Elysium Fields

O Elysium Fields foi fundado em Fevereiro de 2018, com o intuito de ser um jogo entre amigos, mas cresceu para se tornar não um único jogo RPG, mas vários. Desta forma, pode encontrar um jogo para jogar, ou narrar o seu próprio jogo, com as suas regras. A maioria dos nossos jogos são guiados por um narrador, que começa a história, desenvolve, e dá um fim à mesma. Os jogadores são os seus personagens principais.
Joo Ri
Hae Shin
Ji Yeon

Moderação

Últimos assuntos
» You’ve been dreaming of a monster
por Raron Hoje à(s) 7:53 am

» Outros
por The Village Ontem à(s) 9:10 pm

» Lojas Locais
por The Village Ontem à(s) 8:18 pm

» Capítulo 3 - Festival de Primavera
por Joseon RPG Ontem à(s) 7:26 pm

» 02. Date Night
por Kwon Young Jae Ontem à(s) 1:58 pm

» Jun Sun e Tulipay: Awaken
por Nang Eun Kyung Ontem à(s) 1:17 pm

» Mortal Genesis
por Kye Jin Sang Ontem à(s) 4:48 am

» Gyuri: 04. A Princess is Born
por Nam Gyuri Ter Set 17, 2019 10:00 pm

» 02. Yes or Yes
por Shin Jaejin Ter Set 17, 2019 3:30 pm

» Ong: 03. Picture in my head
por Ong Joo Heon Ter Set 17, 2019 1:28 am

» Luna: 03. PaintMe
por Luna Minn Seg Set 16, 2019 11:34 pm

» Jeon Nayoung's Song
por Starry Night Seg Set 16, 2019 7:44 pm

» Klaham Chaiyasan's Song
por Starry Night Seg Set 16, 2019 7:43 pm

» Song Hyemi
por The Village Seg Set 16, 2019 4:03 pm

» Kang Ujin
por The Village Seg Set 16, 2019 3:53 pm

» Ok Beom Seok
por The Village Seg Set 16, 2019 1:22 pm

» Myeong Bokgu
por The Village Seg Set 16, 2019 12:14 pm

» Ahn Yura
por The Village Seg Set 16, 2019 11:49 am

» Hong Seo Ri
por The Village Seg Set 16, 2019 11:33 am

» Kim Hyomin
por The Village Dom Set 15, 2019 11:23 pm

» Soo Kyung Suk
por The Village Dom Set 15, 2019 10:45 pm

» PLANTÃO SN: Salto temporal, desafio da Nari e muito mais...
por Klaham Chaiyasan Dom Set 15, 2019 6:00 pm

» Teste de TPTs
por Klaham Chaiyasan Dom Set 15, 2019 5:47 pm

» 02. Clap Your Hands
por The Crown RPG Dom Set 15, 2019 4:41 pm

» All sink or swim
por Ayleen G Dom Set 15, 2019 10:00 am

» Nari e Suwon: 03. Gossip
por Park Nari Sab Set 14, 2019 9:21 pm

» Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue
por Kang Seung Hee Sab Set 14, 2019 5:10 pm

» @chae.kim
por Kim Chaeyeong Sab Set 14, 2019 12:59 am

» 02. Don't Mess Up My Tempo
por Son Ilgook Sex Set 13, 2019 11:34 pm

» Shin Woo Hyun
por The Village Qui Set 12, 2019 9:57 pm

» O Registro
por Ok Beom Seok Qui Set 12, 2019 2:37 pm

» Off-Chat
por Hae Shin Qui Set 12, 2019 1:36 pm

» INSCRIÇÕES
por Lee Su-ji Qui Set 12, 2019 1:26 pm

» Somin: 03. Interlude
por Starry Night Qui Set 12, 2019 2:49 am

» Tori: 03. Me Fisrt
por Starry Night Qui Set 12, 2019 2:32 am

» Game of Survival
por Ayleen G Qua Set 11, 2019 10:08 am

» [DADOS] Onde estrelas nascem ou morrem
por Jeon Nayoung Qua Set 11, 2019 12:50 am

» Capítulo 2 - Velhos conhecidos
por Jeong Sae Rin Ter Set 10, 2019 11:51 pm

» Capítulo 2 - Noivado
por Joseon RPG Ter Set 10, 2019 5:35 pm

» Capítulo 2 - A família real
por Joseon RPG Ter Set 10, 2019 5:19 pm

» The Heirs: Primeiras impressões
por The Crown RPG Ter Set 10, 2019 1:37 am

» Doce Setembro: O Adeus do Crown.
por The Crown RPG Ter Set 10, 2019 12:41 am

» @itswowls
por Shin Jaejin Seg Set 09, 2019 7:59 pm

» @mustlovepetz
por Kwon Soo Jin Seg Set 09, 2019 4:56 pm

» NPCs
por Joseon RPG Dom Set 08, 2019 12:17 pm

» Park Nari's Song
por Park Nari Sab Set 07, 2019 11:10 pm

» Gong Suwon's Song
por Gong Suwon Sab Set 07, 2019 9:22 pm

» Bares e Restaurantes
por The Village Sab Set 07, 2019 7:54 pm

» Park Jun Sun's Song
por Park Jun Sun Sab Set 07, 2019 5:58 pm

» DISTRIBUIÇÃO E GASTO DE XP
por Luna Minn Sab Set 07, 2019 10:04 am

Conectar-se

Esqueci minha senha

Recursos Gráficos

Parceiros

Créditos

A skin foi totalmente criada pela Ross (Ji Yeon), para uso exclusivo no Elysium Fields. A designer agradece à Persephone (Hae Shin) e à Luxi (Joo Ri) pela paciência para a aturar, a Flerex pelos códigos de cores e campos de perfil que tornaram tudo mais fácil e a FontAwesome pelos ícones. Os gráficos para imagens foram obtidas do Google e editadas pela Ross. As tramas são criações originais e de responsabilidade de seus respectivos narradores. O blog Dorama Resenhas é nosso parceiro-irmão e todo seu conteúdo é feito por suas escritoras através de uma pesquisa séria de fontes confiáveis, além da exposição de opiniões próprias. Plágio é crime. Não copie dos nossos conteúdos originais. Se for tomar inspiração, por favor mencione.
Moderação
One Piece
Starry Night
SKIE
The Crown
Joseon RPG
Sokcho's Tale
The Village
Convidados

Luna: 03. PaintMe

Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018. 8 A.M





Mais surreal do que a velocidade com que domingo passou, apenas a ressaca que Luna estava sentindo. Desde o momento em que tinha saído daquela cobertura em Gangnam algumas perguntas ficavam martelando sua cabeça - como se sua massa cinzenta fosse uma parede e as perguntas os pregos que furavam a cada marretada.

O que ela fez?

Tinha noção do que tinha feito?

Como voltaria a falar com Jiu?

O que faria da vida agora?

Mas talvez, a mais forte e presente de todas fosse: por que o cheiro dele não sai de sua cabeça? O perfume que ficara impregnado em suas roupas e em sua pele não estava saindo nem depois do bom banho que ela tomou quando chegou em casa - somente então saindo completamente da fantasia. Sabia que não era uma questão física - o perfume não estava ali, no ar - mas estava em sua cabeça. E trazia a tona cada um dos pequenos e grandes momentos daquela noite.

Uma dança, apenas uma dança - mas não qualquer uma! - que terminou na cama dele. No início da noite não sabia quem Lang era, mas saiu da casa dele sabendo exatamente que se tratava de Jaehyun, um dos membros do Strike. Logo do grupo mais famoso da Coreia do Sul e aquele que tinha a “pior fama”. Será que sabiam que tipo de pessoa que ele era para desejarem a má fama de alguém assim? Porque se teve uma coisa que ele foi naquela noite foi honesto. Em nenhum momento disse mentiras, mas quando não quis contar verdades, ele simplesmente se calou.

E não fosse a companhia divertida, ele também tinha um beijo muito bom - não apenas o beijo, mas Luna sentia que não seria saudável reviver aqueles momentos mais íntimos, embora fosse quase como pedir para que não respirasse mais. Se não tinha sido a melhor noite de sua vida, podia ser uma das.

O problema era a ressaca.

Sua dor de cabeça foi tão absurda que nenhuma das dicas normais conseguia colocar fim nela - líquido, analgésico, banho...Precisava muito mais do que isso para melhorar. Talvez dormir por cinco dias ou cinco anos. E sentia que nem isso era capaz de colocar fim naquele sofrimento!

Mas ele teve sim. E chegou ao fim com o início da manhã seguinte. Precisava se arrumar e se inteirar de mais uma semana de cursos, além de correr atrás de trabalhos e, por que não, amizades? Agora além da questão de Jinsol também havia Jiu que parecia bastante magoada com ela - e nem ao menos estava respondendo ou atendendo as ligações por hora. Tudo bem que provavelmente também estava mal por conta da bebedeira, mas doeria mesmo assim.

Eram tantas coisas para resolver que Luna precisava colocar as coisas em ordem.

Uma coisa de cada vez!!

Não podia esquecer de seus materiais para mais uma aula prática. E já estava começando a se atrasar para a aula. Não era bom chegar um minuto da professora, ainda mais quando estavam se encaminhando para a época dos projetos e informações importantes poderiam ser perdidas.


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 8:00 A.M.

Se existe pesadelo maior do que uma bela ressaca, eu desconhecia.

Nada, absolutamente nada, foi capaz de curar aquela sensação de enjoo e tontura constante, além da dor de cabeça terrível que martelava toda vez que tentava me levantar da cama para comer ou ir ao banheiro.

Tiveram momentos em que precisei me deitar ao lado do vaso para poder ter tempo de me erguer para colocar tudo para fora. Pelos deuses da maquiagem, precisava melhorar logo.

E aquelas sensações físicas não eram as únicas coisas que estavam me incomodando. Ah não. Ainda tinha muito mais.

Além de precisar conversar o quanto antes com Jinsol a respeito da condição que nós duas nos colocamos, ainda precisava acertar as contas com Jiu. Sentia a obrigação de procurá-la incessantemente depois de ter pisado na bola bem feio na festa, ainda percebia o coração apertar só de lembrar o quão brava ela estava, e para eu me lembrar daquilo tinha que ser algo que mexeu muito comigo. Mas o que mais me doía era que nem sequer meu “eu te amo” foi respondido na ligação.

Mas mais do que “só” isso, também existia o fato de que aquele maldito cheiro não me deixava. Definitivamente não era um cheiro ruim, mas só… Trazia à tona lembranças de uma noite que nunca deveria ter acontecido, não mesmo. Apesar de ter sido uma ótima noite. Só não conseguia acreditar que realmente havia chegado àquele ponto com ninguém mais, ninguém menos, que Jaehyun, o idol membro do Strike que mais tinha fama com as garotas, e não uma fama positiva. Jiu tinha completa razão em chamá-lo de cafajeste, pelas histórias que os netzens, ao menos, colocavam nas páginas de fãs, ele era um completo galinha.

Mas que galinha...

No pensamento:

Luna: 03. PaintMe Tenor

Levo as mãos até a cabeça ainda de olhos fechados, sentia vontade de chorar por ter feito tudo o que fiz, por ter basicamente complicado uma relação que estava perfeitamente bem. A coisa que mais queria naquele momento era ficar ali na cama para sempre, sem contatos sociais, sem ter que estudar, sem ter que levantar, sobreviver, viver.

- Aish, babo, babo, babo, babo, babo. - Repeti enquanto me levantava da cama e tentava afastar aqueles pensamentos. Finalmente todo o mal estar da ressaca havia passado. O que vitaminas, remédios, sopas anti ressaca e um bom dia bem dormido não fazia?!

Eram 8 horas da manhã e havia pouco tempo para que tivesse que deixar o apartamento e enfrentar a sociedade. Precisava de um banho urgente e organizar minhas coisas para o curso, portanto, era exatamente aquilo que eu faria.

Ligo uma seleção de músicas estrangeiras no Spotify, queria ao menos animar um pouco o dia, e então, sigo direto para o banho, ou para o show da Luna para os mais íntimos. Canto às músicas que eu conhecia, talvez aquele fosse o pesadelo dos meus vizinhos, mas já era hora de o país amanhecer, então, não me preocupei com reclamações.

Quando finalmente termino o tour de arrumação, vestindo uma roupa confortável e quentinha, já que o inverno se aproximava cada vez mais, assim como o frio, passo a arrumar minhas maquiagens enquanto comia cereal com leite. Sabia que tinham algumas que ainda precisaria pegar com a Jiu, mas para isso ao menos precisava que ela atendesse o celular. Tento o contato mais algumas vezes deixando no viva voz, à essa hora era certo que a indústria de entretenimento já estava acordada também.

Luna: 03. PaintMe Yura.full.140051
(Referência da roupa)

Com as ligações mais uma vez não atendidas, simplesmente desisto pois estava muito atrasada. Pego todo meu material e minha bolsa com celular, carteira, e maquiagens pessoais, e saio correndo para o ponto de ônibus, a professora iria me matar caso chegasse em cima da hora. No caminho até o local do curso, aproveitaria para procurar por trabalhos, ainda precisava de dinheiro para sobreviver até o fim do ano, mesmo com o que ganhei com as maquiagens de sábado.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018. 8:45 A.M

Para uma pessoa com fraco para bebidas, lidar com a ressaca era uma tarefa que beirava o impossível. No entanto, havia sempre algo mais difícil para lidar. E, no caso de Luna, o caso se chamava: ressaca moral. Mesmo depois que a dor de cabeça, náusea, enjoo, vômito e queimação estomacal tinham deixado de habitar o seu ser, a mente continuava martelando mil e uma informações que a deixavam um tanto quanto aflita.

Luna não se lembrava qual foi a última vez que tinha brigado tão feio com Jiu. A amiga estava realmente irada com ela e, de certo modo, tinha seus motivos. Não tinha como Luna adivinhar as razões dela, mas bastava refletir um pouco acerca de suas escolhas no sábado para imaginar qual era o sentimento primário que a tomava. Traição. Caso forçasse a mente, também conseguiria chegar num segundo que poderia levar a várias teorias. Era um tanto perigoso, mas ciúme também era uma possibilidade real.

Jiu não estava atendendo suas ligações - nem no domingo, nem na segunda. Para consolo de Luna, ela também não estava aparecendo no kakao e a foto dela ainda estava disponível. Não havia bloqueado ou excluído a amiga, só não teve vontade de mexer nas redes sociais. Estava sumida desde sábado, no horário que chegaram na boate.

Enfim, era um pouco inútil - além de frustrante, decepcionante e triste - tentar falar com ela desse jeito. Para piorar, também havia a questão da agenda de treinos e compromissos dela que faziam da rotina um caos total. Respirar era lucro.

Talvez se Luna tentasse ir na KT…

O problema consistia nas possibilidades que isso trazia. Porque mesmo que ela, um dia, talvez, pudesse fazer parte dos funcionários exclusivos da empresa, naquele momento ela não era isso. E corria o risco de se esbarrar com Jaehyun e seu perfume marcante - impossível de tirar da memória ou de sua pele.

E pensar em Jaehyun levava a uma nova trilha. O que tinha feito naquela madrugada não podia ser desfeito. Por maior que fosse o arrependimento - se é que existia, visto que a noite foi memorável - tinha acontecido e não havia como voltar atrás. Um gosto amargo vinha ao pensar que tinha cedido aos encantos, toques, beijos e carícias do homem mais galinha do grupo. Nem seu bias era! E podia existia a sensação de “ser só mais uma” ou alguém que seria “facilmente esquecido diante das circunstâncias do Scary Night”.

Mas…

Ele foi tão sincero o tempo todo que era um pouco difícil de acreditar. Aquele olhar que ele lançou no elevador, diante de perguntas mais íntimas...Bom, talvez fosse tudo encenação. Não tinha como saber, pois não tinham trocado número de telefone, muito menos revelado suas respectivas identidades. Será que se ele ficasse gripado, ele daria um jeito de encontrá-la?

Ou foi só discurso de um cafajeste?

Por fim, questões afetivas também levavam a pensar em Jinsol e a situação delas. Desde o dia do karaokê, nenhuma das duas falava sobre o assunto. Elas se encaravam, conversavam, tentavam agir com naturalidade, mas sempre havia um momento em que o clima pesava. Geralmente quando Jung Ah saía de perto. Precisavam ter maturidade para lidar e falar sobre aquilo.

Quem sabe hoje não seria o dia? Porque certamente se encontrariam…

Depois de fazer seu show matinal com direito a muita música estrangeira, pronúncia perfeita e notas doídas, Luna encontrou sua roupa casual e quentinha para encarar o dia que estava por vir. Com um tempo bom de casa até o curso, ela conseguiu chegar a tempo de sua aula. Boa parte da turma já estaria lá.

Jung Ah e Jinsol estavam presentes, conversando sobre o fim de semana, mas a primeira prontamente acenou para a unnie, indicando que trouxera um chocolate quentinho para ela - o copo de Luna estaria no suporte, aguardando por ela. Falante e sorridente como sempre, ela a cumprimentou com bom humor. Já Jinsol foi um pouco mais contida, como geralmente agia.

- Como foi seu fim de semana?
- Indagou. - Correu tudo bem? Fez algo de bom ou só ficou em casa mesmo? Não sei aqui em Seul, mas Daegu estava congelando…Nem parecia Outono. - Jung Ah tinha passado seu fim de semana com a família.

Jinsol aguardou a resposta, tomando um gole de seu chocolate quente.


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 8:45 A.M.

Agora que eu já estava mais tranquila no ônibus, somente aguardando para chegar até o local do curso, consegui procurar por possíveis trabalhos na internet. Porém, o foco de pensamento não conseguia acompanhar os diversas posts, tudo em minha mente se resumia à Jiu agora. Estava me sentindo terrível por tudo o que havia acontecido e se já não bastasse aquilo, a mente também rodeava ao redor de outros problemas, menos importantes no momento, mas ainda assim, importantes.

Para tentar me animar um pouco, busco por frases motivacionais na internet e quando acho uma que me parece esperançosa posto no meu instagram, não que aquilo tivesse ajudado, mas ao menos me traria um lembrete de que tudo ficaria bem… Não ficaria?


Várias opções de como agir naquele momento passaram pela minha mente, várias aternativas de como reatar e fortalecer a amizade entre Jiu e eu. Como, por exemplo, ir até a KT para tentar contato com a unnie, implicando em correr riscos como ser barrada logo na entrada já que sequer fazia parte da equipe (ainda), ou então esbarrar com Jaehyun, por mais fanático que aquilo soasse, afinal na maioria das vezes eram as fãs possessas que sonhavam com aquilo, e eu não era uma delas. Ao contrário, temia aquilo. Temia o que poderia acontecer caso eu o visse mais uma vez, se sentisse seu perfume, se os olhares se cruzassem mais uma vez. Ele me reconheceria? Provável que não, nem sequer tinha um pingo de esperança de que aquilo pudesse acontecer.

Mas ao invés disso, apenas fui até o Kakao Talk e procurei por sua conversa, uma das primeiras já que foi com ela que troquei as últimas mensagens do dia anterior, quando eu conseguia pensar e existir no meio da ressaca, ou apenas deixava a ressaca moral dominar durante os períodos que não consegui dormir por conta da insônia.

Quando finalmente encontro o ícone ainda com a foto e número disponível, abro a conversa e então começo a digitar:

Unnie, sei que você está brava e que não quer nem pensar em me ver, ou ouvir minha voz, ou atender minhas ligações, ou responder minhas mensagens, ou sequer lê-las. Sei que também não vai  ser um pedido de desculpas que vai ter efeito na situação que eu nos coloquei, mas… Quero que você saiba que eu me arrependo por ter deixado a festa ontem, por não ter te acompanhado até o último segundo. Mas não me arrependo pelos motivos que você me alertou, ani, estou bem com isso. Também desejo que você saiba que eu te amo muito e jamais vou deixar você sozinha outra vez, especialmente se você estiver precisando de apoio. Eu estou aqui para você, unnie, assim como você sempre esteve por mim.

Luna: 03. PaintMe CokxsC5UkAAmkeE

Não havia percebido antes, mas meu rosto pouco a pouco ficava mais quente, molhado, até que tentei reprimir um soluço, somente então me dando conta de que chorava como um bebê e que prendia a respiração. Encosto enfim a testa na janela gelada e tento respirar um pouco, puxava o ar aos poucos tentando afastar aquele sentimento ruim que se apossava das minhas próprias reações.

Aperto então o botão de enviar a mensagem e limpo o rosto com a manga do casaco tomando cuidado com a maquiagem recém feita. Sabia muito bem que Jiu estava chateada, não só por não ter avisado que iria sair no meio daquela confusão gerada pela briga, e eu realmente havia ficado nervosa com aquilo, perdendo a vontade de ficar por ali para ver o que se seguiria, mas também porque aquela era nossa noite, nossa única noite em tanto tempo de privação de contato. Sabia o quanto a amiga também tinha ciúmes e que talvez Jaehyun estivesse certo em se preocupar com os sentimentos da unnie. Ele tinha razão, Ahn Jiu estava mesmo com ciúmes de mim, das minhas escolhas. E tinha total razão em estar chateada, brava, puta, o que seja. Ela tinha razão e eu não estava em posição mesmo de implorar pelo seu perdão, ou sequer que ela se importasse com minhas mensagens.

Depois de tudo o que ela havia feito por mim… Jinjja...

Mas eu precisava me acalmar para poder enfrentar o dia de aula, o ônibus já estava próximo do meu ponto final e ainda havia muito o que passar e eram apenas 9 horas da manhã!

Luna: 03. PaintMe 42367776_1917265515246631_3394244308214218752_n.jpg?_nc_ht=scontent-lga3-1.cdninstagram.com&ig_cache_key=MTgxNzk5NTQwNzA1MDA0NDEzOQ%3D%3D

Bogosipeo...

Envio por fim aquela última mensagem acompanhada de uma foto das duas na praia ainda em Incheon, era o dia que elas se despediram, o dia antes de Jiu ir para Seoul em busca dos seus sonhos como idol, antes de sair do ônibus e correr para a sala. Os olhos ardiam tanto pelo recente choro, quanto pelo vento gelado do outono e tinha certeza de que também estavam bem vermelhos. Mas precisava melhorar a cara urgente, não poderia chegar assim perto de Jungah e Jinsol, elas notariam, tinha certeza. A Scary Night era um segredo que não poderia ser compartilhado com ninguém e era exatamente isso que iria fazer. Também protegeria a identidade de Jiu caso “sua amiga famosa” fosse tópico da conversa entre as meninas.

E afinal, estava mesmo pronta para enfrentar aquela situação com Jinsol?

Será que receberia a ligação prometida caso Jaehyun ficasse doente?

Quando é que teria a confirmação ou não do teste para maquiadora na KT?

Entro na sala noto que muitos dos meus colegas já estavam em seus devidos posicionamentos, e Jinsol e Jungah conversavam animadamente no nosso canto de sempre. Vi Jungah acenar toda animada e tentei esboçar um sorriso e acenar de volta, tentava fingir que estava tudo bem, mas não estava. E a notícia que havia um copo cheinho de chocolate quente quase me fez cair em prantos de novo, comovida com aquilo tudo. Será que é TPM?

A sorte foi que Jungah logo me encheu de perguntas sobre o fim de semana enquanto ainda me ajeitava para sentar próxima das duas e pegava o chocolate quente do suporte, dando um gole cuidando para não queimar a boca.

- Annyeong, komawo. - Digo simplesmente às duas, não encarando-as por muito tempo, tentando esconder o rosto abaixando-o para a direção da bolsa no colo como se procurasse por algo, mas ouvia a cada palavra animada e descontraída da sempre animada Jungah a respeito do final de semana com a família e o frio de Daegu.

- Como foi seu fim de semana? Correu tudo bem? Fez algo de bom ou só ficou em casa mesmo? Não sei aqui em Seul, mas Daegu estava congelando…Nem parecia Outono. -

Dei mais um gole no chocolate quente maravilhoso, sentindo o corpo esquentar junto, e pego o hidratante labial que estava em um dos bolsinhos laterais, fingindo que era exatamente aquilo que eu procurava.

- Hm, foi proveitoso. Tive um trabalho para fazer com um trio de garotas, isso me rendeu metade do próximo aluguel ao menos... - Minha voz parecia embargada, quase como se estivesse para chorar novamente a qualquer momento, mas me segurava e limpava a garganta para continuar. Não dei detalhes por simplesmente não saber se alguma delas estava também na festa. Não contaria sobre seu domingo de ressaca, muito menos a respeito de Jaehyun, menos ainda sobre Jiu, Tori, Tulip ou Jay. Sequer sobre Yoochan! Ou sobre o fato de ter ido à alguma festa no sábado.

- Sábado estava bastante frio, domingo fiquei em casa então não sei como ficou o tempo do lado de fora. Como foi em Daegu? - Me concentrei em não olhar para nenhuma das duas enquanto falava, fingindo ler as informações do copo de chocolate quente que tinham um padrão de desenho e absolutamente nada escrito. Ótima forma de fingir estar ocupada, parabéns Luna.

- E você? O que fez no fim de semana Sol-ah? - Aguardaria Jungah terminar de falar para poder então perguntar e olhar finalmente na direção da garota.

Era engraçado, mas tinha uma sensação estranha quando olhava para ela, não trazia nenhum sorriso no meu rosto, mas não era como se não estivesse feliz por vê-la. Depois de pouco tempo, desvio o olhar para meu celular que agora se encontrava em cima da mesa, estava ansiosa por receber alguma mensagem de Jiu, alguma resposta que seja. Tinha a necessidade de ao menos saber se a unnie estava bem, e sabia que aquilo era algo muito superficial, já que estava claro que ela não estava bem há um bom tempo.

Luna: 03. PaintMe Superthumb
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018. 8:48 A.M

Tão logo a presença de Luna foi notada dentro da sala de aula, a animada e elétrica Jung Ah fez sinal para que ela se aproximasse, mostrando o chocolate quente. Como era de costume, ela ocupava o silêncio sonolento das manhãs de segunda-feira com sua fala eloquente e divertida sobre o fim de semana. Parecia quase que um protocolo delas, considerando que Jinsol era mesmo a mais calada e que Luna parecia uma ponte entre aqueles dois extremos de personalidade. Como estava agindo em seu modo automático, ela não percebeu imediatamente a cara de Luna.

Diferente de Jinsol que precisou apenas olhar de relance para a unnie para perceber que havia alto de errado.

Luna: 03. PaintMe Ce22218a0771a50b93bb0ea286450bb8

Mais do que imediatamente, parou de mexer em seus pincéis e a encarou com mais intensidade. Arqueou uma das sobrancelha, trincando de leve o maxilar enquanto Jung Ah ficou falando um pouco sobre Daegu e o frio. A amiga falante só percebeu que havia algo de errado quando ouviu uma frase mais longe do que “bom dia e obrigada”.

Se Luna estava tentando disfarçar que estava se sentindo mal, estava escolhendo as piores formas para isso. Quanto mais olhava para o copo de chocolate quente que nada de relevante trazia, mais as duas se preocupavam. Estava agindo de um jeito completamente atípico.

- Hm...Ara… - Jung Ah escondeu os lábios e se aproximou um pouco mais, tocando em seu ombro.- Então o trabalho deve ter ficado maravilhoso e as clientes deveriam ser exigentes… - Enalteceu as qualidades de Luna, tentando animá-la. E também mencionou o dinheiro porque era um dos desejos de prosperidade delas. Chegou ate a fazer um pequeno afago na cabeça dela, mexendo no cabelo. Era um tipo de toque e aproximação que Jinsol não tinha coragem de fazer, por isso se retraía onde estava. - Foi tudo bem em Daegu, minha família está cobrando um casamento, como sempre. - Tentou fazer uma piada, mas olhou na direção de Jinsol, pedindo socorro.

A outra amiga engoliu em seco, dando um suspiro baixo. Não era a pessoa mais aconselhável para falar com Luna agora. Até porque nem sabia como conseguiria falar com ela depois de tudo o que tinha acontecido. Elas nem ao menos tinham conversado direito e depois de um tempo, achou que Luna estava fugindo dela - nas vezes que tentou se aproximar, tudo sempre era corrido a ponto de não conseguirem falar nada.

Enfim…

Ela parecia precisar de alguma palavra, por isso Jinsol disse com seu tom de voz doce e preocupado. - Hm, nada demais...Também passei em casa, fazendo faxina e mudando a decoração. - Escondeu os lábios.- O que aconteceu? Por que voce andou chorando, unnie?

Jung Ah também queria saber e a encarou de um jeito que indicava que nem adiantava fingir. Era nítido e notório que algo havia acontecido ali.

- Nunca te vimos assim… - Jung Ah mencionou a expressão em seu olhar. - Deve ter sido algo sério. Está precisando de alguma coisa? Foi algo com sua família? Tá preocupada com os trabalhos? Nós podemos te ajudar, não é Sol-ah?


Luna: 03. PaintMe 02207713208cf83a70b0f22e064ba45c

- Ung...Voce só precisa nos dizer...


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 8:45 A.M.

Percebo exatamente quando Jinsol parou de mexer nos pincéis, se preparando para a aula, e aquilo somente havia me motivado mais a voltar a fingir que nada estava acontecendo. A verdade era simples, eu odiava chorar na frente de outras pessoas, odiava que soubessem que eu estava passando por alguma situação difícil, sempre queria me mostrar independente e segura das minhas próprias ações. Mas Jiu era um ponto fraco que me fazia perder essa linha de raciocínio. A amiga de infância é e sempre foi alguém por quem sempre demonstrou afeto, e sabia que era algo recíproco. Havia mesmo pisado na bola com ela durante a festa, deveria ao menos ter falado que estava prestes a sair, antes de simplesmente abandonar aquele lugar e seguir para um caminho inimaginável… Mas muito divertido ao mesmo tempo que perigoso.

Deu uma breve risada sem humor com o elogio de Jungah, quase como se estivesse somente me esforçando por conta daquela mãozinha quente em meu ombro e que logo subiria até meu cabelo, era um afago que me trazia conforto, mas seria aquilo o suficiente? Ela tinha razão, as clientes eram bastante exigentes, Jiu principalmente, mas eu era mais. Tudo tinha que ficar perfeito, e realmente ficou… Até chegar o domingo e Jiu parar de atender minhas ligações e responder minhas mensagens.

- Foi tudo bem em Daegu, minha família está cobrando um casamento, como sempre. - Fiz que sim com a cabeça enquanto estudava o copo, concordava com aquela frase de Jungah, era normal as cobranças para casamento, filhos. Eu aquecia minhas mãos enquanto bebia o chocolate, o que era confortável já que o resto do corpo também se aquecia, mas a vontade de chorar voltava com os pensamentos, no entanto eu não iria chorar, não na frente delas, me recusava. Portanto, logo perguntei sobre o final de semana de Jinsol. Estava verdadeiramente curiosa, e apesar do estranhamento que ainda existia por conta da última vez que saímos todas juntas, realmente gostaria de saber sobre.

- Hm, nada demais… Também passei em casa, fazendo faxina e mudando a decoração. - Assinto enquanto a ouvia falar, parecia ter sido tão entediante quanto meu domingo, dando em seguida mais um gole no chocolate quente, estava mesmo gostoso e de certa forma me acalmava um pouco. - O que aconteceu? Por que você andou chorando, unnie?  - Ergo o olhar na direção de Jinsol um tanto assustada, os olhos mais abertos que o normal, as sobrancelhas mais arqueadas e a boca prontinha para dizer que não estava chorando.

Luna: 03. PaintMe F7b2f07947ede42c96c6c79405589ba462079d45

- A-ani.. Eu…?! - Pergunto dando uma risada nervosa que eu sabia que estava prestes a virar um choro, mas logo sou interrompida por Jungah, olhando em sua direção agora com o mesmo ar de quando ergui a cabeça. - Nunca te vimos assim… - E não deveriam ver… Suspiro desistindo de tentar argumentar, sabia que não tinha chances de escapar daquilo, mas ao mesmo tempo, não sabia também o que dizer à elas. - Deve ter sido algo sério. Está precisando de alguma coisa? Foi algo com sua família? Tá preocupada com os trabalhos? Nós podemos te ajudar, não é Sol-ah?

- Ung...Voce só precisa nos dizer... - Desvio o olhar para o lado, percebendo que não tinha mesmo escapatória.

- Eu... - Hesito um pouco, voltando a abaixar a cabeça e encarar o copo de chocolate. - Tive um desentendimento com uma amiga de Incheon, somos amigas desde pequenas, sabem? - Fecho os olhos conforme sentia minha visão embaçando, logo que fiz isso, percebi a lágrima cair até manchar o sobretudo, aos poucos perdia a força na voz, me forçando a engolir o bolo na garganta e respirar fundo para poder continuar.

Luna: 03. PaintMe C8kdb2CXgAAU8Qq

- Eu sei que realmente decepcionei ela, ela parece estar realmente muito brava. Tentei contato diversas vezes, mas a unnie não me atende ou responde minhas mensagens. Jinjja, isso me deixa muito triste. - Desabafo enfim, não entraria em detalhes porque realmente não cabiam naquele ambiente, não queria sequer ter contado tudo aquilo. Simplesmente não deveria me mostrar tão vulnerável em meio à pessoas que sequer se importavam, mas sabia que Jungah e Jinsol se importavam, e somente por isso foi capaz de fazer.

- Ela me ajuda muito aqui, sempre me oferece conselhos, sempre fez muito por mim, mais do que eu poderia imaginar. - Sorrio enfim, realmente me sentia extremamente grata por Jiu estar sempre me dando os melhores conselhos, o melhor ombro para chorar, os melhores contatos e agora, um quase contrato. - Não posso nem sequer me aproximar dela sem ser barrada por alguém. Ottoke? - Pergunto deixando o copo em cima da mesa e me debruçando para esconder o rosto que não parava de se molhar com todas as lágrimas que agora sim vinham com toda a força do mundo, só não soluçava por não querer chamar mais atenção.

Será que conseguiria se acertar com Jiu, ou ficariam naquela situação por mais tempo? Realmente odiava passar por aquilo e já podia imaginar toda a fúria que teria o olhar da unnie caso nos encontrassemos. Especialmente com o “lámen”, aish. Jaehyun babo. Não consigo conter uma risada que poderia parecer loucura aos olhos de terceiros, ou somente pareceria um soluço, ao menos para quem compreendesse o contexto inicial. Mas logo o riso volta a ser convertido em lágrimas. Ergo a cabeça e tento limpar com a manga do sobretudo o rosto, tinha uma delicadeza com isso temendo que a maquiagem ficasse borrada.

- Mian, não queria que vocês passassem por isso hoje, não precisam se preocupar comigo. Mian, mian. - Pegou a mão das duas garotas ao mesmo tempo e deixou um beijo na mão de cada uma, parando para pensar um pouco quando foi a vez de Jinsol, ficando de mãos dadas por mais tempo que o necessário, ao menos não era algo somente entre nós duas, Jungah também estava no meio daquilo. Apesar de tudo, a situação entre nós duas continuava estranha, mas não me sentia pronta para enfrentá-la ainda, especialmente vulnerável como eu estava.

Então, mais uma vez, limpo a última lágrima que continuava a escorrer pela bochecha e fungo um pouco, evitando que o nariz escorresse. Me levanto da cadeira dou mais um gole no chocolate quente passando a organizar minhas coisas para a aula, caso fosse necessário, retocaria a minha própria maquiagem para manter o ar profissional apesar dos olhos vermelhos e um pouquinho inchados não terem jeito de arrumar. Vez ou outra, olho para o meu celular, claramente na expectativa de receber alguma resposta ou ligação, seja de Jiu, ou da KT, afinal, se por acaso tivesse que ir para lá, certamente as chances de me encontrar com a unnie cresceriam consideravelmente, especialmente considerando que ao menos a segurança Yoorae era responsável por elas, e já nos conhecíamos. Mesmo que os riscos de esbarrar com Jaehyun também fossem grandes, essa era a parte que menos me preocupava, afinal, ele sequer repararia que eu era a tal Yuae, certo?
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018. 9:10 A.M

- Ne...Voce… - Jung Ah foi um pouco mais incisiva quando Luna tentou desviar do assunto. Nenhuma das duas aparentavam que acreditariam em qualquer desculpa que ela desse e, bom, estavam mesmo preocupada com o seu estado naquela manhã de segunda-feira. Alguma coisa de muito grave deveria ter acontecido para que ela chegasse assim e esperavam que pudessem passar confiança o suficiente para um desabafo, que fosse.

Jinsol argumentou desse modo. Luna só precisava dizer.

Porque quanto mais reprimisse e segurasse o que se passava por sua mente e coração, mais distante ficariam. Pelo menos era assim que tinham chegado até aquela situação esquisita, onde não sabia muito bem o que dizer uma para a outra após aquela quase declaração.

- Sei…- Jung Ah, mais falante e empática e incitou. - Mas o que aconteceu? - Aguardou.

Elas não esperavam que Luna fosse contar os detalhes da situação até porque eram capazes de compreender o contexto geral. Jung Ah continuou fazendo o cafuné, mas deu espaço para que ela deitasse a cabeça daquele jeito. Não adiantava muito tentar dar conselhos por cima do choro, então, estavam aguardando que o choro dela se estabilizasse. Claro que ficaram um pouco preocupadas com aquela risada doida no meio do choro - até chegaram a se encarar - mas foi algo breve.

Quando ela começou a se acalmar, virou-se para elas pedindo desculpas e pegando em suas mãos. Jung Ah viu aquilo como algo natural, mas Jinsol hesitou. Não conseguiu conter o rubor em sua bochecha, por isso abaixou o olhar, focando nas mãos unidas por um instante a mais. Soltou a mão dela, por fim e Jung Ah voltou a falar.

- Eu sei que deve ser horrível brigar assim com a melhor amiga. Quer dizer, eu não tenho uma amizade tão forte e antiga assim, porque eu detestava todos da minha cidade.

- Que horror…

- Mas é verdade. Eu só fui fazer amigos de verdade aqui em Seul, mas enfim. Eu acredito que amizades verdadeiras não se quebram assim. Sua unnie deve estar magoada ainda, mas você já fez o que pode. De um pouco de tempo para ela, hm? Ela ao menos apareceu online o leu suas mensagens? Se ela não fez isso é porque está ocupada, mas se fez, talvez só esteja tentando digerir a situação…Não é Sol-ah?


Deu a deixa para que Jinsol dissesse algo. A jovem encarou as duas e deu um pequeno suspiro, cansado.

- Cada um lida com a decepção de um jeito. Ela deve estar magoada, mas existe um limite até onde voce pode ir também. Se já fez tudo o que realmente estava ao seu alcance, de tempo ao tempo…


- Era o que eu estava dizendo, mas voce disse com palavras mais bonitas. Por isso, eu preciso andar contigo, Jinsol...Porque voce traduz o que eu digo.

- Realmente, nem sempre voce parece falar coreano… - Disse com seu humor um pouco ácido, tentando quebrar o clima triste. Mas óbvio que estavam respeitando o momento de Luna também e tentavam dar conselhos otimistas, mesmo que a situação tenha sido um pouquinho chata de lidar, de fato.

Luna pelo menos sentiria o apoio de suas amigas e uma luz no fim do túnel. Jiu realmente não tinha aparecido online nos últimos dois dias e com a vida que tinha, não era difícil de supor que estava com a agenda cheia e extremamente atribulada. Nem quando estavam de bem conseguiam se falar com a frequência que gostariam. Talvez ela só não tivesse lido ainda, mas com certeza responderia...é, precisava mesmo acreditar nisso.

As meninas teriam o tempo de arrumarem suas mesas e ajeitarem suas maquiagens antes da chegada da professora.

Conforme já era esperado, o fim de ano trazia os famosos projetos. O trabalho e a maquiagem conseguiam aliviar a mente de Luna porque eram coisas que ela se focava completamente porque mergulhava fundo e esquecia todos os problemas. E naquele ano, o projeto seria algo realmente grande! Até porque, ela estava quase no fim do curso, já não podia se contentar com projetos medíocres.

Os alunos daquela turma teriam que elaborar maquiagens conceituais, femininas e masculinas. As melhores ideias e execuções seriam levadas até a renomada fotógrafa Yang So Bong que escolheria o melhor grupo para trabalhar com ela como estágio remunerado de férias. Ou seja, a chance de trabalhar, temporariamente, com uma das fotógrafas mais badaladas da atualidade, aumentar o network e aprender com a equipe dela. E a mulher era, ninguém mais, ninguém menos que a mãe de Jongsuk dos SoN, um dos idols da nova geração que mais chamava atenção do público.


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 9:10 A.M.

Podia não saber como expressar aquilo, mas realmente agradeço com todo o carinho que tinha pelo apoio que recebi da dupla. Realmente estava grata por terem me feito falar, por tudo o que então começavam a dizer. De fato, Jiu não havia olhado as mensagens desde o domingo e conhecendo sua rotina como eu bem conhecia, já deveria esperar que a resposta somente viesse em alguns dias, era como sempre acontecia.

- Ani, ela não apareceu... - Mas isso também não me deixava menos preocupada com a unnie, somente diminuia um pouco o peso da tristeza por não obter uma resposta imediata, mas ela também fazia isso quando tinha algo para conversar pessoalmente, evitando desmarcar encontros.

- Cada um lida com a decepção de um jeito. Ela deve estar magoada, mas existe um limite até onde voce pode ir também. Se já fez tudo o que realmente estava ao seu alcance, de tempo ao tempo… - Esboço um beicinho com os lábios enquanto começo a organizar também a minha própria maquiagem para a aula, olhando para Jinsol e então para Jungah.

Luna: 03. PaintMe EA-O7BTUEAEX0sg
(Ignoremos as mãos na bochecha)

- Era o que eu estava dizendo, mas voce disse com palavras mais bonitas. Por isso, eu preciso andar contigo, Jinsol...Porque voce traduz o que eu digo. - Sorrio sentindo os olhos um pouco mais inchados que o normal, aish… - Realmente, nem sempre voce parece falar coreano… - Mesmo com o clima intenso, certas coisas nunca mudam, o que me fez dar uma risada, baixa e com pouco humor, mas ainda uma risada.

Jinsol sempre me fazia sorrir.

Suspiro pesado soltando o ar pela boca logo em seguida, era estranho pensar sobre Jinsol, especialmente depois do que aconteceu na festa e depois dela. Mas meu foco deveria mudar agora, assumir uma postura mais profissional e dedicada aos estudos, tudo o que era pessoal deveria ser deixado de lado para que pudesse focar completamente no curso, e em certo ponto, falar sobre minhas angústias havia diminuído o peso no ombro.

Não tinha como negar que conforme o final do ano chegava as cobranças para um trabalho melhor e mais elaborado aumentavam, assim como também as minhas próprias expectativas sobre o que os projetos finais poderiam ser.

Quando a professora finalmente chega até a sala e explica o que deveria ser feito para o projeto daquele semestre, não consigo segurar a expressão de contentamento. Não porque aquele trabalho poderia ser usado em modelos de uma fotógrafa famosa, ou melhor, não por conta disso, mas também porque era uma oportunidade de estágio durante as férias, e melhor ainda, remunerado!

Conforme a professora terminava de explicar, olho para Jungah e Jinsol com o típico ar de “temos que conseguir”, afinal, quando na vida teríamos a oportunidade de ter outra chance de conhecer não só a fotógrafa Yang So Bong, mãe de ninguém mais, ninguém menos que Jongsuk, um dos integrantes do SoN, e ter uma rede toda de profissionais ativos e famosos que trabalham também na área do entretenimento?

Luna: 03. PaintMe Tumblr_ontjfgCJLy1v6hjh7o2_250

- Daebak!! - Minha mente não somente processava aquelas informações com animação e vontade de partir para o trabalho, mas também com uma infinidade de técnicas que poderiam ser utilizadas e mostradas durante este momento. Como o trabalho era em grupo, não perdi tempo quando a professora permitiu que o trabalho se iniciasse, juntando a cadeira mais próxima da dupla e já começando a me imaginar na loucura de um backstage.

- Woah, nós precisamos mesmo conseguir isso. - Reforço somente o que meu olhar já havia falado incontáveis vezes, já trazendo em mão o caderno de anotações e uma caneta preta. - Já conseguiram imaginar alguma coisa? O que podemos fazer? - Primeiro me importei em ouvir as ideias delas, e depois, lapidaríamos cada pontinha como um diamante bruto até que ficasse perfeito. E de perfeccionismo eu entendia muito bem.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018. 9:18 A.M

Não era de hoje que Luna era reconhecida por seu profissionalismo e criatividade dentro do ramo da maquiagem. Não houve uma surpresa por parte de Jung Ah ou Jinsol diante da reação dela para o que a professora tinha acabado de propor. Veja bem, nem tinha dito que era para aquela aula, mas ela já queria traçar planos, pastas, inspirações, moodboard no pinterest…

Elas deram uma risadinha cúmplice, mas não a deixaram ignorante sobre a risada. Jung Ah logo disse- Fico muito feliz por termos um trabalho desses agora. Somente isso para tirar aquela carinha de mais cedo! - Fez um cafuné na unnie.- Aigo, agora minha unnie chegou na segunda-feira! Bom diiaaa…

Jinsol deu um sorriso mais contido.

- Ne...Eu concordo. Bom, eu acho que poderíamos começar procurando pelos trabalhos mais recentes dela
(So Bong) para ver qual tipo de cliente ela anda lidando. Claro que podemos ter algo inovador na manga, mas atingir o gosto do cliente sempre é um bom começo.

- Eu não tenho certeza porque andei pegando uns trabalhos para comerciais e não para fotos conceituais. Mas podemos começar assim sim.

- Olha ela toca voltada para os shampoo. Pelo menos ganhou um kit Elseve?

- Antes tivesse ganhado. Só ganhei ranço...Menina, a Park Yoo Rim é um no.jo. de pessoa. Deus me livre trabalhar com ela de novo.


- Nem por um milhão?

- Por hora?

- Gananciosa...

Jung Ah deu uma risada, olhando para Luna de novo. - Miane, unnie...vamos focar no trabalho. - Quis bater em Jinsol por tirá-la do foco. Sabia que a unnie ficava brava, mas foi mais forte do que ela comentar sobre seu ranço daquela atriz irritante. - Mas então, como eu dizia, se formos seguir essa linha de buscar os últimos trabalhos da fotógrafa, eu acho que seria legal aplicar a técnica que aprendemos esse período. Aí poderíamos alegrar a cliente e a professora, né? - Sorriu. - Quero nota também...Se o job não rolar, pelo menos a nota.

- Sim...Mas se você não achar uma boa irmos até o ponto da cliente, também podemos focar em algum tema. O que seria legal para apresentar no fim do ano?


- Aish..tudo, menos natal. Mas podia ser “Ice Kingdom…” e fazer umas maquiagens bem “contos de inverno”

- Quebra nozes…Mas é natal...

- Frozen…

- Hm...talvez...

- Eu tento me inspirar na unnie… - Jung Ah fez corações com dedos para Luna. - O que voce tem em mente, unnieee?


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 9:18 A.M.

Assim que me coloquei sentada mais próxima da dupla JJ,  percebi o tom da risadinha entre elas, não parecia algo por deboche, mas sim uma espécie de felicidade súbita. - Fico muito feliz por termos um trabalho desses agora. Somente isso para tirar aquela carinha de mais cedo! - Agora sim tudo fazia sentido enquanto sinto o cafuné, definitivamente aquilo acalmava. - Aigo, agora minha unnie chegou na segunda-feira! Bom diiaaa… - Estalo a língua no céu da boca como quem dizia “você é boba” seguindo então um risada contida olhando de Jungah para Jinsol, que tinha um sorriso mais adequado moldando os lábios.

- Ne...Eu concordo. Bom, eu acho que poderíamos começar procurando pelos trabalhos mais recentes dela para ver qual tipo de cliente ela anda lidando. Claro que podemos ter algo inovador na manga, mas atingir o gosto do cliente sempre é um bom começo. - Concordo com a cabeça, ela tinha razão, era preciso conhecer o cliente antes de começar a pensar em ideias afinal, seria tudo em vão caso não se adequasse ao estilo desejado.

- Eu não tenho certeza porque andei pegando uns trabalhos para comerciais e não para fotos conceituais. Mas podemos começar assim sim. - Coço a bochecha com a ponta das unhas enquanto pensava mais a respeito da Sobong, será que conseguiriam conversar com ela para terem uma noção do que ela espera para aquele desafio? - Olha ela toca voltada para os shampoo. Pelo menos ganhou um kit Elseve? - Olho de Jungah para Jinsol, até o momento tinha ficado plenamente séria, levando aquele papo à sério e pensando em possibilidades para o trabalho, mas não dava para me manter assim enquanto aquelas brincadeiras eram trocadas, então apenas volto a olhar para Jungah esperando por sua resposta, arqueando ambas as sobrancelhas pronta para pedir alguns produtinhos para mim.

Luna: 03. PaintMe Tumblr_n9harlFKRq1t74ulyo4_250

- Antes tivesse ganhado. Só ganhei ranço...Menina, a Park Yoo Rim é um no.jo. de pessoa. Deus me livre trabalhar com ela de novo. - Repuxo o nariz como se sentisse um cheiro ruim, ouvir o nome daquela atriz, tão bonita, mas com fama de realmente ser insuportável no backstage fazia até a pele se arrepiar. Não, não era em um sentido gostoso.

- Nem por um milhão?

- Por hora?

- Gananciosa...

Acompanho somente através do olhar, passando a língua pelos lábios, acabando por prendê-la entre os dentes antes de balançar a cabeça negativamente com o rumo daquela conversa, meus olhos também se estreitando julgando brevemente até onde aquilo era drama da Jungah por ter trabalhado com alguém não muito legal.

Luna: 03. PaintMe Tumblr_nve6ouAMTi1sev9umo2_400

- Miane, unnie...vamos focar no trabalho. - Arrumo a postura na cadeira dizendo logo em seguida com toda paciência do mundo: - Arasseo! - Também ajeito o cabelo para ficar uma mecha atrás da orelha conforme esta começava a cair no rosto, presto atenção no que Jungah dizia a seguir. - Mas então, como eu dizia, se formos seguir essa linha de buscar os últimos trabalhos da fotógrafa, eu acho que seria legal aplicar a técnica que aprendemos esse período. Aí poderíamos alegrar a cliente e a professora, né? Quero nota também...Se o job não rolar, pelo menos a nota. - Mas uma vez, assinto com a cabeça, ela tinha razão, tínhamos aprendido muitas técnicas novas com aquele período do curso e definitivamente seria uma boa média com a professora, afinal, mostrava que realmente estivemos presentes e atentas durante todo o período.

-  Sim...Mas se você não achar uma boa irmos até o ponto da cliente, também podemos focar em algum tema. O que seria legal para apresentar no fim do ano? - Considerando o que Jinsol falava agora, levo a unha do polegar até a boca, não mordia o suficiente para quebrar a unha, mas de forma suave. Estavamos próximas do natal e do ano novo, mas seria tão clichê trazer o óbvio para uma fotógrafa que era reconhecida por inovar… - Aish..tudo, menos natal. Mas podia ser “Ice Kingdom…” e fazer umas maquiagens bem “contos de inverno”.

- Quebra nozes…Mas é natal...

- Frozen…

- Hm...talvez...

Respiro fundo e retirando a unha da boca para morder os próprios lábios em uma tentativa inútil de não rir, fecho também os olhos e engulo em seco. As ideias eram boas, mas mais uma vez, óbvias demais. Finalmente deixo que a risada ressoe pelo ar, não alta, mas divertida. O engraçado era que mesmo que as ideias fossem boas, traziam um ar imaturo de contos de crianças, e definitivamente, Sobong tinha sempre uma mensagem para passar com suas fotos, seja com as fotos sensuais até as mais inocentes.

- Eu tento me inspirar na unnie… O que voce tem em mente, unnieee? - Respondo os dedos em formatos de corações fingindo ser um monstro, mostrando os dentes e as “garras”, algo muito parecido e ao mesmo tempo totalmente oposto do que fez com Jaehyun na fatídica festa Scary Night, voltando logo à dar um sorriso, encostando na cadeira de maneira confortável.

Luna: 03. PaintMe Large

- Hm, acho que fazer parte do tema “fim de ano” é uma ideia boa, mas nada inovadora, tenho certeza que pelo menos metade da nossa turma fará algo relacionado à isso. - Não queria desmerecer nenhuma das ideias, mas precisava ser realista. - Nós todas sabemos que a Sobong-ssi é conhecida pelas mensagens poderosas por trás da imagem, não é? - Olho de uma à outra, realmente buscando uma confirmação daquilo. Continuaria então com sua ideia, a mente já fervilhava com possibilidades, especialmente lembrando-me das técnicas aprendidas.

- Se lembram das maquiagens com cores fortes e simétricas? E as com traços que pareciam mais que haviam passado um pincel pelo corpo dos modelos? - E na maioria das vezes aquela última era mesmo feita daquela forma. - O que acham do conceito “paint me”? Basicamente seria a união dessas duas técnicas, mas sem os traços simétricos. Poderíamos não só fazer uma pintura facial, mas também corporal. - Faço a pausa somente para respirar, pois ainda tinha muito o que falar.

- Algumas das fotos poderiam ser em preto e branco, a maquiagem base somente natural, sem cores, somente a pincelada na cor branca ou preta e, aos poucos, o incremento de algumas cores, as mais básicas primeiro, como se formassem uma explosão. E aí no fim, uma mistura que trouxesse também uma mensagem de expressão. Um pedido à sociedade para que falem, sejam eles mesmos, que expressem opiniões e valores! - Sabia que estava parecendo uma política agora.

- Seria o início de uma onda positiva, é isso o que quero dizer. Quem sabe a maquiagem não ajude a conscientizar as pessoas sobre a importância de ouvir, ver, escutar e ser quem desejam ser? - Não percebo de imediato, mas aquilo trazia muito também da revolta que sinto quando me lembro de tudo o que Jiu enfrenta diariamente sem poder ser quem ela verdadeiramente era, Jinsol também se incluía naquilo pois claramente havia algo entre nós duas, tudo seria muito mais fácil se a sociedade não fosse tão opressora.

Agora que já soltado a ideia no ar, espero receber as opiniões a respeito daquilo, tinha certeza que Jungah seria a primeira a comentar pois era ela quem geralmente se prontificava antes, mas aquilo somente me deixava mais ansiosa para que Jinsol desse seu ponto de vista. Claro que confio e gosto de ambas, mas havia um significado maior naquele último.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018.

Luna tinha seus motivos para aguardar pelo momento certo para dar sua opinião acerca do tema da maquiagem: era o impacto que causaria. As ideias das amigas não eram ruins, mas realmente parecia algo batido e muitos seguiriam por essa zona de conforto. A partir do momento que Luna trouxe a ideia “Paint Me” para o grupo, a forma como ela disse e a ideia por trás disso conquistou quase que imediatamente a atenção das duas amigas.

- Woah… - Jung Ah chegou a abrir a boca, deixando o queixo cair.

Jinsol meneava positivamente, sentindo o poder daquelas palavras. Achava que tinha algo bem político e levantava bandeiras sempre sufocadas dentro da Coréia. Sentia um misto de medo e euforia por conta da onda que se formava dentro dela. - Paint Me… - Repetiu, meneando positivamente.

- Olha… - Jung Ah ajeitou-se.- Eu adoro desfiles conceituais. Acho que seria chocante, impactante, surpreendente. Desconstrói e mostra o que temos fora da caixinha de pensamento. Eu amei!!

- Eu já sou de uma corrente oposta… - Jinsol falou. Logo ela, a que mais tinha a ver com o tema. Mas fazia sentido. - Gosto de maquiagens menos artísticas nesse sentido, mas gosto da ideia. Acho que Paint Me pode ser o nome da coleção.

Esboçou um sorriso discreto, meneando positivamente. - Vou procurar algumas inspirações.

- Só ouvir Art Pop da Lady Gaga!
- Jung Ah respondeu. - Mas sério, voce lembra das palavras que usou agora? Seria muito bom se gravasse, decorasse e repetisse quando fossemos defender nossa ideia. E acho que podemos começar os esboços, mas vamos pensar aqui...Quantos modelos vamos ter? Eu posso ver com uns amigos se tem dia de folga, mas né? Não dá para pagar muito…

- Hm...Talvez possamos perguntar para as pessoas ou postar quem gostaria de se voluntariar para este ensaio.

- Boa! Já que a ideia é desconstruir, vamos procurar pessoas comuns, não-modelos...Imperfeitos! E vamos pintá-los!
- Bateu uma palma, empolgada.- Ai, eu to muito animada com esse trabalho. Acho que vai ficar um arraso!!

Jung Ah já estava extremamente hyppada com o evento. Jinsol também deu uma risada. E aquela aula serviria para isso, para que organizassem as ideias e começassem a pensar como executá-las. Elas teriam quinze dias para organizarem tudo e a professora não queria fotos. O desafio era que o “desfile” para Sobong fosse realizado ali na faculdade. As maquiagens deveriam ser preparadas dentro de duas horas, também ali e enquanto um grupo desfilava o outro começava. O líder de cada grupo teria que sortear a ordem de seu desfile, que corresponderia ao horário da apresentação - com isso, duas ou tres horas antes já precisava estar ali.

Luna foi chamada junto com os outros cinco representantes dos grupos - ao todo eram 18 alunos. O primeiro desfile ocorreria as 10h. Depois às 11h; 12h. Uma pausa para o almoço e retornavam às 13:30h, 14:30 e 15:30. Cada grupo tinha que apresentar, no mínimo, seis pinturas e teriam quarenta minutos para expor o trabalho.

O fim da aula seria determinado e Jung Ah tinha um teste de maquiagem para realizar as 11h, por isso precisava correr. Prometeu que combinaria tudo bonitinho com elas e faria sua parte no trabalho - ela era bem desmiolada, mas era uma profissional fora de série. Também torcia para que a unnie ficasse bem e fizesse as pazes com a amiga. Jinsol não tinha uma desculpa para sair correndo que nem Jung Ah, mas depois que ela se foi, bem que gostaria.

Ficava um pouco difícil encarar Luna quando ficavam a sós, mesmo que não tivesse nada demais. Começou a recolher os esboços dos trabalhos delas.- A ideia foi excelente, unnie. Bem diferente, mas como a Jung-ah disse, vai ser forte. Uma mensagem muito bonita. Parabéns.

Tentou quebrar o gelo, mas estava bastante retraída para falar.

[Pode rolar aqui mesmo um numero aleatório 6 para ver o seu horário dentro da história! :3
1 - 10h; 2 - 11h; 3 - 12h; 4 - 13:30h; 5 - 14:30; 6 - 15:30.]


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Quantidade aleatória (1,6) : 2
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 9:18 A.M.

Apesar de toda a determinação que exalava do meu olhar, um sorriso satisfeito surgia conforme recebi todas as exclamações de satisfação das companheiras de grupo. Na voz de Jinsol o tema da proposta parecia como música, combinava.

- Olha… Eu adoro desfiles conceituais. Acho que seria chocante, impactante, surpreendente. Desconstrói e mostra o que temos fora da caixinha de pensamento. Eu amei!! - Faço que sim com a cabeça em um movimento único. Era exatamente aquilo que gostaria de passar como mensagem, tentar tornar a Coréia do Sul um lugar onde as pessoas eram livres para dizer e serem como desejam ser.

- Eu já sou de uma corrente oposta… - Viro minha cabeça agora na direção de Jinsol, será que ela não tinha gostado tanto da ideia quanto demonstrou em sua reação? Logo ela?! - Gosto de maquiagens menos artísticas nesse sentido, mas gosto da ideia. Acho que Paint Me pode ser o nome da coleção. - Meus lábios se unem em um bico pensativo, ela tinha razão, se era para poder deixar as pessoas serem quem gostariam de ser, talvez muita maquiagem artística pudesse atrapalhar, afinal, diferente do Scary Night, a sociedade não deveria se esconder atrás de uma máscara para poder ser verdadeiramente quem eram. - Vou procurar algumas inspirações.

- Okay! - Faço com a mão direita o símbolo de ok unindo indicador e polegar, logo escrevendo todas as ideias no caderno, onde mais tarde elaboraria melhor para que tivesse um sentido lógico.

- Só ouvir Art Pop da Lady Gaga! Mas sério, você lembra das palavras que usou agora? Seria muito bom se gravasse, decorasse e repetisse quando fossemos defender nossa ideia. E acho que podemos começar os esboços, mas vamos pensar aqui… Quantos modelos vamos ter? Eu posso ver com uns amigos se tem dia de folga, mas né? Não dá para pagar muito… - Aceno com a cabeça de forma positiva sobre as palavras que havia acabado de usar, claro que não as lembraria exatamente como foram faladas, mas no mínimo a essência era vivíssima em minha mente. Tombo a cabeça com o problema dinheiro para contratar os modelos, já não estava tão simples ter dinheiro para pagar o aluguel, não podia me esquecer que também havia uma conta fiada no restaurante dos Bangs, e ainda por cima, eu deveria me alimentar e gastar com transporte.

- Hm...Talvez possamos perguntar para as pessoas ou postar quem gostaria de se voluntariar para este ensaio. - Então a solução chega como mágica! Como não pensei nisso?! Instagram era uma rede bastante usada entre os jovens e uma das principais fontes de influenciadores em todo o mundo.

- Boa! Já que a ideia é desconstruir, vamos procurar pessoas comuns, não-modelos… Imperfeitos! E vamos pintá-los! Ai, eu to muito animada com esse trabalho. Acho que vai ficar um arraso!! - Não tinha como negar, o brilho de animação estava não somente nos meus olhos, mas também nos de Jungah e Jinsol.

- Poderíamos fazer um concurso de histórias, o que acham? As que mais nos comoverem chamamos para participar…. Isso se o retorno for grande, mas se não, ao menos teremos um conhecimento de quem são nossos modelos e podemos utilizar isso para potencializar o impacto do nosso tema. - Jogo o cabelo para trás do ombro, colocando uma mecha atrás da orelha. Logo todos os detalhes foram se ajeitando, como a quantidade de pessoas que seriam selecionadas, o tempo que nós teríamos para preparar as maquiagens individuais, estratégias de organização de tempo e espaço para que tudo corresse bem e dentro do limite de uma hora sem grandes complicações.

Tudo precisava estar perfeito, e durante aqueles próximos quinze dias, daria o meu melhor para planejar e aperfeiçoar tudo.

O sorteio para decidir os horários dos desfiles foi um passo simples, mas que trouxe certo nervosismo, não queríamos pegar o primeiro horário pois era uma responsabilidade muito grande abrir um desfile assim, mas também não queríamos pegar o último horário pois era geralmente quando todos estavam cansados e caso as outras ideias fossem parecidas com as nossas, pareceria de certa forma, plágio, e não era lá uma boa forma de se encerrar um desfile. Contudo, nos horários “médios” também era fácil acontecer o esquecimento do que foi apresentado, portanto, era necessário causar o maior impacto possível.

De forma resumida, todos os horários tinham seus prós e contras, portanto, aquele que viesse nos deixaria contente, e de qualquer forma nos esforçariamos para sermos as melhores. Ao menos, eu iria.

As horas passaram correndo e logo a aula chegou ao seu fim. Comparado à como eu estava me sentindo antes, me sentia muito mais aliviada, mas não deixei de conferir meu celular quando a professora anunciou o término. Me despedi de Jungah, quase a enxotando dali, tão logo ela dissesse que precisava sair correndo, afinal, não era de bom tom deixar nossos clientes esperando. Profissionalismo em primeiro lugar!

Termino de arrumar minhas coisas com calma acompanhando Jungah. O clima estava estranho, ou era só impressão minha? Aish, como aquilo era difícil!

- A ideia foi excelente, unnie. Bem diferente, mas como a Jung-ah disse, vai ser forte. Uma mensagem muito bonita. Parabéns. - Desvio o olhar dos esquemas e esboços feitos conforme Jinsol falava, o sorriso aparecia bem grande nos meus lábios enquanto as bochechas esquentavam consideravelmente, me orgulhava também de ter pensado naquilo, mas sinto muita vergonha quando ganho elogios assim.

Luna: 03. PaintMe Tumblr_n92ktjX2xY1r0jxwqo1_500

- Yeh, komawo!! Enquanto vocês discutiam consegui elaborar algo do tipo, realmente não queria algo dentro do padrão, e o que é mais fora do padrão que fugir dele? - Dou uma risada em seguida, terminando de colocar tudo dentro da bolsa e por fim, coloco-a no ombro.

- Jinsol-yah...  - Chamo olhando brevemente para nossos colegas que ainda terminavam de organizar suas bancadas. - Vamos almoçar juntas, hm? - Sem querer acabo adicionando meu costumeiro aegyo ao tom de voz, não era nada exagerado, somente uma forma que quando estava em dias sensíveis acabo utilizando de forma mais forte. - Acho que precisamos conversar sobre algumas coisas ainda. - Não especifico exatamente sobre o que, pessoal ou profissional, mas de toda forma, era necessário discutirmos sobre os dois.

Mesmo com todo o frio na barriga e nervosismo, sinto a necessidade de dar o passo inicial, especialmente agora que o assunto seria trabalhado de forma aberta durante o desfile, não nos expondo, não expondo nossos sentimentos, mas abrindo janelas para as pessoas verem que o mundo não é feito só de preto ou branco, mas que existem várias cores disponíveis no mercado. E cada pessoa se pinta e pinta outras pessoas com suas cores individuais.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018.

O trio estava bastante ansioso para o sorteio do horário do desfile. Elas eram tão unidas como equipe que o trabalho estava com o esboço pronto, cheio de planos A, B e C, bem como estratégias para cobrir os pontos fracos assim como expor os fortes. Talentosas, controladoras e perfeccionistas, elas tinham tudo na medida. E o sorteio vinha para deixá-las nervosas e desesperadas.

Ser a primeira tiraria o peso, mas podia ser um grande fiasco - e também o mais fácil de ser esquecido. O último teria uma visão geral dos concorrentes, mas também corria o risco dos jurados estarem cansados. Antes do almoço nem pensar!! Quem conseguia fazer as coisas bem estando com fome? Depois do almoço? Quem aguenta?

- Ok...Só aceito duas possibilidades. - Jung Ah começou os surtos. Abriu a mão direita - 11h da manhã… - Abriu a mão esquerda - ou 14:30… - Bateu as duas, unindo como se estivesse rezando. - Por favor, espírito do fim do ano, termine bem. Já tivemos tantas tragédias, que nosso trabalho de fim de ano não seja mais uma! Nunca pedi nada aos céus hoje...Vai, unnie!! 11h ou 14:30h, eu confio em você!!

E ela não dizia esses absurdos baixo. Jinsol queria enfiar a cara na mala de maquiagem e foi sob o olhar repreendedor-invejoso dos colegas e os escandalos de Jung Ah que Luna recebeu a árdua missão de sortear. Não ter algo sob seu controle, depender da sorte...tem coisa mais triste do que isso? Mas os céus eram justos e quando as 11h surgiram para ela, Jung Ah comemorou como se a Coreia tivesse vencido a Copa do Mundo.

Era constrangedor, mas contagiante.

Mais do que nunca tinham a confiança de que o trabalho delas seria um sucesso. Só pela intensidade do tema, com certeza não cairiam no esquecimento. No mínimo, odiariam, mas causaria algum impacto! Logo Jung Ah se despediu das amigas, correndo para mais um job aqui e ali.

Jinsol e Luna finalmente ficaram sozinha, mas o clima não estava dos melhores, desde a noite do karaoke…

Até podiam tentar disfarçar, fingir que nada tinha acontecido. Era só a bebida! Mas bastava um olhar para que as duas compreendessem que não, não foi bem assim. E não adiantava mentir porque as duas sabiam da verdade. Ninguém tinha esquecido de nada. Jinsol até começou a quebrar o gelo, tendo certo sucesso.

Luna: 03. PaintMe 3cdc6d397c667c7c500e2606b6be3363

O sorriso de Luna era lindo, mesmo quando estava envergonhada.

- Ne...você tem razão, como sempre. - Jinsol esboçou um sorriso no canto dos lábios.- Jung Ah dá dor de cabeça, mas realmente consegue dar algumas ideias, não é? - Colocou a alça da bolsa em seu ombro, pronta para se despedir até que foi interrompida com aquele convite.

Hesitou, sentindo o coração bater na garganta. - Almoçar…? Ahm..claro! Claro que podemos. - Tentou relaxar um pouco mais, esboçar um sorriso, mas já sentia as mãos suadas. - Hm...Sim, temos que conversar… - Pigarreou. -Tem preferência de algum lugar? Que tal comida chinesa? Faz tempo que não como...Mas claro, se quiser outra coisa...Bom, só escolher.

Já começava a ficar um pouco ansiosa e se enrolar. Luna poderia dizer onde desejava comer. Jinsol a seguiria sem problemas.

[Pode avançar até o restaurante/barraquinha que vão comer e descrever o lugar, se quiser.]


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 9:18 A.M.

A excitação de pegar um horário relativamente bom para o desfile fez com que Junah se expressasse mais do que o normal, se gabando sem querer para os colegas de classe que, claramente, não se sentiam à vontade com aquilo e reclamavam em murmurinhos do jeito extrovertido que ela tinha. Nada de novo. Assim como Jinsol, quase me enfiei em minha bolsa tentando fugir daquela atenção toda, principalmente após a comemoração excessiva da amiga. Minhas bochechas estava mais vermelhas que o habitual e eu conseguia senti-las pegando fogo enquanto o sorteio continuava, decidindo assim, a ordem dos desfiles.

Os minutos se passaram e enfim era hora de ir embora, aproveitando a oportunidade que Jinsol e eu finalmente ficamos sozinhas, em tese já que na sala ainda estavam alguns colegas que terminavam de arrumar suas coisas, assim como nós também fazíamos. - Ne...você tem razão, como sempre. Jung Ah dá dor de cabeça, mas realmente consegue dar algumas ideias, não é?- Me encolhi com a forma que ela me dava razão, não que eu estivesse errada, mas era uma sensação esquisita levar o crédito por um trabalho que foi grupal.

- Yah, você também ajudou! E confio nos seus dons para montar um moodboard no pinterest que seja digno de capa de revista! - Ri, mas quando percebi que ela estava pronta para ir embora, reuni todo o resto de coragem que eu ainda tinha para chamá-la para almoçar.

“Não é um encontro, não é um encontro”. Repeti em minha mente algumas vezes, algo que me ajudou a ficar menos nervosa em frente à Jinsol. Mas parecia que aquilo tinha afetado em muito o nervosismo dela, e se deixou mostrar assim que abriu a boca para responder.

- Almoçar…? Ahm..claro! Claro que podemos. - Sinto o sorriso abrir ainda mais com o convite aceito. - Hm...Sim, temos que conversar… Tem preferência de algum lugar? Que tal comida chinesa? Faz tempo que não como… Mas claro, se quiser outra coisa… Bom, só escolher. - Não contenho então uma risada achando a reação dela fofa, respondendo logo em seguida, tentando descontrair um pouco.

Luna: 03. PaintMe 20141212-230042

- Eish, a unnie te deixa nervosa? - Pergunto me referindo à mim mesma em terceira pessoa, apenas para aproveitar mais daquela reação fofa. - Comida chinesa para mim está ótimo! Sinto falta da comida da ommonim, e tem um restaurante aqui perto que é bem gostoso e me lembra a dela. Kaja, são alguns minutos andando, vai ser bom para nos aquecer. - Conclui pegando o resto das minhas coisas e então já me movimentando para deixar a sala.

De fato a caminhada não foi tão longa, e logo pudemos encontrar um restaurante chinês bastante discreto no terceiro andar de um prédio comercial não muito longe do local do curso. O primeiro andar tinha uma loja de departamento, o segundo era um estúdio de dança e o último, o referido restaurante. Devido ao horário, o restaurante estava bastante movimentado e barulhento, não só pelas pessoas, mas também pelos sons da cozinha que estava à todo vapor. Não era o melhor lugar para se ter uma conversa, mas definitivamente não haveria pessoas prestando atenção no que era falado na mesa ao lado.

Luna: 03. PaintMe 43168ec43f13420e881423298e8b1018
(visão que elas terão logo que abrirem a porta)

- Vou fazer nosso pedido, já segure uma mesa, hm? - Peço gentilmente, já sabendo do funcionamento diferente do restaurante, onde era necessário realizar o pedido e pagamento no balcão antes de receber o pedido. No caminho até o local, apesar das poucas palavras trocadas, decidimos qual seria o nosso cardápio do dia, e como o clichê era sempre o mais gostoso, optamos por tangsuyuk (porco frito com molho doce e azedo/sweet and sour pork), jajangmyeon (macarrão com molho de feijão preto, legumes e carne de porco) e jjamppong (sopa apimentada de frutos do mar). Além da comida, pedi um chá verde para mim e um de hibisco e frutas vermelhas para Jinsol.

Como eu não tinha dinheiro vivo, paguei com meu cartão de débito e finalmente retornei à mesa. No período que passei na fila, pensei nas mais diversas possibilidades de como abordar aquele assunto, um pouco mais nervosa agora que estávamos realmente prestes a ter aquela conversa. O frio na barriga acompanhava o ronco de fome que o estômago dava vez ou outra, não chamando atenção graças ao barulho.

Quando voltei à mesa, me sentando na frente de Jinsol, respirei fundo e olhei meu celular, ansiosa em busca de verificar se Jiu já havia visto ou respondido alguma das mensagens que mandei desde ontem, até hoje de manhã, caso tivesse alguma resposta, a responderia, caso contrário, apenas guardaria o celular de volta na bolsa e então começaria a falar.

- Precisamos fazer a postagem de recrutamento de modelos o quanto antes. - Arrumo o cabelo passando a mão e jogando-o para trás do ombro, ansiosa pela chegada da comida. - Gostou mesmo da proposta? Acho que pode ajudar muitas pessoas… Ao menos eu espero. - Chego ao ponto principal de onde eu queria chegar com aquela conversa, aquele almoço, tentando ser sutil e abordar o assunto de forma discreta que só ficaria claro para elas duas, afinal, eu não tinha qualquer intenção de expô-la com seus sentimentos, e nem de me expor com meus sentimentos. Portanto, tento manter o máximo de contato visual, evitando deixar escapar alguma palavra mal entendida por conta do barulho.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018.

Ter o trabalho como foco da conversa, era uma boa forma que as duas encontraram para amenizar o clima esquisito que tinha se instaurado entre elas. Jinsol não elogiava os projetos de Luna a toa assim como também achava que Jung Ah inspirava boas ideias - no fim, o trio funcionava muito bem assim. E por isso eram parceiras de trabalho e da vida, desde o primeiro semestre do curso - porque mesmo com personalidades e gostos distintos, elas se complementavam.

No entanto, quando o trabalho era deixado um pouco de lado, vinha a sensação de que precisavam se despedir. Jinsol não conseguia disfarçar como ficava sem jeito na presença de Luna. Não era culpa dela ser absolutamente linda e estonteante aos olhos da “amiga”, mas era difícil para Jinsol lidar com os próprios sentimentos. Bem como com o que aquele silencio representava para ela.

Seria tão melhor simplesmente agir como se aquele dia nunca tivesse acontecido…

Mas elas não faziam assim.

A pergunta de Luna, deixou a outra meio sem graça. Um meio sorriso era o suficiente para dizer “um pouco” - bastante - sem graça. Mas logo ajeitou a bolsa em seu ombro mais uma vez. A unnie gostou da ideia de Jinsol e não houve nenhum tipo de resistencia para seguir até o restaurante chines que ela citava - já deveriam ter comido lá vez ou outra e a comida era realmente saborosa. Durante o trajeto, a jovem até citou como o porco deles era bem temperado e há quanto tempo não comia isso. Logo, decidir o prato foi apenas uma questão de segundos.

Quando lá chegaram, perceberam que o lugar estava bastante cheio, mas não era como se precisassem de muitas cadeiras. Sendo um trio seria difícil encontrar uma mesa com quatro lugares, mas uma vez estando apenas as duas, não demoraram muito a encontrar uma cadeira rente a parede. Era num cantinho com uma decoração simples - apenas um quadro mostrando um dos pratos numa fotografia que nem sempre condizia com a realidade - mas seria o suficiente.

- Ung, vou esperar por voce...ah, eu gostaria de chá de hibisco com frutas vermelhas, por favor.
- Pediu e pegou o material de Luna para já deixar perfeitamente arrumado na discreta mesa do canto.

Enquanto esperava, Jinsol sentia o peso do momento. Noutras épocas, elas teriam andado de braços dados, tentando se aquecer do frio das manhãs de outono enquanto conversavam sobre as vitrines. Mas daquela vez, só falaram da comida e praticamente se sentiram aliviadas por chegarem ao restaurante.

Não sabia que tipo de assunto a unnie gostaria de ter ali. Parte de si desejava que fosse apenas sobre o trabalho, mas a outra estava sufocada, ansiosa e necessitada por uma resposta definitiva.

Estava com uma expressão cabisbaixa e o olhar distante quando Luna retornou. Ganhou um novo foco por vê-la, chegando a se ajeitar em sua mesa, como se assim pudesse ouvi-la melhor. Olhou para o celular, vendo que ela logo bloqueava a tela por não ter nada de interessante por ali e, finalmente, comentava sobre a postagem no instagram. - Ne...Eu vou pedir para que alguns colegas divulguem que estamos precisando de gente que queira contar a história. - Esboçou um sorriso. - Também foi uma boa ideia usar a história das pessoas para compor a maquiagem.

Meneou positivamente, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha. - Ne...Tem muitas pessoas confusas por não se encaixarem nos rótulos. Mas é muito difícil se libertar, não é? Um grito mudo, na maioria das vezes… - Escondeu os lábios. - De onde voce tirou essa ideia, unnie? Onde encontrou a inspiração?


Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018. 9:18 A.M.

Apesar de eu tentar agir com naturalidade diante de Jinsol, ficava tudo mais complicado quando ela se mostrava tão… tímida, algo que não era natural entre nós duas. Claro, ela sempre foi a mais calada e reservada do trio, e eu compreendia que isso vinha a partir de uma necessidade dela de se focar nos estudos. Mas aquela não era a Jinsol que eu estava acostumada, não gostava dela menos, mas era difícil agir como se nada tivesse acontecido na frente das pessoas, sendo que claramente, havia sim acontecido algo entre nós duas.

Por este motivo, quando voltei à mesa após fazer o pedido, o clima estava estranho e o olhar dela bastante distante, me fazendo pegar o celular para conferir as notificações. Absolutamente nada do que realmente me interessava naquele momento. Mas quando ganho novamente sua atenção, assim que começo a falar sobre o projeto, me sinto um pouco mais aliviada. Era como se o silêncio desse espaço aos pensamentos, e naquele momento, era a última coisa que eu queria, pois sabia que ele me levaria à lugares que eu não estava pronta para estar.

- Ne...Eu vou pedir para que alguns colegas divulguem que estamos precisando de gente que queira contar a história. - Aceno com a cabeça bem devagar e lento, pensando a respeito, trazendo uma espécie de biquinho com aquilo. - Hm, será que eu deveria pedir à alguém para ajudar na divulgação também? - Pensei logo em uma pessoa em especial. Uma não, duas. Mas uma das duas não respondia minhas mensagens há dois dias, então chego à conclusão de que é melhor deixar as coisas estarem por enquanto. Tulipay e Tori? Não, não tinha intimidade o suficiente, seria abusar da oportunidade. Jaehyun? Se ao menos tivesse seu número… Suspiro.

- Também foi uma boa ideia usar a história das pessoas para compor a maquiagem. - Sou resgatada dos pensamentos sobre possibilidades conforme Jinsol me traz de volta à realidade. - Ung, komawo! - Apoio os braços na mesa e consequentemente, meu tronco se aproxima mais dela, trazendo um sorriso orgulhoso nos lábios com aquele elogio.

- Ne...Tem muitas pessoas confusas por não se encaixarem nos rótulos. Mas é muito difícil se libertar, não é? Um grito mudo, na maioria das vezes… - Fazia esforço para ouví-la de fato, tendo que se aproximar  um pouco mais, cada vez mais o restaurante ficava mais barulhento. - De onde voce tirou essa ideia, unnie? Onde encontrou a inspiração? - Demorou um pouco o olhar no dela, mordendo o canto interno da boca, como dizer que ela foi uma das minhas inspirações? Aish, era tão difícil. Será que deveria mencionar o Scary Night? Ani, era uma das regras principais não falar a respeito disso, mas o contexto de baile de máscaras funcionava, não? Demoro um pouco mais de tempo do que o esperado para pensar a respeito disso, finalmente abrindo a boca para falar quando o silêncio parecia já muito estranho.

- Maja, é realmente difícil não poder se libertar e ser quem você é de verdade. Quero dizer… Perdemos oportunidades muito boas de ser feliz com medo da crítica da sociedade, com o medo de não conseguir ter um emprego caso as pessoas saibam, e, ara, sabemos que sair do padrão é uma notícia que espalha como fogo e as críticas são muito duras e machucam. - Tive que pausar para desviar o olhar para as próprias mãos, não tinha mais um ar feliz com aquilo, afinal, podia-se considerar que finalmente estava tendo a conversa que tanto precisava ter, com a sua amiga. De forma muito sutil, muito escondida, escondida atrás de uma máscara, de um projeto.

Luna: 03. PaintMe ?scode=mtistory2&fname=https%3A%2F%2Ft1.daumcdn

- Mian. - Peço desculpas acabando por suspirar pesadamente. - Tenho uma unnie que também está passando por um momento difícil como esse. - “Que nós duas estamos” Completo mentalmente. - Mas no caso ela precisou realmente deixar de lado o que sente pela pessoa, porque sente medo de que ela se prejudique com isso, por sentir. E sendo bem sincera, muita gente se machuca nesse processo. - Engulo em seco, aish era mais difícil do que esperado, não consigo voltar a olhá-la.

- Tenho quatro inspirações. Um baile de época ocidental em que as máscaras caem somente se as pessoas se permitirem, essa unnie... - Engulo em seco antes de continuar. - Eu... - E finalmente volto a olhá-la. - E você. - Percebo imediatamente o coração acelerando como nunca havia antes, me fazendo levar uma mão até o peito.

Não era algo animador, mas algo que incomodava, doía.

Estava claro, ao menos para mim, que nós duas não podíamos ficar juntas, estava claro que com a história de Jiu, ela poderia compreender que envolvia muito sofrimento por trás do “deixar” do “desitir”. Que havia muito mais do que simplesmente um “não”, havia família, amigos, críticas, oportunidades que deixariam de existir. E que aquilo era tão difícil para mim, quanto deveria ser para ela.

A verdade era que nós não poderíamos ficar juntas. Estávamos começando nossas carreiras e já existiam pouquíssimas oportunidades para entrar naquele mercado com concorrências extremas e pessoas tão talentosas quanto nós duas. Quem sabe se no futuro as coisas melhorarem na nossa sociedade? Se as pessoas aceitassem mais as pessoas como elas eram?

- E foi isso o que me inspirou. Quero fazer o nosso país ser um país em que não é errado ser quem você é… Para que não tenham mais pessoas como nós duas, que sentem, mas não podem ficar juntas. - Deixei a voz morrer dando a entender que havia finalizado o discurso. Diferente do que fiz durante a aula para apresentar a ideia, agora me mostrei muito mais vulnerável e sensível ao assunto. Era algo que realmente me incomodava, que me doía. Era algo que me fazia querer mudar o mundo. Olho para cima tentando impedir que mais lágrimas se derrubem hoje, já havia chorado muito.

- Podemos comer como se eu não tivesse falado nada disso? Quero pelo menos poder fingir que tivemos um encontro sequer. - Sou sincera, pelo menos uma vez, era só o que eu precisava para diminuir a culpa, a dor. Posso sentir as bochechas esquentando mais do que o normal, realmente envergonhada por dizer aquilo em voz alta.

Luna: 03. PaintMe Giphy
(Considere somente a olhada)
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna

Segunda-Feira. 29 de Outubro de 2018.

Jinsol não respondeu a pergunta de Luna a respeito das divulgações porque pareceu algo retórico. Apenas fez uma carinha de “seria bom”, visto que a proposta era bastante ousada e talvez não fosse tão fácil quanto elas gostariam. Havia, afinal, várias formas de interpretar aquela proposta: valorizar a diversidade no mais amplo sentido, mas sempre haveria o medo de se expor e de sair machucado.

Como acontecia agora, entre elas.

Não seria mentira dizer que Jinsol já imaginava qual seria a resposta da unnie quando fez aquela pergunta. As duas entendiam bastante de sutileza - e estavam deixando Jung Ah cada vez mais no escuro por isso. Tinha entendido a mensagem, porém gostaria de ouvir a explicação da boca da própria Luna.

Será que ela falaria apenas sobre Jinsol ou falaria sobre si mesma?

Não desviou os olhos da unnie conforme ouvia a resposta. Vez ou outra, meneava positivamente, demonstrando que estava ouvindo. Estava atenta. Concordava com as coisas que ela dizia e ponderou sobre a unnie que ela citava. Seria a mesma que ela esta a aguardando uma resposta? Seria uma forma dela se redimir? Mas será que ela gostaria de ser envolvida?

Ou talvez...Elas se gostassem?

Nesse momento, a expressão de Jinsol vacilou um pouco, chegando a franzir as sobrancelhas de modo suave, mas não por muito tempo. Ajeitou-se na cadeira, pegando o chá de hibisco com frutas vermelhas para dar um gole. Ainda bem que o fez antes de ouvir as quatro inspirações dela ou teria sofrido um pequeno engasgo.

Sentiu o coração disparar naquele instante enquanto suas esperanças começavam a gritar. Luna estava mesmo fazendo aquilo? Estava disposta a pintar a história delas e revelar ao mundo? Era tão perigoso quanto corajoso, mas...estava aquecendo seu coração. Os olhos dela até ficaram marejados, emocionada com a imagem que criou em sua mente. Chegou a iniciar um pequeno sorriso no canto dos lábios, mas como um castelo de areia, o seu desmoronou.

Por um instante, ela chegou a irradiar luz, iluminada com aquela revelação. Apenas para que no segundo seguinte, ela começava a se apagar, como a chama de uma vela. O marejado de seus olhos foi convertido numa lágrima que escorreu por seu rosto até pingar pelo queixo. Foi involuntário, mas ela não se sentiu culpada nem depois de ouvir o pedido de Luna.

Tola sim.

Culpada não.

Umedeceu os lábios e passou a mão pelo rosto, secando a discreta lágrima. Tentou se recompor, daquele seu jeito tranquilo e calmo, mas as palavras seguintes vieram um pouco mais sérias.

- Farei melhor do que isso, unnie…- Pigarreou - Farei de conta que aquele dia nunca existiu. - Sorriu apesar de não ter nenhuma vontade de fazer isso. Até mesmo a fome, ela tinha perdido, mas completou.-Mas deveria mudar o projeto para Black and White, não Paint Me. Parece-me hipócrita querer usar a história dos outros para que se exponham através da nossa arte quando não somos capazes de fazer o mesmo. - Deixou os ombros caírem, meneando negativamente. - Não adianta nada querer abrir portas para pessoas, se você não está disposta a passá-las também. Parece contraditório...hipócrita! - Repetiu, porque não tinha outras palavras - E não digo isso pelo que acabou de dizer para mim, apesar de machucar meu coração. Eu vou superar...Não seria a primeira vez, afinal.

Não explicou se foi Luna ou outra pessoa.

- Mian...Eu não vou mais incomodá-la com isso. Mas também não sou capaz… - Hesitou. - Eu não quero isso… - Indicou a mesa. - Fingir que tivemos um encontro. Viver de ilusão e esperança vã é deprimente. - Olhou para a comida dela. - Vou pedir para embalar para a viagem...Mian, unnie…



Starry Night
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe C475e03b0512944f045a2c72a39e7279
Frase : Do whatever you want, even if you’re mean and you make me sad. You need to be yourself, even if I'm not feeling well and it's sad ending
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 27
Gif : Luna: 03. PaintMe MT5Li6t
Apelido : Narrador
Jogo : Starry Night
Mensagens : 545
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe HdDMEXv
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/mT5Li6t.gif
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

PaintMe
Baby, like the flower scent at the tip of your nose I wanna tickle you so you won’t forget me wherever you go

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018.

- Farei melhor do que isso, unnie… Farei de conta que aquele dia nunca existiu. - Com o sorriso dela, o meu próprio desaparece, estreitando os olhos tento entender qual era o ponto de se esquecer algo que não era possível esquecer, não sob as devidas circunstâncias como bem haviam comprovado, especialmente quando nenhuma das duas conseguiamos agir de forma diferente a não ser se lembrar daquele evento em específico.

- Mas deveria mudar o projeto para Black and White, não Paint Me. Parece-me hipócrita querer usar a história dos outros para que se exponham através da nossa arte quando não somos capazes de fazer o mesmo. - Ao contrário do que ela queria, percebo enfim que o propósito do desfile havia sido interpretado de forma errônea, afinal, o objetivo não era expor aquelas pessoas, muito menos fazê-las falar sobre suas individualidades. O objetivo era, simplesmente, mostrar apoio à causa da diversidade em todos os sentidos, não obrigar ninguém a dizer nada, afinal, era um desfile, não um manifesto à mudança da sociedade, por mais que a mensagem por trás de tudo fosse essa.

- Hipócrita... - Repito aquela palavra em voz alta dando um riso de incredulidade ao final enquanto ela já iniciava a próxima fala, que nada mais era, do que uma rearranjo da primeira, confirmando que, de fato, minha ideia tinha sido entendida de forma errada.

- Não adianta nada querer abrir portas para pessoas, se você não está disposta a passá-las também. Parece contraditório...hipócrita! E não digo isso pelo que acabou de dizer para mim, apesar de machucar meu coração. Eu vou superar...Não seria a primeira vez, afinal. -  Não sabendo o que de fato eu estava sentindo com aquilo, se era raiva, tristeza, incompreensão, ou até mesmo decepção, deixo que meu corpo simplesmente desmorone apoiado à cadeira. Não conseguindo mais olhá-la de qualquer forma, passando a olhar unicamente à mesa.

- Faça como quiser. - Comento a respeito da mudança do nome para B&W, algo que somente enraizava ainda mais a cultura da sociedade coreana de ser tudo padronizado. Ainda sem conseguir digerir aquelas palavras, balanço a cabeça negativamente, não ouvindo mais efetivamente ao que ela dizia, somente sentia vontade de sair dali o quanto antes. Queria voltar para o meu casulo na cama, afinal, além do frio que fazia nos últimos dias, também sentia um frio em meu próprio interior.

Não era só Jinsol, havia muito mais que não estava bem nos últimos dias.

- Vou pedir para embalar para a viagem...Mian, unnie… - Até mesmo ouví-la me chamando de “unnie” trazia certo ressentimento. - Kure. - Digo simplesmente de forma tão fria quanto a que ela usou durante seu discurso que ia contra a ideia do projeto. Não trazia emoção nenhuma no rosto, os olhos não mais brilhavam, literalmente podia-se dizer que me sentia vazia.

Vazia de afeto, vazia de amor, vazia de amizades, vazia de objetivos. Se nem ao menos o projeto desse certo, se soasse hipócrita, mesmo com o propósito sendo outro, como poderia ter sucesso na vida profissional?

- Seria hipócrita mesmo obrigarmos pessoas a se expor sobre algo que nem nós mesmas somos capazes de fazer isso. Por isso que desde o princípio o propósito era simplesmente mostrar que existe muito mais do que uma única cor no arco-íris de infinitas possibilidades de personalidades, estilos, culturas, religiões, cores de pele, costumes, rótulos… O projeto ainda é Paint Me, não porque eu quero expor essas pessoas por não ter coragem o suficiente para fazer o mesmo, mas pra mostrar que há muito mais a se ver do que o Black and White que eles impõem. - Começo já a pegar minhas coisas, pronta para ir embora, sem nem ao menos relar no copo de chá.

- Leve a comida, foi você quem sugeriu que viéssemos aqui. Meu ônibus deve estar chegando. - Olho rapidamente no celular e já me levanto com tudo em mãos, e de fato, o horário estava próximo e eu precisava correr se quisesse chegar cedo em casa. - Lamento por terem entendido minha ideia desta forma… hipócrita, não é? Não é tão boa quando se olha por esse lado, hm? - Concordo com ela e faço uma breve reverência antes de virar as costas para sair, falando baixo, talvez quase inaudível.

- Volte em segurança, até amanhã. - Trago um pouco mais de formalidade do que o costume, assim como ela, a partir de agora ignoraria qualquer traços de sentimento que pudessem aparecer com a nossa relação. Agiria como era no início do curso, como deveria ter sido desde o início.

Preto e branco.

Mas antes disso, era necessário aceitar as coisas como eram e me permitir sentir. Sentir toda a solidão que não só por conta de Jinsol, dominava meu humor. Não esperava voltar a ser a mesma Luna de antes, não depois de ter admitido todas aquelas coisas em voz alta, não depois de receber o que poderia se chamar de fora, e ainda ser chamada de hipócrita. Estava ressentida, sim, mas entendo que eu também feri Jinsol com aquele assunto. Talvez fosse melhor sequer ter sugerido algo, deixar que as coisas fossem para o lado clichê, que fizéssemos um projeto sem um pingo de perfeição e não conseguíssemos sequer chegar perto da chance de se ter um estágio de meio período remunerado.

Poderia parecer pouca coisa para outras pessoas, mas para mim, era a última esperança que eu tinha de poder ser uma pessoa que tem seu próprio dinheiro, que não depende mais dos pais para pagar o curso, as contas, o apartamento.

Por céus, eu estava desesperada por aquilo!

Mas agora não fazia sentido, não fazia sentido ter a chance de poder ser alguém na vida, ter um nome conhecido por ser boa no que eu fazia, na minha maior paixão, a maquiagem, sendo que no fim, eu estava completamente sozinha, vazia. Com a cabeça longe, o corpo pesado e sentindo toda a consequência que o misto de sentimentos trazia pelo corpo, tracei meu caminho até o ponto de ônibus mais próximo, mal esperando a hora de me esconder novamente do mundo no meu próprio espaço pessoal.

Ao menos um assunto estava encerrado.
Luna Minn
Capa perfil : Luna: 03. PaintMe Tumblr_pqb4vs2zUe1u9wc5qo6_r2_1280
Frase : Chasing my dreams for perfection
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Luna: 03. PaintMe Tumblr_ooqkacCvjJ1uck6qpo1_400
Apelido : Minn
Jogo : Makeup artist
Mensagens : 77
Avatar perfil : Luna: 03. PaintMe KDWgmyv
Cabeçalho posts : https://66.media.tumblr.com/1c99662b94186566b27c764d2cfb82ff/tumblr_pxzhdt2FGN1uy3z3go1_1280.jpg
Ver perfil do usuário
Starry Night

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luna: 03. PaintMe Grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum