Elysium Fields

O Elysium Fields foi fundado em Fevereiro de 2018, com o intuito de ser um jogo entre amigos, mas cresceu para se tornar não um único jogo RPG, mas vários. Desta forma, pode encontrar um jogo para jogar, ou narrar o seu próprio jogo, com as suas regras. A maioria dos nossos jogos são guiados por um narrador, que começa a história, desenvolve, e dá um fim à mesma. Os jogadores são os seus personagens principais.
Joo Ri
Hae Shin
Ji Yeon

Moderação

Últimos assuntos
» You’ve been dreaming of a monster
por Raron Hoje à(s) 7:53 am

» Outros
por The Village Ontem à(s) 9:10 pm

» Lojas Locais
por The Village Ontem à(s) 8:18 pm

» Capítulo 3 - Festival de Primavera
por Joseon RPG Ontem à(s) 7:26 pm

» 02. Date Night
por Kwon Young Jae Ontem à(s) 1:58 pm

» Jun Sun e Tulipay: Awaken
por Nang Eun Kyung Ontem à(s) 1:17 pm

» Mortal Genesis
por Kye Jin Sang Ontem à(s) 4:48 am

» Gyuri: 04. A Princess is Born
por Nam Gyuri Ter Set 17, 2019 10:00 pm

» 02. Yes or Yes
por Shin Jaejin Ter Set 17, 2019 3:30 pm

» Ong: 03. Picture in my head
por Ong Joo Heon Ter Set 17, 2019 1:28 am

» Luna: 03. PaintMe
por Luna Minn Seg Set 16, 2019 11:34 pm

» Jeon Nayoung's Song
por Starry Night Seg Set 16, 2019 7:44 pm

» Klaham Chaiyasan's Song
por Starry Night Seg Set 16, 2019 7:43 pm

» Song Hyemi
por The Village Seg Set 16, 2019 4:03 pm

» Kang Ujin
por The Village Seg Set 16, 2019 3:53 pm

» Ok Beom Seok
por The Village Seg Set 16, 2019 1:22 pm

» Myeong Bokgu
por The Village Seg Set 16, 2019 12:14 pm

» Ahn Yura
por The Village Seg Set 16, 2019 11:49 am

» Hong Seo Ri
por The Village Seg Set 16, 2019 11:33 am

» Kim Hyomin
por The Village Dom Set 15, 2019 11:23 pm

» Soo Kyung Suk
por The Village Dom Set 15, 2019 10:45 pm

» PLANTÃO SN: Salto temporal, desafio da Nari e muito mais...
por Klaham Chaiyasan Dom Set 15, 2019 6:00 pm

» Teste de TPTs
por Klaham Chaiyasan Dom Set 15, 2019 5:47 pm

» 02. Clap Your Hands
por The Crown RPG Dom Set 15, 2019 4:41 pm

» All sink or swim
por Ayleen G Dom Set 15, 2019 10:00 am

» Nari e Suwon: 03. Gossip
por Park Nari Sab Set 14, 2019 9:21 pm

» Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue
por Kang Seung Hee Sab Set 14, 2019 5:10 pm

» @chae.kim
por Kim Chaeyeong Sab Set 14, 2019 12:59 am

» 02. Don't Mess Up My Tempo
por Son Ilgook Sex Set 13, 2019 11:34 pm

» Shin Woo Hyun
por The Village Qui Set 12, 2019 9:57 pm

» O Registro
por Ok Beom Seok Qui Set 12, 2019 2:37 pm

» Off-Chat
por Hae Shin Qui Set 12, 2019 1:36 pm

» INSCRIÇÕES
por Lee Su-ji Qui Set 12, 2019 1:26 pm

» Somin: 03. Interlude
por Starry Night Qui Set 12, 2019 2:49 am

» Tori: 03. Me Fisrt
por Starry Night Qui Set 12, 2019 2:32 am

» Game of Survival
por Ayleen G Qua Set 11, 2019 10:08 am

» [DADOS] Onde estrelas nascem ou morrem
por Jeon Nayoung Qua Set 11, 2019 12:50 am

» Capítulo 2 - Velhos conhecidos
por Jeong Sae Rin Ter Set 10, 2019 11:51 pm

» Capítulo 2 - Noivado
por Joseon RPG Ter Set 10, 2019 5:35 pm

» Capítulo 2 - A família real
por Joseon RPG Ter Set 10, 2019 5:19 pm

» The Heirs: Primeiras impressões
por The Crown RPG Ter Set 10, 2019 1:37 am

» Doce Setembro: O Adeus do Crown.
por The Crown RPG Ter Set 10, 2019 12:41 am

» @itswowls
por Shin Jaejin Seg Set 09, 2019 7:59 pm

» @mustlovepetz
por Kwon Soo Jin Seg Set 09, 2019 4:56 pm

» NPCs
por Joseon RPG Dom Set 08, 2019 12:17 pm

» Park Nari's Song
por Park Nari Sab Set 07, 2019 11:10 pm

» Gong Suwon's Song
por Gong Suwon Sab Set 07, 2019 9:22 pm

» Bares e Restaurantes
por The Village Sab Set 07, 2019 7:54 pm

» Park Jun Sun's Song
por Park Jun Sun Sab Set 07, 2019 5:58 pm

» DISTRIBUIÇÃO E GASTO DE XP
por Luna Minn Sab Set 07, 2019 10:04 am

Conectar-se

Esqueci minha senha

Recursos Gráficos

Parceiros

Créditos

A skin foi totalmente criada pela Ross (Ji Yeon), para uso exclusivo no Elysium Fields. A designer agradece à Persephone (Hae Shin) e à Luxi (Joo Ri) pela paciência para a aturar, a Flerex pelos códigos de cores e campos de perfil que tornaram tudo mais fácil e a FontAwesome pelos ícones. Os gráficos para imagens foram obtidas do Google e editadas pela Ross. As tramas são criações originais e de responsabilidade de seus respectivos narradores. O blog Dorama Resenhas é nosso parceiro-irmão e todo seu conteúdo é feito por suas escritoras através de uma pesquisa séria de fontes confiáveis, além da exposição de opiniões próprias. Plágio é crime. Não copie dos nossos conteúdos originais. Se for tomar inspiração, por favor mencione.
Moderação
One Piece
Starry Night
SKIE
The Crown
Joseon RPG
Sokcho's Tale
The Village
Convidados

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Relembrando a primeira mensagem :

RP Coletiva (Mini)Regras


  • Pelo menos um post por semana. O ideal são duas rodadas, mas se não for possível, pelo menos uma.

  • Vocês terão cinco dias para postar, a partir do meu turno. Conforme forem respondendo, eu respondo em cima. Caso esteja dependendo de outro player, o player atrasado que me desculpe, mas vou pular e vai ter trabalho dobrado.

  • Ausências precisam ser avisadas, por gentileza. A partir da segunda ausência, perde xp.

  • @Joo Ri e @Ji Yeon podem introduzir os seus canons quando quiserem, bem como retirarem.

  • Os diários serão usados em algum momento.

  • Os turnos sempre marcarcão seus nomes para que não se percam.

 
SKIE RPG
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 D6748f0bca6c360bed14951ffa82d59c
Frase : We all lie tell you the truth
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 24
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4e5aa53ed72a55791090bc5d5c4ece1f
Apelido : Narrador
Jogo : SKIE RPG
Mensagens : 208
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Gvxws3I
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/564x/be/7c/a4/be7ca46be1fc07cb3f2a9533757ac145.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo


take the dive

O distanciamento de Yuri a fez relaxar músculos que nem sabia que tinha tencionado. Ela era simpática e alegre, parecia conseguir falar sozinha por horas, e Seunghee, geralmente, amava pessoas sociáveis. Mas, de certa forma, Yuri lembrava a garota que ela menos gostava em toda sua vida, Jiyeon. Merda, e ainda fora pega de surpresa, mesmo que conteve suas expressões ao máximo que pode. Ainda sim, sentiu como se tivesse deixado escapar um pouco do que sentia, mas conseguira disfarçar com o clima tenso da troca entre os amigos.

Restavam poucas pessoas ainda ali, no máximo dois nadadores e as garotas que permanceram no vestiário após sua saída então era quase impossível não prestar atenção a quem estava ao seu redor. Por exemplo, o rapaz que cumprimentara Yuri após ela seguir seu caminho; era outro nadador, mas que tivera um tempo menos avantajado. Não dava para julgar apenas naquilo, afinal, ela mesma não fora tão bem na prova, mas ela não estava muito interessada nele naquele momento. E não queria ficar muito mais tempo ali. A voz de Monjae logo roubou sua atenção, em resposta ao comentário que tinha feito para aliviar o clima. Mwo? Você não viu nada...Ela me deixa tonto e com dor de cabeça, às vezes, de tanto que fala. Sinto muito se ela causou algum incômodo. Ela sorriu, pelo menos Monjae era bem honesto.

Ela seguia o rapaz para o lado de fora, com passo apertado para acompanhar o rapaz. Ele tinha, novamente, um olhar sério quando olhava para frente, mas continuava gentil na conversa deles. Era um contraste, no mínimo, interessante.- Hmm, ani -mentiu, tinha ficado um pouco incomodada, mas por motivos completamente diferentes do que ele poderia imaginar. Nem era culpa de Yuri, inclusive. - Ela é muito gentil, também - completou.

Aparentemente, não precisava ter mandado a mensagem para Seyeon. A garota estava aguardando do lado de fora com os braços cruzados e uma expressão serena, mas Seunghee sabia que propositalmente não olhava para quem acreditava não merecer sua atenção, assim como fizera desde que se conheceram. Era um alívio estar do lado bom da Shin, e isso se demonstrava pelo sorriso que abria em sua expressão assim que a reconheceu. Também parecia chocada, mas isso a Kang demorou um pouco mais para entender. Até que lembrou com quem estava: um dos melhores nadadores da prova. E se tinha algo que aprendeu rapidamente era que naquele lugar o time de natação tinha uma popularidade inata incontestável. Era como se fossem o time de basquete de seu Ensino Médio, só que tanto feminino quanto masculino. Seyeon tinha entendido rapidamente seus intuitos com a aproximação.

- Seyeon-ah!! - exclamou antes mesmo que ela pudesse falar algo. A outra respondeu com um aceno de mão educado. Monjae pareceu um pouco confuso, mas seguiu a garota sem grandes hesitações. Abriu um sorriso animado ao vê-la, que nem era de todo falso. - Fiquei feliz que veio! - agradeceu quando chegaram perto.

- Estou tão feliz por voce! Parabéns por ter passado para o clube! Eu não sei se estarei aqui a tarde, pois tenho um almoço importante agora, mas me manterei informada, hm? ela disse rapidamente, sem ao menos deixar espaço para que respondesse, mas a Kang já tinha acostumado com seu jeito, apenas sorria esperava ela terminar. - Aah! Obrigada... Sem problemas, também te mando notícias, - respondeu cordialmente, sem saber se o almoço importante era real ou apensar uma invenção da outra para deixar os dois sozinhos. Pela condição financeira dela, não duvidava que fosse verdade, mas nunca se sabe. Seyeon não parou ali, decidiu dar uma boa encarada em Monjae, antes de perguntar se eram amigos. Ela estava fazendo de propósito!

Os dois trocaram olhares, ambos sabiam que era cedo demais para realmente serem amigos, tinham acabado de se conhecer. Mas a convivência até o momento fora bem agradável certo? Seunghee fez um sinal com a cabeça para Monjae responder como quisesse, e ele, novamente tímido, o fez.

Seyeon não pode ficar muito mais tempo, ou talvez, não quis. Em pouco se despediu, mas não se esqueceu de deixar claro para a Kang que a apoiava na escolha, com um sorriso um tanto malandro, que parecia até surreal vindo de uma garota tão patricinha quanto ela. A Shin nunca deixava de surpreender Seunghee. - Boa sorte, Seyeon-ah! Até mais tarde!

Com isso, cada uma seguiu seu caminho. Seunghee, assim que perdera de vista a colega de quarto, olhou novamente para Monjae com seu melhor sorriso malandro. - Oh, Chingu-ya! - exclamou com uma falsa voz de decepção, claramente tentando não rir. - Se for para sermos íntimos ao menos me passe seu número!


Kang Seung Hee
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 WEcNVdL
Frase : When I open my eyes in bed I still haven’t come out of my gravity defying dream
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_ohd4afq0U71vv6118o3_540
Apelido : Mari
Jogo : SKIE
Mensagens : 28
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_oyqgogvmqn1udxr0yo8_250
Cabeçalho posts : https://wallpapercave.com/wp/wp4336537.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

S.K.I.ESábado. 9 de Março de 2019

Seunghee



Seyeon estava bem orgulhosa de sua amiga. Não apenas por ter conseguido entrar para o clube mais popular do colégio, mas também por fazer um contato tão importante. Sentia que não tinha se enganado a respeito de Seunghee e que poderia confiar na Kang a fim de formarem o próprio grupo influente do SKIE, num futuro próximo - elas seriam o futuro! A amizade delas era algo improvável, mas pouco a pouco parecia se consolidar como uma fato.

Afinal, a herdeira tinha refeito parte de seus planos de sábado a fim de prestigiar sua colega de quarto. Seunghee podia fazer uma pequena ideia do que isso representava, mas talvez nunca conseguisse mensurar o quão impactante era.

Seyeon não fazia isso por qualquer pessoa. O que significava que Seunghee era mesmo alguém para ela.

No entanto, ela precisava comparecer aos próprios compromissos e não estava mentindo quando disse que tinha um almoço importante. Bem que gostaria de ficar, conversar, ver e ser vista. Mas o dever a chamava. Acenou para a dupla, com um sorrisinho cúmplice enquanto se afastava. Talvez voltasse mais tarde, perto do fim da competição, mas dependia - ficariam na expectativa.

Já Monjae ainda estava um pouco tonto com toda aquela atenção. Precisava exercitar sua expressão fechada para essas meninas também ou acabaria ficando louco! A beleza de Seyeon não passou despercebida, mas ele não era como os tarados que rondavam sua melhor amiga - ele sabia se comportar e, no fundo, tinha traços de cavalheiro, apesar da evidente “ogrice”. Ajustou a bolsa em seu ombro, puxando o ar até que ouviu mais uma investida de Seunghee. Ele a encarou com bastante curiosidade até que repuxou os lábios numa risada divertida.

- Kure...por que não? Anote aí e me mande uma mensagem… - Foi falando o número enquanto caminhava com ela na direção do refeitório.

(continua…)

Ahra



Não era como se Tae Hee nunca tivesse presenciado um episódio envolvendo bullying. No colégio era o que mais acontecia. Mas ela nunca tinha visto algo assim tão forte, pesado...Ou talvez tenha sentido isso porque era a primeira vez que uma pessoa que ela se importava estava no olho do furacão. Sentiu proporções idênticas de nojo, medo e ansiedade durante aquela discussão. Assim como teve raiva de si mesma por não ter conseguido tomar uma atitude.

Aquela Naeun era intimidadora, além de ser uma unnie, sunbae e capitã do clube. Os títulos dela e sua postura bloquearam os instintos de proteção de Tae Hee. E a jovem se lamentava por isso, pois não achava que Ahra merecesse ouvir aqueles absurdos.

O pior foi que não limitou-se a ela, logo uma outra unnie também se meteu a fim de parar aquelas palavras de ódio, mas só virou a mira para si mesma. Era tanto absurdo por segundo que, muitas vezes, foi difícil de respirar. Enquanto Ahra seguia para falar com Hyesun - bem como se apresentar-  Tae Hee tomou aquele tempo para respirar. Não queria chorar ou fraquejar ali. Não podia.

Abriu os lábios carnudos uma, duas vezes, puxando o ar até conseguir se recompor. Aguardou o retorno de Ahra, depois de ouvir os conselhos avulsos das outras presentes e aconselhou que fossem embora. Não conseguia imaginar como ela suportaria ficar ali por mais tempo. Até mesmo usou Jyuni como argumento - algo prontamente aceito por Ahra.

Concordou que a prima de Ahra provavelmente estava comendo as unhas por conta daquilo, mas prestes a saírem, ela parou para ouvir aquele pedido. Tae Hee uniu os lábios novamente e suspirou.- Ne...Eu compreendo seus motivos para não querer falar disso… - Deixou os ombros caírem um pouco. - Miaeyo, unnie...Eu também estou envergonhada pelo que aconteceu aqui e por não ter conseguido me mexer...Miane…

Abaixou o olhar. Já do lado de fora, Jyu Ni realmente estava impassível esperando por elas.

Um casal passou por Jyuni quando ela desceu das arquibancadas para correr até elas - Ahra e Tae Hee só viam as costas, mas a menina usava um lindo vestido branco com cerejas amarelas enquanto o rapaz estava com a bolsa com seu equipamento pendurado num dos ombros. Fato é que a prima de Ahra correu até ela, com os olhos arregalados de preocupação.

- Unnies!! Por que demoraram tanto? - Perguntou para as duas, mas focou-se em Ahra. - Unnie… - Diminuiu o tom de voz. - Voce está bem? - Deu um passo a frente, tentando ver além do proprio reflexo nos óculos escuros e sim os olhos da prima. - Aconteceu alguma coisa….?

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 62d60b922ce9f9cc83169fb9f8e7513f

Tae Hee olhou brevemente para Ahra e então tomou a vez.- Ne, aconteceu...Eu senti dores musculares e a unnie estava me ensinando uma técnica lá dentro. Desculpa pelo trabalho, unnie...mas obrigada por tudo. Sinto-me melhor...Vamos? Não temos muito tempo!

- Hm...Foi só isso mesmo? - Indagou com um biquinho.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 8554ce2622dc2c31f591aeeafa07be14

- Sim! Vamos, por favor… - Tae Hee começou a puxar pelas duas e tão logo Jyuni não estivesse mais olhando, trocaria um breve olhar com Ahra.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 41586c02ab719fa84a8f28b8e951a1c0

Refeitório. 12:18 PM


@"Kang Seunghee" @Wang Ahra

Por conta do tamanho e da disposição do campus, havia mais de um refeitório espalhado pelo local. O prédio de artes, por exemplo, era um dos mais distantes e parecia mais cômodo que os alunos fizessem suas refeições por ali - para outros, essa desculpa não servia, pois parecia uma forma de segregar. Já para os alunos de medicina, o refeitório mais visado era o do próprio hospital universitário - não era como se tivessem muito tempo para viver, de toda forma. Além destes, havia mais dois: um mais elegante e elitista, usado principalmente pelos alunos de Direito e Engenharia - mas todos poderiam ir; e este que era muito mais focado para os atletas, no geral. A diferença dos quatro refeitórios, além da distância e suas respectivas decorações, eram os pratos servidos.

Para artes, os pratos esquisitos e mais baratos - mas não menos gostosos. Para medicina, os mais saudáveis, mas talvez com menos tempero do que gostariam. Já para Direito, os pratos elegantes e refinados. E para atletas, comidas saudáveis e seguindo o estilo de cada modalidade: assim como havia para aqueles que precisavam de dieta calórica, também havia as saladinhas para os que sofriam com os regimes.

O lugar tinha quatro opções de “restaurante”: coreano tradicional, chinesa, comida ocidental e vegetariana/vegana. De segunda a sábado, eles traziam de três a cinco opções de pratos para que os alunos escolhessem e fossem comer. Como era um dia mais festivo e com muita gente, eles estavam trabalhando a todo vapor, com cinco opções nos quatro restaurantes. Já a arquitetura do ambiente tinha uma ideia minimalista e aberta: as cores claras presentes nas paredes e até mesmo nas madeiras, davam a sensação de amplitude, mas também não se limitava ali: havia uma área aberta, até mesmo com mesas. Do lado de fora, havia parte de um dos jardins do campus - que possuía uma das muitas passagens para cortar caminho com suas escadarias que conectavam alguns prédios. No entanto, o fato das mesas terem conexão com a natureza, não queria dizer que eram os melhores lugares - naquele horário, por exemplo, as mesas estavam debaixo do sol forte.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 F787f3b5c1153aa327e73420077d037d
Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4dbcc7dfe00ca5c5413e48def9cf9b87
(Referencias)

Assim, os alunos começavam a se amontoar na área coberta, num canto mais fresco. Monjae acelerou o passo para pegar uma das últimas vagas - mas o problema é que ela tinha dez lugares. Mas ou era isso ou era ficar no sol. Ele começou a fazer cálculo com os dedos, torcendo para que não fosse obrigado a ceder o espaço para ninguém - mas pela sua ideia, apenas quatro lugares seriam usado dos seis.

Não interessou, ele meio que foi reservando a mesa toda.

- Vai lá pegar a sua comida, eu vou ficar por aqui, guardando o lugar…

Disse enquanto deixava Seunghee ir primeiro e voltar. As filas não estavam tão extensas assim e davam liberdade para que ela pensasse no que iria comer. O prato dela seria fartamente servido e quando ela retornasse, seria a vez de Monjae. No entanto, ele mal havia se mexido quando os dois ouviram a mesma voz de instantes atrás, de alguém que estava saindo do banheiro e chamou por Yuri.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 162ac356553d1e97ac2af2b3178df011

- Annyeong, com licença...eu posso usar um dos lugares? - O rapaz perguntou de modo educado.

A vontade de Monjae era de dizer um “não” do tamanho do mundo. Mas ele era um sunbae, já estava sabendo disso. E também parecia amigo de Yuri. E se estivesse só a fim de estragar o almoço deles? Monjae fez um palmo de bico, mas respirou fundo e encarou Seunghee.  - Se ela não se incomodar…

Belo cavalheiro, ahm?

Mas se ela olhasse ao redor, os lugares eram tomados por clubinhos - inclusive as meninas metidas de natação estavam ali, ocupando uma grande mesa com outros rostos. Pareciam rir de alguma piada. Tae Hee também estava por ali, carregando uma bandeja e olhando ao redor, acompanhada de Jyu Ni e da prima dela, a mestiça Ahra. As três também procuravam por lugares, mas ainda não tinham concluído sobre o de Seunghee.

Só o sol estava restando para os mais atrasados...ou um dos seis lugares vagos da mesa deles.

E o rapaz ainda aguardava por uma resposta.

Ahra e suas amigas foram uma das últimas a chegarem naquela leva de pessoas. As opções não eram das mais otimistas, mas se conseguissem pegar a comida, podiam comer até mesmo lá fora, debaixo de uma árvore! Por que não? Talvez fosse até melhor do que ficar ali dentro, compartilhando o mesmo ambiente daquela gente metida, arrogante e insuportável.

Como diabos eles tinham conseguido ocupar todos os lugares daquele refeitório que nem era pequeno?

As meninas primeiro seguiram até os restaurantes a fim de se servirem e, depois, com suas bandejas em mãos, avaliavam com mais clareza: não existia um lugar para as três sentarem sozinhas. Todos as mesas eram ocupadas por grupos consideráveis e só tinham um, no máximo dois lugares vagos. Ou elas ficavam no sol ou iam lá para fora...Ou...Uma última saída se fazia numa mesa mais atrás.

O olhar de Ahra se cruzaria com o de Seunghee - a menina que foi apresentada no vestiário e que conhecia sua prima e Tae Hee. Estava acompanhada de dois rapazes, sendo que um deles carregava uma bandeja. Parecia pedir para se sentar ali.

Será que Seunghee cederia para ele? E para Ahra e as meninas? Será que também estaria disposta ou diria que as cadeiras estavam ocupadas?

---
Off: Vocês decidem o que comeram.
Seunghee posta primeiro, você tem a iniciativa.


Proximo ao refeitório. 12:24 P.M.
Chaeyeong



Yuri arqueou uma das sobrancelhas quando Chae desviou de suas perguntas e preferiu segurar seu vestido, pela parte da saia. Abriu os lábios, mas os fechou na mesma velocidade, formando um pequeno bico analisando. - Komawo...Foi você que me ajudou a escolher, não lembra? Eu que tenho sorte de ter uma amiga como você…- Retribuiu o afago, forçando um sorriso no canto dos lábios.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 B543ebb8e7a721418d1edfca5e52ebbb

Mas o desânimo era quase que recíproco. Segurou as mãos de sua amiga, querendo que gestos falassem mais do que palavras. Yuri só poderia ajudá-la se falasse - e considerando que eram melhores amigas, parecia existir muitas coisas que Chae preferia não contar.

Será que guardar tudo aquilo para si mesma estava fazendo bem? Yuri deu um pequeno suspiro quando ela escolheu as perguntas mais fáceis.

Não a forçaria.

Daria espaço, como sempre.

Começaram a caminhar e Yuri fez uma expressão aborrecida para o relato. - Uma cliente? Não foi aquela intragável, né? Até porque eu tenho a impressão de que ela estava na arquibancada hoje… - Mordeu o lábio, pensando nos rostos que viu. - Ah, enfim, foi deselegante com você? Por isso te chateou?

Perguntas demais. Escondeu os lábios, ponderando até que foi a vez dela ficar sem palavras por um momento.

- Ah...o Monie… - Meneou positivamente. - Ne,  ne...Ele se adiantou porque precisa comer logo, ele vai nadar as 1 P.M e pouca, parece. Não sei ao certo… - Escondeu os lábios. - Mas o refeitório não fica longe da piscina e também é aqui perto. Levei o que? Uns oito, dez minutos para chegar aqui…- Até olhou para o celular, para confirmar o que estava dizendo. - Sim, foi bem divertido. Você já viu os vídeos? Mandei vários, mas enfim, Monie foi muito bem...Fez um dos melhores tempos. - Sorriu. - Ele gosta mesmo de nadar, né? Aquele dentuço…

Deu uma risada cúmplice pelo jeito que o chamou. Tentava arrancar algum ânimo de sua amiga e começou a acelerá-la um pouco mais, ainda que não estivessem correndo. Gostaria de ter dito que ele estava popular com as garotas, mas só tinha visto uma! Não fazia sentido usar o plural! E também pode ter sido só algo pontual...os dois do mesmo clube.

Meneou negativamente, afastando os pensamentos e esboçando um sorriso.

Estava tudo muito bem, até que elas começaram a ouvir algumas vozes em tons não muito amistosos.

- Já acabou? - A voz feminina indagou, sem paciência. - Então saia da minha frente.

- Eu acho que você não entendeu… - A voz masculina revidou.

- Ani, quem não entendeu foi você, seu saco de lixo. Eu estou exigindo que você saia da minha frente ou…

- Ou vai fazer o que? Você não tem coragem nem de finalizar as coisas consigo mesma, vai dizer que faria algo contra mim? Hahaha...Você é divertida. Todo mundo sabe que você não tem escudo nem do seu nome. Por isso brincam com você, ratinha

O rapaz tentou levar a mão até o rosto dela, mas ela segurou. Usava um cropped de manga comprida preta e uma calça cargo verde musgo. Nos pés, uma bota de cano médio. Ela agarrou o forte braço dele por puro reflexo, começando a cravar as unhas pretas pela carne dele. Claro que ele era mais forte, mas os dois faziam força naquele momento e o olhar dela era intenso para ele.

- Você não duvide da minha capacidade de arruinar vidas. Agora mesmo eu tenho uma visão muito divertida sobre você…


- Diga...Eu quero rir um pouco.


- Meu sonho é ver você e toda sua corja com cada pedaço do corpo quebrado enquanto afogam no próprio sangue.
- Os olhos dela brilharam nesse momento. - Isso ainda seria pouco para gente como você. - Riu sem humor. - Tenha cuidado com lugares altos...Eu posso fazer dessa visão realidade.

O sorriso foi sumindo, mas os olhos deixaram de brilhar. O garoto deu uma risada debochada, mas havia algo naquela promessa que o fez engolir em seco. A conversa estranha ficou ainda mais esquisita quando eles abaixaram os braços e Chaeyeong veria o rosto da menina que tinha acabado de começar a seguir no instagram.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 7df50d79075cb3aca67096c4406ed0b7
(a garota do instagram)

- Eu deveria ter medo disso? Por que? Parou de tomar os remedinhos e está mais louca do que nunca?

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Ef4afdb5dd4ac872446c0db916744f56
(o individuo)

SKIE RPG
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 D6748f0bca6c360bed14951ffa82d59c
Frase : We all lie tell you the truth
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 24
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4e5aa53ed72a55791090bc5d5c4ece1f
Apelido : Narrador
Jogo : SKIE RPG
Mensagens : 208
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Gvxws3I
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/564x/be/7c/a4/be7ca46be1fc07cb3f2a9533757ac145.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

SWIM COMPETITION
- Komawo...Foi você que me ajudou a escolher, não lembra? Eu que tenho sorte de ter uma amiga como você… - Fez que sim com a cabeça tendo o mesmo sorriso de canto com a reação, Yuri tinha razão, realmente havia ajudado a escolher aquele vestido, com a clara intenção de também usá-lo vez ou outra, mesmo que ela fosse muito mais magra que a Kim.

Conforme sentiu-se razoavelmente mais confortável para conversar, começou a desabafar algumas coisas, estava confusa ainda sobre até que ponto deveria falar, sobre até onde deveria desabafar. Até quando seu corpo suportava a dor de não poder ter escolhas com relação à sua vida romântica e estado civil. Não queria se casar. Não forçado. Não com aquele homem. Não agora.

- Uma cliente? Não foi aquela intragável, né? Até porque eu tenho a impressão de que ela estava na arquibancada hoje…Ah, enfim, foi deselegante com você? Por isso te chateou? - Riu brevemente e sem humor com a menção da colega de Taehyun, realmente ela era uma cliente chata, mas não vinha ao caso, já que não se tratava dela e sim de uma que era o completo oposto. - Ani, na verdade foi com uma das clientes que eu gosto de atender. Ela… Falou coisas sobre amor.  - Hesitou por um momento, mas continuou, Yuri tinha plena consciência do quanto Chae era romântica. - Disse coisas sobre ter alguém que ama, sofrer por essa pessoa quando a perder, e a sorte que pessoas que nunca passaram por isso tem por não ter que se sentir como se uma parte de si houvesse morrido. - Suspirou com a mente indo para o longe, mais uma vez a melancolia por conta da situação com Monjae a tomou, a culpa por não ter falado nada, o que levou à outra pergunta.

- Ah...o Monie… Ne,  ne… Ele se adiantou porque precisa comer logo, ele vai nadar as 1 P.M e pouca, parece. Não sei ao certo… Mas o refeitório não fica longe da piscina e também é aqui perto. Levei o que? Uns oito, dez minutos para chegar aqui… Sim, foi bem divertido. Você já viu os vídeos? Mandei vários, mas enfim, Monie foi muito bem...Fez um dos melhores tempos. Ele gosta mesmo de nadar, né? Aquele dentuço… - Tentou se distrair com a competição conforme Yuri tagarelava a respeito disso, realmente o refeitório era próximo e seria questão de minutos até estarem comendo apressadas para retornar à piscina.

- Ani, ainda não consegui ver os vídeos, mas é verdade, ele realmente se dedica com a natação e isso me deixa feliz pelo nosso toggi! - Assim como Yuri, conseguiu dar uma risadinha -verdadeira desta vez- com o apelido de coelho, não tinha como negar que ele realmente lembrava um, o que era bastante fofo. Conforme apertavam o passo para não se atrasarem para o almoço e ficar sem mesa na sombra, começaram a ouvir uma espécie de discussão entre um homem e uma mulher.

Demorou apenas alguns segundos para identificar de onde vinha a confusão, vendo claramente uma espécie de troca de  agressões não só verbais, mas também física, segurou o braço de Yuri para que ela parasse de andar, evitando intrometer-se naquilo e encostando em uma árvore como se estivessem em uma conversa ali. Levou o dedo indicador até os lábios pedindo por silêncio da amiga. Não se sentia bem em estar ali ouvindo a discussão, mas também queria evitar entrar no meio daquilo já que não sabia do que se tratava, e o jeito mais fácil de não atrapalhar era evitando aproximarem-se mais.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_pu1t21MgF91vwt7coo1_1280

Chae sentiu um impulso em ir fazer algo conforme o rapaz ergueu a mão para acertá-la no rosto, mas resistiu e conforme a visão era liberada não demorou muito para reconhecer a garota. Era a mesma que havia seguido no instagram há poucos minutos, o que a deixou um pouco chocada pela coincidência, mas evitou olhar conforme as palavras ficavam mais ríspidas e até mesmo uma espécie de jura de morte foi trocada. Observou também o rapaz, logo desviando o olhar para não chamar atenção, não o reconhecia de lugar algum e também não queria ficar ali para tentar reconhecê-lo.

Conforme aquela última provocação foi dada uma clara insinuação de que a garota era louca e tomava remédios para tentar controlar isso, Chaeyeong voltou a andar, sentia a mão fria pelo tom das ameaças que estavam longes de soarem como brincadeira entre amigos, e arrastando Yuri com ela também, andou ainda mais rápido conforme se aproximavam dos dois. Era como se estivesse em alerta, em uma descarga de adrenalina que tomou conta dos seus sentidos. Não olhou-os, apenas manteve a cabeça abaixada enquanto se concentrava em não tropeçar antes de se afastarem o suficiente da dupla.

De fato, sentia medo, e considerou a ideia de parar de seguir a tal conta do instagram assim que se sentassem bem longe daquelas duas pessoas. Não parou de andar rápido até chegar dentro do refeitório, sentia vontade de correr, mas correr para bem longe dali, e até mesmo a garota que praticava o esporte diariamente sentia a respiração ofegante, imaginava que Yuri também não estava lá tão diferente de si. Soltou o braço da amiga finalmente percebendo que estavam seguras ali, a expressão de preocupação no rosto era bastante óbvia e pensava no que poderiam fazer quanto àquilo.

- Ottoke? Será que deveríamos falar sobre isso com alguém da reitoria? - Perguntou olhando-a nos olhos em busca de algum direcionamento. O mais sensato seria avisar alguém sobre aquele ocorrido, especialmente os responsáveis pela ronda do local sobre uma possível troca de ameaças de morte, mas quem iria acreditar na palavra das duas quando não se tinham provas? - Me pareceu que ela estava falando bastante sério. - Levou uma mão até a testa limpando uma gotinha de suor que escapava da linha do cabelo.

Aos poucos a adrenalina diminuía e a respiração se estabilizava. O calor voltava às mãos e às bochechas e todo o estado quase depressivo embotado de antes começava a desaparecer. O que hormônios de prazer não faziam?

- Woah, isso foi realmente assustador. - Nunca tinha passado por uma situação como aquela antes e definitivamente aquilo tudo se traduzia em sua reação imediata. Será que algo aconteceria com o rapaz? Será que deveria alertar alguém sobre aquela cena?
Kim Chaeyeong
Capa perfil : there's only one today
Frase : Endless beauty is the harmony to steal your heart
Estado Civil : Enrolado
Idade : 22
Gif : who do you love?
Apelido : Minn
Jogo : Design&Arte
Mensagens : 29
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 IJirB4v
Cabeçalho posts : https://picserio.com/data/out/461/starry-night-wallpaper_6629035.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

take the dive
O encontro com Seyeon fora agradável, a cada dia parecia que as duas estabeleciam uma relação mais forte. Sim, talvez tivessem interesses por trás da simpatia, mas não deixava de ser algo agradável e novo para a bolsista. Agora com o ingresso no clube de natação, talvez pudessem até estabelecer sua influência dentro do campus. E Seunghee trabalharia arduamente nisso, já começava por fazer seus contatos. Também não podia deixar de notar que, mesmo atarefada, a colega de quarto tinha ido a ver. Se realmente existisse esse almoço, e Seyeon não parecia do tipo que precisaria mentir sobre isso, era demonstração de um esforço pelo lado dela para desenvolver a amizade. Seriam amigas? A palavra tinha um peso fora do comum para a Kang, mas talvez devesse tentar pensar sobre isso. Só não agora. Justo agora que tinha se lembrado de Jiyeon na amiga de Monjae. Seunghee acenou um "tchau" para ela assim que ela anunciou sua saída.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_pw50o0dyFj1yoiwkxo1_400

Falando nele, o rapaz parecia um pouco incerto sobre como agir com a presença da Shin, e ela era de fato muito bonita, com um charme difícil de negar. Mas talvez não fosse só aquilo, ele também aparentava estar um pouco sobrecarregado com a situação, como se não estivesse acostumado a se envolver em situações sociais com muita freqüência.  Assim que a herdeira chaebol se distanciou, ele pareceu relaxar um pouco. Ela se orgulhou de conseguir fazê-lo rir, era um som agradável. Talvez, mesmo que não ficasse com o rapaz, deveria o manter por perto.  E agora já até tinha seu número, o qual salvou imediatamente como contato segundos antes de lhe enviar uma mensagem no kakao com um emoji e uma frase indicando que era ela.
Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tenor monjae-ssi, é a seunghee~

O caminho para o refeitório dos atletas não foi longo, e o ambiente não pode deixar de chocar a garota. Era sua primeira vez naquele refeitório, sempre frequentara os mais próximos de seu dormitório com Seyeon ou com alguma outra conhecida. A proximidade com a natureza era algo que lhe agradara, assim como as amplas janelas que deixavam o sol entrar. Era confortável, apesar de nunca tê-lo visitado, lembrava a academia de natação que participava antes de ingressar na universidade. Já o rapaz parecia ter reação oposta, passando os olhos rapidamente pelo lugar e sentando na maior mesa restante com a mesma velocidade. Até fazia sentido, ele parecia querer fugir da mesa diretamente debaixo do sol, que parecia arder com calor de meio-dia.

Não questionou a decisão, também preferia infinitamente a mesa maior do que a outra opção, mesmo que significasse que qualquer um pudesse pedir para sentar ali. Qualquer um. Não apenas as boas opções de contatos, mas também pessoas que podiam arruinar sua reputação antes mesmo que ela pensasse em ter uma. Deus, será que teria que ser grossa logo na primeira semana? Não queria criar nenhuma inimizade a priori, pelo menos não antes de entender muito bem o funcionamento social de toda a faculdade, quem seria importante de ter próximo e que é completamente desnecessário. Internamente ela agoniava o momento, que com certeza chegaria, de alguém pedir para almoçar com eles, rezando para não ter azar. Decidiu aceitar a proposta de Monjae, suas expressões fechadas iriam espantar outros alunos enquanto ela se servia - Okay, Monjae-ssi - respondeu após deixar a bolsa na cadeira em que iria se sentar, logo ao lado do rapaz e pegar a carteira e o celular para acompanha-la até onde faria seu pedido. Raramente conseguia deixar seu celular para trás.  - Já volto.

As filas não estavam tão grandes, mas a garota optou pela maior: a de comida coreana. Seunghee nunca fora exigente como comida, mas sempre teve preferência pelas comidas tradicionais de seu país. Já tinha desistido completamente de sua ideia de apenas lanchar, seu estômago estava prestes a roncar e o cheiro de comida nova apenas aumentava seu apetite. Já sabia de cor o que devia ou não comer, de acordo com a dieta feita por seu antigo treinador. Tinha que comer carboidratos para conseguir energia para a prova, o que não era difícil, visto que mais da metade dos pratos da Coreia eram feitos ou de arroz ou de macarrão. Ela, no entanto, não demorou muito para tomar sua decisão. Tinha gosto por Japchae, o macarrão transparente agridoce com diversos vegetais e carne, e a aparência do prato estava perfeita. Era uma tigela de macarrão com duas pequenas guarnições, uma de vegetais cortados e outra de mandu. Perfeito.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Japchae1-1


E não era tão caro quanto o outro refeitório, aparentemente. Não que ela precisasse se importar muito com os preços, visto que a bolsa já cobria a maior parte de seus custo e sua família conseguia arcar com a alimentação tranquilamente, mas ela não era do tipo de gastar dinheiro a toa, muito menos com comida. Ao pagar acrescentou à sua compra um chá, um isotônico e uma barra energética - para mais tarde. Era sempre bom estar preparada com os dois últimos. Pagou sem maiores problemas e caminhou de volta à mesa, feliz em ver que ninguém tinha arriscado se aproximar do nadador.  - Pronto, pode ir lá, eu te espero- disse para ele, mas não pode concluir. Antes mesmo que ela sentasse completamente, uma voz vagamente familiar soou por trás dos dois, pedindo educadamente um lugar. Seunghee se virou um pouco para ver de quem era a voz, e reconheceu o outro nadador de minutos antes.

O rapaz era bonito também, e ainda de ter entrado no clube de natação; não tinha por que dizer não, além da óbvia vontade de Monjae, mas como o rapaz parecia ser amigo de Yuri, poderia passar por cima desse empecilho. -Ahh, não, não me incomodo -  respondeu a pergunta, com um sorriso simpático. -  Você é amigo da Yuri, certo? Sou Kang Seunghee - disse após o rapaz agradecer e se sentar. Os dois rapazes logo comprariam seus almoços e deixariam a estudante de Ciências Políticas sozinha na mesa de dez lugares.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_puvk7areX71szf0bzo4_400

Bebia lentamente seu chá, não queria deixar nenhum deles sem graça por já ter começado a comer quando voltassem mas também já sentia fome. Tirou o celular do bolso para checar o que tinha de novo em suas redes sociais e avisar sua irmã sobre a competição de natação. Em pouco, assim que se distraíra localizou as meninas que conversara no vestuário procurando mesas. Deus. O que fazer? Se aceitasse a menina mestiça em seu grupo seria ao certo suicídio social, mas também não queria estar do lado ruim de nenhuma das duas, ambas do time de natação. Tinha que pensar em algo rápido. Acabou por apenas sorrir na direção, voltando rapidamente a fitar o celular. Já via os meninos se aproximando. Não as tinha convidado para a mesa, e caso elas se aproximassem para pedir lugar, não seria a única a ter que decidir.
Kang Seung Hee
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 WEcNVdL
Frase : When I open my eyes in bed I still haven’t come out of my gravity defying dream
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_ohd4afq0U71vv6118o3_540
Apelido : Mari
Jogo : SKIE
Mensagens : 28
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_oyqgogvmqn1udxr0yo8_250
Cabeçalho posts : https://wallpapercave.com/wp/wp4336537.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Competition?

Ahra não tinha como apontar perfeitamente os sentimentos que apertavam o coração de Tae Hee diante do que ela acabou de presenciar, porém podia calcular algumas possibilidades. Embora com motivos para se fechar, tentou ser o mais suave possível, não para minimizar o ocorrido, mas não permitir que o mesmo alcançasse o nível de afetá-las durante a última parte da competição. Na verdade, o caso de Ahra era justamente o contrário... Aquilo lhe rendeu um gás a mais – como se a veia competitiva precisasse de mais adrenalina e incentivo...

Depois de propor que não contasse sobre a cena, ao menos, não detalhadamente, para Jyuni, a mestiça aguardou a posição da garota a respeito, pois por ser colega de quarto de sua prima, talvez preferisse não esconder nada dela. Contudo, o pedido de desculpas e as palavras constrangidas chamaram a atenção da Wang... – Tae Hee? – esperou que ela a encarasse para só então continuar – Você não precisa me pedir desculpas. Agradeço sua intenção, mas não quero que vire um alvo. Já é ruim o suficiente que nós andemos juntas... Isso agride a sua imagem – Ahra suspirou – Eu sei... Eu sei que você quis fazer mais, porém não virar as costas e se render ao ódio que testemunhou aqui... Komawo por ficar comigo.

Mostrou um pequeno sorriso e logo começou a caminhada, tocando-a no ombro para que fizesse o mesmo. Conforme saíam do vestiário, Ahra observou aos arredores, desconfiada, mas o uso dos óculos escuros ajudava a disfarçar.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Images?q=tbn:ANd9GcQwOeJHRKZgP7c0ohsHwjyCZVJ0_6nmBYOJlg6ccFBrfb7rVz4b

Enfim, do lado de fora, a dupla não demorou a avistar Jyuni e a prima igualmente identificou as presenças de Ahra e de Tae Hee. Nem houve necessidade de acenar – Jyuni literalmente avançou até elas. Ainda atenta frente a uma possível gracinha ou novo ataque, a jovem voltou a deslizar os olhos pelo ambiente e visualizou o casal, notando apenas detalhes das roupas. Não reconheceu nenhum dos dois e não viu sinais da sebosa Abelha Rainha e suas seguidoras. Entretanto, o foco concentrou-se na expressão aflita da prima assim que ela se aproximou e iniciou as perguntas imaginadas por Ahra. Chegou a entreabrir os lábios para articular uma resposta, só que Tae Hee foi mais rápida e improvisou de uma maneira convincente. Ela e Ahra trocaram olhares... E a Wang acenou positivamente, confirmando a história – Não tem razão para agradecer. Esses minutos, hm... me ajudaram a digerir algumas coisas.

Como o tempo ridículo, por exemplo.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Images?q=tbn:ANd9GcTZTFXvfdAaKdzWbU4_qhQ_J78_T8HQ_--rSn1tAqAwYcL660VC

Teimosa, Jyuni insistiu, aparentemente não comprando a explicação, mas além de Tae Hee, Ahra voltou a dizer que nada mais aconteceu. Tae Hee tomou a iniciativa ao puxá-las e quando a oportunidade apareceu, ela encarou a menina e silenciosamente agradeceu pelo auxílio e apoio.

[...]

O trajeto ao refeitório mais próximo não foi longo e como esperado, o lugar já estava muito movimentado – certamente por conta do horário apertado. Além disso, não tinha ideia do que comer, pois mal sentia fome; algo nutritivo o bastante para repor as energias perdidas de manhã.

Era um local bonito e aberto, o que permitia uma melhor visão da paisagem e oferecia diversas opções, mesmo que todo mundo tenho escolhido pelo interior, independente da imagem atrativa. O sol do meio-dia castigava os mais ousados e Ahra desejava um almoço tranquilo.

- Como está... cheio.

Comentou, franzindo o cenho enquanto também puxava os óculos para cima da cabeça e o cabelo acompanhou a ação.

As três decidiram arriscar e entraram na fila para se servirem e depois pensariam na escolha mínima de lugares disponíveis. Dentre os cardápios dispostos, Ahra preferiu o chinês. Pediu uma porção pequena de Chow Mein de legumes e frango; para beber, um chá gelado.

Enfim, quando todas novamente se juntaram, restou decidirem como seguiriam: se tentariam um lugar no próprio refeitório ou procurariam um com sombra do lado de fora. Ahra começou a olhar cuidadosamente e, por sorte, esbarrou em Seunghee – Aquela não é a sua colega? – indicou a menina, usando o queixo, pois as duas mãos seguravam a bandeja. Na mesma hora, a outra confirmou que sim, já que o sorriso serviu como cumprimento antes da atenção retornar ao celular. Balançou a cabeça educadamente, correspondendo. Bem... Seunghee não sinalizou que havia cadeiras vagas – não que fosse obrigação dela de qualquer forma, mas...

A vista dentro do refeitório era deveras... opressora. Mas Ahra não abriria mão do conforto – se existiam cadeiras vazias, por que não ocupá-las? Encarou Tae Hee e Jyuni.

- Acho que ainda tem vagas... ou vocês preferem comer lá para fora?

Se optassem pelo refeitório, Ahra começaria a andar em direção a mesa na maior tranquilidade do mundo assim como agiria da mesma maneira caso preferissem o outro caminho.
Wang Ahra
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Dil-2
Frase : Promise me a place in your house of memories...
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_owsk3k8kfa1wrsw1uo1_540
Apelido : Karol
Jogo : -
Mensagens : 19
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 322e85b9d5ad12eb06f122cf37f1c629
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/originals/04/88/04/0488041b1ded3ec82c0c97681237bef5.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

S.K.I.ESábado. 9 de Março de 2019

PRIMEIRAMENTE, gostaria de pedir desculpas pela minha demora. Eu expliquei pelo wpp, mas sinto muitíssimo mesmo assim. Espero que possamos retomar o gosto pela cena coletiva que estava num pique muito bom! Conto com a colaboração de voces e prometo que darei meu melhor para encerrarmos bem aqui. Voces perceberão que dei uma acelerada, mas foi a melhor saída que encontrei para economizarmos tempo.

Vamos lá...


Proximo ao refeitório. 12:27 P.M.
Chaeyeong


- Sobre o amor? - Yuri recebeu aquilo com certa surpresa, sentindo o peso daquela conversa. Conhecia sua amiga como a palma de sua mão, pois inclusive reconhecia o fato dela ser fechada e ter coisas que não gostava de compartilhar. Contudo, o amor sempre foi um tema que a deixava mexida, pois era romântica desde o berço. Perguntava-se o que aquela tal cliente havia dito para mexer tão profundamente com ela. Não precisou perguntar, pois dessa vez, Chae foi um pouquinho além das explicações. - Woah...Ela deve ter recebido uma notícia muito triste para refletir sobre esse tipo de coisa. Quer dizer, eu nunca passei por um sentimento desses, mas… - Tombou um pouco a cabeça para o lado. - Geralmente nós que temos o costume de dificultar as coisas. Pelo menos eu penso assim...A única exceção que não podemos reverter é a morte. Todo o resto me parece possível de superar ou tirar alguma lição, pelo menos.

Suspirou junto de Chae, percebendo a expressão dela. Yuri fez um biquinho no canto dos lábios e abraçou o braço da melhor amiga. Ficaram andando assim juntinhas e cúmplices, mudando um pouco o teor da conversa. Ou pelo menos para Yuri foi uma mudança - ela não conseguia ligar a conversa sobre amor com Monie, pois não fazia ideia do que os amigos tinham conversado. Claro que estava sentindo um clima estranho e o simples fato de Monie não estar ali, já era um indicador de que havia algo errado entre eles. Mesmo assim, ela começou a tagarelar bastante, tentando distrair a amiga.

Chegaram até mesmo a dar uma risadinha cúmplice e divertida por conta do antigo apelido de Monie. Yuri acreditava que, ainda que um pouco, o ar melancólico era afastado de Chae. As amigas andavam de braços dados e num ritmo normal - com pressa, mas não desespero - até que ouviram aquelas vozes oriundas de uma discussão. Não demorou para que Chae tomasse uma atitude, puxando Yuri para um lugar onde poderiam “se esconder”, mas sem deixar de ouvir. A garota franziu um pouco as sobrancelhas, chegando a abrir a boca apenas para fechá-la no instante seguinte e franzir um pouco as sobrancelhas. Escondeu os lábios, mas a cena não ajudava a conter suas expressões.

Seus olhos estavam arregalados e ela tentou dizer alguma coisa, mas foi impedida pela amiga. Colocou a mão sobre os próprios lábios, limitando-se a piscar repetidas vezes.

Ao contrário de Chae, Yuri queria se meter, mas obedeceu a vontade da amiga. Trincou os dentes, franzindo as sobrancelhas e andando ligeiro. Observou os dois, virando um pouco mais a cabeça. Percebia que a menina não desviava o olhar do rapaz - mesmo que parecesse pequena e muito mais fraca do que ele, seu olhar era forte e não hesitava. Manteve sua cabeça erguida, ignorando a saída daquelas duas.

Logo os passos velozes das duas a levaram até um lugar seguro - a entrada do refeitório. Yuri ouviu as indagações, mas apenas escondeu os lábios, ponderando. - Eu não sei...Quer dizer...Eu também fiquei preocupada com o que vi, mas o que podemos fazer? - Perguntou meio ofegante. - Eu já vi aquele oppa de vista, viu como ele era enorme? E a garota tão pequena...será que ela está bem?

Olhou para trás, como se pudesse vê-los, mas claro que já estavam distantes o suficiente. Foi apenas um ato reflexo. Umedeceu os lábios. - Eu também ouvi as ameaças, mas o que você acha mais provável de acontecer? Ele agredi-la ou ela empurrá-lo de um lugar alto? Eish...eu to gelada. - Mostrou os dedos frios e levou a mão até o peito, afagando um pouco a região. - Vamos...Vamos que vou tentar me informar.

Abraçou o braço da amiga de novo e continuou o caminho. Quando chegassem, os lugares já estavam quase todos preenchidos e Monie ocupava uma mesa grande, segurando vários lugares livres, mas...não estava completamente sozinho.

Havia cinco pessoas com ele: quatro meninas e um rapaz. Yuri fez um “o” com a boca quando reconheceu o rapaz - mesmo de costas, ela já tinha decorado a roupa dele - mas também via as outras meninas. Caso elas pensassem noutra mesa, veriam que as livres estavam no sol e havia apenas um lugar vagos nas outras. Não havia para onde fugir, no fim das contas.

- Clube grande o de natação… - Brincou. - Kaja...Vamos falar com Monie e conhecer aquelas pessoas, hm? Talvez eles possam ajudar a reconhecer aqueles dois e ajudar no que fazer…

Ou isso viraria uma fofoca, mas bem, pelo menos a consciência delas não ficaria pesada imaginando o que tinha acontecido com eles.

Refeitório. 12:27 PM


@"Kang Seunghee" @Wang Ahra @Kim Chaeyeong

O rapaz esboçou um sorriso educado quando ouviu a resposta de Seunghee. - Komawoyo… - Puxou uma cadeira para se sentar. - Ah? Ne...Ne...Nós nos conhecemos há algum tempo. Vocês também são amigos dela?

- Amigos? Tsss...eu sou o melhor amigo dela, mesmo que ela conheça todo mundo - Monjae começou com seus discursos. Dava para ver que ele tinha certo ciúmes, mas não necessariamente com um teor romântico. Estava mais para um amigo territorialista ou um irmão mais velho mesmo. - De onde vocês se conhecem… - Hesitou um pouco, mas bom, não podia criar escândalos agora, por isso concluiu com um modo educado de chamá-lo - sunbae?

Chocado com aquela demonstração, o rapaz permaneceu com a expressão travada até dar uma pequena risada, achando certo graça. - Eu me chamo Min Doyoung...prazer em conhece-la, Kang Seunghee... E...Song Monjae, não é? - Pigarreou, corrigindo a postura. - Eu a conheço do clube, nós fazíamos aulas de tênis juntos, com meu hyung. Que inclusive… - Pegou o celular, dando uma olhada nas mensagens - Todas essas cadeiras estão ocupadas?

- Quantas pessoas pretende trazer, sunbae? - Monjae estava com uma gota a menos de paciencia.

- Só estou vendo com meu hyung, mas ele nunca anda sozinho, então, acho que duas serão o suficiente.


Respirou fundo, fechando os olhos por um momento. - Só preciso de duas cadeiras também...Seunghee-ssi, você pode tomar conta pra mim?

Levantou-se, agradecendo. Era a vez dele de comprar sua comida. Enquanto ele saía, Seunghee avistava Ahra e suas duas amigas - ambas conhecidas por dividirem o dormitório. Havia dez lugares naquela mesa, o Monjae-oppa havia pedido duas além das deles; Doyoung-oppa estava falando com o tal do hyung, pedindo mais duas também. E Ahra estava acompanhada de três meninas. O número fechava certinho, mas será o que o lugar implicaria para o seu social?

Quando Monjae retornou para sua mesa, cinco minutos depois, ele só queria entender o que tinha acontecido ali. Basicamente o número de pessoas havia dobrado e lá estava ele, de pé, com sua bandeja. Olhou para Seunghee, mas o grande culpado e sociável era Min Doyoung.

Tae Hee e Jyuni não entenderam a indagação de Ahra, tampouco a expressão de Seunghee - ou simplesmente se fizeram de boba. Quando se aproximaram da mesa, perguntando se podiam ficar, Doyoung tomou a frente, visto que a hoobae estava ocupada, distraída com o telefone. Doyoung havia explicado que os lugares estavam certos! Afinal, Song Monjae tinha dito que só precisava de duas cadeiras, ele também precisava de algumas e as meninas poderiam ocupar as tres restantes.

Não faria mal, não é? Até porque, era uma mesa de atletas, praticamente, visto que a metade estava no clube de natação. Min Doyoung era um veterano do clube e, naqueles breves instantes, já dava para perceber que ele era feito de um “material diferente”. Não era apenas uma pessoa educada, generosa e aprazível de se conversar. Ele também parecia rico...do tipo muito rico - fosse pelo modo como se comportava, seus acessórios caros ou o coreano bem pronunciado. Ao contrário de Seyeon e das meninas do vestiário, ele não era do tipo esnobe e em nenhum momento puxou o saco de Seunghee - por ela ser a “sobrinha da diretora” tampouco olhou para Ahra como uma “sangue ruim”. Parecia que só gostaria de ter um almoço tranquilo antes da segunda parte da prova.

E foram cinco minutos bastante calmos. Tae Hee e Jyuni agradeceram ao oppa e a Seunghee por terem cedido o lugar, mas ficavam um pouco mais tímidas na presença dele - ele, ao contrário, parecia confortável. E não estava com sua comida ainda, esperando uma resposta.

A conversa breve envolvia apenas comentários acerca de cursos: Min Doyoung estava no segundo período de administração, sendo um sunbae de Ahra não apenas da natação, mas também de curso. - assim como sua colega de quarto, Seo Jisoo.

Monjae retornou depois do comentário dele e lançou um olhar para as meninas. Era uma expressão de “o que está acontecendo aqui?”. Olhou para Seunghee, mas Doyoung abriu mais o sorriso.

- Agora todos os lugares estão ocupados mesmo!

- Estou vendo… - Monjae comentou fazendo um pequeno bico. - Annyeong… - Disse meio emburrado para as meninas, mas sentou-se ao lado de Seunghee, suspirando.

Foi mais o menos nesse momento que os olhos dele se ergueram e ele encontrou Chae e Yuri paradas no fim do corredor. Engoliu em seco ao visualizar sua melhor amiga ali, mas bem...Não era como se tivesse para onde fugir. Ergueu a mão meio tímido, chamando para que se aproximasse deles.

----

Então, eu acelerei para que a gente não perdesse muito tempo. Farei aqui um resumo de reforço, bem como darei a disposição dos lugares para que a gente não fique muito perdido:

Min Doyoung (eu mudei o nome dele) é um sunbae do curso de Administração. Está no segundo período e tbm é do clube de natação. Conhece a Yuri do tenis e está vendo se o hyung dele vai aparecer.

Ele deixou as meninas sentarem e voces, Seunghee e Ahra, podem fazer um diálogo breve ou em “paragrafo” como eu fiz, apenas citando o tom e o teor do que disseram na conversinha. Passou pouco tempo, mas pelo menos estão todos acomodados. E a disposição dos lugares é:






Aconselho que a Chae espere a Seunghee e a Ahra, mas é só um ponto de vista, não uma ordem. Voces podem turnar quando/como quiserem.

Em roxinho, são os lugares vagos...=x /div>
SKIE RPG
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 D6748f0bca6c360bed14951ffa82d59c
Frase : We all lie tell you the truth
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 24
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4e5aa53ed72a55791090bc5d5c4ece1f
Apelido : Narrador
Jogo : SKIE RPG
Mensagens : 208
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Gvxws3I
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/564x/be/7c/a4/be7ca46be1fc07cb3f2a9533757ac145.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

take the dive
A mesa de dez pessoas apenas com os dois sentados era como um grande convite para qualquer um que tivesse a coragem de se aproximar dos nadadores, mas claro, a vista não foi intimidadora para o sunbae, também do clube de natação, que se apresentou como Min Doyoung. Monjae não parecia nada contente com a presença dele, mas não fez nada além de manter a carranca com que Seunghee já estava começando a se acostumar. - Hm? Ani.. Acabei de conhecê-la... respondeu brevemente a pergunta dele, deixando os dois conversarem sobre a loira que ela tinha visto mais cedo, Yuri. Monjae certamente não estava feliz, parecia até um pouco ciumento, mas ela não sabia dizer ao certo o porquê. Felizmente, Doyoung não levou ofensa, apenas riu e se apresentou diante da pequena demonstração de raiva. - O prazer é meu, Doyoung-sunbae.

Deixou os dois darem conta do próprio conflito, tentando conter seu interesse na troca de palavras deles e tomava seu chá tranquilamente, aproveitando que ainda estava quente. Só estou vendo com meu hyung, mas ele nunca anda sozinho, então, acho que duas serão o suficiente. o mais velho disse, pensativo. Sua voz e comportamento eram gentis, ele parecia honestamente despreocupado com o que os outros pensariam de si. Isso interessou Seunghee, que pode agir assim ou tem respaldo para tal, o que ele parecia ter, ou é completamente doido. E ela precisava de pessoas de qualquer uma dessas duas categorias ao seu redor. Só preciso de duas cadeiras também...Seunghee-ssi, você pode tomar conta pra mim? Monjae também pediu.

-Sem problemas ela respondeu, com sorriso para os dois.Eles foram comprar os próprios pratos, mas a espera não fora muito longa, dentro de alguns minutos os rapazes já tinham voltado. Doyoung chegou primeiro, e ofereceu lugar para as três garotas, que caminhavam em direção à mesa deles. Por dentro, Seunghee congelou. Ao menos não tinha tomado a decisão completamente sozinha, e uma mesa cheia de atletas não era tão ruim. Tudo estava sob seu controle ainda.

-Taehee-ssi, Ahra-ssi! Como estão?- Seunghee cumprimentou educadamente, sem deixar explícito nada além de simpatia, afinal era experiente em fingir seus sentimentos. -Jyuni, certo? disse a outra garota com quem ainda não tinha conversado, porém conhecia de vista. Com quase todos na mesa, Seunghee se viu em posição familiar, cercada de estranhos, então decidiu fazer o que tinha costume, começar uma conversa fútil ou superficial.

Acabou por perguntar sobre os cursos dos novos conhecidos, fingindo completo interesse em cada resposta, e até que se surpreendeu com alguns dos cursos. A conversa foi leve, agradável, perfeita para um almoço calmo que metade deles precisavam para concluir a última prova em alguns minutos. Pouco tempo a mais passou, quando Monjae surgiu com um bico, emburrado por ver a mesa cheia. Seunghee sorriu educadamente enquanto deu de ombros discretamente, como se pedisse desculpas por ver que tinha causado o desconforto dele. Mas ele apenas engoliu a raiva e se sentou ao lado dela, parecendo ainda mais amargurado quando viu Yuri e a amiga deles retornarem. A outra garota era ainda mais bonita que Yuri, com cabelos negros longos e feições perfeitas. Seunghee entendia perfeitamente os afetos do Monjae.
Kang Seung Hee
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 WEcNVdL
Frase : When I open my eyes in bed I still haven’t come out of my gravity defying dream
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_ohd4afq0U71vv6118o3_540
Apelido : Mari
Jogo : SKIE
Mensagens : 28
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_oyqgogvmqn1udxr0yo8_250
Cabeçalho posts : https://wallpapercave.com/wp/wp4336537.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Competition?

Aguardava as meninas decidirem o que preferiam porque ela realmente não parecia se importar com isso, embora ali dentro fosse mais confortável. Caso optassem de comer lá fora, elas perderiam alguns valiosos minutos para encontrarem um lugar sem o incômodo sol. Mas considerando as “adoráveis” presenças que os prestigiavam... Tsc. Talvez a segunda opção não se mostrasse tão desagradável assim. Mas, enfim, Jyuni e Tae Hee escolheram seguir em direção à mesa e Ahra apenas tratou de acompanhá-las, avaliando as pessoas que estavam preenchendo as outras cadeiras próximas de Seunghee. Elas perguntaram se os assentos encontravam-se realmente disponíveis e a resposta positiva veio de um rapaz – Ahra lembrava-se vagamente dele por conta do Clube de Natação. Era boa em guardar fisionomias, afinal.

- Komawoyo.

Ela agradeceu, educada.

Pela disposição de vagas, acabou sentando perto de Seunghee e, prontamente, recebeu o cumprimento da colega. Ao menos, de primeira, não precisou se preocupar com possíveis olhares tortos... Seunghee continuava a manter um comportamento amigável enquanto Doyoung também aparentava ser tão simpático quanto ela. E bonito, e rico... Uma espécie de padrão na SKIE.

- Olá, Seunghee-ssi... Estou bem, e você? – falou tranquilamente conforme ajeitava a bandeja e aproveitou para lançar um olhar sobre a prima e Tae Hee, notando-as mais envergonhadas. Fez um beicinho discreto, não entendendo o motivo. Além disso, sentia-se à vontade, pois, por sorte, Seunghee não teve a oportunidade de testemunhar o que aconteceu no banheiro e isso evitaria um clima estranho na mesa... Não haveria problema em alimentar a mentira que ela e Tae Hee contaram à Jyuni, embora tal atitude causasse culpa em Ahra. Não gostava de mentir, principalmente para Jyuni – uma das pessoas que mais confiava.  Mas achou melhor não aborrecê-la e essa opinião permanecia intacta.

Bebericou o chá gelado, contudo participou da conversa que Doyoung iniciou. Não era uma criatura extrovertida e tampouco desnecessariamente rude. Apresentou-se e ficou surpresa ao descobrir que ele cursava Administração... – Oh, que coincidência, sunbae. Eu também estou em Administração – acrescentou de maneira breve. Era ótimo que, até então, as duas pessoas que conheceu de Administração sejam tão legais – a respeito de Jisoo, era uma certeza – Você deve conhecer a minha colega de quarto... Seo Jisoo. Ela é do segundo período como você.

O tom estava bastante sereno. Vez ou outra, a mestiça olhava para as meninas e puxava assunto, mas à medida que os minutos avançavam, Ahra não controlava os pensamentos... e estes focavam na... água.

Começou a comer, saboreando o almoço. Estava delicioso. Prestes a levar uma nova porção a boca, observou o recém-chegado e, de cara, o desagrado apareceu feito fogos de artifícios na expressão dele.

Ele era do Clube de Natação e tinha realizado um tempo excelente.

Em contrapartida...

Doyoung agia animadamente, sendo o inverso do menino bicudo.

Ahra limitou-se a balançar de leve o queixo num cumprimento seco antes de se concentrar na refeição. Entretanto, ele logo acenava e disfarçadamente Ahra olhou de canto, vendo uma dupla de garotas andarem até a mesa, explicando a razão de Doyoung dizer que os lugares estavam todos ocupados. Agora sim a conta fechava.
Wang Ahra
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Dil-2
Frase : Promise me a place in your house of memories...
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_owsk3k8kfa1wrsw1uo1_540
Apelido : Karol
Jogo : -
Mensagens : 19
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 322e85b9d5ad12eb06f122cf37f1c629
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/originals/04/88/04/0488041b1ded3ec82c0c97681237bef5.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

SWIM COMPETITION
- Eu não sei...Quer dizer...Eu também fiquei preocupada com o que vi, mas o que podemos fazer? Eu já vi aquele oppa de vista, viu como ele era enorme? E a garota tão pequena...será que ela está bem? - Engolindo em seco e maneando a cabeça de forma positiva para concordar com o fato do “oppa” ser grande mesmo, Chae começou a repensar o que viu e ouviu. Será que as ameaças tão horrorosas daquela garota eram mesmo reais? Será que eram somente uma forma de tentar se proteger? Ou ela era realmente capaz de tal feitio?

-Eu também ouvi as ameaças, mas o que você acha mais provável de acontecer? Ele agredi-la ou ela empurrá-lo de um lugar alto? Eish...eu to gelada. - O mais óbvio de acontecer era de fato, ela ser a vítima da história, a Kim vi como ele ameaçou bater em seu rosto, mas também viu plenamente a força que ela tinha em segurá-lo pelo braço para impedir isso mesmo sendo tão pequena. - Yunnie, as aparências podem enganar, ara? Não dá para confiar em todo mundo ou apontar o dedo para alguém como culpado sem sabermos da história toda. Viu como ela segurou o braço dele?! - Tentou trazer um pouco de senso à amiga. É claro que garotas com a imagem frágil sempre poderiam sair como as vítimas da história, mas também há quem seja de tamanho monstruoso e jeito grotesco que é muito mais frágil do que aparenta.

- Vamos...Vamos que vou tentar me informar. - Sentiu conforto com o braço sendo abraçado novamente, agora trazia um pouco mais de tranquilidade em sua feição, mas ainda muito a preocupava em sua cabecinha. Os pensamentos acerca do melhor amigo somente voltaram quando elas passaram pela porta do refeitório. Todos os lugares praticamente preenchidos pelos outros estudantes e os únicos vagos sendo no sol, e na mesa com Monjae que, por sinal, estava mais do que lotada… de garotas.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4A398173F2A72FEC5E1D5CFFBEEB9ADE8E3EF811

- Parece que a mesa já está cheia... - Falou baixo quando viu que junto com Moonie estavam mais quatro garotas e um rapaz. Aquilo fazia o coração acelerar de forma estranha, mas não sabia exatamente o motivo de isso acontecer, portanto desviou o olhar para as mesas no sol e começou a dar um passo na direção delas quando viu na expressão de Yuri uma espécie de surpresa em ver alguém, provavelmente o único menino além de Monie. - Clube grande o de natação… Kaja...Vamos falar com Monie e conhecer aquelas pessoas, hm? Talvez eles possam ajudar a reconhecer aqueles dois e ajudar no que fazer… - Como uma criança que fazia birra, Chae olhou para baixo apertando o braço da amiga mais próximo do seu, impedindo que ela fosse imediatamente para a mesa, um beicinho moldava os lábios conforme falava em uma voz não tão usual de aegyo.

- Ani, não acho que devemos falar sobre isso agora com ninguém, hm? Podemos fazer a situação piorar. Nem com o Monjae, arasseo? - Quase implorava para não tocarem no assunto mais, não queria sentir aquela coisa estranha de novo, a não ser para avisar alguém que realmente possa fazer algo com isso. Talvez fosse medo, alerta, ainda não tinha certeza, mas se manteria longe daquelas duas pessoas de antes até quando não tivesse mais escolhas, e aquilo somente não se aplicava ao trabalho, onde seria antiético ignorar um cliente.

Voltou o olhar da amiga para a mesa, observando um Monjae atípicamente tímido e bicudo acenando em nossa direção, nos chamando para sentar na mesma mesa. Somente então deixou que Yuri avançasse na direção deles, acompanhando-a logo atrás, mas segurando sua mão claramente incomodada em ter que fazer algum tipo de contato social fora do seu ambiente de trabalho e círculo de amizade.

Acostumada, no entanto, à cumprimentar os clientes, se limitou em acenar brevemente com a cabeça aos que a olhassem chegando. Notou uma garota mestiça, cujo olhar se manteve por mais tempo que o necessário, não estava sendo rude, apenas curiosa, afinal, ela era bem bonita. Sentou-se logo em seguida ao lado de Monie pendurando a bolsa no encosto da cadeira, nada estratégico, só não queria olhá-lo frente à frente. Não agora. Estando ao seu lado, era mais fácil evitar o contato visual, tanto o dele quanto o das outras garotas desconhecidas e incrivelmente bonitas que ocupavam 60% da mesa.

- Chukhahae! - Falou olhando o amigo quando ele a olhasse, era baixo e discreto, mas o suficiente para que ele pudesse ouvir o parabéns por ter entrado no time e por ter um dos melhores tempos da competição. Trazia somente um sorriso fraco nos lábios e um ar apático quase triste novamente no olhar enquanto encostava a cabeça nas mãos de um jeito meigo, mas ganhando um pouco de distância de Monjae, conseguindo olhar para as demais pessoas da mesa também.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_psk22izOmE1vsc3o9_540

O motivo de estar agindo daquela forma? Nem mesmo Chaeyeong sabia. Apenas voltou o olhar para Yuri e sorriu de canto novamente, falando com calma para a amiga: - Vá comer, não estou com fome agora. Tenho uma barrinha de cereal na bolsa, como se eu sentir fome. - Piscou uma vez tentando ganhá-la com esse discurso, sentia que mesmo que tentasse, não conseguiria comer, não sentia um pingo de fome por mais que tivesse trabalhado durante toda a parte do dia. Talvez pelo episódio no café, talvez por Monjae, talvez pela troca de ameças e agressões, ou quase agressões presenciadas, e também talvez pela quantidade de pessoas que estavam ali na mesa.

Não estava tímida, longe disso, apenas não queria ter nenhum tipo de contato social íntimo pelo resto do dia, algo que já era quebrado logo de cara visto que outras pessoas agora pareciam fazer parte dos laços de amizade do seu melhor amigo. Será que ainda poderiam se considerar assim?
Kim Chaeyeong
Capa perfil : there's only one today
Frase : Endless beauty is the harmony to steal your heart
Estado Civil : Enrolado
Idade : 22
Gif : who do you love?
Apelido : Minn
Jogo : Design&Arte
Mensagens : 29
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 IJirB4v
Cabeçalho posts : https://picserio.com/data/out/461/starry-night-wallpaper_6629035.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

S.K.I.ESábado. 9 de Março de 2019

Refeitório


@"Kang Seunghee" @Wang Ahra @Kim Chaeyeong

Antes da aproximação de Chaeyeong e Yuri, a mesa teve alguns minutos para se socializar e dialogar. Seunghee não fazia ideia do que tinha acontecido no vestiário depois que ela tinha saído, mas já podia ter uma noção de como a mestiça “não era bem quista” pelas outras, por conta dos comentários maldosos que ouviu aqui e ali, antes da competição. Já Doyoung, se ele sabia de alguma coisa, não parecia se importar. O sunbae tinha muitas das características básicas dos alunos SKIE: boa aparência e posse. Mas ele tinha algo além, por ser simpático, educado e não se importar com os rótulos sociais das pessoas com quem conversava.

Jyuni também não sabia o que a prima tinha passado e, por isso, tinha insistido para ficarem ali mesmo - suas motivações foram fome e preguiça. Não queria ir lá para fora para ainda procurar um lugar para comer. Já tinham cadeiras ali! E, bom, a companhia também agradou. Não sabia se ficava mais corada por conta do jeitinho do oppa ou do sorriso amistoso da colega delas - e também “companheira de banheiro”. Jyuni era um tanto ingênua e boba, mas sabia apreciar pessoas bonitas. Ficava mais atrapalhada, mas era um pequeno preço que ela não se incomodava a pagar, se fosse para ter aquelas visões.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 2dbf7acc5731ef46bd0128cbcec1e5df
(inner Jyuni)

Por outro lado, TaeHee era mais polida e contida. Tinha ficado um pouco corada com o jeito de Doyoung sim, mas ainda estava um tanto tensa com a situação do vestiário. E agora observava Seunghee, perguntando-se se ela também agiria como as outras. Tinha gostado dela e esperava que pudessem ser amigas - ou pelo menos colegas. Era a mais distante da conversa, a priori, até por conta do lugar que escolheu.

Respondeu para Seunghee um simples - Ansiosa para a segunda parte, mas bem. E voce? - Esboçou um pequeno sorriso, mas era nítido que estava um pouco mais reticente. Algo havia acontecido.

Doyoung logo quis criar aquelas pontes - muito sociável, diga-se de passagem - e conversava com as meninas. Disse seu nome e curso, tendo algumas respostas. Como Seunghee e Ahra já bem sabiam, tanto Tae Hee quanto Jyuni eram de mídia e comunicação. Doyoung deu um sorriso contente, mas não explicou porque. Quando tentou, ficou surpreso com a revelação de Ahra.

- Jinjja?! A noona? Seo Jisoo? - Tombou um pouco a cabeça. - Heol...Que coincidência boa. - Sorriu - Só pode ser a noona porque não tem outra Seo Jisoo no segundo período. Ela é uma pessoa muito especial.

- Por que voce a chama de noona, sunbae? - Jyuni perguntou, curiosa e inocente.

- Oh...é porque bom…
- Riu, meio tímido. - Na verdade, eu deveria ser do primeiro período, mas eu entrei no curso um semestre antes. Eu passei antes do tempo, era para estar no terceiro período, mas só consegui no meio do ano passado. - Explicou por alto. Jyuni fazia uma cara engraçada, perdida nas contas e Tae Hee fazia um beicinho enquanto mastigava- Enfim, a noona também deveria ser do terceiro período, mas ela… - Hesitou por um instante, vendo que já estava fofocando sobre a vida dela. - Ela acabou demorando um pouco mais. E agora somos colegas de turma.

Seunghee poderia perceber que Doyoung era aquele tipo de pessoa que acabava falando demais, as vezes. Talvez fosse uma boa pessoa para pegar informações, mas certamente não era o melhor de todos para guardar segredos. Mas o raciocínio oposto também seria interessante: caso um dia quisesse que uma informação se espalhasse de modo despretensioso, podia contar para ele. Não era como se fosse fofoqueiro, mas passava da linha.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 33b3cf51dc6d646bdef6825fb595fad6

- Ooh...Ara…- Jyuni finalmente parou os cálculos. Provavelmente não tinha entendido nada.-Eu a vi uma vez, no dormitório. Ela é muito bonita!

Doyoung sorriu com o elogio que sua noona recebeu, ainda que não fosse para ele. A conversa parou quando Monjae chegou. Contrariado, o bico dele apenas ficou ainda mais projetado ao ver que quase todos os lugares foram cedidos. A menos ainda teria os dois que tinha pedido?! Contou e viu: um, dois. Ótimo.

Sentou-se, dando um oi geral para as meninas presentes, mas perdeu aquela postura quando viu a dupla lá no fim/início do refeitório. Engoliu em seco, hesitante, mas logo ergueu de leve a mão, chamando as duas para perto.

...

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 0ef5439ea5b67a9f2106706d01d28c4e

Enquanto as meninas conheciam um pouco mais da história de seus sunbaes, Chae e Yuri conversavam sobre o que tinham visto. Cada uma tinha um ponto de vista sobre a mesma cena e Yuri acabou replicando um dos argumentos de Chae - Ne...Você tem razão e por isso não acho que aquela garota é culpada. Se alguém tentasse tocar em mim, eu também daria um chega para lá daquele jeito. Voce também faria, já pensou nisso? - Suspirou, deixando os ombros caírem.  - Deixa estar...Vamos porque minhas mãos estão geladas mesmo.

As duas seguiram até o refeitório, mas pararam quando identificaram a mesa de Monjae parcialmente ocupada com muitas meninas. Yuri tentou caminhar, até porque poderia conseguir alguma informação com aquelas pessoas, mas parou quando a amiga a segurou. Olhou meio preocupada, mas meneou positivamente com aquele pedido. Nem para Monjae ela queria contar...Eish...Yuri não gostava desses segredos, mas respeitaria, pelo menos por enquanto. Só esperava que não fossem ter remorso num momento posterior, por se calarem.

Juntas, as amigas caminharam pelo corredor de mesas e alguns pescoços se viraram na direção delas. Eram uma dupla e tanto, ainda mais quando a beleza extraordinária de Chae irradiava pelo lugar. As meninas que estavam a mesa poderiam até se sentir intimidadas ou inseguras quanto sua aparência por isso - ainda que não fossem fúteis ou superficiais. Era apenas aquela sensação de estar diante de uma modelo ou até mesmo uma Miss Coreana!

No entanto, a simpatia passou um pouco longe ali.

Para aquelas que já tinham frequentado o café - como Tae Hee e Jyuni - o nome e rosto de Chae já eram conhecidos. Contudo, o sorriso e a gentileza que ela possuía no café não estavam ali. Parecia aborrecida ou simplesmente criava uma barreira social para que não falasse com ninguém. Demorou um pouco mais, encarando Ahra - mas não em julgamento, apenas curiosidade pelos traços diferentes - e talvez em Seunghee porque ela estava do lado de Monjae.

Monie olhava para Chae e prendeu o ar quando ela decidiu se sentar ao lado dele. Murmurou um parabéns que chegaria até os ouvidos de Seunghee, apenas.

- Komawo… - Respondeu, encarando-a ao seu lado. - Queria que estivesse lá para assistir… - Confessou. - Mas espero que seu dia no trabalho tenha sido bom. - Mexeu em seu arroz, meio que furando. - Yah...Esta é Kang Seunghee...Também é do time de natação. Seunghee, esta é Kim Chaeyeong, minha amiga. Ela trabalha no kokoa, caso já tenha ido até lá…

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 2b658a83824db51c915827a53665fddf

Apresentou logo as duas.

Ao contrário de Chaeyeong, Yuri tentou se comunicar melhos com as pessoas. Não possuía a mesma beleza extraordinária da amiga, porém, era um poço de carisma.- Annyeong...Oppa! Nos encontramos de novo!

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 202850393c05e453a7a293b1eafc1b1a


- Ne! Espero que não seja um incomodo, só vim porque era uma mesa grande para apenas duas pessoas…


Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 A3abc80e5ac1c8b0070e578d39df2e70

- Ani!! Imagina, eu adoro sua companhia. - Olhou para as meninas. - Annyeong! Eu vi voces duas competindo, parabéns!! E voce...foi a menina do amendoim, né?

- Aigoo!! que vergonha!! - Jyuni escondeu o rosto, mas as duas estavam rindo. - Miane! Eu derrubei amendoim enquanto torcia e depois xinguei alto por isso.

- Foi engraçado. Eu sou Park Yuri, é um prazer conhecê-las.

Falou enquanto Chae se ocupava com Monjae e Seunghee, mas logo atendeu ao chamado da amiga de novo. Observou o jeito dela de falar e dizer que não estava com fome. - Hm...Ok...Eu já volto, então.

Yuri começou a se afastar meio hesitante, mas iria atrás do almoço depois de ouvir as reações das meninas. Já Monjae, olhou para Chae. - Uma barrinha? Jinjja? Voce não está comendo direito, desse jeito vai terminar doente…

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 2a3bd6ccf29fa0e63f59392b933b9bf2

Apesar do clima estranho entre eles, ele ainda se preocupava com ela.

--
as interações estão livres
Duvidas de timming, perguntem no wpp
SKIE RPG
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 D6748f0bca6c360bed14951ffa82d59c
Frase : We all lie tell you the truth
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 24
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 4e5aa53ed72a55791090bc5d5c4ece1f
Apelido : Narrador
Jogo : SKIE RPG
Mensagens : 208
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Gvxws3I
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/564x/be/7c/a4/be7ca46be1fc07cb3f2a9533757ac145.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

SWIM COMPETITION
Chae concordava com Yuri, se fosse ela no lugar daquela garota, também utilizaria o que estivesse disposto para poder se defender. Se não tivesse força, partiria para as ameaças verbais, quem sabe aquilo não criasse uma espécie de barreira para valentões?

Percebeu cada pescoço que se virava em sua direção, mas evitava a todo custo olhá-los durante o caminho até a mesa, segurava o braço de Yuri com mais força conforme se aproximavam e os olhares ficavam mais intensos. Precisou respirar fundo assim que chegou à mesa, retraída socialmente, se limitou em uma breve reverência para cumprimentar as outras pessoas da mesa. Não que aquilo fosse algo que gostasse em si, mas também não odiava.

Reconheceu alguns rostos que já passaram pelo café e se sentiu mal por não oferecer o mesmo tratamento à elas como fazia no café, onde era obrigada a sair de sua toca de introvertida e se expor ao mundo de maneira simpática. Depois de ver como a garota mestiça era bonita, também notou a garota que sentava ao lado de Monjae. Assim como o resto da mesa, era uma garota muito bonita!

- Komawo… - Voltou o olhar ao amigo, dando o sorriso pequeno. - Queria que estivesse lá para assistir… Mas espero que seu dia no trabalho tenha sido bom. - Levou uma mão então até o cabelo dele arrumando de forma carinhosa enquanto ele comia, algo natural entre os três. Claro que se sentia mal por não poder assistir a competição toda. - Mianhae, queria ter ficado para ver tudo. Tenho certeza que você foi muito bem, estou bastante orgulhosa! - Mantinha o olhar nele e somente o voltou para a garota ao seu lado quando foi introduzida.

- Yah...Esta é Kang Seunghee...Também é do time de natação. Seunghee, esta é Kim Chaeyeong, minha amiga. Ela trabalha no kokoa, caso já tenha ido até lá… - Sorriu de forma mais aberta agora, não podia permanecer daquela forma, era óbvio que algo não estava bem com ela. - Annyeonghasseyo, é um prazer te conhecer! Parabéns por ter passado na seleção! - Cumprimentava se esforçando ao máximo para poder parecer ao menos um pingo simpática.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 68744808_151128385989414_3895638699899139850_n.jpg?_nc_ht=instagram.fist1-2.fna.fbcdn

Yuri ao contrário, já se entrosou com todo o resto da mesa, principalmente com o garoto, e em algum momento uma série de risos preenche o barulho do refeitório, fazendo o olhar da Kim se desviar na direção da outra ponta da mesa, e da amiga. Começando a entender o que se passava, não deixou de dar uma risadinha imaginando a situação da “garota do amendoim”.

Quando tudo se acalmou, pediu para que Yuri fosse comer, além de tudo o que se passou durante o período de trabalho, também havia aquele episódio que acompanharam entre o garoto e a garota do instagram. - Hm...Ok...Eu já volto, então. - Sorriu novamente de maneira contida, percebendo a hesitação da garota do vestido branco.

- Uma barrinha? Jinjja? Voce não está comendo direito, desse jeito vai terminar doente… - Voltou a olhar para Monie e seu jeito de se preocupar, achando-o fofo e então olhando para seu prato de comida. - Yah ahjussi, do que está falando? Você mal comeu então guarda esse bico fofinho pra outra hora. - Apontou com o queixo em direção do prato e ela mesma imitou o bico dele.

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 DSYxxw1X4AAFwaX


- Se você comer ao menos metade do seu almoço, eu te deixo me fazer comer uma bocada de japchae, hm? - Fazia como se tratasse uma criança, tirando o foco de si e passando para ele. Apesar de não estar em posição de utilizar chantagem com ninguém, e ter plena consciência disso, o fez como se fosse uma brincadeira, não tinha reais intenções de comer nada.

Em menos de alguns segundos, sentiria o estômago roncar, levando a mão até a barriga e a acariciando como se arrumasse o vestido, em uma tentativa de esconder o fato de que seu corpo sentia fome, mas que simplesmente não tinha vontade nenhuma de comer. - Ah, uma unnie hoje me falou algumas coisas bem profundas.  - Falou dando um suspiro logo em seguida. Não dizia exatamente o que, mas esperava que pudesse compartilhar ao menos isso com ele.

- Podemos conversar depois da competição, Monie? - Perguntou enfim. Durante todo aquele tempo e depois daquele episódio com Seo Jisoo, chegou à conclusão de que tinha que se abrir com alguém, não só sobre o fato de Monjae ter se declarado, mas também por estar noiva, contra sua vontade, mas ainda assim, noiva. - Ou já tem planos com o time? - Lançou um olhar breve em direção de Seunghee e também às demais pessoas da mesa. Não teria coragem de tirá-lo de seu momento de glória para trazer informações não muito boas para eles dois, pois apesar de uma ser boa, a outra poderia barrar qualquer chance que eles tivessem.

- Tem algumas coisas que realmente preciso te dizer à sós. - Utilizava a mesma expressão que ele utilizou quando nos despedimos de Yuri naquele primeiro dia na S.K.I.E., assim esperava que ele soubesse sobre o que queria tanto conversar. - Mas não desmarque caso tenha, okay? - Insistia naquilo pois não queria ser a estraga prazeres do rolê, e dizia olhando-o direto nos olhos.
Kim Chaeyeong
Capa perfil : there's only one today
Frase : Endless beauty is the harmony to steal your heart
Estado Civil : Enrolado
Idade : 22
Gif : who do you love?
Apelido : Minn
Jogo : Design&Arte
Mensagens : 29
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 IJirB4v
Cabeçalho posts : https://picserio.com/data/out/461/starry-night-wallpaper_6629035.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

INTO THE DEEP BLUE
Dez lugares. Dez lugares na mesa do refeitório atolado que rapidamente tinham sido preenchidos. Dois lugares ainda estavam vazios, para a agonia de alguns que só chegavam agora e viam que eram os únicos livres. As reservas de Doyoung demoraram um pouco mais a chegar, mas a conversa fluía facilmente.

Min Taehyun também tinha assistido à competição de natação, embora não tivesse visto tudo. Era daquelas pessoas que gostava do ambiente e torcia também pelos amigos. Não se preocupou muito para ir de imediato para o refeitório para garantir o seu lugar, e pelos vistos também não precisou. O lugar à vista da natureza estava, como era de esperar, completamente cheio, à exceção de dois lugares. A medida perfeita.

Ainda olhava pelas mesas, sem parar de andar, mas só ganhando uma direção certa quando avistou aqueles rostos conhecidos, com lugares vagos. Avisou o amigo que trazia com ele, só para o caso de ele não ter visto, pois pelo menos um deles era conhecido por ambos. Ao lá chegar, cumprimentou os que ali estavam. Um desconhecido, para a maioria deles, mas um desconhecido bonito, diga-se de passagem. Sorria muito facilmente, mostrando as covinhas no rosto. A chegada seria o bastante para distrair um pouco as conversas; Monjae não chegou a responder a Chaeyeong. — Annyeonghasseyo. Parece que tem dois lugares à conta, ninguém se importa se ficarmos com eles? — Deu um toque no ombro de Doyoung. — Irmãozinho — Cumprimentou, indo de imediato para um dos lugares vagos, entre o irmão e uma das garotas.

No entanto, em vez de se sentar, puxou um pouco a cadeira de forma a ficar entre Doyoung e Yuri. Ofereceu-lhes um grande sorriso. — Yuri-yah, que saudades. Como você tem estado?



Depois, notou também a sua amiga bem bonita, que tinha conhecido há pouco menos de uma semana: garçonete do Kokoa. Por falta de coincidência, não a tinha voltado a ver nas outras vezes que lá tinha ido… o que era uma pena. Na última vez que lá tinha estado, tinha estado com Jihye, que simplesmente não tinha ido nem um pouco com a cara de Chaeyeong. Mas com quem é que ela ia? E ele ainda lhe tinha dito para parar, na altura, mas não podia fazer nada se ela voltasse a lá ir e continuar a atormentá-la, como era o caso…

Vemo-nos novamente, Chaeyeong-ssi. Tem se dado bem no trabalho?

Contudo, algo — ou alguém — chamaria mais atenção. O garoto que o acompanhava tinha umas feições rígidas, contrastando e muito com Taehyun, e talvez um pouco familiares para alguns…



Enquanto isso, aos poucos, Min continuava a discernir os que ali estavam, conseguindo ver os que tinham sido aprovados para a equipe de natação. — Vocês conseguiram um lugar na equipe, não é? Daebak… Parabéns, não é fácil. Muitos veteranos ficaram para trás. Eu só fiquei na torcida. Sou Min Taehyun, a propósito. Terceiro período de ciências políticas. — O olhar também parou em Seunghee por um momento. — Você deve ser a Kang de que todos falam. — A sobrinha da reitora, é claro… Como não falar dela?
SKIE - Ji
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 6694f9ca732f63d3489e9821ebeacd2d
Frase : Shout it out What you want for the world Money Honor Beauty Everything you want
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 24
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_prznf3M4cB1ww6shh_540
Apelido : Ross
Jogo : SKIE RPG
Mensagens : 4
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Original
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Competition?

As primeiras interações se desenvolviam de modo natural e sem maiores problemas. Apesar da vergonha diante de um bonito garoto, Jyuni era uma pessoa leve e simpática... ao contrário da prima e, nesse momento, de Tae Hee. Na verdade, as duas pareciam mais cuidadosas e meio reticentes, como se temessem que a qualquer instante elas poderiam ser alvos de uma cena semelhante a do banheiro. Ahra não queria que a prima testemunhasse, embora provavelmente seja impossível protegê-la para sempre. Uma hora ou outra... Acabaria respingando nela. E só de pensar na chance das pessoas serem cruéis com Jyuni... Ela não merecia... Era a pessoa mais gentil e doce que Ahra conhecia, tanto na Coreia quanto na China. Mesmo que tentasse, não havia a mínima possibilidade de encontrar qualquer maldade em Niah. Nada, nenhum resquício.

Tentou administrar as próprias emoções e participou da conversa. Agora, por sorte, aparentemente estavam dividindo a mesa com pessoas mais educadas e sociáveis. O sunbae era um perfeito exemplo. Quando Ahra comentou sobre a colega de quarto, não esperava aquele tipo de reação vinda dele. Doyoung não hesitou em elogiar a menina, dizendo que era especial. De fato, Ahra não discordava... A unnie era uma garota reservada, mas muitíssimo atenciosa. Além disso, sabiam respeitar o espaço uma da outra, porém não ao ponto de ignorarem as respectivas presenças. Possuíam uma boa dinâmica.

Ahra acenou com um gesto suave e completou:

- Ela é com certeza reúne muitas qualidades... No primeiro dia, me ofereceu suas anotações antigas e também ajuda caso surgisse alguma dificuldade.

Jyuni levantou uma pequena questão e foi engraçado observá-la em seu nada discreto bug mental frente aos “complexos” cálculos. Ahra balançou a cabeça, interrompendo o movimento para sorver um novo gole do chá. Contudo, a última frase cortada não lhe passou despercebida, como se tardiamente Doyoung tivesse notado que começava a atravessar um limite. Aquilo chamou a atenção, sim, mas Ahra guardou para si.

- Entendi... É, acontece. E, teoricamente, você não está atrasado, sunbae.

Sobre a aparência dela, era algo incontestável.

Então, houve um corte na conversa diante da presença mal-humorada de Monjae. Ahra respondeu o cumprimento de maneira breve, voltando a se concentrar na comida, até que duas garotas, não tão distantes, ganharam destaque. Lançou um olhar a eles assim que chegaram perto e notou a encarada mais demorada da menina de cabelos escuros. No entanto, não sentiu hostilidade ou desprezo... Poderia apontar uma provável timidez. A mestiça devolveu a troca, mas não da típica maneira atravessada... Balançou o queixo novamente, cumprimentando a desconhecida. Olhando melhor... Não parecia ser “só” acanhamento. E mais... Não tinha como não perceber: a morena era absurdamente linda e colecionava demasiadas atenções.

Ao contrário da amiga, a loira se mostrava mais comunicativa. Aparentemente todos se conheciam ali. Ahra encarou Yuri quando ela falou sobre a competição... e independente do assunto não lhe render o melhor dos humores, agradeceu as palavras gentis.

- Menina do amendoim?

Perguntou, fitando Jyuni.

A explicação divertiu Ahra... Linhas mais descontraídas ocuparam a face dela – Meu Deus, Niah... Você é impossível. Mas obrigada por sacrificar seus amendoins pela gente – fez um carinho rápido no braço da prima.

Voltou o olhar à Yuri, se apresentando.

- Wang Ahra, e é igualmente um prazer conhecê-la.

Yuri logo se afastou e Ahra ainda imaginava a cena de Jyuni. Fofinha, mas boca suja... tsc.

Uma nova dupla de garotos se aproximava e eram as pessoas para quem Doyoung reservou os lugares. Fez o procedimento padrão, respondendo aos cumprimentos sutilmente antes de voltar a terminar a refeição, procurando não se meter na conversa alheia.
Wang Ahra
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Dil-2
Frase : Promise me a place in your house of memories...
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_owsk3k8kfa1wrsw1uo1_540
Apelido : Karol
Jogo : -
Mensagens : 19
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 322e85b9d5ad12eb06f122cf37f1c629
Cabeçalho posts : https://i.pinimg.com/originals/04/88/04/0488041b1ded3ec82c0c97681237bef5.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

take the dive
Já quase toda cheia, o clima da mesa pareceu mudar repentinamente, antes calmo e pacato, agora parecia  borbulhando com vida. Seunghee não sabia dizer ao certo porque estava incomodada, geralmente era aquele tipo de ambiente o que ela mais gostava; acompanhada de conhecidos sem laço algum à ela. Mas algo estava diferente, talvez fosse a sensação de ser uma impostora, todos ali eram de status superior ao dela, até mesmo a mestiça. Claro, parecer acanhada só pioraria sua vida, então manteve seu melhor sorriso e acompanhou a conversa como se não estivesse pensando em nada além daquilo.  

As três garotas eram simpáticas, mas algo tinha mudado no tom de voz e na postura de Taehee e de Ahra desde a conversa a alguns momentos atrás, ambas estavam bem contidas, fato estranho para o que tinha entendido sobre Taehee, tão alegre e gentil apenas minutos atrás. Seunghee não podia deixar de pensar que algo tinha acontecido, principalmente quando sentiu os olhos da Kim a encararem por um longo momento.- Ah, estou bem! Espero conseguir passar na próxima prova - respondeu-as de modo breve, mas alegre como sempre parecia estar. Por mais que Taehee estivesse tensa, a Kang tentava agir como se não tivesse percebido, seria melhor assim.

Jyuni, por outro lado, ativamente participava da conversa. Se algo tinha acontecido com as outras duas, Jyuni ou não sabia, ou fingia muito bem. Ela era fofa, Seunghee tinha que admitir, e suas reações eram interessantes que observar, mas a estudante de Ciências Políticas preferiu se conter enquanto ouvia a conversa. Jyuni, Doyoung e Ahra conversavam sobre uma sunbae que ela nunca tinha ouvido falar, mas parecia bem conhecida pelo rapaz. Felizmente, ouvi-los se mostrou um tanto lucrativo; Doyoung era do tipo que falava além do que devia, além de sociável e bem respeitado, alguém importante para se ter por perto. Talvez ela tentasse se aproximar quando estivesse um pouco menos incomodada.

Não demorou para Monjae voltar, ainda mais irritado do que antes, e logo em seguida as amigas para as quais ele tinha guardado lugar. A outra garota ao lado de Yuri parecia intrigada por ela, mas Seunghee apenas deixou o fato de lado e a comprimentou quando Monjae as apresentaram.- Bom te conhecer, Chaeyeong-ssi.

Mais uma vez, Seunghee deixou a conversa acontecer ao seu redor, enquanto se ficava quieta, principalmente agora que a menina que lembrava tanto Jiyeon comandava o assunto. Caso alguém perguntasse, simplesmente estava preocupada com a prova  de natação. Ela mal podia esperar para dar fim a tudo aquilo logo, e tentar entender porque estava se sentindo assim, tão fora de si mesma.
Os últimos lugares vagos não permaneceram assim por muito tempo, o irmão de Doyoung e um outro rapaz se aproximaram da mesa. Seunghee já estava quase tendo dor de cabeça só de pensar nas pessoas a mais que teria que enganar com seu sorriso fácil. Só esperava que ela não fosse foco de atenção de nenhum dos dois, mas claro, não foi o que aconteceu. O segundo irmão Min era tão conversado quanto o primeiro, mas talvez um pouco mais expansivo e menos simpático, então obviamente ele teve que puxar assunto justo com ela e justo sobre o que ela menos queria falar no momento. Não era como se só uma família em toda Coreia tivesse aquele sobrenome, como aqueles ricos todos conseguiram simultaneamente confundir algo tão simples?

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Original

- Hm, suponho que seja eu… Kang Seunghee, prazer sunbae. respondeu com todo seu esforço focado em manter sua compostura, não iria explodir por qualquer coisinha besta como aquela.

Kang Seung Hee
Capa perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 WEcNVdL
Frase : When I open my eyes in bed I still haven’t come out of my gravity defying dream
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 21
Gif : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_ohd4afq0U71vv6118o3_540
Apelido : Mari
Jogo : SKIE
Mensagens : 28
Avatar perfil : Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Tumblr_oyqgogvmqn1udxr0yo8_250
Cabeçalho posts : https://wallpapercave.com/wp/wp4336537.jpg
Ver perfil do usuário
SKIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue - Página 2 Grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum