim não precisava ficar puxando assunto e isso era uma das muitas coisas que era extremamente ruim. Nádia pode observar que volta e meia ela trocava mensagens de texto com alguém e que às vezes isso a fazia sorrir muito levemente, um namorado, talvez? Ela não parecia alguém que fazia um cara se apaixonar, mas bom, nada era impossível, era?

Logo pagaram velocidade, a estrada em que circulavam não tinha muito movimento, tão pouco muitas casas, Nádia não tinha vindo por aquele lado e não sabia exatamente onde Kristanna estava indo. Mas o que Nádia notou foi que ela começou a diminuir a velocidade, Kristanna se inclinou por cima do volante, estreitando os olhos - Nádia pode ver que os olhos dela mudaram, não eram mais olhos humanos ela tinha feito uma mudança parcial, trocado seus olhos por olhos de lobo com uma facilidade assustadora que Nádia nunca tinha visto antes! - um instante depois, quando ela se ajeitou no banco, seus olhos estavam normais de novo, mas que porra era aquela?!

- Os deuses cagaram no meu jantar de novo. - Ela falou, um tom pesado e pouco convidativo, o carro começou a perder velocidade, à frente Nádia agora podia ver o que parecia um acidente. Um carro parado, uma moto sendo empurrada para a caçamba desse carro - ou o que tinha sobrado da moto -, conforme se aproximavam porém, ela pode reconhecer uma das pessoas: Owen.

Kristanna parou o carro - elas estavam vindo na direção contrária, portanto pararam do outro lado da pista - e saltou para fora, batendo a porta.

- Você só pode estar de brincadeira. - Ela disse em alto em bom tom, mas dessa vez em inglês, Nádia conseguiu entender uma coisa ou outra, Kristanna tinha cruzado os braços. Um rapaz loiro virou-se para ela e abriu um grande sorriso.

- Angry Blond! - Donovan falou, ele deu uma risada leve, movendo a cabeça, a loira que Owen não conhecia não parecia tão feliz em vê-lo, mas Owen se lembrava brevemente do "nome", Donovan tinha falado dela quando falavam dos Fenris. Os olhos da garota passaram pela situação, antes de se focarem novamente neles. Foi então que Owen viu no carro Nádia, sua companheira de matilha. Ok, agora tudo estava ficando mais estranhos.

- O que aconteceu? - Quis saber a loira.

- Eu cai. - Respondeu Donovan e aquilo pareceu algum tipo de piada interna, porque Kristanna lhe lançou um olhar de poucos amigos. - Hey, posso pegar seu carro? Você estava indo para a cidade, certo? Owen pode levar vocês para lá, que tal?
「R」
avatar
Convidados
Mensagens :
94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Convidado em Sex Jun 01, 2018 12:07 am

SEREN
Hit the road|| Donovan, Kristanna, Nadia e Owen


Não era muito justo pedir explicações de Donovan, mas Seren não estava exatamente cobrando alguma coisa. Era mais um modo de compartilhar as mesmas impressões e o desespero que sentiu. Durante o processo, ela retirou o capacete e, mesmo com toda a proteção, ela tinha alguns roxos e arranhões aqui e ali.

Owen parou o carro próximo a eles e mandava que entrassem. A Parente não se moveu porque ainda estava se agarrando a Donovan.

- Não. E você? Ei, espera!

- Seren, entra no carro.

- Owen, eu não vou ficar trancada num carro enquanto…

Ao olhar para o primo, sentiu um arrepio percorrendo por sua espinha diante da cara séria que ele fazia. Até o momento, ele tinha sido muito legal, mas todos sabiam mesmo como intimidarem. Ela ergueu a cabeça e olhou uma última vez para Donovan com os olhos marejados. Não queria ser a Parente indefesa, mas também não suportava a ideia de atrapalhar. E, bom, Owen estava certo em dizer que poderiam voltar.

Engoliu em seco e entrou no carro, segurando o capacete danificado em seu colo. O olhar ficou um pouco distante e ela evitava olhar para os reflexos, focou nos arranhões da peça que estava usando. A cena passava em sua mente e ela tentava identificar se tinha deixado alguma coisa passar.

Qualquer coisa.

Fechou os olhos e retomou todos os passos até ali. As coisas começaram a ficar estranhas desde que aqueles dois foram recepcioná-los. Não pareciam ameaçadores, mas pessoas extremamente alegres a deixavam desconfiada - principalmente quando sabiam tanto e eles tão pouco. Fora que saíram de um jeito estranho do Pub.

Não, não podia botar na conta deles. Eram da nação, não eram?

Mas então...o que?

Arregalou os olhos quando ouviu um carro se aproximando. Instintivamente, se abaixou um pouco, mas ao espiar um pouco pelo painel, viu que uma enorme mulher loira saía do carro. Aquela cicatriz...Kristanna! O que ela estava fazendo ali?! Será uma coincidência? Ou providência? Tinha mais alguém no carro e o primo parecia conhecer.

Porém, dentro daquela estufa com motor, ela ficava meio bloqueada de tudo. Queria ter tido mais energia para dizer para recusar as ordens. E um alerta acendeu quando ouviu Donovan pedindo a chave dela.

Saiu do carro, batendo a porta.

- O que?! Você vai querer seguir? Sozinho?!?

- Por que você saiu do carro? - Owen a olhou meio aborrecido.

- Porque eu não posso deixar que ele vá sozinho depois do que aconteceu! - Pelo menos era o que achava que ele queria fazer, por pedir a chave da outra. - Donnie…Por favor.

Seren estava tão nervosa com tudo aquilo que nem tinha pensado em cumprimentar as duas mulheres. Tampouco se deu conta de que estava falando com quatro garous - isso não importou muito no momento, porque não sabia em que tipo de problemas estavam se metendo. Só sabia que também foi atingida.

Caso Nádia reparasse na garota, perceberia, claramente, que se tratava de uma Parente, provavelmente Fianna. Nos últimos dias, Owen comentou sobre uma prima norte-americana que estava indo para passar uma temporada na Irlanda. Era essa menina. Seren não era muito parecida com Owen, nem na tonalidade do cabelo - era uma espécie de strawberry ginger e tinha olhos com heterocromia, sendo um muito mais verde do que o outro que era mais azul. Era uma mulher muito bonita e tinha um toque de aparência selvagem também.

Só não era a mais das educadas, no momento, mas era culpa da situação que passava.

∆ LYL - FG

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Convidado em Sex Jun 01, 2018 12:08 am

OWEN
Hit the road || Donovan, Kristanna, Nadia e Seren


Quando Owen percebeu que Seren resistiria um pouco ao pedido de Donovan, o Garou saiu do carro e abriu um pouco mais a porta para ela. A Parente protestava, mas o primo logo disse.

- Seren, entra no carro.

No momento, não estava com muita paciência para dialogar. Precisavam agir rápido. A atitude de Donovan parecia seguir a mesma linha que Owen pensava - eles podiam muito bem voltar para completar o serviço e não era bom deixar a Parente assim, desprotegida. Era, afinal, o elo mais fraco na concepção do Garou.

Contudo, a prima continuava tentando argumentar e começou a retrucar. Antes que ela completasse a frase, o garou apenas a encarou. Costumava ser um cara simpático, mas quando a situação ficava séria, ele sabia ser intimidante. E bastou uma encarada - quase como um pai repreendendo - para que ela parasse de falar e aceitasse entrar no carro.

Depois que Seren aceitou, ele bateu a porta e caminhou um pouco na direção da moto. Não entendia muito daquela máquina - era mais familiarizado com carros grandes. Mas dava para perceber que precisariam se esforçar um pouco ali. Teriam tempo depois, achava.

- Acho que cabe na caçamba…

Comentou, mas quando sentiu o movimento na pista - mesmo sendo uma rodovia, não estava muito movimentada - ele parou de falar e olhou na direção do carro que se aproximava. Ficou um pouco em prontidão, mas foi relaxando conforme o carro parava e uma mulher loira saía do mesmo, batendo a porta. Não a conhecia, mas dava para perceber que era um deles. A mulher tinha uma enorme cicatriz no rosto, o que não era incomum na nação, mas aquela em específico, ele já tinha ouvido de algum lugar…

O apelido que Donovan usou para ela, despertou suas lembranças. Então era ela! Não sabia que ela estava na Irlanda e…

Finalmente olhou para o carro e reconheceu a segunda figura.

- Nadia? - Chamou pela companheira de matilha. O que estava acontecendo ali, afinal? Aproximou-se um pouco. Caso Nadia saísse do carro, ele diria. - Por onde andou? Você recebeu minha mensagem?

mensagem:
“Pessoal, estive ausente pela manhã porque fui buscar minha prima e o companheiro dela. O MacEvans está na cidade. E um Parente chamado Thomas Henessy também chegou à Bray. Alguém conhece o nome? Estou no Barril Verde, mas podemos nos ver depois, se quiserem”.

Não explicou o que tinha acontecido, mas se calou quando Kristanna perguntou. Virou-se e viu quando a prima saiu do carro para reclamar depois da sugestão de Donovan. Que garota abusada!

- Por que você saiu do carro? - Perguntou, mas Seren logo foi até Donovan, completamente cega para o mundo.

Owen respirou fundo e voltou-se para Kristanna.

- Posso levá-las para a cidade. Eu sou Owen “Sentença do Crepúsculo”, philodox da matilha de Nádia. Espero que ela não tenha dado muito trabalho.

Obvio que deu, mas esperava que não muito. Estavam diante de uma Garou americana, cujos feitos tinham histórias contadas pelos Fenris. Olhou brevemente para Nádia e esperou pela resposta de Kristanna.

∆ LYL - FG

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Nadia DeWitt em Dom Jun 03, 2018 12:28 pm


Nadia apenas balançava a cabeça enquanto ouvia a música com os pés no painel. Não se importava com o que Kristanna diria, afinal também não tinha conquistado nenhuma simpatia por ela, então apenas ignorou o suspiro de frustração dela.

Logo já estariam de volta para a estrada, finalmente fora daquele lugar que Nadia pretendia um dia não voltar mais. Por mais que queria ter companhia melhor, pegar a estrada sempre era algo...divertido a seu próprio modo.

"Hmmmm, a soldado tá de paquera no celular enquanto dirige!? Que irresponsabilidade" se imaginava falando séria para ela.
"Boa sorte pro corajoso então"

Algo mudou na viagem quase tranquila: Kris tinha visto algo e parecia bem aborrecida. Não levou muito tempo para que Nadia entendesse: um acidente de carro.

"Mas que c$#@!& o Owen tá fazendo aqui"?

Nadia saiu logo depois de Kristanna, olhando para a cena do acidente. Owen já a chamava também.

-Oy que belo momento pra uma reunião! E dessa vez nem fui eu que causei um acidente - disse com seu sarcasmo comum - Mensagem? É...talvez

Não queria ficar dando explicações sobre como tinha sumido nos últimos dias pra poder tocar com a banda então ignorou a parte sobre onde ela tinha andado.

Uma garota saia do carro, parecia ser uma parente que desconhecia mas que ouvira de Owen a respeito: uma prima ruiva que...bem, Nadia não se importava o suficiente pra ter escutado toda a explicação de Owen. Ela parecia bem irritada com a situação.

- Posso levá-las para a cidade. Eu sou Owen “Sentença do Crepúsculo”, philodox da matilha de Nádia. Espero que ela não tenha dado muito trabalho.

-Muito trabalho!? Não sou eu que sofreu um acidente no meio da estrada!

"A temporada de me irritar foi aberta e eu não recebi o aviso!?"

-Vamos logo, eh?
- disse arrastando um pouco mais o sotaque irlandês, fazia isso quando começava a ficar mais irritada.
avatar
Animes
Mensagens :
13

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Tellurian em Dom Jun 03, 2018 1:21 pm



Donovan não tinha o temperamento explosivo da mãe e às vezes agradecia por isso: Eve era a típica Irlandesa de sangue quente, ela explodia por pouca coisa, apesar de ter aprendido a controlar seus impulsos nos anos que serviu ao exercito e a policia, ainda sim...

Mas ele não, tinha puxado muito do pai nisso também, conseguia manter a cabeça fria na maior parte das situações, então quando ele pediu para Seren ir para o carro e ela começou a questionar, tudo que fez foi levantar a cabeça e olhar na direção da Parente, não tinha certeza do que Seren achava que pudesse fazer naquela situação em que ficar no carro fosse ser um problema. Ele ia falar algo, mas notou como ela simplesmente se calou e fez o que tinha sido pedido. Suspirou.

Com algum esforço, ele conseguiu por a moto na caçamba junto com Owen, sabia que se ligasse ela, a moto funcionaria, mas não tinha certeza do estado: podia estar com a direção torta, por exemplo, era melhor não arriscar e não forçar.

Ele ainda queria muito ir à casa da família, mas não conseguia ver como fazer isso, agora... Até que elas apareceram.

As coisas estavam indo relativamente de um modo promissor, se fosse considerar tudo que tinha acontecido até ali. Sabia que a probabilidade de Kristanna lhe oferecer o carro era praticamente nula, não conhecia a garota tão bem assim, mas imaginava que ela não cederia a algo dessa maneira.

- Kristanna "O-Lado-Mais-Escuro-da-Lua", podemos pular as apresentações pomposas, certo? - Não queria ter que ficar recitando todo aquele texto, não estavam numa apresentação formal. - Acredito que era para ela ser supostamente o comitê de boas vindas, mas... Acho que vocês falharam nisso um pouco. - Kristanna sorriu para Owen, mas ele sabia que não era um sorriso de contentamento... Talvez Nádia os tivesse posto em algum problema não muito grave com os estrangeiros, o Philodox melhor do que ninguém talvez soubesse que às vezes as primeiras impressões eram as que ficavam.

Donovan observou como Kristanna parecia olhar a cena num geral, os olhos na estrada, analisando as marcas aqui e ali, estava prestes a dizer algo, quando ouviu a porta do carro bater e a voz de Seren, ele e Kristanna levantaram a cabeça para observar a Parente, Kristanna a olhou muito brevemente, antes de voltar o olhar para Donovan e depois começar a se afastar pela estrada, seguindo as marcas no chão. Não tinha interesse naquele tipo de discussão. Donovan suspirou, começando a pensar no que dizer, sua cabeça agora não estava o melhor dos lugares para se tirar ideias. Kristanna andava, de um lado para o outro, em determinado momento ela se abaixou e cheirou parte do asfalto. Então ela falou antes que Donovan pudesse responder Seren.

- Quem quer que fez isso não queria matar você. - Levantou-se os olhos passando por eles, Donovan moveu os ombros como quem diz 'quê?'. - Quem fez isso sabia quem é você, o que você é. Sabia que isso não ia te matar. Isso foi uma mensagem, blond, você não é bem vindo. - Ela começou a se mover na direção do carro. - Eu levo vocês onde querem ir e depois volto para a cidade, assim me poupo da companhia da senhorita "eu sou rebelde, mas nunca estive numa briga de verdade." - Kristanna parou, virou-se na direção deles, dessa vez seus olhos caíram sobre Nádia e não era nada agradáveis. - É por causa de Garous como você, que Garous como nós e pessoas como ela - Apontou para Seren. - Morrem no campo. Eu rezo para os Deuses que você nunca tenha que chorar sobre alguém que ama, mas se chorar, talvez entenda porque fazemos o que fazemos. - Ela abriu a porta do carro e indicou que Seren e Donovan entrasse e dessa vez olhou para Owen. - Diga aos seus anciões que não preciso de uma babá. Eu preciso de guerreiros. - Então ela mesma entrou no carro, batendo a porta e aguardando os outros dois entrarem. Donovan suspirou. Olhou para Seren e indicou que ela fosse para o carro de Kristanna, depois olhou para Owen e Nádia.

- Eu vou dar um pulo na casa e depois encontro vocês na Seita, que tal? Pelo que entendi vocês vão se reunir lá hoje, não é isso? - E então ele falou em Gaélico. - E aí conto para vocês quem é ela.- Indicou com a cabeça na direção de Kristanna.   - E talvez a gente arrume essa situação com ela e tal - E dessa vez olhou rapidamente para Nádia, antes de se despedir e mover-se para o carro.

Owen e Nádia ficaram ali, e Owen sabia que ia ter que lidar com tudo aquilo. Ir para a Seita realmente parecia a melhor opção.
「R」
avatar
Convidados
Mensagens :
94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Convidado em Sex Jun 08, 2018 3:05 pm

OWEN
Hit the road || Donovan, Kristanna, Nadia e Seren


Owen não estava buscando uma apresentação pomposa, apenas achou por bem conhecer o nome da Garou que estava diante dele. Confirmando ser quem ele pensava, sua preocupação apenas aumentou. Ainda mais diante daquele sorriso sem humor que a americana havia dado.

Trocou um breve olhar com Nadia e franziu as sobrancelhas. Conhecia o suficiente aquele jeito desapegado da garota, mas só queria imaginar que tipo de coisa ela tinha feito ou dito para aborrecer a estrangeira.

- Vamos conversar no caminho. - Disse ainda sério. - Não tire conclusões antes da hora.

Deu o conselho para a companheira de matilha e cruzou os braços enquanto a outra analisar o local. Kristanna olhava além do que eles tinham visto e já chegava com conclusões sobre aquele acidente. Dizia que foi um recado e que sabiam que ele não teria morrido, mas e a Parente? O pior poderia ter acontecido com ela.

Quando achou que as coisas estavam mais ou menos decididas, foi surpreendido com aquele rompante de Kristanna. Ela era uma garou de posto superior, mas não significava que eles tinham ficado bem ou aceitado de bom grado ouvir tudo aquilo. O que Nadia tinha feito, afinal? Teria pedido para que todos se acalmassem, mas a Garou já entrava no carro e lhe mandava mais um recado torto.

Era bom que tivesse coração calmo nessas horas. Indicou o carro para Nádia, mas esperou Donovan que parecia ter algo a dizer.

- Vamos. E eu agradeço. - Respondeu em Gaélico também. - Não faço ideia do que aconteceu para que ela se irritasse, mas descobrirei. Cuidado, Donovan, podem estar esperando por vocês lá. Fique atento.

Disse por precaução, mas logo se despediram.

- Entra no carro, Nadia. - Indicou para que ela fosse para o lado do acompanhante.

Já subiu um pouco irritado e encarou.

- O que diabos foi isso, Nadia? Por onde você esteve e o que falou para ela? - Antes que ela respondesse, ele completou. - Pensa bem se você vai querer bancar a revoltada comigo. Se um dia você precisar de ajuda, eu levarei em conta o dia de hoje.

Olhou para ela uma última vez e começou acelerar em direção à Seita, pois era a única opção viável, no momento.

∆ LYL - FG
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Convidado em Sex Jun 08, 2018 3:05 pm

SEREN
Hit the road|| Donovan, Kristanna, Nadia e Owen


Diferente do primo, Seren não se importou em se apresentar ou ser sociável. Tinha acabado de sofrer uma tentativa de homicidio - ou recebido um recado, como Kristanna falou em seguida - e não estava com cabeça para sorrisos e cumprimentos.

Mesmo assim, ela ouviu o nome da Garou que acompanhava Kristanna e parecia ser conhecida de seu primo.

Depois que teve certeza de que Donnie não tentaria impedi-la de acompanhá-lo, ela prestou um pouco de atenção na conversa. A Garou não estava feliz com as atitudes da jovem que a acompanhava. Vê-la irritada não era incomum - Kristanna não era conhecida pelo bom humor, era fechada e muito reclamona. Mas havia algo em seu discurso que trazia certo grau de decepção.

Como se todos tivessem falhado por existirem Garous como a outra menina. Achou um pouco pesado, mas entrou no carro mesmo assim.

Um pouco mais confortável porque estava com pessoas, de fato, conhecidas.

- Por que você não seria bem-vindo aqui? - Indagou. - Por que a presença de um único MacEvans incomoda tanto?

Não parecia muito inteligente mandar um recado sem tirar nada. Só atiçava a curiosidade e alertava para os perigos que havia ali. As perguntas dela não buscavam uma resposta específica, apenas para refletir.

∆ LYL - FG

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Nadia DeWitt em Ter Jun 12, 2018 12:33 pm

Nadia não ia com a cara de ninguém, mas odiou aquele sorriso cínico da Kristanna que ela dava aos outros. Ainda era uma americana que vinha de fora pra ficar julgando e tratando seus colegas dessa maneira.

Ela já odiava a garota talvez com a mesma intensidade que já era odiada.

”E agora é a detetive também?” ela parecia tentar entender a cena o que tinha acontecido.

- É por causa de Garous como você, que Garous como nós e pessoas como ela - Apontou para Seren. - Morrem no campo. Eu rezo para os Deuses que você nunca tenha que chorar sobre alguém que ama, mas se chorar, talvez entenda porque fazemos o que fazemos.

Nadia sentia repulsa por aquelas palavras. Quem a americana pensava que era? Cuspiu para o lado, desprezando o que ela disse mas não protestaria mais verbalmente por conta do aviso de Owen.

Se moveu em direção a Owen e ignorou o que mais Kristanna dissesse ou fizesse. Apenas grunhiu em resposta a Donovan e entrou no carro.

- O que diabos foi isso, Nadia? Por onde você esteve e o que falou para ela? - Antes que ela respondesse, ele completou. - Pensa bem se você vai querer bancar a revoltada comigo. Se um dia você precisar de ajuda, eu levarei em conta o dia de hoje.

”Estão tirando o dia pra me irritar afinal”

-Primeiro, eu tenho uma vida fora disso aqui - respondeu séria, mas sem o tom sarcástico de sempre - Até ontem eu tinha shows pra fazer. E segundo: ela só tá irritadinha porque eu não sou o soldadinho que ela esperava

Nadia sentia que essa tal “guerra” não era sua. Que os garous resolvessem seus problemas de garou, ela não estava nem aí.

-Eu não xinguei ela ou lutei com ela - o que ela já tinha feito com outras pessoas afinal - E de quem foi a ideia genial de mandar eu ir com ela pra começar!? - era mais um desabafo que uma reclamação real. Apesar de tudo Owen não tinha culpa nisso tudo.

-Só vamos logo eh?

avatar
Animes
Mensagens :
13

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Tellurian em Ter Jun 12, 2018 4:33 pm



Donovan, quando entrou no carro tirou a blusa: tinha queimaduras da queda nos ombros e braço esquerdo. Deu uma olhada breve no estrago, sem prestar muita atenção no que acontecia em volta. Suspirou com a pergunta de Seren: só uma pessoa poderia ter aquelas respostas que ele também queria, mas estava indisposto o suficiente para ligar para a mãe e contar o que tinha acontecido. Conhecendo Eve, sabia que ela estaria no primeiro avião para a Irlanda.

Kristanna fez o retorno e seguiu na direção contraria de Owen.

Donovan ergueu uma das mãos e bagunçou levemente os cabelos de Seren, numa forma muda de dizer 'tá tudo bem', Kristanna por outro lado não parecia muito interessada no assunto dos dois. Mas Donovan estava curioso.

- Que você tá fazendo aqui?

- Pagando meus pecados. - Ela respondeu.

- Isso no seu pescoço é uma aliança? - E caso Seren olhasse, notaria o anel dourado pendurado num cordão.

- Sim.

- Você CASOU?!!! - Perguntou Donovan, com um bocado de surpresa na voz.

- Sim. - Ela respondeu, robótica e com os olhos na estrada.

- Agora estou ofendido por não ter sido convidado. - Kristanna apenas moveu os ombros levemente. = Vocês viram alguma coisa? - Quis saber Kristanna, e dessa vez ela olhou muito brevemente para Seren, enquanto saiam da pista e entravam numa estradinha de terra indicada por Donovan. - Não acho que sua Parente tenha sido o alvo, mas posso estar errada, também. Seria prudente não deixar ela por aí sozinha. - Continuou a Ragabash.

Eles moveram-se por mais um quilometro, antes de Donovan indicar um velho muro/portão. O muro era feito de pedras, mas essa estava coberta de mato, o portão de ferro parecia tão velho quanto o muro, mas quando o carro parou em frente ao portão, os três puderam ver uma tecnológica câmera de vigilância. Donovan desceu do carro e parou em frente a câmera, enquanto tateava os bolsos e pegou a identidade, levantando-a na altura do visor... Uns segundos depois o portão se abriu e puderam seguir pela estradinha pequena até a frente de uma mansão - sim, era uma mansão -, não estava mais nos seus tempos de glorias... Mas ainda sim era uma casa fabulosa.

Kristanna parou o carro.

- Uou. - Comentou Donovan, ao abrir a porta e sair, estendendo a mão para Seren. Foi quando uma voz interrompeu eles.

- Posso ajudar? - Disse a mulher.

Spoiler:




Spoiler:
Owen e Nádia podem continuar interpretando. Só vou intervir mais para a frente.
「R」
avatar
Convidados
Mensagens :
94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Hit the Road]

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum