Fóruns Gráficos
3
Créditos
» Skin obtida de The Captain Knows Best criado por Neeve, códigos acrescentados por Weird e baseado no tema The Walking Dead Theme criado por Hardrock. Graças aos suportes e tutoriais de Hardrock, Glintz e Asistencia Foractivo.
» Versão Elysium adaptada por Hurricane, Rossin e Persephone.
Narradores
6
Personagens Ativos
40 Personagens Ativos
Últimos assuntos
» Capítulo 8
Ontem à(s) 11:17 pm por Kim Sun-Hee

» Episódio 1
Ontem à(s) 9:17 pm por Kasumi Sanada

» Sons of Neptune
Ontem à(s) 8:05 pm por Starry Night

» [DADOS] Onde estrelas nascem ou morrem
Ontem à(s) 6:12 pm por Starry Night

» Golden Boys
Ontem à(s) 1:47 pm por Starry Night

» @ohmygyuri
Ontem à(s) 10:54 am por Nam Gyuri

» @ommagyuri
Ontem à(s) 10:42 am por Nam Gyuri

» @moonjaesun
Ontem à(s) 8:52 am por Moon Jae-Eun

» @moonjaesun
Ontem à(s) 8:42 am por Moon Jae-Eun


Capítulo 8

Página 5 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Kim Sun-Hee em Sab Out 20, 2018 12:24 am



Assim que encontrou Chaeyoung, Sunny mostrou um sorriso enorme e as mãos unidas imploravam por socorro - de um jeitinho fofo e irresistível -, enfatizando os longos áudios que enviou no dia anterior. Porém, era puro charminho porque sabia muito bem que a amiga estava mais do que feliz em ajudá-la. O que Sun-Hee não imaginou era que Chae tinha convocado o exército mais gracinha do mundo inteiro para auxiliar as duas nessa missão. Os olhinhos brilharam diante das sobrinhas adoráveis da amiga e elas eram tão engraçadas e espontâneas que não sobrou espaço para Sunny ficar envergonhada – até porque, a bolsista não tratava-se de uma pessoa tímida, embora bastante reservada em determinados aspectos. Até a Sra. Park participou da bagunça saudável que o grupo armou no quarto de Chaeyoung. A única coisa que fez foi se colocar nas mãos habilidosas daquela família tão incrível. Princesa ou boneca, Sunny deixou que as mais velhas escolhessem os trajes enquanto as pequenininhas arrumavam o longo cabelo num penteado quase infantil, mas que Sun-Hee não se incomodou. Pelo contrário, decidiu mantê-lo, independente da imagem que poderia causar. Afinal, elas ajeitaram com tanto carinho e cuidado... E Sunny adorou. Adorou cada etapa.

Como aqueles programas de moda e maquiagem, as menininhas só permitiram Sunny de se olhar no espelho quando estava toda pronta e a alegria dela foi genuína e extremamente comemorada pelas crianças ao identificarem a satisfação da “cliente”.

Era mais baixa e menos curvilínea do que a amiga, mas isso não foi problema na hora de escolher as roupas perfeitas. O maiô preto e fechado por uma fileira de botões era discreto e comportado, entretanto, o contraste do tecido escuro contra a pele alva de Sunny criava um efeito chamativo. Por cima da peça, ela vestiu um short jeans e uma espécie de blusão branco de mangas compridas, só que decotado e fresco na frente. Os pés foram calçados com sandálias confortáveis, pretas e de várias tirinhas. Havia saltinhos sem vergonhas... ou Sunny quem era realmente pequena.  A arte das meninas ganhou um último - na verdade, uma reconstrução, mas as crianças quem levaram o crédito - retoque da mamãe Park... Uma dupla de tranças grossas, puxadas da raiz, dando volume aos já cheios fios. Para finalizar a arrumação, a pintura suave realçava os traços finos e iluminou a face sempre tão pálida, apesar da concentração de cores estar mais presente nos lábios arrebitados – o batom rosa quebrava o visual neutro e atraía a atenção.


Pena que grande parte do batom ficou nas bochechas de Si Eun e Ri An Park como forma de agradecimento, além de várias promessas que apareceria para brincar com as levadinhas.

[...]

A manhã começou animada.

Ela e Chae foram conversando sobre o evento durante todo o percurso e Sunny aproveitou o tempinho dentro do carro para avisar Stella e Hye-Won de que estavam à caminho da festa. Próximas de chegarem, Sunny sentiu o mesmo embrulho de ontem no topo do estômago... Estava ansiosa e nem sabia exatamente o motivo... – ou fingia que não. Será que... não exagerou? Pegar as roupas de Chae, se enfeitar... Aish...

Balançou a cabeça, expulsando os pensamentos negativos.

No momento que o local surgiu no campo de visão...

Sunny formou um ‘O’ com a boca.

Era impressionante, tipo um sonho... Lindo e... Opulento...

De tirar o fôlego.

Quer dizer... Sun-Hee perdeu o dela!

- Nossa...

Exclamou em sussurros encantados e parecia uma criancinha prestes a entrar num parque de diversões. E foi dessa maneira até o ponto onde Bomi e Gyu-Sik recebiam os convidados. Ao vê-los, Sunny sorriu. Perto dos gêmeos, os parabenizando, estavam JaeKi e Hyun-Hee. Diante disso, o gesto simpático se atendeu a eles também, acompanhado de um aceno.

- Seu príncipe chegou antes de você... – implicou, encarando Chaeyoung.

E se Hyun era um príncipe, não existiam sombras de dúvidas de que Chae era uma princesa. Não apenas pela peruca, mas a unnie estava lindíssima. Lamentava que ela não poderia se divertir na piscina, porém... pelo visto... isso não seria um problema ali.

Corou de leve ao notar o olhar de Hyun para Chae e não evitou o sorrisinho... Eles eram tão bonitinhos juntos...

- Oi, oppa... Oh! Ye, ye, não se preocupe! Cuidarei da sua senhorita e não pretendo prendê-la por muito tempo – sorriu de modo mais aberto enquanto mexia as mãos de um jeito descontraído e, além do mais, tinha encerrado temporariamente sua participação no TWD coreanoEu prooometo.    

Deu espaço para que os dois se cumprimentassem e esperaria Chae antes de seguir na direção dos irmãos Yoon.

Enquanto isso...

Buscava rostos conhecidos...

Até percebeu o olhar de Hyun, porém não invadia a privacidade do casal. Só voltou a fitá-los quando Hyun iniciou uma breve despedida – Até depois, oppa – riu da brincadeira... Ele já não parecia mais tão assustador como meses atrás.

Efeito Chaeyoung, provavelmente.

Sunny delicadamente tocou o ombro dela, chamando-a. Logo se aproximaram de Bomi e Gyu-Sik – Feliz aniversário! – entregou o embrulho amarelo para Bomi e o vermelho para Gyu – Você está linda, Bomi! – elogiou a menina, sendo sincera – E você também está ótimo, Gyu-Sik... Obrigada aos dois pelo convite! Tenho certeza absoluta que será um dia muito divertido!

Com ambas as mãos livres agora, Sunny ajeitou a alça da bolsinha colorida e compacta, na qual trouxe alguns itens básicos e necessários, inclusive uma muda extra de roupa e o protetor solar.

Poooool Paaaarty  sunny

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seul

Data de nascimento :
20/04/2002

Mensagens :
175

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por The Crown RPG em Sab Out 20, 2018 5:59 pm

Banyan Tree Club & Spa.. MANHÃ


Gyu Sik foi contido e respeitoso em seu cumprimento com Hyun Hee, mas não aparentou nenhum tipo de desconforto, pelo contrário. Parecia tranquilo e feliz de ver que as coisas estavam dando certo para irmã. Bomi sorriu de volta para Hyun e pegou a bolsa, reverenciando seguidas vezes em forma de agradecimento.

Quando a menina estava prestes a dar as informações sobre a festa, Jae Ki chegou. Estava evidente no semblante do menino todo o grau de encantamento pelo lugar. Provavelmente ele nunca esteve num lugar daqueles antes e imaginado que coisas assim só existiam em filmes. Os irmãos Yoon não fizeram nenhum tipo de comentário, esperando que ele se aproximasse para saudá-lo também.

Jae Ki logo de cara falou com Hyun Hee até que voltou para os anfitriões. Diferente do hyeong, ele não trouxe presentes, mas ninguém parecia surpreso com isso - para o bem ou para o mal.

Como Gyu Sik não tinha muito trato social de modo geral, Bomi acabava fazendo as vezes. Ela era muito eloquente e comunicativa, sendo uma pessoa agradável de lidar. Se Jae Ki não soubesse o quanto seu amigo Won estava sofrendo - só que não - ele provavelmente gostaria dela, como era no passado. Ela, contudo, não mudou seu jeito de tratá-lo por conta da situação envolvendo o outro menino.

- Sim, é muito bonito, não é? Espero que todos se divirtam hoje. - Sorriu. - Komawo! - Agradeceu pelos parabéns e voltou a atenção para os próximos convidados enquanto Jaeki esperaria Hyun para seguirem até o quarto.

[...]

A residência Park explicava muito do temperamento de Chaeyoung, pelo menos as três pessoas que Sunny tivera contato naquele dia. Si Eun e Ri An eram duas pequenas pestes que não paravam de falar. Não eram meninas ruins, muito pelo contrário, mas a bateria delas parecia infinita. Estavam em todos os lugares o tempo todo e ainda tinham um jeito super engraçado que fazia as pessoas terem dormência nas bochechas de tanto rirem. Para contê-las, existia Ha Na, a mãe de Chaeyoung e “avódrasta” das duas.

Graças a essa enorme colaboração, as duas conseguiram se arrumar muito bem e chegarem num horário bom para a festa.

Dentro do carro, a unnie até arrumou mais um pouquinho Sunny e as selcas começaram ali mesmo. Hyewon e Stella avisaram por mensagem que também já estavam à caminho e que se encontrariam com elas lá.

Logo na entrada, Sunny  - assim como a maioria dos bolsistas - foi tomada por toda aquela beleza. O lugar era maravilhoso, suntuoso e já nos primeiros segundos, nem dava vontade de ir embora. Era um sonho que merecia ser vivido para sempre.

As duas foram deixadas no hotel branco que ficava na parte da festa. Já havia algumas pessoas ali, dentre elas, Jae Ki e Hyun Hee. Jae Ki apenas acenou para Sunny, com um sorriso simpático. Talvez não fosse o que se esperava de um amigo - na concepção de Sunny - mas já era um avanço considerando o que tinham antes. A garota respondeu da mesma forma enquanto Hyun começou a se aproximar.

Chaeyoung também sorriu para os meninos e arqueou uma das sobrancelhas para o comentário da amiga.

- Não é uma graça? Ele se faz de rebelde, mas chega em ponto nos compromissos...Tão fofinho. - Brincou, dando uma risadinha cúmplice para a amiga, mas logo voltou a atenção para o namorado.

O primeiro pedido, fez Chae formar um bico no canto dos lábios. Mal sabia ele que quem estava cuidando de Sunny era ela e não o contrário...E a menina ainda colaborava, trazendo uma encarada por parte de Chae, mas tudo bem teatral. Não estava zangada com ninguém, pelo contrário. Havia acordado de excelente humor e a achava que a festa tinha tudo para ser maravilhosa.

Deu um passinho para o lado, se afastando da amiga para ter um momento em particular com o namorado.

- Jinjja? Pois eu acho que a esperta fui eu…Amarrei antes que ele fosse tentado por uma festa na piscina. - Riu para ele, mas logo foi meneando positivamente e fazendo uma expressão mais tranquila. - Você também, hm? Divirta-se e relaxe um pouco…

Fez um carinho no rosto dele e o deixou ir. Revirou os olhos, achando bastante graça do modo como ele saía dali, como se fosse o rei mesmo da festa, roubando as atenções para si.

- Eu mereço isso… - Comentou com Sunny e, juntas, seguiram até os aniversariantes enquanto Hyun Hee e Jaeki iam para o quarto.

Finalmente as duas caminharam até os gêmeos para cumprimentá-los. Bomi virou-se para elas com um sorriso querido e agradeceu profundamente pelas felicitações.

- Eu agradeço muito por vocês terem vindo! Espero mesmo que se divirtam! - Indicou os elevadores - Ali vocês pegam o elevador até o andar dos quartos, mas se quiserem seguir até a área da festa, é por ali.

[...]

Os quartos disponibilizados eram quartos típicos de um hotel. Não chegavam a ser suítes, mas eram bem confortáveis, pelo menos o suficiente para acomodar quatro pessoas. Cada kit com itens básicos de banho e os itens da festa ficavam disponibilizados em uma cama - duas de solteiro e uma de casal, onde, obviamente, havia dois kits.


(Ideia do quarto)

Além das camas, o quarto também tinha uma tv, um figrobar e um armário onde eles poderiam guardar suas coisas e trocar de roupa. Apenas eles mesmos e os funcionários do hotel tinham o cartão do lugar e era esperado que não fossem ter qualquer tipo de problema envolvendo os pertences dos convidados. O frigobar estava vazio porque tudo o que eles precisavam estava na festa, mas eles podiam levar algo para o quarto, no caso de se recolherem, enfim.

O banheiro também tinha um tamanho razoável - uma pia bem bonita, quadrada e com uma torneira que parecia uma pequena fonte, além de um chuveiro potente.

Como o maior foco da festa era a piscina e suas atrações, o quarto era mera passagem. Era só para que trocassem de roupa e seguissem para a festa mesmo, pelo menos num primeiro momento. Chaeyoung ajudaria Sunny a arrumar o maiô e recomendou que ela mantivesse a parte de cima como saída do banho. A toalha estava bem ali para que pudesse levar. Jae Ki e Hyun, a mesma coisa, mas claro que não precisaram se ajudar com roupas ou coisa do tipo.

Quando desceram, já podiam ver alguns rostos conhecidos - como os Han que pareciam orgulhosos pela festa que o hotel deles estava promovendo - e mais alunos do 3º ano do que do 2º ou 1º em si. Também havia pessoas de fora, que Hyun Hee provavelmente só tinha visto em eventos da alta sociedade quando ainda ia neles. Eram os amigos “de fora” além de prováveis parentes por parte de mãe e que ainda tinham mais ou menos a mesma idade.

[...]

Yerin e Hyemin pareciam de bem novamente. A amiga explicou na quinta-feira que não respondeu à mensagem porque estava sem bateria, mas estava bem e que não aconteceu nada demais na quarta-feira. Não contou as coisas que havia experimentado ao lado de Jae Ki porque acreditava que se ficasse falando nisso, acabaria transformando algo abstrato em real e não desejava chegar a este ponto. Omitiu da melhor amiga, mas parecia visivelmente incomodada com alguma coisa.

Hyemin até podia imaginar que tinha relação com a tal mentira que ela havia contado, mas ia muito além disso. Achava que precisava quebrar uma promessa e isso não era algo típico de Yerin, por isso a deixava confusa.

Contudo, o retorno da herdeira da HGT foi bem comemorado pelo grupo. Em dois dias, eles resolveram questões que estavam enrolando ao longo da semana toda. Agora tinham celulares de emergência e uma proposta de look para o sábado. O decidido foi: 50 tons de roxo. O que soou muito agressivo, Beom Su achou e por isso decidiu renomear para “Purple Gloss”, algo bem típico dele criar. Todas toparam e decidiram que fariam uma escala de cor, ainda que não virassem, de fato, um degradé. Hyemin evoluiu a ideia e chamou de “Princesas do Mar...E o tritão”.

Até porque, segundo Beom Su, o que estava na moda eram estampas, mas antes que ele entrasse no mérito, Nana o interrompeu dizendo que já tinham entendido e ele podia guardar a explicação para a aula de moda.

No sábado pela manhã, a casa de Hyemin começou a encher. Beom Su foi até lá para arrumar sua maquiagem enquanto Yerin tinha dormido de sexta para sábado para que saíssem juntas. Nana iria direto de sua casa, assim como Hayoung. O garoto fez sua arte no rosto de Hyemin e bem que tentou brincar com a rainha do gelo, mas eles já podiam se contentar dela usar um modelo bem bonito de maiô. Diferente, mas que combinava com a personalidade dela.

O garoto, particularmente, não gostava de mangas compridas para roupas de banho, mas também não amolou muito com isso.

Passando um pouco do horário, o trio seguiu até o Banyan e logo na entrada encontraram com várias pessoas que chegavam ao mesmo tempo. Ainda estavam dentro dos quinze minutos que os irmãos recepcionariam antes de ir para a festa. Yerin havia optado por um maiô que parecia um biquini porque a parte de cima era um tom roxo mais rosado, quase vinho, mas a calcinha era uma estampa. Só não era visível ainda porque ela estava usando um short preto, o que ainda não a fazia sair de seu natural.

Já Hayoung, estava com um maiô lilás com babadinhos e uma estampa xadrez. Estava com uma saia branca rodada como saída de banho. Nana era um pouco mais cuidadosa com seu estilo - além de usar um biquini roxo com o acabamento mais trabalhado na parte de cima, ela também estava com um short jeans e um belo kimono floral num fundo branco - e as flores roxas - contrastando com seu biquini.

Beom Su usou uma bermuda masculina mais curta que o normal, estampado com roxo, uma blusa branca com metade dos botões abertos - e com uma blusa segunda pele por baixo, um chapéu contrastando com a estampa forte, sandálias e uma bolsa com seus pertences - incluindo itens de maquiagem para a última hora.

Bomi logo voltou a atenção para eles, fazendo um certo gracejo por ver como estavam bonitos.

- Ommo!! Como vocês estão maravilhosos! Que maquiagem lindaa!! - Comentou para Hyemin, bem empolgada. - Komawoo! Eu fico muito feliz por recebê-los aqui e espero que gostem bastante da festa também!

Assim como fez antes, informou sobre os quartos e sobre a festa. Apenas reforçando o que já vinha no convite em si.

Hyemin seguiu com suas amigas até o quarto, despedindo-se, temporariamente, de Beom Su.

Inspiração do BlackPink ft Dua Lipa:

(Hayoung)



(Nana)


Beom Su


(Yerin)

[...]

Nos primeiros quinze minutos, a festa já se provava um verdadeiro sucesso. Verdade que ainda tinha muita gente chegando, mas alguns dos principais rostos de Wangjo já estavam por ali, perambulando ao redor da piscina, bebendo, comendo e vendo as outras atrações.

Bomi e Gyu Sik saíram da recepção para interagirem na festa. A menina ainda estava dando falta de Misoo e Won Bin, mas agia com naturalidade, transitando entre os núcleos com o seu típico sorriso. Já Gyu Sik estava na companhia de Sooyeon. Ela havia chegado bem cedo e depois de cumprimentá-los, ficou esperando por ele já na parte da piscina.

A piscina do SPA estava repleta de bóias - de flamingos, doces, tradicionais, unicórnios e até de conchas. As duas boias de unicórnio certamente seriam as mais disputadas. Além disso, também havia uma parte fora da piscina como uma mini-quadra de vôlei para até 4 pessoas em cada equipe, aqueles escorregas de plástico cheio de sabão e água e as pistolinhas de água que seriam usadas em todo canto.

Kang chegou depois que Jae Ki e Hyun tinham descido, então só teve tempo de colocar suas coisas lá em cima antes de seguir ao encontro deles. O bangbangbang usava uma blusa vermelha sem mangas, uma bermuda estampada azul marinho e branca e boné também azul. Pegou uma bebida pelo caminho até que encontrou Jaeki.


(Gosto dele de vermelho)

- E aíí, J-Dragon?! - Fez o cumprimento dos dragões. - Caraca! Olha que loucura esse lugar! Isso é mesmo real?!?!

Percebeu que Jaeki não estava sozinho e fez uma carinha assustada, ao perceber Hyun Hee.

- Oh...Olá, hyeong… - Abaixou a cabeça, o reverenciando, meio sem jeito. - O Won não chegou ainda não? E a Eun Bi? E a Misoo? Digo...Falta muita gente ainda?

Sunny e Chaeyoung também não demoraram a encontrar Hyewon e Stella. Elas se desencontraram na entrada, mas logo estariam unidas de novo. Hyewon tinha optado por um biquini mais tradicional - de mangas compridas, ainda que cropped - enquanto Stella foi para modelo pin-up

Look Stella e Hyewon:


(Stella)


(Hyewon - 1º)

Enquanto Hyewon, Sunny e Stella ficavam à mesa, Chaeyoung ia até o buffet para começar os trabalhos e beliscar alguma coisa. Quando chegou e viu a quantidade de coisas que tinha, nem soube direito por onde começar.

Quando Hyemin e seu squad desceu, elas tiveram uma visão das pessoas presentes - agora tinha muito mais gente do colégio do que antes. Jong In e Ro Young chegaram acompanhados de Hyejeong e Eun Joon. In Ha e seu namorado também estavam com eles, mas só porque se encontraram no caminho. Ainda não havia sinais dos Do - Taemin e Jimin - nem de Jiran e seu primo.

Ela também veria Hyun, Jaeki, Kang, Sun Hee e suas amigas enquanto Chaeyoung ia até o buffet.

Jae Ki também teria uma visão do grupo de Hyemin, principalmente de Beom Su e Yerin. Todos já estavam com suas respectivas roupas de banho e, no máximo, suas saídas. Yerin desviaria o olhar assim que ele a encarasse e falaria com Hyemin.

- Olha a boia que você queria…

Boias:









- Dioooor do céu!! Eu quero aquela concha! Segura, Hayoung! - Empurrou os óculos e o chapeu para ela.

- Ani!! Eu vi primeiro!! - Empurrou de volta

- Saaaai! A Pérola sou eeeu!!

Nana levou a mão até o rosto, dando uma gostosa risada enquanto os ombros de Yerin tremeram. Ela escondeu os lábios enquanto os dois praticamente se estapeavam para ver quem chegaria na concha primeiro.

Bomi parou por um instante vendo aquela cena até que levou um susto com a chegada de Misoo. Virou-se rapidamente para a amiga e abriu o mais sincero dos sorrisos para abraçá-la. Deu uns pulinhos no mesmo lugar enquanto recebia o abraço.

- Você chegou!! Você chegou!!! Aiiin, eu estava ansiosa!! - Segurou as mãos dela e a encarou. - Misoo, você se supera a cada dia!! Que roupa maravilhooosa, você está tão linda, amiga!! - Aproximou-se de novo e ajeitou o cabelo. - Quer dizer, MAIS linda ainda!

Voltou a agarrá-la, bastante saudosa e apertou um pouco o abraço.

- Pode repetir quantas vezes quiser! É sempre bom ouvir quando vem de você! - Balançou de levinho de um lado para o outro. - Não, a Bibi só vem depois do ensaio dela e a Mia está à caminho. Mas VOCÊ chegou! Que boom! - Voltou a encará-la, ainda impressionada com o corpo que a amiga estava esbanjando no momento. - Botei! É só pegar bem ali. Tem muitas opções de atrações hoje e eu quero mesmo passar o meu dia especial com minhas amigas! É só ter um pouquinho de paciência com os convidados.

Sorriu e apontou.

- Agora mesmo parece que temos dois brigando pela concha…

Beom Su e Hayoung continuavam apontando quem dava a volta na piscina primeiro para pegar a boia - isso porque não queriam mergulhar de cara. Até que quando Misoo olhasse, veria que o menino pulou para a concha começou a “remar” para longe de Hayoung. Enquanto ele fazia caretas, ela batia o pé na margem da piscina. Do outro lado, Nana passava mal de tanto rir da cena assim como Yerin que precisou sentar e esconder o rosto.

Era raro ver as pessoas tão felizes e animadas assim. A própria Misoo podia dizer que se sentia muito bem disposta. O medo inicial que tinha sentido pelos remédios tinha se transformado em alívio e surpresa. A balança marcou que ela estava quatro quilos mais magra em três dias. Ela não sabia que tipo de mágica a unnie tinha naquelas pílulas, mas a promessa se provava verdadeira.

Infelizmente, os comprimidos tinham acabado porque ela só deu o suficiente até sábado. Será que...ficaria tudo bem depois?

Enquanto Beom Su e Hayoung pagavam por aquele momento, uma sombra começou a se aproximar de Bomi e Misoo. Do outro lado, Hyemin viu bem o momento que aquela pessoa chegou. Foi difícil reconhecer num primeiro momento, porque as roupas pareciam mais descoladas - pelo menos saída daquele padrão nerd. Era uma camiseta branca de manga curta, uma bermuda parecendo jeans, mas só pelo tom, visto que era a roupa de banho. Ao invés de óculos de grau, óculos escuros.

Hyemin teve a impressão de que o “estranho” fez questão de encará-la por trás dos óculos e dar o sorriso cretino que revelou muito bem quem ele era. Olhou na direção de Bomi e Misoo e então falou com elas.


- Olá, Bomi-ssi!!

Bomi soltou o abraço de Misoo e olhou para trás, reconhecendo a voz.

- Joo Hyuk-ssi! Você veio!! Que boom!!

- Ne! Eu não podia mesmo deixar de vir! Parabéns! - Tocou de leve no ombro dela.

- Komawo!! - Ela juntou as mãos.

- Como vai, Misoo-ssi? - Kim puxou os óculos escuros, revelando seu rosto sem os óculos de lentes grossas.



Bomi travou nesse momento, impactada assim como muitas ficariam no instante em que o rosto dele se destacasse e não apenas os óculos de lentes grossas. O queixo de Bomi caiu um pouco, as bochechas ficaram coradas, mas ela riu de nervoso. Kim riu de deboche mesmo, divertindo-se com possíveis explosões ocorrendo do outro lado da piscina.
(C) Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Mensagens :
1244

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Jae-ki em Sab Out 20, 2018 11:58 pm


Jae-ki ficou satisfeito por Hyun querer subir com ele, apesar da namorada. Era bom não estar sozinho. Jae o esperou cumprimentar as meninas, e sorriu pra elas acenando a cabeça também. Ao menos era bom ver que Sunny estava com uma amiga, e não uma qualquer, mas namorada do seu hyeong.

Jae achava admirável a desenvoltura de Hyun para falar, ele era muito bom com as palavras. Infelizmente Jae-ki não podia dizer o mesmo de si, sabia que não era bom em convencer as pessoas com palavras tão descontraídas. Ele achava que seu hyeong podia conseguir tudo que quisesse assim. Hyun até conseguia ao mesmo tempo dizer que estaria de olho protegendo sua namorada. Ele era verdadeiramente um cara que também sabia cuidar de quem gostava.

No quarto, Jae-ki ficou surpreso com o que encontrou. Dava até pra dormir ali, pena que não precisava disso pra uma festa dessas. Abriu o frigobar pra checar, mas não tinha nada dentro. Jae também se jogou com tudo na cama pra experimentar o conforto, era tão macio.


- Uwa, que confortável!!

Dava para ver que a borda da sua camisa, estava até desgastada, ele não tinha roupas novas. Par Jae, parecia que estava em cima das nuvens, isso se fosse possível estar em cima delas. Ainda mais para Jae-ki que dormia no futon. Ouviu o que Hyun disse e riu quando ele falou que estava tímido. Sabia que isso nunca aconteceria com seu hyeong.

- Hahaha, tímido... Tá bomm... Pode deixar, vai gostar deles, Won e Kang são muito parças. Uwa, vai ser tão maneiro, finalmente você var andar com a gente. Eu vi como você falou com as garotas, cara, eu queria saber falar assim como você. Acho que eu conseguiria melhor as coisas.

Jae-ki se levantou mexendo nas coisas, tinha até toalhas e outros itens. Ele não gostava de fazer fofoca, mas dessa vez, achava que poderia confiar no Hyun:

- Eu fiz trabalho com Yerin e o Beom-su essa semana, tinha que ver, eles falando de você. Até a Yerin olha para você. Mas foi um saco ouvir...

Jae-ki também foi fuxicar o banheiro e continuou boquiaberto, deveria ser o máximo passar uns dias ali. Voltou a cama e tirou uma foto de si mesmo.

- Vou postar e por na legenda " Estou rico agora".

Jae-ki deixou sua mochila ali,mandou uma mensagem pra Eun-bi dizendo que estava a esperando já e enfim desceu depois de toda "farofa" que fez no quarto. Jae-ki continuou surpreso, era tanta coisa pra ver, mas por enquanto, Jae queria comer alguma coisa. Depois mergulharia na piscina, principalmente com Eun-bi claro. Quando viu Kang, ele se animou mais:

- E aí Kang!É cara, já viu o quarto?! Uwa, é daebak!!


Notou que que se amigo ficou pouco receoso com a presença de Hyun, por isso falou:

- A Eun-bi só chega depois das onze. MiSoo? Não vi não, nem procurei, até parece que quero ver essa garota... Mas o Won nem chegou... Mas por que pergunta dela? Tá devendo algo pra ela?

Jae estranhou Kang perguntar dela, isso era muito estranho.

- O heyong Hyun já conhece né? Ele vai ficar com a gente, vai ser maneiro. Tomara que o Won chegue logo... Eu não sei se ele quer vir... Tomara que ele venha de boas.... Bora lá com a gente comer alguma coisa! Kaja.

Jae-ki viu alguns rostos conhecidos, as garotas estavam mais bonitas também. Porém quem ele esperava mesmo era sua musa, sua princesa, sua bailarina. Essa com certeza tiraria o seu fôlego. Ele também viu o grupo da Hyemin, Beom-su e Yerin. Era bem diferente ver os alunos da escola de roupa de banho. Notou que Yerin desviou o olhar, mas Jae-ki não se importou muito. Ainda mais por se tratar de garotas que sentia uma certa inimizade. Mesmo que naquele dia a rainha parecesse diferente. Porém antes de desviar o olhar, fez um aceno pro Beom-su, mas nem sabia se ele tinha visto, porque pareciam discutir ou brincar entre si.

Jae-ki focaria sua atenção na comida e chamaria Kang e Hyun para ele com ele:

- Kaja, depois podemos ir na piscina. Vocês sabem nadar bem? Vou tentar dar uns saltos! Vou dar um mortal.


Faria quando Eun-bi chegasse, pra se gabar para sua namorada claro, e mostrar como era um namorado maneiro. Quando chegasse na parte de comida, Jae-ki aproveitaria, mas não comeria nada pesado, já que iria nadar depois.

- Não vô pegar nada pesado, não, só depois de nadar. Você devia ter visto o hyeon, Kang, ele é tão maneiro até falando. É como você fala, ele deve ter o bangbang...?

Festa na piscina

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Songpa- gu

Data de nascimento :
07/05/2004

Mensagens :
253

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Seo Hyemin em Dom Out 21, 2018 10:25 am



Hyemin e as amigas dividiram as camas (ficaria com Yerin na de casal), passaram protetor solar e ajustaram os biquínis e cabelos uma da outra. Ela sabia muito bem por que Nana e Yerin estavam vestidas daquele jeito, mas o lema ali dentro era agir com naturalidade, e tratar apenas como um novo look.

Havia ainda a necessidade de conversar com Yerin, mas precisavam se privacidade total pra isso.

Desceram enfim e ela gritou de empolgação, correndo para abraçar sua boia de unicórnio. Logo viu e deu risada da briguinha dos dois amigos por uma boia. Era mais engraçado o fato de Beom Su querer ser pérola, por isso gritou:

- Vai tritão!! Hahahahh

Já estava se divertindo na festa. Era bom sinal. Então as atenções viraram para o recém chegado, que era bastante alto, e a forma como ele sorriu debochando da cara dela para variar um pouco a fez se arrepender até de olhar.

- Aiiishh! Aquele pervertido metido. Quem ele quer enganar, sem óculos? - resmungou sozinha e balançou a cabeça. Ele parecia bem empenhado em caçar meninas de biquíni.

Era especialmente mais irritante porque ele a viu olhando e ela captou aquele sorrisinho que era irritante e ela nem mais compreendia pra que ele fazia isso, se estava se esforçando em deixá-lo em paz.

Já estava bem do estômago, hein? Voltou a ser chato e cheio de graça! Apesar de estar tentando ficar em paz e superar, quando ele ficava provocando não tinha como ficar indiferente, porque mexia com algo lá no fundo que a deixava com vergonha e um pouco irritada, mas só com ele, que era sem noção e fazia de propósito.

- Se a Bomi soubesse as coisas que esse menino tarado pensa, não deixaria que encostasse nela assim. - revirou os olhos e arrumou sua boia de unicornio na agua e se distraiu pra arrumar-se ali dentro.

Mesmo que não olhasse, era estranho como ficava com aquele rosto bem desenhado na mente. Tudo que não queria.

Abraçou o pescoço de seu unicórnio e se aproximou das amigas, na água.

- Nana, Rin, peguem antes que acabe. Dividam uma boia! - chamou, sorridente montada em seu unicórnio.


— Ross

avatar
Dorama
Localização :
Terra do Marshmallow

Data de nascimento :
17/03/2002

Mensagens :
196

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Park Hyun Hee em Dom Out 21, 2018 10:48 am



Hyun Hee observou o irmãozinho todo feliz em um lugar como aquele. Achou graça.

- Isso vem com o tempo. A verdade é que eu brinco bastante, então posso falar verdades e dizer depois que estava brincando. Mas, se elas gostam, vou dizer que foi charme - piscou, ja abrindo uma água do frigobar.

- Aish. Não tem cerveja? Vou ver se algum fornecedor arruma por fora… Falram de mim, é? Tenho chance com a Rainha do Gelo? Tsc. Eu passo. Já estou saturado de rainhas. Ela tem cara de ser frígida como o próprio apelido… Mas você é parecido comigo. Posso ajudar, se quiser. - piscou e deu uma risada.

Olhou o menino circulando no quarto e tirando foto.

- Tira uma agora. Pra quem está escrevendo? Se ela estiver atrasada, virá correndo. - Indicou com a cabeça, referindo-se ao jovem deitado.

Os dois saíram do quarto e enquando Jaeki foi conversar com Kang, ele parou para bater um papo com um funcionário.

- Vi que minha geladeira está meio seca… Quanto custa a versão para gente grande? - observou com um sorriso, aguardando poder fazer suborno e tomar cerveja.

Independentemente da resposta, ele voltaria para falar com o Kang, depois de fazer o acordo (ou não).

- Isso, eu sou Park Hyun Hee. Estamos no meio do ano e nunca conversamos, que coisa. Mas estarei no mesmo quarto de vocês - acenou breve.

Foram pra área das comidas, onde pegaria algo para comer também. Naquele dia só estava querendo acompanhsr Jaeki e entender como ele se divertia. Sorriu e piscou para as garotas no caminho que lhe dessem bola.

- Eu sei o básico… E respiraçao boca a boca que é o mais importante. - riu. - Bangbangbang? - fez o gesto do BigBang - Estou mais para conselheiro amoroso. Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço

Humor: estável/+++++

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Queria estar nos EUA

Data de nascimento :
04/11/2002

Mensagens :
162

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Yeun Misoo em Dom Out 21, 2018 11:03 am


Misoo riu e deu pulinhos de verdade com a recepção calorosa de Bomi. Tinha valido a pena. Deu um sorriso sem graça ao ser tão elogiada. 4 quilos, hein? Precisava encontrar aquela unnie e pedir mais, discretamente. Quem sabe assim pararia de comer feito uma porca?

Sorriu para a amiga. Ela nem podia imaginar o mal estsr leve que passou em sua mente.

- Vou ficar olhando no relógio pra checar teu expediente de recepcionista, pra depois a gente se divertir junto!

Misoo estava para entrar, quando chegou menino novo que arrancou uma expressão de surpresa delas.

- Nossa! - abriu o bocão, nada discreta. - Ah, oi. Tudo bem? - cumprimentou meio sem graça, mas ainda estava surpresa. Será que a amiga tinha pensado a mesma coisa que ela?

Trocaram olhares surpresos.

- Então, né.. eu vou. Lá! - apontou os quartos e deu uma esfregadinha no ombro da amiga, incentivando-a. afinal, achava que estava solteira. E deu uma corridinha para não atrapalhar.

Ela passou no quarto para deixar as mudas de roupa e voltou para a area da piscina parecendo meio perdida, ainda com seu vestido e de chapéu. Parecia intimidador ficar sozinha naquele intervalo prolongado cheio de gente de biquini


~~

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Data de nascimento :
21/12/2002

Mensagens :
132

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por The Crown RPG em Dom Out 21, 2018 5:42 pm

HEE KYUNG. SÁBADO. 15 DE JUNHO. MANHÃ


Quando Hee Kyung tomou aquela decisão de não comparecer à festa de sábado, seus amigos ficaram num misto de surpresa e alívio. Ui Jin tinha um pouco dos dois porque até onde se lembrava, o amigo estava com vontade de ir, mas na sexta-feira, simplesmente disse que não iria mais. Para ele foi um peso tirado dos ombros porque ele realmente não sabia o que faria numa festa daquelas. Min Ho manteve-se indiferente, como sempre, mas também não viu mais propósitos para ir. O literal amigo era uma pessoa de tudo ou nada e sua mente funcionava: ou todos vão ou ninguém vai.

Diferente dele, Joo Hyuk e Ha Neul lamentaram, mas iriam de todo modo. Ui Jin decidiu, então, compensar no fim de semana a sua ausência no encontro da maquete e combinou de pegar o que estava iniciado na casa dele e levar para a própria, onde terminaria. Não houve reclamação por parte de Kim.

E quanto à Jeju...Ui Jin decidiu que eles poderiam ir sim - e essa foi a surpresa de Kim, mas estava decidido, então.

Hee Kyung apenas passou por aquela sexta-feira. A amarga conversa que tivera com Stella na última quinta-feira trouxe suas consequências. Os dois não se falavam muito e ele também não justificou sua ausência na festa que viria. Apenas se cumprimentariam de modo polido, mas não abriam espaço para conversas ou trocas de olhares. Os amigos sentiam o clima estranho entre os dois, mas nem podiam imaginar o encontro no clube.

Enquanto a maioria dos colegas de turma estavam se arrumando para ir à praia, Hee Kyung tomou uma postura diferente. Sua mente dizia que ele tinha muito o que fazer: trabalhos do colégio, maquete, trabalhos do curso de japonês, o próprio bendito - e maldito - projeto Crown. Mas, por alguma razão, ele não conseguia focar a sua mente nos estudos.

As fotos de suas três inspirações estavam pesando na parede.

Hayoung, Stella e Jill - a cosplayer - formavam o que ele chamava de sua trindade. No momento, duas delas pareciam quebradas, de modo que isso bagunçava todo seu equilíbrio. Sem aquelas que representavam sua família e o amor pelo estudo, o que ele seria? Apenas um gamer? Não seria ruim, mas também não era algo que Hee Kyung desejava para si mesmo.

Percebeu ainda cedo que seria inútil remoer esse tipo de coisa dentro de casa. O pai estava se arrumando para sair, mas não com roupas de trabalho. Eram as roupas que ele usava para jogar golfe - dava para perceber, principalmente pelos tacos organizados no case.

- Gostaria de ir comigo? Eu vou jogar golfe com seu avô e alguns acionistas hoje…

Até mesmo nos momentos de lazer, havia trabalho envolvido. Ou o pai não deixaria de trabalhar no sábado para jogar. Pelo menos haveria seu avô dentre os homens, ainda que um dos acionistas mencionados pudesse ser seu “adorável” tio.

- Acho que seria uma boa ideia… - A mãe comentou enquanto também se arrumava. - Se bem que eles provavelmente vão falar mais de trabalho do que ensinar a jogar golfe…

- E qual o problema nisso? Seria bom se ele começasse a se familiarizar com modos alternativos de negociar. - O pai sorriu para Hee Kyung. - O que acha?

- Vá com seu appa, Kyungie...Eu ficarei bem. À tarde também tenho um compromisso, então, não se preocupe comigo. - Sorriu de modo doce.

O pai esperaria pela decisão dele e que ele fosse se arrumar, caso optasse ir com ele. Tinha tempo, de todo modo, estava só adiantando suas coisas.
(C) Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Mensagens :
1244

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Kim Sun-Hee em Seg Out 22, 2018 3:33 pm



Sunny apenas riu discretamente dos comentários de Chae sobre o namorado e aquilo enfatizava a conclusão de que os dois ficavam muito bem juntos. Além disso, lhe deixava mais tranquila também vê-los assim, tão descontraídos e conectados - como se uma parcela do peso sumisse dos ombros... Ao longo da semana, independente dos próprios problemas, quando a mente não estava em modo inoperante, Sunny tratou de observá-los, com medo de que a sua conversa com Chaeyoung tenha rendido algo ruim entre eles. Por sorte, nada aconteceu. Tanto que, quando Hyun-Hee se aproximou, Sunny sorriu para o oppa, diferente das reações mais contidas e até desconfiadas. Após cumprimentá-lo e responder a brincadeirinha, ela reparou nas reações de Chae, mas limitou-se em mostrar uma carinha dócil e angelical, fingindo que nem entendeu o motivo daquelas arqueadas ensaiadas da sobrancelha.

Logo, virou de costas, deixando-os terem um instante de privacidade. Enquanto isso, ela olhava ao redor... Reparando em detalhes e pessoas...

A ansiedade beliscou o estômago, obrigando-a a tocá-lo discretamente.

Mas Chae e Hyun não demoraram. O resmungo da amiga causou outro risinho em Sunny, que balançou a cabeça de leve. As duas, então, seguiram até os gêmeos, entregando os presentes e parabenizando-os pelo aniversário. Bomi esbanjava simpatia e parecia mais iluminada... Já Gyu-Sik continuava bastante reservado. Acenou quando a menina indicou a direção dos elevadores. Como Stella e Hyewon ainda estavam à caminho, ela e Chae resolveram guardar os pertences e encontrá-las no local da festa ou na entrada mesmo.  

O lugar era tão chique e enorme que Sunny quase ficava acuada ali dentro, mas era muito mais fácil se sentir confortável e literalmente andar num sonho...

Queria se divertir ao máximo e esquecer essa semana horrível.  

Ela colocou as coisas em qualquer cama, não se importando com divisões. Até porque, provavelmente, o quarto seria só de “figuração”, embora fosse bastante convidativo para um loooongo descanso. De toda a forma, por ora, não planejava voltar nele. Aceitou a ajuda e os conselhos da unnie, livrando-se do short e Chae ajeitou as alças do maiô da mais nova. Uma boa ideia, aliás, a de permanecer com a parte de cima do look... Afinal, era uma festa na piscina e desfilar com os trajes de banho não soava a situação mais cômoda do mundo... O que era uma besteira, certamente. Uma vergonha inicial que desaparecia nos primeiros minutos. 

Assim que terminaram os últimos retoques, as meninas voltaram para o ponto anterior, vendo novos rostos, contabilizando um maior número de convidados – conhecidos e outros não, nem de vista. Sunny segurava a toalha e uma necessáire com o protetor solar e o celular.

Encontraram Stella e Hyewon na área próxima da piscina, onde a festa, de fato, se desenvolvia. Depois de trocarem abracinhos, o quarteto decidiu procurar uma mesa bem posicionada, aproveitando que a maioria preferia correr para a água ou curtir as várias atrações disponíveis.  

Viu o momento que Hyemin e o grupinho chegaram, mas não demorou o olhar... Hoje era dia de evitar aborrecimentos.  

Enquanto Chae ia ao buffet, ela, Stella e Hyewon permaneceram sentadinhas.

O lugar estava super cheio e mais rostos da WangJo surgiam.

- O que vocês querem fazer primeiro, huh? Qualquer, quaaalquer coisa... Coloco minhas vontades em suas mãos!  

Como Chaeyoung testemunhou mais cedo, o humor de Sunny havia melhorado consideravelmente. E a promessa por mensagem foi cumprida no segundo que avistou Stella. Ela a abraçou e pediu desculpas, mas a garota perceberia as reticências na frase... Indicando uma continuação numa ocasião mais particular. Não gostava daquele clima cheio de dedos e se era a culpada por criá-lo, nada mais juto que fosse a pessoa a suavizá-lo. Contudo, a amiga era sensível, ou seja... Mimaria a canadense e faria todo o dengo necessário para amansar o coraçãozinho dela.  

Bateu palminhas para incentivá-las a escolherem.  

Poooool Paaaarty  sunny

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seul

Data de nascimento :
20/04/2002

Mensagens :
175

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Won-Bin em Seg Out 22, 2018 11:33 pm



Era um dia esquisito.

Tinha dito bom dia por mensagem para Bomi, lhe desejando feliz aniversário com uma selfie sua. Era o máximo que poderiam trocar de palavras hoje até a festa pelo jeito.

Tentou ser meio engraçado e dramático ao mesmo tempo:


-O que a saudade não faz comigo!? Te vejo mais tarde

Ainda era uma dia esquisito. A atuação de fingirem que não estavam juntos precisava ser ainda melhor e o ciúmes ia com certeza alcançar novos níveis. Era a prova de fogo naquele relacionamento.

Não podia estragar tudo. Não podia.

Acabou levando um pouco mais de tempo pra se arrumar e não conseguiu se encontrar com os dragões antes de ir para lá.
Respirou fundo e colocou os fones de ouvido antes de sair. Torcia para que fosse uma festa tranquila, mas era Wangjo...mesmo que não fosse bem em Wangjo hoje


Não sabia se algum dos dragões tinha chegado então entrou sozinho mesmo naquele lugar luxuoso: os Yoon não iam poupar nenhum gasto para a grande festa. Won se sentia um pouco intimidado mas mantinha a cabeça em pé. Se tinha de enfrentar aquelas próximas horas ia ser com a confiança que tinha demonstrado aos seus colegas de dojo e não com o medo do antigo Won.

O coração bateu forte ao ver Bomi ali, tão bonita como sempre. Mas também endireitou a postura ao ver Gyu-Sik logo ao lado. Será que o irmão achava que ele nem viria?

No fim se aproximou com a expressão mais relaxada e simpática que um "colega" poderia ter.



-Olá! Bom dia - cumprimentou educado mas relaxado - Lugar bacana

Wangjopool

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seoul

Mensagens :
206

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por The Crown RPG em Qua Out 24, 2018 3:15 am

Banyan Tree Club & Spa.. MANHÃ


Ainda no quarto, Hyun Hee tinha uma pequena amostra da realidade de Jae Ki e como ele ficava deslumbrado com algo que era muito comum em sua vida. Imagine, então, se um dia o garoto estivesse em qualquer uma das residências dos rankings 1. Jae Ki, por outro lado, era apenas elogios e admiração pelo modo que o seu hyeong falava com as pessoas, principalmente com as meninas.

Talvez o único ponto de desagrado fosse a questão da cerveja. Hyun Hee dizia que falava as coisas brincando, mas não parecia que fazia isso naquele momento. Pensar em alcool numa festa daquelas colocaria um pequeno freio em sua mente, mas debater com um hyeong sobre isso não seria a melhor das atitudes - até porque, envolvia sua família e uma história que podia nublar o dia ensolarado. Quanto à piada envolvendo cama, foto e a vinda de uma certa alguém mais rápida podia ser compreendida, dependendo do nível de “maldade” e hormônios de Jaeki.

Hyun Hee também achou curioso a história sobre Yerin, mas resolvia passar. Ao mencionar o quão frígida ela era, Jaeki e sua memória que não era seletiva - pelo contrário, abraçava todos os detalhes, até o que ele gostaria de esquecer - lembrariam do sorriso triste que ela deu ao citar seus apelidos. Rainha do Gelo...Sem coração. Até mesmo o hyeong que não convivia com ela até aquele ano, achava isso dela também, mostrando como o apelido estava incrustado nela.

Passado alguns minutos de deslumbres e uma conversa amigável, os dois seguiram para a festa. O lugar já estava bem mais cheio do que podiam imaginar - com rostos conhecidos do colégio e outros nem tanto, talvez apenas por Hyun de algum evento social aqui e ali. No caminho, o herdeiro tentou barganhar uma bebida, mas os seguranças não deram atenção para o que ele dizia. Isso estava mais do que proibido - e talvez principalmente para ele, considerando como Han Jae era cuidadoso e cretino para tirar as coisas que o matavam na mesma proporção que o divertiam.

Uma breve caminhada pela piscina já dava para ter uma noção dos grupos que se formavam. A diferença era que ao invés de ter aquela aura tensa do colégio, todos estavam relaxados e até mesmo fazendo uma bagunça divertida. Eram apenas jovens se lembrando da idade que tinham e deixando de lado toda aquela atmosfera de ódio, competição e rivalidade.

Quem dera fosse sempre assim, né?

Kang Woo Jin os alcançou, mas primeiro viu mesmo foi Jaeki. Cumprimentou o amigo e perguntou sobre os conhecidos, dando um jeitinho de envolver o nome de Misoo no meio.

- Só depois das onze, é? Hm, pelo menos ela virá! - Não estava interessado em Eun Bi, mas fez uma cara confusa quando ele comentou daquele jeito de Misoo. - Pensei que vocês estivessem numa paz assistida, mas pelo visto me enganei. - Cruzou os braços, fazendo um bico. Não, infelizmente não tinha nada para entregar para ela para puxar assunto. A toalha já tinha voltado para sua dona. - Será que o Won vem? Eu ainda acho muito sangue frio...Enfim...Ani, eu só perguntei por perguntar! Aish…

Virou a cara meio sem jeito, mas a presença de Hyun Hee foi um bom motivo para usar de desculpa. No fim das contas, era bem verdade porque estava sem jeito de falar com o hyeong que não tinha muita intimidade. Era intimidante, mais até do que Kai - esse pelo menos era bolsista como eles.

- Eoh, conheço, mas a gente nunca se falou muito, né? - Abaixou um pouco a cabeça para Hyun. - Eu sou o Kang Woo Jin, prazer em conhecê-lo, hyeong. - Ajeitou-se. - Eoh, vamos comer…

Antes que eles começassem seu caminho até o buffet, uma última olhada permitiu a imagem de como as pessoas se divertiam mesmo. Beom Su parecia uma pessoa bem engraçada e fazia um pequeno escândalo com Hayoung pela posse da boia de concha. Ele venceu por ter pernas mais longas, apesar de ser péssimo correndo. A garota - que estava particularmente bonita naquele dia justamente porque a roupa e o tema da festa ajudava a dar um up em seu crescimento - fez uma birra até que fofa querendo a boia, mas Beom Su se afastava, remando.

Algo raro estava acontecendo entre os amigos: tanto Nana quanto Yerin estavam rindo, ainda que Nana demonstrasse mais isso do que a outra. Aparentemente, a amiga secreta de Hyun não estava tão desconfortável naquele dia. Ou talvez...bom, não era bem da conta dele, né?

Os três seguiram até o buffet conversando sobre amenidades. Kang disse que sabia nadar sim, mas apenas para não morrer. Nem de longe tinha um bom físico para nadar como um atleta, no máximo nado cachorrinho. E quando disse isso, imitou mesmo, esquecendo que o hyeong poderia julgá-lo. O garoto era mesmo espontâneo e já tinha uma cara engraçada, piorava quando fazia esse tipo de coisa.

Sobre bang bang bang, Kang ficou corado com a história de boca a boca, mas acabou dando uma risada.

- Eu não tenho nada a ensinar ao hyeong, Jaeki! Ele é um verdadeiro mestre do bang bang bang. Na verdade, eu preciso aprender também. - Riu mais da resposta dele - Mas se o que hyeong faz dá certo, por que não devemos seguir?

Chegaram até o buffet. Ficava no salão do hotel, numa parte coberta, mas com uma cobertura numa varanda - mal comparando o próprio refeitório de Wangjo, mas com muito mais luxo, cuidado, detalhe, menos padrão escolar. A mesa do bolo estava numa mesa à parte, bem bonita e enfeitada, chamando a atenção, mas o principal mesmo eram as mesas do buffet: comida japonesa e café da manhã/almoço coreano com churrasco.

Algumas pessoas já circulavam por ali e, como não podia ser diferente, Chaeyoung tinha deixado suas amigas conversando para ver o que poderia comer. O barco roubava toda sua atenção e ela nem olhava para as pessoas que chegavam, muito menos para Hyun. Parecia, na verdade, fazer uma manobra para equilibrar o prato enquanto se servia. Estava hipnotizada e completamente alheia ao mundo.

- Uaaau! O que você falou sobre comer pouco? - Kang levou a mão até o estômago. - Os Yoon não estão mesmo para brincadeira...Churrasco!




Bomi e Misoo foram interrompidas pela chegada de Kim Joo Hyuk. O menino parecia outra pessoa naquele dia, sem o usual uniforme e, principalmente, sem os óculos de grau. Até mesmo Bomi ficou espantada com o que viu, perdendo parte da pose confiante porque estava diante de alguém inesperadamente bonito.

Misoo também ficou surpresa, a ponto de ficar sem graça.

- Eoh, muito bem! E vocês?

- Ung, estamos ótimas. - Sorriu, mas logo deu uma leve cotovelada em Misoo para que ela parasse de encará-la daquele jeito. Parecia ler perfeitamente bem o que se passava em sua mente. - Hehehe…Fique à vontade, Joo Hyuk-ssi! É muito bom vê-lo recuperado!

- Komawo! - Agradeceu.

Misoo saía, achando que estava dando espaço para sua amiga, mas o próprio Kim também se despediu dela. Bomi fez um beicinho por ficar sozinha, mas ainda precisava circular de todo modo. Só esperava que Misoo ficasse bem. Kim seguiu até a mesa de Sunny, como já era esperado.

A tenista aproveitou aquele período para seguir até seu quarto para deixar as coisas lá e aproveitar melhor a piscina. Trajando seu belo vestidinho de saída de banho e um chapéu, ela combinava perfeitamente bem com aquele cenário. Ninguém podia imaginar o quão angustiada ela estava por dentro por se sentir intimidada pelo ambiente e aquelas pessoas. Sua presença logo chamou a atenção de duas unnies: Sunyoung e sua prima Jirin. Como donas daquele lugar, elas também se sentiam na obrigação de transformar o evento num sucesso - caso algo desse errado, acabaria manchando o nome do lugar também. As duas a encararam com bastante surpresa, como se ela fosse uma manequim em exposição.

A diferença, contudo, foi que ao invés de cochicharem algo, Sunyoung sorriu para ela, mexendo sua taça de batida sem alcool, como se a saudasse. Até mesmo a bicuda e antipática Jirin também esboçou um sorriso, como se aprovasse a presença dela como um todo.

Enquanto observava, Misoo também veria Gyu Sik, na outra margem da piscina. Ele estava bem bonito naquele dia, apesar de parecer desconfortável como ela também se sentia. O garoto estava até com os braços de fora e não era uma visão ruim. Na verdade, o tom de azul e até mesmo o branco da camisa pareciam casar bem com sua pele e os cabelos negros. Passou a mão pelo cabelo, colocando meio para trás, mas antes que ele a visse, surgiu também Sooyeon. Assim como na ópera e no parque de diversões, ela parecia confortável consigo mesma e usava tons pastéis e não tinha porque se envergonhar do próprio corpo: a parte de cima do biquini era bem comportada e rendada e ela ainda usava um short branco por cima da parte de baixo.

Chegou entregando uma bebida para Gyu Sik e ele respondeu, fazendo um cafuné em sua cabeça enquanto caminhavam. Bomi aproximou-se dos dois para falar alguma coisa.

- Ora, ora...Não é que ela se esforçou mesmo? Parabéns...Estou impressionada com o resultado milagroso!

A odiosa voz de Jimin surgiu logo atrás de Misoo. Quando ela se virasse, veria a garota de cabelo descolorido usando um maiô por baixo de um short jeans de cintura alta. Diferente do de Misoo, ele tinha um decote revelador, mas que ainda trazia certa graça à peça. Ao lado dela estava o irmão. Tão logo viu que a irmã começava a perturbar as pessoas, ele revirou os olhos por trás dos óculos escuro.

- Não está muito cedo para isso? - Sua voz grave soou um pouco mais baixa porque ele não desrespeitava a irmã, apesar da relação deles. - Olá, Misoo-ssi. Como vai?

O garoto usava uma camisa de botão de manga curta, estampada com elemento do mar - conchas, estrelas do mar, cavalo marinho - num fundo preto e uma bermuda acinzentada. O cabelo estava meio jogado para trás.

- Quem é você para dizer qualquer coisa, hm? Respeite sua noona…

- Se ela ao menos se respeitasse… - Resmungou e foi andando.

- Mwo?! Volte aqui! - Jimin cerrou os olhos enquanto Taemin passava por Misoo, dando um suave toque em seu ombro e seguia até os gêmeos e Sooyeon para cumprimentá-los.

Jimin voltou a encará-la e, nesse meio período, Won Bin finalmente chegou.




Depois de uma semana para lá de cansativa, tudo o que Sunny queria era retomar suas amizades e relaxar. Aquela festa tinha tudo para ajudá-la com as duas coisas, muito embora ainda não tivesse visto o fornecedor por ali. Sua presença era certa e Sunny precisava controlar seu ímpeto de procurar pela figura. Por isso esforçou-se em focar as atenções em suas amigas.

Chaeyoung mal sentou e já se levantou. Não era uma surpresa, elas conheciam como aquele estômago de avestruz funcionava e era até bom que ela aprovasse a comida agora para dizer o que seria bom ou não para o dia.

Stella e Hyewon ficaram. A srta Wang estava com uma expressão tranquila e se sentia confortável enquanto Stella passava a mão pelo cabelo, arrumando o coque toda hora. A roupinha pin-up parecia vesti-la bem e revelar os atributos mestiços, mas ela estava um tanto envergonhada pela exposição. Além disso, ela também parecia angustiada porque não sabia o que aconteceria quando se deparasse com Hee Kyung.

Como os dois não se falaram direito na sexta, ela não sabia que ele não viria e que estava se preocupando à toa.

Também estava um pouco reticente em relação à Sunny por conta de tudo. Por isso, na primeira oportunidade, ela deu uma risada ligeiramente forçada e disse.

- Primeiro, vamos fazer uma promessa, que tal? Sem confusões por hoje. Já estourei minha cota de problemas…

- Ah, com certeza! - Hyewon trouxe um tom mais relaxado para a conversa. - Sem confusões, meninas!!

Stella deu uma sorrisinho, mas logo ficou confusa quando viu...Kim? Cerrou um pouco as sobrancelhas sem reconhecê-lo mesmo num primeiro momento. Sunny reconheceria, obviamente, pelas orelhas, mas se não fosse isso, nem dava para saber direito. Ele estava tão..diferente. Caminhou descontraidamente até a aniversariante e agiu de modo bem íntimo com ela.

As meninas ficaram impressionadas, mas Stella não deixou de olhar, mais uma vez, na direção do grupo de Hyemin e procurar pela própria. Ainda se lembrava do que Ui Jin havia dito e queria saber se havia alguma relação naquele comportamento com a garota. Kim nem pareceu olhar na direção dela, principalmente depois que tirou os óculos, mas Stella piscou. É claro que ele olhou para Hyemin.

Porém, caminhou até a mesa delas.

- Olááá… - Disse de um jeito divertido e girou nos próprios calcanhares antes de colocar os óculos na mesa. - Olha como ficamos bem nesses trajes, hã? Vocês estão lindas!

Apertou a bochecha de Sunny de modo implicante e sentou-se numa das cadeiras.

- E aí? O que me contam de bom?

Alguns minutos depois de começarem com as típicas implicâncias e amenidades, Sunny - que estava numa posição boa para ver o entre e sai de pessoas, ao lado de Stella enquanto Hyewon e Kim ficavam meio de costas - viu a chegada dos irmãos Do. Jimin era uma garota muito bonita mesmo, mas seria Taemin quem roubaria as atenções, num primeiro momento. O garoto não olhou em sua direção, devolvendo qualquer encarada, mas dessa vez até que era justificável.

Estava mais preocupado com o que sua irmã fazia com Misoo até que pareceu se cansar e caminhou até os irmãos Yoon. Dessa vez sim, passaria de um ponto que dava para ver Sunny. Ela teria a sensação de que ele a encarou por trás das lentes escuras dos óculos, mas não parou para falar com ela.

Por que pararia, né? Não era aniversário dela!

Seguiu direto até os irmãos e, finalmente, um sorriso apareceu. Ele até parecia carinhoso com os dois e a menina que acompanhava Gyu Sik. Depois das típicas trocas de afeto e tapinhas, Taemin colocou os óculos como um arco em seu cabelo e...deu as costas para Sunny. Ao invés de fazer o caminho mais fácil, ele deu a maior volta.

Falou com algumas pessoas, mas o caminho que tomou era o buffet. Parecia muito mais simples ter passado por Sunny de novo, mas ele simplesmente optou pelo mais complicado. Coçou de leve a nuca e entrou no mesmo lugar onde estava Chaeyoung - além de Hyun Hee...e Jae Ki. Para completar só parecia faltar Yerin, mas...não faltava mais.

Won Bin também chegou à festa para falar com os aniversariantes.




Won Bin demorou um pouco mais do que tinha planejado à princípio. Quando tinha decidido ir até a festa no impulso, naquela segunda-feira, as coisas ainda estavam nubladas entre ele e Bomi. Porém, as coisas não pareceram mais fáceis ou simples depois que decidiram assumir, ainda que para si mesmos, o relacionamento.

Pelo contrário, agir como se ainda se odiassem seria muito difícil. Precisava tirar o melhor das aulas de teatro e um jeito de controlar os ciúmes também.

A mensagem dele foi respondida com muitos corações, mas ela não mandou nenhuma selca de volta porque preferia que ele a visse pessoalmente na festa.

A habilidade cênica de Bomi realmente impressionava às vezes.

Como aconteceu com a maioria dos bolsistas, o suntuoso hotel causou seu impacto e o choque de realidade. Mesmo assim, ele manteve a cabeça erguida porque era um convidado como qualquer outro, não é?

Se fosse fácil assim…

Todos os interessados sabiam que ele não era qualquer convidado. E, muito provavelmente, alguns se perguntariam se ele devia mesmo estar ali. Mas agora era tarde demais para mudar de ideia e ele precisava enfrentar o que estava por vir. Quando ele chegou, o tempo de recepção já tinha acabado e ele seguiu até a área da piscina.

Como Bomi roubava suas atenções, ele não reconheceria Misoo logo de cara conversando com a irmã de Taemin. Talvez também não visse Hyemin com sua boia de unicórnio ou até mesmo Sunny na companhia de Stella, Kim e Hyewon. Porém, ele viu Bomi e Gyu Sik acompanhados de Sooyeon e...Taemin.

Felizmente, o loiro não ficou muito tempo ali. Ele cumprimentou os irmãos de modo mais caloroso, dando tapinhas no ombro de Gyu e fazendo um afago em Bomi, arrancando sorrisos de ambos - o que, por si só já podia ser considerado um absurdo para Won e iniciasse o processo de ranço da festa. Mas vale lembrar que Taemin e Gyu Sik eram amigos de longa data e, por isso, ele também tinha uma certa proximidade com Bomi.

A aniversariante passou a mão pelo cabelo negro, colocando uma mecha atrás da orelha e virando levemente no instante em que Won chegou. Os olhos dela aumentaram um pouco e as bochechas coraram, mas logo soltou o ar levemente pela boca, num biquinho e tomou uma expressão mais contida.

De fato, ela estava belíssima ainda que suas roupas fossem simples comparadas a outras. A parte de cima do biquini era bem comportada e ela ainda usava um short - muito curto - por cima da parte de baixo. O azul marinho com detalhes em laranja se destacavam em sua pele era mesmo uma pena que não pudessem agir normalmente.

Gyu Sik fechou a cara no instante em que o viu. Olhou de banda para Bomi, mas a irmã tinha abaixado um pouco o olhar. Sooyeon sentiu o clima estranho e apenas fez um afago no pulso de Gyu.

- Bom dia… - Bomi respondeu ainda tentando usar um tom neutro. - Ne...É um lugar bacana sim. - Pigarreou e ergueu a cabeça para encará-lo. - Ahm...Jae Ki já chegou, mas não vi o Kang ainda...Se quiser deixar as coisas no quarto antes de procurá-los, fique à vontade. Divirta-se.

- É...Divirta-se. - Gyu Sik emendou num tom mais irônico.

Bomi tentou se comunicar com ele para que respirasse fundo e fosse atrás de seus amigos. O mais difícil ele já tinha conseguido, afinal.




Beom Su se jogou mesmo com tudo naquela boia para ter a posse por tempo indeterminado da mesma. Não demorou para que começasse a remar até perto de Hyemin enquanto Hayoung choramingava na ponta e as outras duas - Nana e Yerin - riam da cena, cada uma ao seu modo.

Enquanto tinham aquele momento de descontração, várias coisas aconteciam ao redor deles, mas o que mais chamou atenção de Hyemin foi, justamente, Joo Hyuk. O garoto não tinha dito absolutamente nada para ela, mas meio sorriso já era uma provocação inteira. Falava com Bomi tranquilamente e Hyemin nem percebia a aproximação do Tritão e sua concha e fazia mil caras e bocas.

Beom Su pegou justamente a última fala dela.

- Que menino tarado pensa o que? O Joo Hyuk? - Quase apontou na direção de Kim, mas se conteve. - Jinjja?! Uwa…

Estava ali uma poderosa e perigosa fofoca.

- Quem diria, hã? - Olhou para Kim. - Até a Misoo deixou os dois sozinhos…

Narrou a cena sem imaginar que ela podia se irritar com isso. Kim despediu-se de Bomi e olhou na direção da piscina. O estilista desviou o olhar na mesma hora, batendo os pés na água, mas Joo Hyuk lançou um breve olhar na direção de Hyemin mesmo. Em seguida, ele caminhou tranquilamente até a mesa de Sunny, Hyewon e Stella. Deu um giro ao redor de si mesmo e brincou com elas antes de se sentar bem largado e começar a falar.

Hyemin preferiu mudar o foco e chamar Yerin e Nana para a água. Nana olhou para Yerin que fez uma cara de preguiça e então decidiu.

- Vou com Hayoung, então! Yah, Hayoun-Ah! Vamos perseguir o Beom Su!

Sugeriu enquanto ia atrás da boia de melancia. Hayoung adorou a ideia e logo elas começaram com o plano maligno.

- Ya! Não ousem!! Me ajuuda, Hyemiinaaah! - Beom Su voltou com seu chilique e tentou bater as pernas para longe delas.

Porém, elas pareciam obstinadas e juntas tinham um físico melhor que ele. Elas remaram até ele, sendo impossível de fugir e começaram a sacudir a boia. Beom Su berrou, mas logo “tchibum” na água. Ainda conseguiu mergulhar com estilo, mas quando emergiu, seu cabelo estava acabado. Balançou a cabeça, jogando as mechas para todo lado enquanto via Hayoung quase subindo na concha.

- Nem pensar!! - Empurrou também e Hayoung foi a segunda a cair.

Nana ficou se equilibrando na melancia morrendo de rir.

- Ajuda, Min!! Ele vai querer me puxar também!! Venha me protegeeer…

Do lado de fora, Yerin apenas observava aquela bagunça, como se fosse a responsável pelas crianças. O grupo de Hyemin levou bem à sério o fato de terem uma piscina ali e estavam dispostos a aproveitar ao máximo - pelo menos aqueles três. Era bom que eles a puxavam para todos os tipos de brincadeira saudáveis e tiravam a mente dela de qualquer pensamento ruim.

Yerin levantou-se.

- Vou pegar algo para beber...Querem alguma coisa?

Não falou muito alto, mas Hyemin ouviria. A verdade é que ela só estava disposta a pegar algo para a amiga mesmo, não para os outros. Logo ela caminhou até o refeitório, entrando logo depois de Taemin.
(C) Ross


Roupas Sooyeon, Jimin e Taemin:


(Ideia Sooyeon)


(ideia Jimin)


(Ideia Taemin, porem menos abotoada


[GUIA DO TIMMING ~

No Refeitório: Jae Ki, Hyun Hee e Kang estão interagindo tranquilamente e comendo até que vão ver Taemin e Yerin entrando. Antes deles, Sooyeon - a “menina do Gyu” - também esteve por lá.

Na Piscina, QUEM VIU O QUE:

Interações da Sunny - Hyemin e Misoo podem ter visto tudo;

Interações da Hyemin - Sunny pode ter visto tudo desde o início. Misoo pode prestar atenção na volta do quarto.

Interações da Misoo - Sunny e Hyemin podem ter visto tudo, as duas partes, se quiserem.

Interações do Won - Sunny, Misoo e Hyemin podem ter visto tudo, se quiserem.

Won foi o último a chegar, então, não vai ver muita coisa mesmo. Só botei antes da Hyemin por motivo de encaixe.

Dúvidas, gritem no Discord e/ou no Wpp]
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Mensagens :
1244

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Kim Sun-Hee em Qua Out 24, 2018 4:42 pm



Sunny percebeu a insegurança de Stella e tentava ser o mais gentil possível, afirmando que ela estava linda – e não era uma mentira, aliás. Assim que sugeriu dela e Hye-Won decidirem a programação, aguardava ansiosamente a resposta, até porque, independente do que elas escolhessem, seria ótimo. Qualquer atração naquele clube prometia uma diversão infinita. Os olhinhos quase brilhavam diante da expectativa. Entretanto, o pedido de Stella a pegou de surpresa, mas a expressão lentamente foi substituída por uma mais compreensiva e que veio acompanhada de um sorriso sincero. Entendia perfeitamente bem o que ela queria dizer com aquilo. E Sunny concordava. Não queria arranjar confusões, apenas curtir o dia ao lado dos amigos e pronto. Podia fazer isso, certo? Como resposta imediata, balançou a cabeça – Yeeeee! Sem confusões!

Exclamou, animada, fazendo um “fighting!” bastante enfático tão logo prometeu a elas.

Lutaria para que os problemas não atrapalhassem.

Pena que eles gostavam de testar seus limites.... Como agora, por exemplo. Sun-Hee seguiu o olhar de Stella e Hye-Won quando as meninas se mostraram chocadas diante da – aparentemente - desconhecida figura masculina. Até a própria bolsista precisou estreitar as pálpebras para melhorar o campo de visão e não demorou a reconhecer as orelhas grandes de... - Kim? - verbalizou a pergunta que estava estampada nos rostos das amigas. Sim, aquele lá era o Sr. Kim Joo-Hyuk! Ela entreabriu os lábios frente ao choque de ver o melhor amigo se revelando um... sedutor? Para a Bomi?! Ué... Será? Ao menos, de longe, parecia mais do que um simples "parabéns". Tocou a boca com as pontas dos dedos e conteve um risinho...

Que evaporou no momento que percebeu a troca entre Kim e Hyemin.  

Não notou a tensão costumeira... Na verdade...

- K-Ki...

Começou a resmungar entre os dentes, mas calou-se depressa.

Sem. Arranjar. Problemas.

Sem arranjar problemas.

Semarranjarproblemas!!!

Repetiria o mantra quantas vezes fossem necessárias.  

E, sinceramente, hoje, Hyemin e seu grupinho seriam as últimas preocupações de Sunny, considerando o que teria que fazer em breve. Por ela, aproveitaria que as pessoas ainda estavam chegando, distraídas, para efetivar o "acordo", mas não havia nenhum sinal do seu contatinho.  

Ela recepcionou Kim com um sorriso desconfiado e os braços cruzados, porém a pose se desmontou por conta de toda a cena.  

- Ora... Quem é você? - arqueou as sobrancelhas – Obrigada pelos elogios, moço, mas acho que com... Oh, meu Deus... Kim? É você? - fingia espanto - Não creeeeeio... - no entanto, antes que ele ficasse chateado, Sunny começou a rir – Miane, miane... É brincadeirinha, viu? Para mim, você é lindo sempre - piscou para o amigo e ensaiou um tchauzinho charmoso, só que o aperto na bochecha explodiu uma nova série de risadas – Aiiiiiish... Senta aí, vai – deu alguns puxões leves nele, ainda sorrindo - Hmmm. Acabamos de chegar também. A Chae foi atrás de comida e estamos avaliando onde iremos primeiro. Alguma ideia... alémdejogarcharmeporaí? - implicou mais um pouco, como já era típico entre os dois.  

Enquanto a conversa prosseguia de maneira descontraída, a atenção de Sunny - mesmo que inconsciente... - acabou fotografando o instante que os irmãos Do apareceram no evento. Infelizmente, ela não conseguiu evitar...  

O frio na barriga aumentou de repente e o coração vacilou.

Ao mesmo tempo em que ele parecia diferente com as vestes mais informais... a marra permanecia intacta.

Por um momento, abaixou a cabeça, mas quando voltou a fitá-los... Sunny viu algo que a chateou. Sua posição lhe permitia uma vista mais privilegiada do local e das pessoas, e embora não pudesse escutar a interação do trio - Taemin, Jimin e MiSoo -, notou uma tensão ali. Certamente a irmã mais velha de Taemin estava sendo desagradável... nada fora do habitual. Será que não cansava? Meio aborrecido, Taemin se afastou e foi na direção dos aniversariantes... seguido pelo olhar discreto de Sunny que, tarde demais, foi descoberto pelo do Do, apesar das lentes escuras o esconderem. Prestes a esboçar um sorrisinho simpático... Ele passou reto, ignorando-a.

Um bico surgiu no lugar do sorriso.

Ah, então tá!!!

Ok!!!!!

Fala com todo mundo, brinca com todo mundo, dá toquinho no ombro de todo mundo e a ignore, ela não liga. Não liga mesmo. Também o ignoraria, se era assim que esse teimoso desejava tanto!

Humpf.

Tentava focar em outra coisa, mas a vontade cedia e Sunny observou pelo cantinho, vendo-o interagir tão confortavelmente na presença dos irmãos Yoon e de uma garota que Sunny não conhecia. Estranhamente... Aquilo a incomodava. Incomodava muito! Pensou que firmaram uma minúscula trégua ontem, mas não. Errou feio. Antes de virar a cara, Taemin - enfim - respondeu a encarada. Quer dizer... Respondeu nada! Ele mudou o trajeto inteiro apenas para não precisar encará-la!  

Era MESMO necessário???

Se sentiu ofendida e chateada - mais chateada do que ofendida.  

Teimoso...

- Idiota...

O que ele queria dela?

Talvez seja isso...

Talvez não quisesse mais nada, realmente.  

Avistou Won, porém ele estava distraído e provavelmente não veria o cumprimento.

E...  

Outra presença não deu sinais para balançar ainda mais o seu equilíbrio.

Respirou fundo e abriu um sorriso enquanto apoiava os cotovelos na mesa.

A fome surgiu como efeito da ansiedade, mas não pisaria no refeitório, por ora. Frio na barriga? NÃO! Era F-O-M-E.  

- Esse lugar é incrível, né??? Oh, dá até um incentivo de abandonar o sedentarismo! Ah, e a Chae? Está demorando. Hmmm, aposto que esbarrou no Hyun-Hee, hehe. E os meninos, hein? Eles não vão vir?

De jeito nenhum que DO TAEMIN estragaria seu humor!


Poooool Paaaarty  sunny

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seul

Data de nascimento :
20/04/2002

Mensagens :
175

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por The Crown RPG em Qua Out 24, 2018 11:14 pm

Banyan Tree Club & Spa.. MANHÃ


- Ora, quem mais poderia ser? - Joo Hyuk parou de modo teatral, como se fosse um modelo de uma grife famosa. - Claro que sou eu, o garoto que você mais ama na sua vida todinha e que você estava aguardando ansiosamente.

Levou as mãos até a boca para enviar um beijo para ela, o que arrancou uma boa risada de Stella.



A canadense encheu as bochechas, mas logo soltou o ar num “puffff, tombando o corpo para a frente e tapando a boca enquanto começava a rir. Hyewon foi bem mais contida em suas risadas, mas o próprio achou graça de si mesmo se sentou-se numa das cadeiras.

- Eu sei que sou lindo sempre. Hoje ninguém será capaz de abafar meu ego...Estou de lentes de contato, você tem noção do esforço que preciso para fazer isso? - Suspirou. - Tenho que manter minha postura.

- Então o segredo são os óculos? Tipo Superman?

- Boa garota! Não podia esperar menos da minha adorada geek.

- Adorada geek...você realmente está atirando para todos os lados, hm?

Piscou para ela também e Stella resmungou um “babo”. Joo Hyuk riu e olhou para Sunny novamente, ouvindo as novidades. Não parecia ter notado que sua breve interação com Hyemin tinha sido vista por Sunny - Stella parcialmente. Aliás, a menina andava cada vez mais desconfiada dele e estava por um triz de não vomitar tudo o que sabia por conta de Ui Jin. Contudo, por enquanto o garoto saía ileso porque se lembrava da promessa que fez instantes antes da chegada dele.

Nada.de.confusões.

Enquanto estavam conversando, Sunny teve sua atenção atraída para a chegada dos irmãos Do. Foi tão difícil para ela disfarçar que os amigos também olharam na direção que ela - e talvez esse movimento nada discreto deles foi o que atraiu o olhar de Taemin quando passou mais ou menos perto da mesa. Hyewon olhou para Kim que olhou para Stella que só fechou os olhos e fez seu típico facepalm, massageando a têmpora porque não queria mesmo se envolver naquilo.


Sunny estava tão focada em Taemin que até o xingou por ele não ter falado com ela. O garoto não olhou em sua direção de novo e Kim falou.

- Iiiih...Pensei que depois das mensagens amorosas, sua tpm tivesse passado.

- Ela mandou para você também, Kim?

- Eoh. Foi para compensar os coices que ela deu ao longo da semana. Ela sempre faz isso. Fez contigo também?

- Com direito a abraço e tudo.

- Noossa, então ela deu coice com as duas patas mesmo. Você não tem coração não, Kim Sun Hee-ssi? - Kim deu uma cotovelada nela, implicando como sempre e tentando atraí-la para o assunto deles e não para aqueles herdeiros metidos. Por mais tentador que o mundo deles fosse,

Sunny voltou falando sobre abandonar o sedentarismo e Kim respondeu com uma risada.

- Aigoo, você abandonando o sedentarismo? Quero ver! Vai lá, Golfinho, a piscina tá ali! - Apontou na direção da piscina.

Hyewon e Stella já estavam com as bochechas doendo de tanto rir.

- Chaeyoun-Ah foi atrás de comida, então, é bem dela demorar. Pode ter encontrado com Hyun, mas duvido que ele seja o principal motivo.

- Que estômago abençoado, né? - Kim levou a mão até o próprio. - Come mais que o Pacman e não morre. Já eu, como um nadinha e pronto..gastrite, quase úlcera. Isso é muito injusto.

- Não é só a comida que causa isso, né? Você é muito estressadinho.

- Só quando jogo. - Resmungou e recebeu olhares. - E quando me irrito…

- Sempre, Kim.

- Olha, hoje eu sou Belo Kim não Bravo Kim. Então, estou me controlando.

- Araso…

A pergunta de Sunny sobre a vinda dos meninos foi respondida com a chegada de um deles. Ha Neul chegou sozinho à festa enquanto eles conversavam. Também falou com os aniversariantes de modo educado e, ao procurar por rostos familiares, encontrou a mesa deles. Aproximou-se um tanto quanto acanhado e os cumprimentou.

- Bom dia, pessoal! Nossa, quem é você?

- Kim Joo Hyu, hyeong, prazer! - Respondeu na mesma hora, mas olhou para Ha Neul. - Olha quem fala! Você também está bem vestido!

Ha Neul também surpreendia com uma roupa não-nerd e ficava até charmoso ao seu modo com aquelas roupas. Não eram roupas de banho, contudo, porque ele não tinha reais intenções de entrar na piscina. Ao invés de roupas de banho, ele estava com uma calça caqui e uma camisa de manga comprida, mas tecido fino, típico de coleção de verão, branca. O cabelo estava limpo e arrumado. Diferente de Kim, ele usava óculos daquela vez e não as lentes. No caso dele, estava assim desde sexta-feira porque tinha perdido as lentes.

- Komawo! Eu tentei me esforçar para não ficar esquisito, já que vim sozinho.

- Ah, como assim? - Hyewon fez um biquinho.

- Ah, os meninos não virão e a Sona-ssi deve vir só mais tarde mesmo.

- Mwo?! - Stella aumentou um pouco a voz, mas logo deixou os ombros caírem e se encolheu. - Não virão?

- Ani… - Ha Neul a encarou. - O Hee Kyungie tinha coisas para fazer hoje, Min Ho também e, bom, Ui Jin já não queria vir desde o início. É o estigma social, sei lá. Acho uma bobeira, mas também respeito a decisão deles. Mas e aí? O que me contam?

Sunny perceberia que a mente de Stella se ausentou por um instante, numa expressão ligeiramente frustrada pela ausência de Dong. Contudo, ela respirou fundo e ergueu a cabeça para voltar à conversa.
(C) Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Mensagens :
1244

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Seo Hyemin em Qui Out 25, 2018 12:12 am



Hyemin estava rindo alto e se divertindo com as brincadeiras dos amigos na piscina. Quando Beom Su comentou sua frase, ela fez uma careta e deu de ombros.

- É! Durante a maquete ele falou que estava doido pra ver meninas de biquíni. Foi, não foi? Mas eu duvido que eles tenham alguma chance. Ela teria que estar completamente louca - deu risada e olhou para cima, incrédula.

Esqueceu essa bobeira e foi brincar com eles, nadando com sua boia de unicórnio.

- Vou proteger o Bombom porque ele fez minha maquiagem!!! - jogou água nas amigas.

Ela acabou virando-se naquela direção proibida da piscina e o sorriso sumiu do rosto com muita facilidade. Poxa, já não estava superando isso? De repente perdeu toda a vontade de brincar.

Felizmente, Yerin se ofereceu para pegar uma bebida, e Hyemin foi rápida em nadar para perto da borda.

- Ai, eu vou com você!! - sorriu, saiu da água e deixou a boia perto das espreguiçadeira onde estavam as coisas deles. - Cuidem bem da minha boia! Ja veeenho.

Enrolou uma saída de banho como uma saia longa e caminhou com a amiga em direção ao refeitorio, Mas segurou o braço da amiga interrompendo o trajeto quando não estavam mais à vista dos amigos.

- Ahn, Rin, na verdade… Eu queria te falar uma coisa. Você quer ir conversar lá no quarto?



— Ross

avatar
Dorama
Localização :
Terra do Marshmallow

Data de nascimento :
17/03/2002

Mensagens :
196

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Yeun Misoo em Qui Out 25, 2018 12:46 am

 

Misoo suspirou pesadamente. Devia ter combinado de aparecer lá só com as amigas, mas em vez disso estava que nem barata tonta para todo canto. Estava prestes a se aproximar de GyuSik para lhe dar os parabéns, mas foi interrompida pela voz enjoada de Jimin e suas provcações.

- Olá, Do Taemin - respondeu quem tinha pra responder, porque sua unnie estava sendo muito grosseira. Não era como se gostasse daquele que jogou sua amiga no lago e a ameaçou de jogar também. -  Unnie

Viu a troca de farpinhas entre eles e achou que era uma excelente deixa para sair do lugar.

- Preciso dar parabéns ao aniversariante.   - ela saiu de perto antes que perdesse o ar com provocações.

O estranho é que elas não vieram, não tinha xingamento. Ela realmente estava mais magra e estavam aprovando o que ela fazia, de certa forma.

-  Gyu-Sikah!! - acenou bastante empolgada. - Unnie. - foi minimamente simpática com a namorada. Afinal, fazer o quê? -  Feliz aniversárioooooo!  Espero de coração que goste do meu presente. - juntou as mãos e deu um sorriso.

Mas também não ficaria ali de vela, não ficou nem na recepção! Deu um suspiro curto e saiu andando.  Talvez a área da piscina não fosse a melhor coisa até que as meninas chegassem. Ajeitou o cabelo e saiu andando, para passear pelo local, ainda de vestido.

Não estava conseguindo lidar com muita atenção naquele dia. Será que estava óbvio assim que ela tinha tomado remédio? Bem, ela só queria que Bomi se livrasse logo dos cumprimentos e ela pudesse fcar quieta com as amigas. Queria só curtir um aniversário normal, não um evento social.

Aquele hotel tinha cara de encontro de casais ricos, fuga de madames de seus casamentos, flertes de caçadoras de chaebol, ou mesmo ponto de encontro de amantes secretos ou acompanhantes de luxo ... Era muito estranho fazer aniversário num palacete daquele. Mesmo sendo rica, preferia algo simples, com menos pessoas, só as amigas. Ah, o ônus de ter amigas tão populares.

~~

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Data de nascimento :
21/12/2002

Mensagens :
132

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Won-Bin em Qui Out 25, 2018 12:55 am



Ir àquela festa era um salto de fé. Só iria saber as consequências de se expor assim, como o que rolaria de fato ali, se fosse.
O arrependimento de não ir seria maior do que o de ir, Won sabia disso.

Mas ainda se sentia como o pequeno cavaleiro de um filme adentrando o castelo da escuridão. Não que fosse um local tenebroso ou algo do tipo, mas se sentia enfrentando um grande desafio mesmo assim.

A resposta de Bomi lhe preenchia com um pouco de esperança antes de adentrar o lugar.

O lugar era realmente luxuoso mas aqueles olhares, ou só a sensação de ser observado, era um tanto estressante. A cabeça de Won gritava que ele não era bem vindo ali, mas Won tinha aprendido a ignorar essa voz na cabeça.

Mas ver Bomi era como se o mundo todo sumisse e fosse só um túnel que dava visão a ela. Não tinha percebido a maioria dos colegas que estavam ali próximos, apenas ela...Gyu Sik.

"Droga, ele ainda me odeia, claro" sua expressão tentava uma mesma grande atuação como Bomi. E o pior de tudo Taemin também estava lá.

Fechou um pouco a cara quando viu ele dando aquele toque em Bomi. Sentia o coração ferver e a vontade de dar uma voadora, mas se controlou e conforme ele saia conseguia vestir a máscara de simpático novamente.

Não teria recebido boas-vindas mais frias nem no Alasca.

Won apenas assentiu com a cabeça. Não fazia sentido sequer insistir em qualquer outra coisa ali. Apenas se virou com a mesma expressão simpática e foi em direção ao quarto que havia comentado.

"Bem, acho que dava pra ser pior" pelo visto os dragões já tinham chegado. Podia contar com eles pelo menos.

Não tinha muitas coisas pra deixar, apenas uma muda de roupa.

Ia mandar uma mensagem para o grupo dos dragões assim que saísse do quarto.

-Estão vivos, dragões? Eu cheguei e deixei minhas coisas no quarto, onde estão?

Iria para onde os amigos disserem. Ia ser um dia beeem longo.

Wangjoclimao

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seoul

Mensagens :
206

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Jae-ki em Qui Out 25, 2018 1:04 am


No quarto Jae-ki não falou nada sobre o comentário de cerveja do Hyun, mas não achava isso legal. Sabia muito bem o que isso poderia causar, e ninguém podia prever se ficaria viciado ou não. Mas Jae andava com hyeongs dos piores tipos na gangue, e todos eles bebiam. Alguns não incomodavam porque bebiam pouco, mas outros... Porém Jae deixava que cada um escolhesse seu próprio caminho, não era o dono da moral também.

Sobre pra quem estava enviando a foto, Jae-ki sorriu, só esse sorriso o entregava. Porém o próximo comentário de Hyun, Jae não entendeu bem o que ele queria dizer inicialmente e fechou um pouco o semblante no momento, ficou na dúvida sobre o duplo sentido e não gostava que Eun-bi fosse envolvida em brincadeiras desse tipo. Mas não se zangaria por isso. Deixou pra lá e enviou a foto pra Eun-bi.


*Finge que é blusa branca*

Depois de falar da Yerin, Jae-ki arregalou os olhos e logo reclamou:

- Ya, eu não, tá louco...

Porém logo em seguida ficou animado por Hyun dizer que eram parecidos. Mas não achava isso de qualquer forma, nem provavelmente o resto da escola. Isso era comprovado pela conversa de Beom-su e Yerin. Por falar nisso, ouvir o apelido de Yerin o deixou pensativo. Ficou levemente incomodado com isso, achava tudo uma besteira de apelido. Yerin não era rainha, mas uma garota comum. Malvada, mas ainda uma garota que chorava quando tava com medo.

- E pra mim, ninguém é rainha ali.

Para Jae-ki, talvez uma rainha se parecesse mais com uma mãe, mas não pensaria nisso agora.

Já com Kang, Jae-ki tentava incluir Hyun no grupo deles, o apresentando ao Kang. Jae-ki ouviu a explicação sobre MiSoo, achava meio estranho, mas não ia implicar, até porque ele era péssimo pra identificar interesses assim.

- A gente tá em paz, só não nos aturamos - Respondeu prático.

Sobre o Won, Jae-ki ficou meio preocupado:

- É não sei cara, mas quando ele chegar a gente dá um jeito de distrair ele.

Hyun fez uma piada sobre respiração boca a boca e Jae riu disso. Esse era seu heyong, admirava Hyun, ele sabia mesmo das coisas, mas ficava meio incomodado quando ele exagerava nas piadas que envolviam as garotas, afinal ele tinha uma irmã.

Chegaram em fim a parte "sagrada", o buffet, a comida! Tinha tanta coisa e parecia tão delicioso, que Jae-ki ficou boquiaberto. O comentário de Kang tinha tudo a ver, realmente era difícil não comer muito. Riu para Kang e comentou:

- Uwaaa... É daebak...  Hahaha, temos que tentar, depois da piscina a gente come mais... Quero mergulhar lá.

Jae-ki foi andando para pegar o que comer, não pretendia pesar a barriga, era só porque queria muito, e tudo parecia tão bom. Claro que ficaria longe dos frutos do mar.


- Se sobrar, acho que dá até pra levar algo pra casa... - Disse perto de Kang - Eu trouxe minha mochila. E relaxa Hyun é bem maneiro, ele não tem essa frescuragem dos outros. Sei lá, acho que vocês estavam certo que pode ter gente rica legal aqui...

Jae-ki se lembrava de Beom-su também, o garoto era muito metido, mas não parecia tão ruim depois do trabalho. Então Taemin entrou, Jae-ki fechou logo o semblante, mas não ia deixar esse cara estragar o seu dia. E se ele tentasse, Jae não hesitaria em revidar, não estavam em Wangjo.

- Esse Saekki.... - Disse Jaeki entredentes para os dois amigos - Melhor ele ficar longe, não tô na escola hoje.

Enquanto comia, disse para Kang:

- Ow Kang...
- Disse para o amigo enquanto se servia, pegando algumas coisas com a mão mesmo - Quando a Bibi chegar, eu vou grudar nela. Mas podemos ficar juntos, você faz favor de distrair a MiSoo pra mim? Te recompenso depois. Eu sei que vocês se dão bem com ela.

Também lançou um olhar pra o Hyun:

- E o hyeong deve querer sua namorada depois, não é bom deixar elas sozinhas aqui com esses saekki por aí. Tô preocupado também ,porque Bibi não é experiente nadando.


Só de lembrar da bailarina, Jae-ki suspirou ansioso. Ficava imaginando sobre que tipo de roupa ela viria, sobre o quanto deveria estar linda. Talvez fosse melhor esperar ela chegar pra entrar na piscina, assim se divertiriam juntos.

- Aigo... - Suspirou - A Bibi podia chegar mais cedo...


Festa na piscina

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Songpa- gu

Data de nascimento :
07/05/2004

Mensagens :
253

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Park Hyun Hee em Qui Out 25, 2018 1:15 am

 

- (Ser rainha) Isso é papo. Elas brigam entre si para serem as mais bonitas e respeitadas por turma…. Serve para conseguir os caras que são tudo isso também - piscou galante, fazendo graça.

Hyun Hee achou um desperdício não conseguir transformar aquela festa em algo divertido só de conversar com seus contatos. De repente Jong In fazia falta. Mas só praquilo mesmo. O ruim de ter amigos menos ousados é que não dava para conseguir coisas ilegais. Kai estava devendo um cigarro. Será que ele apareceria por aí? Quem sabe…

O rapaz circulou o local com seus dongsaengs bem relaxado, acenando para quem o notasse de forma simpática. Era legal ver como eles meio que levavam a sério o que ele falava, inclusive aquela selfie na cama. Fazia bem para o ego.

Notou a rixa de Jaeki com Taemin assim que ele entrou e apenas observou a cena.

- Com esse aí é melhor você não brigar… Não sei até onde posso ajudar com o amigo do meu irmão - deu um sorriso meio estranho, mas achava graça da situação. - Eu me dou bem com Misoo? Ela jogou um broche duro na minha cabeça.   - deu risada. - Bem, ela pode ser inofensiva sem nada nas mãos…  Talvez. Hm? Ah, não tem problema. Hoje é dia dela com as amigas.Não quero ser o cara grudento.  Se você ficar o tempo todo com ela, parece que você é inseguro. Você tem que saber o que ela tá fazendo sem estar por perto… E saber bem o que ela faz sem você. Isso diz muito sobre a pessoa… A minha come - brincou e indicou com a cabeça a namorada e o buffet.

Ele ficou olhando para Chaeyoung para ver se ela precisava de companhia ou olhava de volta, para dar um sorriso. Mas a verdade é que a estava admirando sendo toda fofinha cheia da comida e distraída com tudo. Ele tomava cuidado para ver se ela precisava de ajuda por causa do braço, aí iria la ajudar a levar o prato, interrompendo os papos.

- Hm. Você acha que é perigoso mesmo de alguém se afogar nessa piscina? Qualquer um de nós conseguiria pelo menos ficar flutuando, sem saber nadar… Eu me preocuparia é com tentativas de gracinhas…  - olhou um pouco mais para a namorada. - Eu preciso ficar de olho mesmo para ver se ninguém vai tentar afogá-la, depois do que fizeram na educação física.

O novo elemento chegou e Hyun acenou, não precisava de muita cerimônia porque era o mais velho e isso era ótimo.

- E vou ficar no quarto de vocês - acrescentou.

Não conhecia nada daquele menino, além de que era bolsista. Mas pareciam um grupo bem tranquilo, mas que precisava desesperadamente de alguém com mais malícia para cuidar.

Humor: estável/+++++

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Queria estar nos EUA

Data de nascimento :
04/11/2002

Mensagens :
162

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por The Crown RPG em Qui Out 25, 2018 4:29 pm

Banyan Tree Club & Spa.. MANHÃ


Até mesmo na Sibéria Won Bin teria uma recepção mais calorosa do que a que teve dos irmãos Yoon. Gyu Sik não via motivos para ser amistoso com ele, ainda mais depois das trocas de farpas que tiveram ao longo daquela semana. Foi contrário ao convite da irmã e quando o mesmo foi entregue, a própria Bomi tinha intenções de afronta.

As coisas podiam ter melhorado entre o casal naquela semana, mas eles ainda tinham aquele acordo mútuo de manter escondido. E isso necessitava de muito sangue frio e uma dose de interpretação para não levantar suspeitas.

Dos três, Sooyeon foi a mais gentil, por assim dizer. Bomi deu as informações, mas sem aquela emoção e carinho que eles vinham trocando. Já Gyu Sik, sem comentários.



Quando ele indicou que iria até o quarto, as duas meninas menearam positivamente, como se realmente fosse uma boa ideia ele ir logo. Gyu olhou para Bomi, como a se a julgasse, condenando pelo convite. Bomi nem ao menos o encarou, preferindo mudar o foco de seu olhar. Era uma situação muito complexa de lidar e ela não queria se sentir sufocada justamente em seu aniversário.


No quarto, Won veria sinais de que os seus companheiros já estavam por ali. Havia a típica bagunça de Jae Ki e dama para imaginar quem tinha amassado os lençois de uma das camas. Por outro lado, Kang deixava suas coisas mais arrumadas, quase como uma habilidade adquirida de tanta prateleira que ele arrumava - tudo tinha uma ordem, fosse de cor, fosse de tamanho. A terceira característica ainda era um tanto quanto desconhecida, mas considerando o perfume, qualidade e marca, dava para perceber que era alguém diferente e muito mais abastado do que eles. Talvez ele ainda não soubesse que Hyun Hee dividiria o quarto com eles, mas logo ficaria ciente disto.

A resposta para sua mensagem logo chegou através de Kang.

K-Dragon

Jae-ki
Estamos aqui no buffet, para variar! Cara, eu nunca imaginei que fosse ver tanta comida por metro². Venha logo antes que o J-Dragon coma tudo XD
K-Dragon
Ah! O hyeong também está aqui com a gente. Só avisando para você não estranhar…


Enquanto caminhava até o buffet, Won poderia ver Hyemin e Yerin seguindo até os elevadores. Muito embora estivessem com roupas de banho, elas faziam o caminho inverso da piscina. Nenhuma das duas falou com ele porque pareciam um tanto quanto distraídas - porque não dizer tensas? - enquanto caminhavam de braços dados.

Quando finalmente chegasse ao buffet, veria o local um pouco mais cheio. Os amigos seriam facilmente identificáveis por conta dos gestos mais espontâneos e espalhafatosos - um pouco da falta de modos ajudava nessas horas. Ao lado deles, Hyun Hee. Assim como seus objetos, ele destoava completamente dos dois porque tinha uma aura muito mais chamativa, um olhar naturalmente sedutor e um sorriso debochado. Além, claro, de ser mais velho e rico, muito rico.

Mesmo assim, tão logo Won se aproximou deles, Hyun nem precisou que fosse apresentado, já falando direto e informalmente com Won - a diferença de idade permitia isso, apesar de um mais novo não poder falar assim com um mais velho.

-Uwaa, você chegou! E aí? Já deu uma volta por aí? O que foi que achou?

Kang perguntou animado. O salão também tinha algumas presenças desagradáveis, como Do Taemin que logo ganhou a companhia de JiRan e a belíssima Miran - a menina que gostava de encarar de uma forma um pouco mais maliciosa do que Ye Ji, mas que nunca tinha feito nada demais para ele. Para Jaeki ela chegou a implicar no passado por conta de seu desenho. Podia não ser tão dominante quanto o grupo de Yerin, mas lembrava muito uma bela serpente que rodeava para dar seu bote.




O novo ilustre trio de rapazes caminhava de modo tranquilo até o salão do buffet para darem uma olhada inicial. Kang evitou encarar Jae Ki quando ele falou daquele jeito sobre Misoo - por algum motivo, não gostou muito daquele tom que ele usava. Apesar de Eun Bi ter um temperamento agressivo que, às vezes quase sempre, o irritava, ele sempre tentava levar na brincadeira, muito em respeito aos sentimentos do amigo.

Quer dizer...Não que ele tivesse sentimentos além por Misoo, mas...custava ser um pouco mais gentil?

Kang preferia não encarar para que seus pensamentos não fossem lidos. Apesar de ser um pequeno mistério para seus amigos, às vezes ele era muito transparente e agora, por exemplo, não saberia mudar a expressão. Até porque, gostaria de saber como ela estava. Durante a semana, ela pareceu muito ansiosa com a festa, mas enfim, era melhor focar no que estava ao alcance no momento, como a comida.

Won também era um assunto que o preocupava. Gostaria de aliviar a tensão do amigo e concordou que poderiam dar um jeito de distraí-lo.

No salão, eles ficavam fascinados com a quantidade de opções - pelo menos Jaeki e Kang - Hyun estava mais preocupado em analisar o que acontecia ao redor, além de se chatear por não ter um contatinho ilícito para liberar algumas coisas mais divertidas para a festa. Sua presença marcante era notada e os que o respeitavam ou admiravam, acenavam de volta, mas estranhavam as companhias.

Não demoraria para que seu plano entrasse em ação. Antes que eles terminassem de se servir, Jong In provavelmente já conheceria seus novos amigos.

Kang ouviu o comentário de Jae Ki meio resmungado para si para que o hyeong não ouvisse e respondeu de volta.

- Você quer passar vergonha, é? - Woo Jin o encarou. -Não se faz isso em festas assim, cara...Controle-se. - Deu uma pequena bronca nele e olhou na direção de Hyun ao ouvir o elogio. -É, ele parece maneiro sim. Olha como chama a atenção, um verdadeiro bang bang bang.  - Riu mais ainda ao ouvir que eles tinham razão. -Sua namorada também é rica, esqueceu? É claro que existe gente boa rica, assim como tem gente ruim pobre. A falta ou excesso de dinheiro não define caráter.

´
(Woo Jin sábio)

Fingiu mexer em sua barba, como o Pai Mei de Kill Bill porque falou uma frase de efeito e sabedoria. O celular dele vibrou com a mensagem de Won.


(Woo Jin debochado)

-Ya! Won chegou, vou responder.

Ficou quieto, digitando enquanto Hyun Hee voltava a se aproximar deles. Taemin entrou no salão nesse momento e apenas a existência dele já era motivo para tirar Jae Ki do sério. O garoto nem fez nada além de respirar, andar e piscar, mas Jaeki já pensava em revidar caso fizesse alguma coisa. Por enquanto, ele só estava olhando o que tinha por ali e se dava para beliscar alguma coisa.

Kang riu do comentário, já imaginando que era algo típico dele.

-Mwo? Ele é amigo do seu irmão? - Olhou para Hyun.- Nossa, eu pensei que não fosse. Eles sempre são adversários na aula de educação física e quase nunca se falam, até se provocam também… - Ponderou.

Nenhum dos dois sabia que Jung Mi e Taemin foram melhores amigos desde pequenos, apesar do platinado ser ranking 2. Antes mesmo de existir Gyu Sik na vida de Jung Mi, os amigos dele eram Taemin e Ryu Ji, além de Hyemin, mas ela não estudava na escola mista naquela época. Alguma coisa tinha acontecido no período de ausência de Hyun que quebrou a amizade dos dois.

Woo Jin tinha comentado porque achou curioso mesmo, mas agora voltava suas atenções para Jaeki.

-Quié? - O garoto olhou para Hyun diante da primeira sentença de Jaeki. Estava esperando a novidade. Deu uma pequena tossida ao ouvir o nome de Misoo daquele modo.-Ahm...Tá...Tudo bem...Que? - Olhou para Hyun diante daquele novo fato

(Woo Jin chocado)

- Ela tacou um broche em você? Jinjja? Ela tacou uma mochila no JaeKi...Ele reclama até hoje disso.

Ela era mesmo especial, né? Não no sentido de ter problemas mentais, mas que menina era conhecida por ser boa em arremessar objetos nas pessoas? Será que ela seria capaz de tacar um vaso na parede? Como nos doramas? Nossa...Será que era perigoso ser namorado dela?

Que? Namorado?

Ausentou-se enquanto Hyun discursava sobre a necessidade de dar espaço. Em sua mente, transformava a si mesmo e Misoo num casal típico de novelas estrangeiras antigas que às vezes achava no youtube. Um bigode falso nele, um cabelo estranho nela, roupas antigas e largas, com ombreira. Ele dizendo uma frase errada, talvez “Jae Ki vem jantar aqui em casa, querida” e de repente, “O que?!?!” e o vaso voando em sua direção.

Subitamente levou a mão até a garganta, mas voltou a si, olhando os meninos.

Hyun Hee e Jaeki estavam olhando na direção de Chaeyoung. Ela parecia muito feliz com o que estava fazendo, mas sentiu que alguém olhava em sua direção. Ao ergueu o olhar, encontrou o de Hyun e sorriu de volta. Até mesmo deixou o prato sobre a mesa e deu um tchauzinho para os meninos. Logo pegou e começou a sair dali.

- Ela fica bem com o cabelo assim, né? - Desde terça-feira, Kang estava mais atento a cabelos claros. Ainda se lembrava das mil vezes que Misoo ajeitou suas mechas na frente dele. Agora a namorada de Hyun apareceu com um cabelo diferente e o fez lembrar.-Quer dizer, é uma peruca legal...Ou ela pintou mesmo que nem você?


(Woo Jin ainda bugado. Rindo, porém preocupado)

Antes que se enrolasse mais, Won Bin entrou no salão e Kang começou a acenar para ele meio espalhafatoso - como se antes fosse difícil de notá-los. Não chegou a opinar sobre a possibilidade de atentados e preferiu focar na chegada de Won. Hyun logo se apresentou ao seu modo.

-Uwaa, você chegou! E aí? Já deu uma volta por aí? O que foi que achou?

Woo Jin comemorou pela chegada do amigo e tentava ver se ele estava legal.




Jimin não prendeu Misoo mais do que o necessário para envenená-la, ainda que fosse apenas uma gotinha. Ela logo perceberia que os gêmeos estavam um pouco mais tensos depois da saída de Won Bin. Gyu Sik até olhava meio torto para Bomi, mas a menina nem o encarava.


Sooyeon também estava ali, tentando acalmar os nervos.

Eis que Misoo surgiu e o equilíbrio foi mexido. Era a primeira vez que o irmão de Bomi a via naquele dia e foi um pouco difícil conter o brilho no olhar ao vê-la tão...natural e cheia de vida como naquele momento. Não imaginava as custas daquela aparência, mas por hora, Misoo parecia ainda mais bonita do que ele sempre tinha achado.


Sooyeon a olhou da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, incapaz de controlar o bico de desagrado e o olhar ligeiramente ferido pela presença dela.


- Misoo-yah… - Ele a chamou de modo informal, como prometera fazer há algum tempo e até mesmo sorriu para ela. Todo o aborrecimento envolvendo Won tinha dado espaço para paz de espírito e tentativas infrutíferas de controlar os próprios batimentos cardíacos.


- Olá… - Sooyeon respondeu um pouco desanimada.

Bomi também voltou a encará-la, feliz por ela ter se aproximado de novo. Queria começar a aproveitar sua própria festa também e já achava que estava bom em recepcionar as pessoas.

Gyu Sik aumentou o sorriso e meneou a cabeça.

- Komawo! Eu tenho certeza de que vou adorar. Você nunca me decepciona…


(meu deeeus)

- Eu também vou!! - Bomi ergueu os braços, cortando o climão que a frase despretensiosa do irmão poderia criar. - Oppa, você dê um jeito de recepcionar as pessoas agora, hm?! Eu quero me divertir um pouco também!


- Não é culpa minha se você quis chamar tanta gente…

- Mas você também não reclamou.

- Não?

- Shhh, só um pouquinho. Quero começar a brincar com a Misoo, ela está louca para jogar vôlei ou brincar com a pistolinha d’água, né? èéééé…Gaja! - Começou a puxar a amiga para longe dali.

Marchou com Misoo enquanto não imaginava o tipo de pensamento que ela tinha. Percebeu o pequeno suspiro e a encarou de modo carinhoso, ajeitando seu cabelo.

- Você está mesmo muito linda, sabia? Fica melhor sem o uniforme e toda a formalidade do colégio. Combina mais com você! - Sorriu e abraçou o braço dela. - Vamos, sabe o que também tem aqui e eu não comentei? Um jardim lindo! Vamos tirar umas fotos lá? Você precisa de mil fotos pelo dia de hoje!

Tentou animar a amiga, mas também precisava se animar um pouco. Não precisava dizer que tinha visto Won Bin naquele dia porque a amiga tinha visto o garoto passando por ali, mas não queria dar margem para aberturas e acabar falando mais do que deveria.




Os amigos de Hyemin fazia uma verdadeira bagunça na piscina. Beom Su tinha achado até mesmo um instante para uma pequena fofoca com ela. Ficou surpreso ao ouvir que o menino nerd era um tarado.

- Os quietos são os piores mesmo, né? - Comentou e logo voltaram o foco para a piscina.

Nana e Hayoung logo se juntaram para atacar Beom Su. Os esforços de Hyemin em ajudá-lo apenas adiou o inevitável. Logo a água espirrou para todo lado quando ele caiu e mais ainda quando puxou Hayoung daquela forma. Estavam se divertindo bastante, apesar de toda a gritaria que faziam.

Infelizmente, Hyemin se sentiu atraída para o “lado proibido” e também viu que Kim se divertia com seus amigos - ainda mais agora com a chegada de Ha Neul - apesar de não estarem na água.

Querendo evitar que sua felicidade evaporasse por conta de uma pessoa, os ouvidos foram atraídos para a voz de Yerin. A amiga concordou dela vir junto e a ajudou a sair da piscina sem se molhar muito. Hayoung ocupou a boia de unicórnio porque Beom Su tomou o trono da concha de novo - parecia mesmo disposto a lutar até a morte pela boia. Já Nana relaxava na outra grande boia, se equilibrando e tentando esquecer dos problemas.

-Já voltamos. - Yerin anunciou enquanto Hyemin se arrumava na saída de banho antes de seguir até ela.

A garota realmente queria ir até o buffet, mas parou quando ouviu aquele pedido. Os olhos negros focaram no rosto de Hyemin e ela suspirou, meneando positivamente.


- Eu também quero te falar algumas coisas… - Disse um tanto mais séria do que o normal, mas de muitas formas parecia mesmo era exausta. -Vamos até lá sim, acho que teremos mais privacidade…

Antes que os amigos percebessem, elas tomaram o caminho do quarto do hotel. Chegaram a passar por Won Bin quando ele saiu dos elevadores, mas as duas pareciam tensas e presas em seu próprio roteiro mental, de modo que não trocaram nenhuma palavra ou olhar com ele. Yerin adotou o silêncio porque realmente tentava achar o melhor modo de falar as coisas que precisava.


Também parecia se preparar para ouvir que a amiga tinha a dizer. Ainda se lembrava que Hyemin havia dito que mentira para ela e as duas não andaram tão bem quanto gostariam naquela semana. Pelo menos agora teriam as chances de se resolver.

De volta ao reservado e belissimo quarto, Yerin fechou bem a porta, certificando-se de que poderiam contar com a discrição. Caminhou até uma das camas e sentou-se na ponta dela, virando-se de frente para a que Hyemin escolhesse. Encarou a amiga de novo, esperando que ela começasse..
(C) Ross
avatar
Dorama
Localização :
Coreia do Sul

Mensagens :
1244

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Kim Sun-Hee em Qui Out 25, 2018 4:44 pm



Apenas revirou os olhos diante da postura metida de Kim, porém era impossível manter qualquer traço de seriedade - mesmo que seja de brincadeirinha - quando o amigo se esforçava tanto para provacá-las, entrando num personagem charmoso de algum dorama. E Sunny não era a única que se rendia às gracinhas dele... Stella e Hyewon morriam de rir também, o que dava mais munição ao rapaz.

- Aiiiii, que convencido, mas não tão errado assim - admitiu, cruzando os braços - Eu não sei o que os homens "Kim" possuem... Deve ser o sobrenome, aposto! - ela piscou e logo riu, aumentando o nível das implicâncias, mas Kim Joo-Hyuk estava, de fato, imbatível.

Sobrou para Stella, coitada.

- Aish... Cai nessa não, amiga. É furada.

Sunny apoiou a testa sobre a mesa, porém os ombros entregavam os movimentos constantes dos risinhos.

Não demorou na posição e voltou a encará-los, tentando controlar os espasmos faciais - Stella, tome cuidado ou ele vai... ahn... como é mesmo? AH! Rage do amor! - desenhou um coração no ar com os indicadores - Conheço essa cara e sorriso... Estou de olho no senhor!!! - e aproveitou que ele sentou para acertar um tapinha bem leve numa das orelhas enormes.

Entretanto, de repente...

Teve a atenção consumida pela presença de Do Taemin.

Ela esqueceu de agir com discrição e nem percebeu as reações dos amigos. O xingamento escapou entre os dentes meio apertados, e até parecia uma pelúcia fofinha rosnando. Maaas... O comentário de Kim a trouxe para a realidade atual. Sunny ficou bicuda, ainda mais no momento em que surgiu uma cumplicidade compartilhada por Kim e Stella. Dividiu olhares de um ao outro, desconfiada, ao ponto de estreitar as pálpebras.

- Que fofinhos, hein??? Isso é uma mini rebelião? Ora... Eu tenho um coração e vocês acabaram de quebrá-lo... Só vou ser amiga da Hyewon e da Chae a partir de agora... Hum! - ensaiva um verdadeiro drama e beliscou o braço de Kim, "devolvendo" a cotovelada. De toda forma, Joo-Hyuk conseguiu lhe tirar o foco dos herdeiros.

No caso, de um hedeiro específico e oxigenado.

"Conseguiu."

Mudaram o assunto e Kim seguia inabalável.

- Entro se você for minha boia! Que tal?

A bolsista mandou língua.

Hyewon pontuava um importante detalhe: o apetite absurdamente descontrolado de Chaeyoung. Não que Sunny pudesse falar muita coisa, embora andasse menos comilona nas últimas semanas. A questão rendeu bastante ali. E independente do tom continuar descontraído, Sunny fitou o melhor amigo de modo mais atento e cuidadoso.

Sua "TPM" não ajudou em nada...

Sun-Hee suspirou baixinho, chateada por ter sido tão rude e ausente.

- E o estômago, Kim? Jebal... Não se descuide mais. Esses dois olhos irão te perseguir como sombras... - apontou para o próprio rosto - Ok? Ok.

Então, antes de questionarem a respeito da presença dos meninos ou enviar mensagens perguntando por eles, Ha Neul apareceu e parecia meio deslocado. Depois de cumprimentar os aniversariantes, o oppa veio até a mesa do grupo.

- Bom diiia, HaN!

Sunny escondeu o riso, balançando a cabeça. No entanto, tanto ele quanto Kim estavam realmente muito bonitos. Era incrível como o uniforme escolar ou óculos mudavam as pessoas. Ia, inclusive, elogiá-lo, até que a segunda parte da frase provocou uma interrogação. Stella reagiu instantaneamente quando o oppa respondeu Hyewon. Na mesma hora, Sunny identificou a decepção na expressão da amiga e se entristeceu por ela. Óbvio que ela queria ver o Dong... Enquanto os outros respondiam HaN, Sunny lançou um olhar complacente para Stella e sorriu de um jeitinho dócil e solícito, mas não diria nada para não chamar atenções.

- É uma pena eles não venham... Tenho certeza que seria ainda mais legal com os meninos e a Lee-Hi... Poxa...


Poooool Paaaarty  sunny

— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Seul

Data de nascimento :
20/04/2002

Mensagens :
175

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Seo Hyemin em Qui Out 25, 2018 8:45 pm



- Ah, você também? - perguntou um tanto preocupada e receosa.

O que poderia haver para Yerin querer conversar com ela de sério? Bem… Provavelmente tinha a ver com o fato de não ter sido uma boa amiga para ela. Não estava pronta para ouvir isso, mas admitia a possibilidade. Assentiu e ambas voltaram para o quarto.

Era para ser um dia bastante divertido, mas ela não queria mais ficar naquela área da piscina ouvindo as risadinhas alheias, ou as imaginando. E seus amigos nao mereciam ficar aguentando aquele humor de novo sem nem mesmo saber o motivo.

Ela se ajeitou na cadeira perto da cama, porque ela estava um pouco úmida ainda, e ajeitou o cabelo, esperando que a amiga se sentasse. Deixou o silêncio tomar conta da sala por um momento, enquanto reunia coragem, e começou.

- Ah… Rin, me desculpe por ter sido tão covarde…  Tinha coisas que eu queria muito te contar, mas não tinha muita certeza ainda nem comigo… Eu sei como você odeia indecisão e gente que chora, e eu não saberia dizer por que estava fazendo isso… Mas agora eu acho que entendo direito tudo o que aconteceu…  

Soltou ar devagarzinho pela boca e juntou as mãos no colo.

- Eu… menti pra você. Menti quando disse que Kim Joo Hyuk era o filho de uma funcionária do meu pai…. Quer dizer, ele é, mas… - ergueu o olhar para ela. - Eu e Kim Joo Hyuk costumávamos a ser amigos na infância. É, como em um dorama.  Eu tinha 9 anos, mais ou menos, quando comecei a ir para o trabalho do meu pai…  Omma...não estava mais em casa. Então eu… ficava bastante sozinha. Você sabe como eu fico quando eu estou sozinha, então… Em uma dessas vezes, uma mulher chamada Kim Go Eun me salvou. - deu um pequeno sorriso nostálgico.

- Kim Go Eun tinha um filho orelhudo, nerd, abelhudo e inteligente… Que costumava ser o Kim Joo Hyuk que vocês conhecem… Ou melhor, ele não era nada do que vocês conhecem. - olhou para baixo por um momento. - O fato é que eu tinha um amigo para brincar. Ele me irritava bastante, me chamava de patricinha, eu o chamava de macaquinho, queria brincar com videogames dele e ele ficava falando mal de aquários e discutindo coisas sérias com uma menina de 9 anos - deu risada e balançou a cabeça. -  Eu….. Kim Joo Hyuk foi… o meu primeiro amor - pendeu a cabeça para o lado e suspirou pesadamente.

- O que uma criança pode saber, não é? Eu não sabia naquela época, mas… Eu só queria ficar muito tempo com ele, e mesmo quando ele me irritava, era algo que me estimulava de alguma forma. Era inocente, mas era um jeito de ganhar atenção. Eu… Me sentia especial por causa disso, de certa forma. Porque…. Todo mundo me tratava de um jeito diferente. Ele era o único que parecia… Sincero, sabe? Para a maioria, eu era filha do CEO da HGT, então mesmo quando eu era extremamente irritante, as pessoas não eram… Não eram como deveriam ser com alguém assim. Já a mãe dele… Ah, ela foi como uma mãe. Ela era gentil e paciente. Ela me mimava muito mais do que minha tia, até…  Ela me estragava um pouco. - admitiu coçando a cabeça.

-  Então… Um dia eu fui à empresa do meu pai e…. Descobri que eles tinham ido embora. Kim Go Eun e Kim Joo Hyuk foram embora, morar no Japão. Rin, foi horrível. Foi desesperador. Eu não tinha como falar com eles, eu.. Aigo.. Eu só torcia todos os dias para que eles voltassem, porque nossa amizade era pra sempre! Eu queria que aquela pessoa especial para mim voltasse, porque eu gostava muito dele… Mas isso não aconteceu. - mordeu o lábio.

-  Eu pedia muito para a minha tia para me ajudar, mas…  Ela só me fez entender que isso acontece e… Eu realmente acreditei nisso. Por um tempo, isso ainda me machucou muito e foi quando eu consegui encontrar você. Você me salvou. Você me ajudou quando eu estava aceitando qualquer coisa para ter algum amigo. As meninas tinham inveja de mim por causa da minha vida, e me achavam irritante, porque eu sou infantil, gosto de unicórnios e não cresci nem um pouquinho… - fez um bico. -  Mas você não. Você enfrentou todo mundo, e fez meu mundo mais bonito. Ah, eu queria muito ser como você. - fez uma mesura, mesmo sentada, de forma profunda. -  Então muito obrigada. Eu nunca vou poder agradecer o bastante por você ter me salvado. Eu…  finalmente consegui esquecer aquela história e eu nunca te contei isso porque eu me sentia uma menina muito idiota por me importar com uma amizade boba que não  era verdade, mas….


-  Esse ano eu o vi. Um pouco antes do início das aulas, eu o encontrei no prédio da HGT, exatamente onde nós costumávamos nos encontrar. Rin…. Ele me ignorou totalmente. Abaixou o rosto, fingiu que não me conhecia. Eu… Ah, tudo voltou tão rápido, doeu tanto… Eu… Ah, Rin, eu já tinha esquecido, achei que tinha crescido, mas … ele voltou! Eu descobri que ele já tinha voltado há muito tempo e nunca tinha me procurado! Ah… Quando eu o vi na escola então com aquela… aquela… - fungou forte.

-  … Ele me substituiu completamente no coração dele, Yerinah…. Eu era para ser a melhor amiga. E diferentemente de nós duas… Eles são… Tão íntimos para um menino e uma menina.  Eu… Eu vi que ele passou uma borracha na nossa história e passou a amar e proteger aquela menina, que tomou o meu lugar totalmente. Ele me ameaçou para não fazer mal a ela, ele disse o quanto ela é melhor que eu em inteligência e todo o resto… Eu...Ah, isso doeu muito, muito mesmo. - retomou um ar.

- E mesmo sendo rica, eu testemunhei como isso era verdade. Como uma bolsista conquistou tantos amigos, isso sozinho já é uma qualidade, e foi por alguma coisa dessas que me fez ver principalmente como ela preencheu o meu lugar com folga. Ele nunca deve ter sentido a minha falta com ela do lado e… Perceber o quanto ele seguiu em frente me magoou muito.  … Me desculpe. - curvou-se para ela. -  Eu não podia te contar… Eu não queria magoar você com essa história. Foi muito difícil  admitir o quanto isso me deixava infeliz e … aceitar que eu perdi. Eu não podia, não podia aparecer para você perdendo para alguém e sofrendo tanto por causa de um garoto como ele… Por uma história tão boba… Eu… me envergonho muito disso. Eu tentei ser forte, Rin, mas eu não consigo….   - fungou e piscou várias vezes, tapando a boca.

-  O pior de tudo isso eu descobri esses dias…  Eu tentei tirar satisfação com ele depois que ele me deu a flor e… Bem, ele insinuou várias coisas pesadas sobre a minha tia e eu fiquei muito brava! Eu disse coisas pesadas para ele, mas… naquele dia que nos falamos, eu fui conversar com a minha tia……. Ai Rin…. É horrível - abaixou o rosto, contendo-se para não chorar.

Respirou fundo e olhou para cima, precisando de um tempo para se concentrar.


- Ele foi me encontrar para se despedir aparentemente, mas ela…. Ela disse que as pessoas têm prazo de validade e que ele foi um brinquedo que eu cansei de brincar. Rin, vocÊ imagina ouvir isso quando criança? Eu não acredito que ela fez isso…. Eu entendi, eu finalmente entendi tudo. Entendi porque ele me ignorou tanto, porque ele me odeia tanto e porque…. Arrumou outra pessoa para ser a mais importante do coração dele. Rin, eu…  Fico pensando como as coisas poderiam ser diferentes….  Eu olho para ele… E eu sei que ele tem razão de pensar tudo e pior de mim. Não tive nem coragem de falar a verdade para ele. Como eu poderia? Em que isso mudaria? Eu… Já fiz tanta coisa errada por causa disso… E mesmo,mesmo que ele um dia me considerasse alguma coisa….  Como eu supero uma pessoa daquela? Eu nunca, nunca vou ser mais importante do que Kim Sun Hee, e nunca vou conseguir correr atrás dos anos de amizade deles… E sabe? Eu nem mereço… E a verdade é que eu nem quero… Não faço mais parte dessa história. Eu sei que não tem mais lugar pra mim ali e…. Isso doi…. Doi tanto…. Toda vez que eu olho o quanto eles sorriem um pro outro, se tocam, brincam…. Como se não fosse nada. Como se fosse tão natural…. Ah isso me machuca tanto…Porque eu…  Porque eu ainda … ainda gosto tanto dele….Rin   - passou a limpar lágrimas no cantinho, estava tentando ao máximo não estragar a maquiagem.

-  Ai, Rin, me desculpe não contar isso antes… Mas a verdade é que ... eu não queria, mas eu gosto muito dele. Eu nem o conheço mais!!!! Isso é loucura!! Eu queria conseguir esquecer fácil assim, mas não consigo... E eu só... Só queria sumir da vida deles para sempre e nunca, nunca mais ter que encontrá-los… Para que tudo ficasse como era antes. Para que eu não precisasse ficar assistindo isso todos os dias na escola.... E festas. É simplesmente horrível. E... Eu sei que é egoismo da minhar parte esconder tudo e agora pedir ajuda, mas… Por favor, me ensina a não gostar mais dele, Rin, por favor…. Eu não aguento mais…


— Ross
avatar
Dorama
Localização :
Terra do Marshmallow

Data de nascimento :
17/03/2002

Mensagens :
196

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 8

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum