Elysium Fields

O Elysium Fields foi fundado em Fevereiro de 2018, com o intuito de ser um jogo entre amigos, mas cresceu para se tornar não um único jogo RPG, mas vários. Desta forma, pode encontrar um jogo para jogar, ou narrar o seu próprio jogo, com as suas regras. A maioria dos nossos jogos são guiados por um narrador, que começa a história, desenvolve, e dá um fim à mesma. Os jogadores são os seus personagens principais.
Joo Ri
Hae Shin
Ji Yeon

Moderação

Últimos assuntos
» DISTRIBUIÇÃO E GASTO DE XP
por Ong Joo Heon Hoje à(s) 12:48 am

» 02. Clap Your Hands
por SKIE RPG Hoje à(s) 12:32 am

» 02. Don't Mess Up My Tempo
por SKIE RPG Ontem à(s) 11:26 pm

» Nari e Suwon: 03. Gossip
por Gong Suwon Ontem à(s) 11:23 pm

» Capítulo 2 - Noivado
por Yoo Hee Sun Ontem à(s) 8:39 pm

» Capítulo 2 - A família real
por Joseon RPG Ontem à(s) 8:08 pm

» PLANTÃO SN: Salto temporal, desafio da Nari e muito mais...
por Nam Gyuri Ontem à(s) 7:40 pm

» Mortal Genesis
por Kwon Soo Jin Ontem à(s) 6:06 pm

» HIT SPRING-SUMMER EF 2019.2020
por Moon Jae Hwan Ontem à(s) 3:09 pm

» 02. Date Night
por Kwon Young Jae Ontem à(s) 2:33 pm

» Jun Sun e Tulipay: Awaken
por Park Jun Sun Ontem à(s) 12:15 pm

» Nari: 02. Agreement
por Starry Night Ontem à(s) 2:07 am

» Junsun: 01. Rebirth
por Starry Night Ontem à(s) 1:56 am

» Luna: 03. PaintMe
por Luna Minn Ontem à(s) 12:22 am

» Eun Kyung: 03. News.
por Starry Night Seg Ago 19, 2019 11:50 pm

» Cena Coletiva 01: Into The Deep Blue
por Kang Seung Hee Seg Ago 19, 2019 11:01 pm

» RPs Privadas
por Moon Jae-Eun Seg Ago 19, 2019 9:18 pm

» Capítulo 2 - Velhos conhecidos
por Joseon RPG Seg Ago 19, 2019 9:17 pm

» Take a Deep Breath
por Moon Jae-Eun Seg Ago 19, 2019 9:16 pm

» Capítulo 1 - Comemorações
por Joseon RPG Seg Ago 19, 2019 9:04 pm

» Ong: 03. Picture in my head
por Ong Joo Heon Seg Ago 19, 2019 6:35 pm

» Gyuri: 04. A Princess is Born
por Nam Gyuri Seg Ago 19, 2019 5:00 pm

» Somin: 03. Interlude
por Han Somin Seg Ago 19, 2019 3:36 pm

» Tori: 03. Me Fisrt
por Moon Jae-Eun Dom Ago 18, 2019 8:17 pm

» @jh0516
por Moon Jae Hwan Dom Ago 18, 2019 6:55 pm

» 02. Yes or Yes
por SKIE RPG Dom Ago 18, 2019 5:26 pm

» SOCIAL LINK
por Nang Eun Kyung Dom Ago 18, 2019 4:10 pm

» [DADOS] Onde estrelas nascem ou morrem
por Lee So Eun Dom Ago 18, 2019 9:15 am

» Tulipay Kay's Song
por Nang Eun Kyung Dom Ago 18, 2019 8:48 am

» All sink or swim
por Ayleen G Dom Ago 18, 2019 8:36 am

» @jkim.official
por Kim Joon Hee Dom Ago 18, 2019 3:00 am

» @jkimofficial
por Kim Joon Hee Dom Ago 18, 2019 2:37 am

» Daehwan's Song
por Starry Night Dom Ago 18, 2019 1:11 am

» Soeun: 01. Pillowtalk
por Starry Night Dom Ago 18, 2019 12:33 am

» Code Twitter
por Sokcho's Tale Sab Ago 17, 2019 2:36 pm

» Code Instagram
por Sokcho's Tale Sab Ago 17, 2019 2:34 pm

» We are Hope
por Primula Rhododendron Sex Ago 16, 2019 4:34 pm

» Capítulo 1 - Dama da Corte
por Joseon RPG Sex Ago 16, 2019 2:39 pm

» Capítulo 1 - Harabeoji
por Joseon RPG Sex Ago 16, 2019 2:03 pm

» Mercado - OFF
por Aeshin Sex Ago 16, 2019 11:02 am

» @by.e.hanna
por SKIE - Hae Qui Ago 15, 2019 10:22 pm

» NPC's da ficha
por Sokcho's Tale Qui Ago 15, 2019 11:49 am

» Off-Chat
por Joo Ri Qua Ago 14, 2019 6:17 pm

» [INSCRIÇÕES] STARRY NIGHT
por Ahn DaeHwan Qua Ago 14, 2019 2:26 pm

» Teste de TPTs
por Moon Jae Hwan Qua Ago 14, 2019 12:15 pm

» Yeon Ha Na
por Sokcho's Tale Qua Ago 14, 2019 7:32 am

» Informações Extras
por Joseon RPG Ter Ago 13, 2019 8:27 pm

» INSCRIÇÕES
por Nam Joo-Hyuk Ter Ago 13, 2019 6:42 pm

» @itswowls
por Shin Jaejin Seg Ago 12, 2019 10:22 pm

» Códigos de Templates
por Sokcho's Tale Seg Ago 12, 2019 8:38 pm

Conectar-se

Esqueci minha senha

Recursos Gráficos

Parceiros

Créditos

A skin foi totalmente criada pela Ross (Ji Yeon), para uso exclusivo no Elysium Fields. A designer agradece à Persephone (Hae Shin) e à Luxi (Joo Ri) pela paciência para a aturar, a Flerex pelos códigos de cores e campos de perfil que tornaram tudo mais fácil e a FontAwesome pelos ícones. Os gráficos para imagens foram obtidas do Google e editadas pela Ross. As tramas são criações originais e de responsabilidade de seus respectivos narradores. O blog Dorama Resenhas é nosso parceiro-irmão e todo seu conteúdo é feito por suas escritoras através de uma pesquisa séria de fontes confiáveis, além da exposição de opiniões próprias. Plágio é crime. Não copie dos nossos conteúdos originais. Se for tomar inspiração, por favor mencione.
Moderação
One Piece
Starry Night
SKIE
The Crown
Joseon RPG
Sokcho's Tale
Convidados

Capítulo 3

Página 13 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Ir em baixo

Relembrando a primeira mensagem :



Capítulo 3 - Página 13 UBHk9OZ

Após um início bastante turbulento, uma falsa atmosfera de paz e calmaria se instaurou em WangJo Daehag. Os herdeiros veteranos domaram, ainda que momentaneamente, o plano para expulsar os bolsistas. A verdade é que a resposta imediata do novo diretor mostrou que eles precisavam ser cautelosos, caso quisessem ter êxito sem consequências. Por isso mesmo, todos puderam focar um pouco mais em suas aulas…

E nos problemas além dos muros da escola.

Não faltou emoção nos conflitos que ocorreram e todos parecem evoluir para algo completamente diferente do que esperavam um dia ser.

Won-Bin carregou a consequência de sua inédita impulsividade por alguns dias. O braço engessado foi um convite para olhares que traziam os mais diversos tipos de pensamento. Pena, curiosidade, decepção, foram alguns dos sentimentos que ele causou nas pessoas. Ainda bastante perdido tentando encontrar seu lugar, Won teve que lidar com sua chefe, seu mestre e seu pai.

O emprego no Café Beautiful foi mantido porque Hyesang deu uma segunda chance a ele, graças aos conselhos do próprio Shin-Hee. Já no dojo, Won não experimentou a mesma sorte. O mestre parecia bastante desapontado com os atos do seu discípulo mais querido e deixou claro que ele só voltaria caso o pai permitisse - coisa que garoto sabia que estava em xeque. Já o relacionamento com o policial Hwang estava semelhante a andar numa corda bamba erguida entre os dois maiores prédios de Seul: um passo em falso e a queda seria mortal.

Os dois estavam muito magoados e, quando conseguiram conversar, uma discussão pareceu cortar de modo definitivo, os laços de confiança e companheirismo que os dois tinham o orgulho de nutrir. Muita coisa ruim foi dita.

Mas Won não queria voltar a ser quem era.

Até porque seu mundo tinha mudado completamente. Na escola, continuava tendo um bom desempenho e até participava mais das aulas - como na aula de literatura, dando sua opinião sobre o tema. O verdadeiro desafio para ele, era lidar com os próprios sentimentos. Quando viu Bo-Mi conversando com um dos meninos ricos da turma, Ryu-Ji, Won sentiu uma onda de raiva jamais experimentada antes. Estava tão irritado que foi capaz até mesmo de deixá-la de lado, ainda que ela não tivesse feito nada demais.

Já no Café Beautiful, ele também foi apresentado a uma nova funcionária que, no início, achou tratar de uma ladra de vagas. Lee Ji-Hyun provou ser uma soma para o ambiente e não alguém que o prejudicasse. Curiosamente, a menina também foi capaz de despertar algo em Won. Seu jeito simples de viver lembrava o rapaz como a vida podia ser longe das pessoas do colégio.

Porém, ele não ficou longe por muito tempo.

Demorou apenas uma semana para descobrir que o dono do Café Beautiful era tio de Bo-Mi e que o café ficava no mesmo condomínio que ela morava. Vê-la seria algo bastante recorrente e isso não era ruim. O ruim foi descobrir quem era a mãe dela: A Srª Macchiato, a cliente mais odiosa que já tinha passado por aquele lugar. Ela, inclusive, foi motivo de constrangimento no breve encontro que Won teve com Bo-Mi.

Como se não bastasse, o nome Yoon também se mostrou um tabu para sua família e culminou numa discussão muito feia entre pai e filho - tendo até mesmo agressão física. Tanto mistério só trazia mais dúvidas e angustias para o rapaz. Porém, quando tudo parecia perdido, uma luz surgiu, pois Bo-Mi não era como a mãe dela e parecia querer fazer parte da vida dele. E permitir que ele fizesse parte da dela.

Won não foi o único a se surpreender com isso. Seu amigo, Jae-Ki também se vê preso a um sentimento jamais experimentado antes.

Apesar de não ter sofrido com a ovada - e até mesmo ter conquistado a “simpatia” de Yerin por evitar que ela caísse da escada-, Jae-Ki passou por poucas e boas em seus dois primeiros dias no colégio. Mesmo com a calmaria, ele continuava explodindo com Eun-Bi. Repetidas vezes os dois foram vistos brigando - fosse na entrada ou no corredor - e isso era uma cena bem curiosa, ainda mais por conta das muletas que a garota carregava.

WangJo tinha se transformado num calvário para o garoto. Tudo o que ele mais desejava era a chegada do fim de semana, para poder aproveitar com as pessoas que o entendiam por quem era. Não que a amizade com Won ou Kang estivesse ruim, mas ele precisava colocar sua irritação para fora.

Logo no sábado, ele foi surpreendido com uma ida até o distrito de Jung-Gu, onde Ji-Hoo fez uma aliança com a gangue de lá, conhecidos como Seguidores de NEW0. A gangue de Jung-Gu era formada por pessoas bastante peculiares, todas de cabelos coloridos. Apesar do desconforto, não houve problemas.

O problema surgiu quando Jae-Ki revelou ao líder que estava estudando na melhor escola da Coreia do Sul. O lider pareceu um pouco perturbado e fez uma ameaça velada que passou a preocupar Jae. Como se não bastasse, ele também teve que lidar com a decepção de seu hyung. Os outros garotos apaziguaram os ânimos e, pela primeira vez, ele sentiu como era estar “do outro lado da história”, o do “mentiroso”.

Logo ele que odiava mentiras…

Quando o sábado parecia ter chegado ao fim, Jae-Ki foi surpreendido com um inusitado encontro com Eun-Bi. A garota tinha fugido da Ópera que acontecia no Teatro Nacional da Coreia, localizado em Jung-Gu. Sem dinheiro, bateria no celular, sozinha e lindissima, Eun-Bi precisava de ajuda e o garoto foi incapaz de negar. As brigas no colégio pareciam ter acontecido há muitos anos, de modo que eles puderam ser apenas Jae-Ki e Eun-Bi e não a riquinha e o bolsista do colégio.

Os dois descobriram algo importante naquela noite e compartilharam de momentos e risadas únicos. Se pudessem ter ficado mais tempo juntos, certamente abraçariam a oportunidade.

Porém, assim como todos os contos de fadas, aquela meia noite - ou 1 A.M - também foi o fim deles.

No dia seguinte, Jae-Ki teve que lidar com as confusões do próprio coração. Mesmo sem pedir, ele ouviu conselhos da halmoni, do hyung e precisou prometer algo muito importante à sua irmã: que seria feliz.

E promessas para Soo-Ji era algo sagrado.

Promessas são sagradas como tradições. E uma tradição familiar não pode ser rompida, ainda mais numa família tão unida quanto os Kim. Sunny tinha sido uma das maiores vítimas de WangJo, mesmo que não assumisse esse rótulo. Era claro na forma como ela andava e olhava que não se rebaixaria a nada, nem a ninguém.

Depois de um início tumultuado, a garota encontrou certa paz de espírito. Sua paranoia dizia que algo estava para acontecer, mas enquanto a bomba não explodia, ela aproveitava.

A amizade com Stella, Dong, Chae e os outros estava em ascensão. Parecia que a menina finalmente tinha encontrado seu grupo, ainda que Kim Joo Hyuk fosse sua companhia favorita - pelo menos até domingo, ele foi a companhia favorita. Durante o sábado, os dois tiveram uma conversa bem séria a respeito dos sentimentos dele. No fim das contas, os dois se conheciam tão bem que conseguiram desviar dos pontos mais embaraçosos da conversa. E, mesmo assim, conheciam a verdade escondida nas entrelinhas de suas palavras.

Já no domingo, a família Kim foi até o Festival de Jinhae Gunhangje, onde as cerejeiras ganhavam as ruas e todo o protagonismo do lugar. No meio de um cenário tão belo, Sunny vislumbrou a imagem de, ninguém mais, ninguém menos que Jung-Mi. Durante os útlimos dias - quiçá semanas - o rapaz tinha habitado o imaginário da garota e sido uma presença que lhe transmitia indiferença.

Felizmente, para todos os desentendimentos existe a conversa. Numa onda de coragem, a garota o levou para além festival e, no meio de tantos lugares possíveis, eles encontraram um café pequenino, onde puderam colocar a maioria das coisas à limpo. Jung-Mi ainda era envolvido por uma aura de mistério, mas ela havia descoberto bastante coisas sobre o rapaz.

Sunny não tinha se arrependido daquele encontro, mesmo que tivesse que lidar com a fúria de sua tia - não era para menos, a garota tinha fugido no meio da multidão.

E, fechando o dia com chave de ouro, ela ainda encontrou seu grupo de amigas. No meio de tantas risadas e diversão, Sunny teve acesso às fotos da Ópera. Nelas, além de ver alguns conhecidos da sala, também se deparou com a imagem de duas pessoas que despertavam uma sensação estranha de reconhecimento.

Ela não havia chegado à essa conclusão ainda, mas aqueles dois jovens tão belos, sorridentes e perfeitos nas fotos, eram os mesmos que tinham se encontrado de modo secreto e íntimo em seu café, no meio da semana.

Um caso que podia passar despercebido, como se não fizesse parte de sua vida, mas a verdade é que ela nem fazia ideia do quão envolvida poderia ficar.

Os dias não foram turbulentos apenas para os novos alunos. Os antigos também tiveram que lidar com muita coisa. Mesmo o mais calmo e tranquilo de todos, se viu diante de situações que despertaram nele a vontade de ser diferente, ou melhor, de fazer a diferença.

Quando Stella foi derrubada na frente de Hee-Kyung, o garoto percebeu que precisava fazer aquilo parar antes que aquilo piorasse. A menina não lhe contava tudo, mas ele via pelo olhar triste e acuado dela, como era cansativo e doloroso caminhar por aqueles corredores. A situação tinha mudado um pouco agora que ela fazia amizade com Sunny, mas ainda assim parecia um fardo. Não era à toa que ela pareceu muito feliz em falar com alguém do Canadá.

E Dong sabia que Stella não era a única a guardar coisas para si. Sua prima Hayoung também passava por muitas provações. Após o tenebroso jantar em familia, Hee-Kyung se oferecia como ombro amigo e companheiro para que a prima não se sentisse tão sozinha. Diferente dos outros, o garoto conhecia bem a essência de Hayoung e esperava poder extrair o melhor.

Porque senão...A justiça que estava por vir, também a pegaria. Afinal, ele prometeu aos amigos que não deixaria que laços sanguíneos - que eles não sabiam que não existia - fossem impedir que ele fosse justo.

No sábado, ele se encontrou com Stella para estudar e aproveitou um bom tempo com a amiga. Ela era muito mais leve e feliz longe da escola. Quase uma pintura que o inspirava a fazer o melhor. Já no domingo, em mais uma reunião de seu grupo, Dong teve uma conversa franca com o esquadrão e disse o que planejava: encontrar um caminho para acabar com o bullying na escola. Inicialmente, precisavam montar uma database dos alunos, mas também pensavam em buscar ajuda de meninas que passassem despercebidas pelos outros.

Algo que não seria difícil de encontrar.

Apesar da semana calma que teve no colégio, o foco dele ainda era aquela instituição. Dong amava o seu avô e sabia que ele prezava muito por aquele colégio. Diante de tudo o que tinham feito por ele, ao longo dos últimos onze anos, o mínimo que ele podia fazer era tentar realizar uma limpeza ou, pelo menos, buscar pelo bem. Era o modo que ele tinha de retribuir.

Se a semana foi bastante calma para Dong, o mesmo não podia ser dito para Hyemin. Os dias foram uma verdadeira montanha russa de emoções.

Logo de cara, ela precisou botar seu orgulho de lado e se desculpar com Kim Joo-Hyuk. Seu pai foi bastante específico em suas condições para que ela recuperasse o celular, cartões e evitasse o emprego: precisava fazer um vídeo se desculpando o menino. Para tal, ela teve o apoio de Hayoung.

A tarefa se mostrou um pouco mais árdua do que ela imaginava, porque...era complicado. Hyemin se sentiu pior, mesmo sendo desculpada e, naquele momento, decidiu que Kim estava enterrado para sempre! Que seria a última vez que choraria por ele, ainda que toda aquela conversa tenha brotado lembranças muito mais profundas do que ela imaginava. Naquele dia, Hayoung se provou uma verdadeira companheira e manteve a total discrição.

Passado esse evento, Hyemin pôde se focar na Ópera! Ela odiava Óperas, mas seria sua oportunidade de ouro de encontrar seu amado Mi-Woo. Os dois teriam camarotes próximos e ela precisava estar impecável. Eun-Na se prontificou a ajudá-la na escolha do look que, apesar de ousado, caiu como uma luva nela.

Já no evento em si, Hyemin continuou tendo aquelas oscilações - como ir do céu ao inferno em poucos segundos, ao invés de atos, como a Ópera indicava.

Mi-Woo se provou um perfeito cavalheiro e os elogios foram um bálsamo para seus ouvidos. Para ser ainda mais perfeito, ele usava uma gravata do mesmo tom que o vestido dela, quase como se fossem um casal oficial. Ao lado de sua unnie Sunyoung, a menina teve vários vislumbres do futuro - inclusive uma possível marca entre elas! O que Hyemin não compreendeu era o motivo dos Han compartilharem o mesmo camarote à convite do pai. A mãe de Sunyoung era lindissima, era verdade - e viúva e rica. Mas a associação não foi feita, porque ela tinha coisas mais importantes para se focar.

E fofocar.

Assim que o intervalo veio, Hyemin conseguiu a façanha de iniciar duas grandes fofocas: a primeira era bastante perigosa e envolvia o nome de Wang Myung-Hee. Segundo ela, o garoto era um traidor da família. Já a segunda, era uma resposta de raiva por MiSoo estar tão bela e plena naquele vestido feito sob medida: MiSoo namorava Jung-Mi!! E ela ainda estava prestes a piorar essa fofoca, afinal, Sunyoung disse que MiSoo pareceu se entender muito bem com seu irmão Minhyun, de modo que acreditava que um casal poderia surgir ali.

No meio de tantas fofocas, também houve espaço para uma cena esquisita. Enquanto buscava por seu amado Mi-Woo, ela o encontrou conversando de modo privado com a prima de MiSoo. Apesar de acreditar na fidelidade e boas intenções do noivo, suas fotos foram muito afetadas, pois não conseguiu sorrir de verdade.

No domingo, ela conseguiu deixar a Ópera de lado e teve o início de uma manhã gloriosa ao lado de seu pai. Com as pazes feitas, eles aproveitaram um dia de jogo de tênis e almoço japonês. Parecia até mesmo uma calmaria apenas uma grave tempestade.

E quem a trouxe foi Eun-Na.

Hyemin teve que passar por uma situação muito dificil: lidar com a dor irreparável de uma amiga e não saber o que fazer. Eun-Na tinha passado por algo muito grave e precisaram da presença de Yerin  -que tinha voltado de Hong Kong naquela noite. Mesmo que a situação não tenha machucado seu corpo, sua alma parecia mais enfraquecida.

Havia muita maldade nesse mundo.

E, às vezes, suas mãos estão atadas demais para combatê-lo. A única coisa que Hyemin poderia oferecer à Nana - e ela nem sabia o poder disso  -era o seu amor.

Outros dois que precisavam lidar com as consequências da Ópera foram MiSoo e Hyun-Hee.

MiSoo tinha passado por uma situação constrangedora durante a semana. Eun-Na - a mesma pessoa que agora se encontrava quebrada - tinha humilhado MiSoo publicamente. A aspirante a tenista se sentiu muito mal por ter envolvido seus amigos naquela briga e, como se não bastassem as provocações em sala, também tinha que lidar com sua mãe em casa e a confusão que andava seus relacionamentos.

Após pedir desculpas para Jung-Mi, MiSoo teve que lidar com o silêncio de Gyu-Sik e uma notícia perturbadora: o garoto estava namorando uma ex-aluna do colégio. Sem saber como lidar, MiSoo seguiu os conselhos sacanas de Bo-Mi e, com uma mensagem que misturava uma condição para que Gyu se redimisse e com a necessidade de evitar que o garoto se encontrasse com a namorada, a menina conseguiu que o garoto mudasse os planos para domingo.

Antes, contudo, houve a Ópera e, bom, a garota nunca tinha passado por aquilo antes.

Dentre todas as belas meninas - e mulheres-  que desfilavam pela área VIP, foi MiSoo quem mais brilhou. Recebeu mais elogios do que ao longo de sua vida. Claro que também causou confusão - porque não podia ter um objeto em mãos que atirava em alguem. No caso, ela atirou um objeto em Hyun-Hee - logo nele!. Como se não bastasse, precisou lidar com a fúria de sua mãe que disse palavras venenosas para a menina e a fez chorar mais do que a Ópera em si.

Pelo menos, MiSoo encontrou conforto em suas amigas depois. E também conheceu Sooyeon, a namorada de Gyu - um momento desconfortável que ela conseguiu sair até que bem. A confusão com Hyun também foi resolvida e ela se surpreendeu com o comportamento dele, principalmente o elogio.

O sábado só não foi melhor porque Eun-Bi a deixou preocupada com o sumiço, mas tudo pareceu bem no dia seguinte. Aliás, o domingo foi ótimo porque começou fora de casa! Com a halmoni, o ânimo era outro, a sensação era boa. Ainda que ela tenha tido um momento estranho com o espelho, ela se sentiu feliz.

Precisou, contudo, retornar para casa porque tinha combinado estudar com Gyu-Sik. Estudar foi a última coisa que fizeram, pois eles passaram a maior parte do tempo conversando. No meio de um elogio, MiSoo o abraçou de modo súbito, deixando os dois meio constrangidos. Pior do que isso, foi a chegada da mãe dela e as palavras cruéis que MiSoo ouviu. Para a surpresa da menina, Gyu-Sik a defendeu de novo e, no fim, ela ganhou um abraço de verdade.

Foi tão reconfortante, mas tão confuso!

A garota não sabia lidar com aquele carinho e toda aquela atenção. Mas alguma coisa tinha mudado entre os dois e eles estavam cada vez mais próximos de descobrir que era.

Já para Hyun-Hee, os dias vieram como uma espécie de redenção.

Seu retorno foi estranho, mas agora ele parecia ter encontrado os pontos a trabalhar. Hyun encontrou uma brecha para voltar a ter suas amizades de antes e ascender ao trono novamente. O custo disso acabou sendo a amizade da joaninha.

Para protegê-la das garras de Jong-In, Hyun-Hee passou a ignorá-la no colégio e isso não foi bem recebido por ela. O herdeiro Park estava ganhando seu espaço de novo, era incluído nas conversas, convidado para festas, mas não se sentia completo como antes. A Ópera serviu para afastá-lo de Chaeyoung - principalmente depois que ela se livrou do presente que ele havia dado.

No pós-Ópera, ele ainda foi até a festa de Jong-In. De modo ilegal, eles entraram num clube adulto e  ficaram na área VIP. Com muita música, alcool e drogas, os jovens convidados se divertiram como nunca...Pelo menos a maioria, pois Hyun foi uma das duas exceções.

O garoto sofreu um surto no meio da pista de dança, apanhou e teve uma overdose. Se não fosse pela chegada do Secretário Lee, talvez ele não tivesse acordado no hospital. Fato era que agora ele estava lidando com a ausência de Chaeyoung e a falsidade de Jong-In.

Sabia que tinha sido drogado e precisava tomar ainda mais cuidado com seus passos.

Era difícil identificar os amigos no meio de tantos inimigos.

Só sabia que Chaeyoung fazia falta.







Capítulo 3 - Página 13 ZyBqZYE

[GINÁSIO]


Segunda-Feira - 8:20 A.M


A segunda semana tinha começado e trouxe consigo uma nova experiência: os tão esperados clubes. Se antes os alunos ainda estavam tentando se ajustar com a carga-horária e a quantidade de exercícios que tinham, agora eles sentiriam o verdadeiro peso de estar no Ensino Médio.

As responsabilidades aumentavam e os clubes não existiam como lazer. Era para melhorar o currículo, atrair olhares, aumentar a competitividade. Alguns alunos ainda trabalhavam depois enquanto outros tinham as próprias atividades pagas pelos pais - geralmente música, língua estrangeira, esporte e administração/contabilidade. Fato era que eles precisavam ser os melhores.

Isso podia pirar qualquer um.

Mas para pessoas que já estavam acostumadas à intensidade, talvez fosse melhor ocupar a mente com tanta coisa ao mesmo tempo. Evitava que eles parassem para pensar em outra coisas, com outras distrações.

A segunda-feira começava com os dois primeiros tempos ocupados com Educação Física. Era um horário horrível para o primeiro ano - logo de cara lidar com educação física, ficar suado, urgh! Por isso mesmo, eles podiam tomar banho nos vestiários, enfim. As turmas eram separadas nas duas quadras. Naquele primeiro mês, eles treinariam atletismo e ginástica - era uma espécie de circuito, mas que, apenas para variar, avivava a competitividade dos jovens.

Do lado dos meninos, Taemin e Jung-Mi foram os capitães dos times.

Jung-Mi: Ryu.
Taemin: Ji-Ran
Jung-Mi: Gyu
Taemin: ...Won-Bin
Jung-Mi: ...Jae-Ki
Taemin: Kang
Jung-Mi: Dong

Taemin deu uma risadinha nessa hora, cruzou os braços e continuou.

Taemin: Beom-Su.
Jung-Mi: Min-Ho.
Taemin: Hyo-Shin.
Jung-Mi: Ui-Jin

Só restavam Kim e Hyun-Hee. Taemin umedeceu os lábios.

Taemin: Joo-Hyuk.

Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_oqmow3xhv21w1vr1po1_400

Capítulo 3 - Página 13 Ezgif-4-9bf2b313b8

Capítulo 3 - Página 13 Kang-Daniel1

Jung-Mi respirou fundo e apontou para o Hyun-Hee, olhando para baixo. Taemin já deu uma boa risada, mas logo o professor falou algo para desestabilizar ainda mais Jung.

- Tem um a mais no time do Jung-Mi e o Won-Bin não está 100%. Chama mais um pro seu time, Taemin. -  O professor disse.

- Ryu. - Disse sem pensar meia vez.

- Certo, time azul, Jung-Mi, Gyu-Sik, Jae-Ki, Hee-Kyung, Min-Ho, Ui-Jin e Hyun-Hee. Time amarelo, Taemin, Won-Bin, Ryu-Ji, Ji-Ran, Kang, Beom-Su, Hyo-Shin e Joo-Hyuk. O circuito é muito simples…

Mentira, era super cheio de obstáculos e cada um seria responsável por uma atividade. Quem completasse com os 8 membros primeiro - o grupo de Jung-Mi escolheria alguém para fazer 2 vezes, todos os 8 obstáculos - ganhava. Envolvia: passar por cones em ziquezague, abdominais, jump, step, passar por baixo de uma rede, escalar uma rede, se pendurar num macaquinho horizontal e atravessar; e uma corrida pela quadra.

- Começando por 10 voltas na quadra para aquecer. Vamos, vamos.

Cada um teria que fazer todas as atividades, pelo menos uma vez.

Já do lado das meninas, elas estavam jogando queimado, como aquecimento. MiSoo e Mi-Ran foram escolhidas para tirar o time e a garota começou escolhendo Yewon. Eun-Na tinha faltado naquele dia, então o grupo de MiSoo teria menos 1 menina.
Capítulo 3 - Página 13 MF8tjle
(Professor Hyon Dae-Joong)

Capítulo 3 - Página 13 R6GKKyB
(Professora Seon Jin-Hee)




Twisted Evil


  • Considerem que a compra do uniforme, engloba: roupa de natação e roupa de educação física. É um short e uma camiseta.
  • Ursa, escolhe seu time, mas da seguinte forma:
    Hyemin ou Yerin
    Eun-Bi ou Bo-Mi
    Stella ou Sunny
    Ye-Ji ou Hayoung
    Ye-Sol ou Sejeong
  • Vocês chegaram e deixaram o material nos armários, não viram o que os outros trouxeram.
  • Relaxem que não vou ficar na educação física pra sempre, só achei que seria engraçado *anjo*

The Crown RPG
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 %EA%B3%A0%EB%A0%A4%EB%8C%80
Frase : Play with a mask to hide the truth. People cheat each other. right?
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 1
Gif : Capítulo 3 - Página 13 Giphy
Apelido : Hae Shin
Jogo : Narrador
Mensagens : 1465
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 HE8bwtr
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo



Entre apresentações cordiais Won sentia que o ar mudava de intensidade. Era como se auras distintas se chocassem e a tensão no ar era notável.
Havia algo que faziam com que Ye-Ji e Eun-Bi não se bicassem, parecido com o que tinha notado quando Kim falou com ela no teatro.

"Hmmm, tem algo estranho nisso...algo que nem a Bo-Mi me falou"

Eun-Bi parecia meio agressiva com a garota quando a apresentou para Jae-ki. Estaria com ciúme ou algo do tipo?

"Aish, que complicado..."

- Não sabia que vocês eram amigos. - Eun Bi falou.

- Impossível não saber quem Hwang Won Bin é. - Ye Ji falou. - Mas só nos apresentamos oficialmente hoje. Não é?

Won começou a tossir, de nervoso mesmo.

"O que, impossível!? Que papo é esse?" com vergonha apenas tentou disfarçar, até Jae-ki reconhecia isso em sua fala.

-Eu acho que não ando passando despercebido pelas pessoas ultimamente - comentou tentando diminuir um pouco o impacto disso.

Notou a encarada de Eun-Bi: ela sabia de algo? Será que a Bo-Mi tinha falado dele pra ela?

"Ahhh, eu não esperava que isso fosse acontecer!" tentou responder a encarada séria com uma expressão de dúvida.

@Jae-ki escreveu:- Eu sabia que ia sobreviver ao teatro. E aí curtiu?

-Sim, bastante. Eu achei que ia ser bem diferente, mas acho que acertei na escolha de clube - comentou animado.

As meninas chegaram e logo depois Kang com seu mais novo exército do informática.
O K-dragon até mesmo apresentou os garotos, apesar de conhecer alguns.

-Yo Kang. Eles são do seu clube? Haha - fez um pequeno gesto simpático para cumprimentar - Muito prazer. Tenham paciência com o Kang que ele é uma pessoa legal lá no fundo - deu um soquinho no braço dele, brincando - Acredito que o seu clube tenha sido bem legal também

"E a rede de nossos contatos aumenta. Isso é ótimo"

Jae-ki gostava de reforçar o fato de que era amigo próximo de Won e Kang. O que era verdade mas parecia bastante com o jeito de Eun-Bi de querer marcar território. Deixou essa percepção para lá e assentiu com a cabeça.

-Err, falar com a gente? Ok. Com licença - disse educado aos colegas e se aproximou de Jae-ki.


Won-Bin
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 6694f9ca732f63d3489e9821ebeacd2d
Frase : "Heroi ou não, eu vou fazer a coisa certa"
Estado Civil : Solteiro (a)
Gif : Capítulo 3 - Página 13 6bfecba2ffe9018287b44de54a4f21d0
Apelido : Won Bin
Jogo : -
Mensagens : 231
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 DlrW64s
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 3 - Página 13 Grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey
Convidado
Apenas depois da recomendação de EunBi, MiSoo se deu conta de que não tinha a avisado de que não conseguiria fazer o passeio que queria com a amiga nessa segunda.

- EunBi-yah. - virou-se e a chamou antes que se afastasse - Eu vou para a casa da Halmoni, se não se importar. - baixou um pouquinho o olhar tristinho, enquanto esfregava os dedos sobre o pescoço - Queria muito sair com você, mas estou cansada. Podemos fazer amanhã. Desculpe. Depois eu ligo pra você. - acenou com um discreto sorriso e tomou o rumo da enfermaria.

MiSoo não prestou atenção a sua volta. Em outro momento adoraria jogar conversa fora no refeitório, mas agora estava cansada demais para manter uma conversa agradável. Sem falar que voltaria a se sentir um tanto nervosa  pressionada em grupo depois da bagunça que foi seu dia.

Precisava muito do colo de sua avó.

A garota foi até a enfermaria para explicar que se sentia indisposta e para pedir que chamassem sua avó.

Ainda não sabia o que fazer sobre seu dia. Não sabia mais o que pensar. Só queria que a halmoni viesse logo lhe buscar e que pudessem ficar juntas em casa ou no lindo jardim dela. Seria bastante reconfortante ter a companhia dela e das plantas. MiSoo tinha desabafado com EunBi antes, no entanto estava nervosa demais para ouvi-la direito, no entanto agora sentia que conseguia se controlar novamente, apesar da exaustão. Queria muito ouvir sua halmoni. Ela tinha muitos anos de experiência. Quem sabe fosse capaz de pôr os pensamentos bagunçados de MiSoo de volta no lugar?

Por que a frieza com que foi tratada doía tanto?

Enquanto esperou por sua carona, MiSoo finalmente pegou o celular para ler as mensagens de Mia. A amiga fez muita falta nesse dia. Será que poderia ter ficado chateada?
avatar
Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

A reação de Sunny diante da expressão de JaeKi foi menos discreta do que o cumprimento em si. Arqueou as sobrancelhas, confusa, e até olhou por cima do ombro, imaginando se tinha sido para ela ou se algo além aconteceu, mas... sim, aquela carinha preocupada era para a bolsista mesmo. Um beicinho emburrado apareceu sem que pudesse controlar. Como fazia com Kim, sentiu vontade de puxar a orelha de JaeKi – que era bem menor e fechada - até fazê-lo entender que não havia como ele piorar sua situação no colégio e mais do que isso... ELA NÃO LIGAVA!!! Não ligava com as opiniões afetadas desses herdeiros. Só que certamente não tratava-se do momento adequado para enfiar essa realidade na cabeça dura e teimosa do rapaz.

Voltou a encarar Won depois da resposta e achou graça da justificativa que usou sobre Kim, ajudando-o a enfatizar que não teve nenhum problema. Ela riu, mas não acreditou muito... porém, não insistiria na questão, se não percebesse mais nada. Caso contrário... Joo-Hyuk sabia como a amiga funcionava. No entanto, aparentemente, só foi uma impressão. O amigo não se mostrava aborrecido ou triste. Sunny decidiu lhe dar algum crédito.

Mas...

- A comida daqui te deixou enjoado?

Mentiroso.

Orelhudo mentiroso!


Sunny o encarou com uma feição séria, entretanto... um sorrisinho apareceu no canto dos lábios seguido de um bico chateado – e fingido.

- Ou você comeu tão rápido que acabou passando mal.

Ele nem comeu!

Saiu sem pegar absolutamente nada no buffet!

Por que estava mentindo?

Pouco tempo depois, Stella e Hye-Won chegaram ao refeitório. Sunny saiu tão apressada para se encontrar com o amigo que já foi deduzindo que as meninas seguiriam por um destino diferente. Quando as viu, sorriu para as amigas, meio constrangida. Precisava se desculpar pela súbita pressa.

Encarou Kim assim que ele reafirmou que estava bem. Dessa vez, só o olhou antes de fitar Dong entrando com os outros meninos. Também acenou para eles enquanto checava as conversas paralelas ao redor e conseguiu respirar mais facilmente depois que MiSoo saiu do refeitório, pois afastava a possibilidade de vê-la com Jung-Mi. Todavia, reparou nela... e não parecia bem. Felizmente ou não, Sunny era uma pessoa empática e captava a energia das pessoas. Não tinha razões para detestar a menina, mas era impossível não se sentir triste em sua presença...

Ela nem merecia aquele namorado falso. No dia anterior, Jung-Mi disse com todas as letras que eles eram apenas amigos. E...

E... Se MiSoo soubesse como Jung-Mi se comportou durante o festival... Não que ele tenha agido de maneira indecente. Não... Ele foi... gentil, agradável e... Próximo... Não tinha como falar se foi o Park quem desceu do pedestal ou se ela quem subiu... Não importava... Mas os dois alcançaram o mesmo ponto. Literalmente se encontraram no meio do caminho.

No meio da ponte que os separava.

O que agravava mais as coisas.

Estava cansada de mentiras. Não aguentava mais.

Esperaria para ver se os garotos iriam interagir. Se não, não ficaria mais ali. Havia o serviço. Não podia se atrasar.


Capítulo 3 - Página 13 SdMBRVV
Kim Sun-Hee
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 6694f9ca732f63d3489e9821ebeacd2d
Frase : Once upon a time...
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 16
Gif : Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_n26v5eTgsK1s3bmkxo5_250
Apelido : Karol
Jogo : Bolsista
Mensagens : 259
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 41b6e40bec64c0f671e57e52c30f8709
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dong enviou uma rapidamente mensagem cheia de carinhas para a mãe, respondendo um obrigado que iria queria comer com ela mas que iria se alimentar de forma mais saudavel, só para não deixar ela mais preocupada, afinal se estava em reunião precisava se focar e não ficar batutando se o menino estava comendo porcarias. Seria um bom filho, bom estudante e bom amigo, era essa a filosofia dele.

Ou ao menos, tentava.

Capítulo 3 - Página 13 BaMBxqn

Após rastrear as figuras que desejava, o rapaz acabou trocando um olhar a distancia com uma tal de... Stella. A menina do chá e do bico eterno. Logo ele capta a expressão neutra dela como se não estivesse nem feliz nem triste pelo amigo se fazer presente... o mais marcante era o fato dela não estar com o tal celular. Sem celular, sem sorrisinhos... sem mexidinhas de ombro...

Humm.

Algo aconteceu? Ela parecia... menos receptiva. Sem sorrisinhos e sem gracinhas, Dong fez uma careta de leve deixando e a boca como um C invertido. Ele levantou a mão para Kim, que mexia seus braços daquela maneira animada. O rapaz podia também ter falado algo mas como não gostava de algazarras, ainda mais no refeitorio, só fez o gesto e foi se aproximando rapidamente. Não tão rapido claro, mas já estava começando a se mover melhor. Ainda assim.

Retribuiu o acenar para Sun Hee, ficando até um pouco feliz por ela ser simpática dessa maneira. No alto dessa comunicação toda, o rapaz também acena para duas meninas em especial: Eun Bi e Ye Ji. Não era láaaa um aceno feito louco como o que Kim fez mas ainda assim, educado e polido.

Todos veriam que mancava. - Aniôn! - Quando Kang fez sua introdução, HKyung fez sua saudação, dando um rápido sorriso amistoso. Apesar dele ser rico, do tipo, realmente rico, ele não dispunha de um ar arrogante ou insuportável, claro, que isso geraria desconfiança nos bolsista. - Bangabseunidaa! - Seu sorriso não foi duradouro nem como o de um tonto. Era educado e até formal mas sem a etiqueta chata que pessoas da elite tinham, Dong olhou Jae-ki e analisou um pouco de seu jeito, parecia ser meio protetor, ele estava na defensiva? Não, deveria ser impressão, aquilo estava mais para estado de iminente ataque. O rapaz enfatiza sua amizade como se os três fossem um só triangulo, onde ninguém mais podia ingressar.

Capítulo 3 - Página 13 VYu1GaY

- É bom ter em quem se apoiar.

Respondeu calmamente, agora direcionando o olhar a Won, observando o soquinho. Hee Kyung pensa que se desse um desses soquinhos em Min-Ho ou Ui-Jin eles iam no minimo sair gritando dali. Admirava essa amizade deles.

Capítulo 3 - Página 13 UY95y7x

- Kang é legal, ele me lembra você.

Dong estava elogiando Won diretamente, apesar de talvez suas intenções ficarem meio, nubladas. Conhecia eles pouco, mas pareciam boa gente, pelo menos, diferentes dos outros lá eram. Quando o assunto dos grandes amigos aparece, ele não iria interromper de modo algum.

Só fez uma observação. - Won-Bin, depois gostaria de conversa com você quando desocupar um pouco. Pode ser? - Mexeu as mãos para o lado, as abrindo, gesticulando que não sabia bem como encontra-lo ou quando o rapaz estaria disponível. - Mas não se preocupem, não vai ser assunto de grandes amigos.

Deu mais um sorriso, como se estivesse brincando com a atitude de Jae-Ki. Depois, iria pegar algo para beber e comer.... Dong escolheria um café expresso para levantar seus animos, e um muffim de morango. Esperaria para se reunir com Stella e Min-Ho, para então... - E então, o que temos a dizer sobre os clubes.

Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_o3tzv1GdRf1qjluivo2_540

Puxou assunto enquanto se sentava, a menina parecia já golar seu chá diurético. Ele por sua vez assoprava o café na tampa, liberando aquele vaporzinho mostrando que estava fumegante.

Capítulo 3 - Página 13 11aljkg

- Viu Stella-shi estou começando a ficar mais sociável, Min Ho parece desaprovar, o que acha disso? - Dele ter mais amigos? Ou amigas...

Min Ho ja iria ficar bravo por Dong falar como se ele não estivesse ali, mas isto não seria verdade, o rapaz teria olhado o amigo antes de comentar, como que esperando uma resposta dele também.

Mesmo que negativa.

Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_n52kpfJ4J81qjluivo2_500

- Está melhor? - Se recordou de ter ouvido sobre o ombro.



Capítulo 3 - Página 13 KIDfd0O
Dong Hee Kyung
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 9efe34f8a763bc3995a75eee2db3b114
Frase : Me dê café
Estado Civil : Namorando
Idade : 16
Gif : Capítulo 3 - Página 13 Tenor
Apelido : Hades
Jogo : Herdeiro
Mensagens : 156
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_olpqxa05EC1vfhewmo4_250
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Spoiler:
Como combinado, eu só aguardo a resposta do Dong; e a breve interação de Jae Ki e Won. Peço para que vocês condensem essa conversa e tentem terminar em 2 ou 3 posts. Depois disso, eu bloqueio o tópico (numa espécie de "to be continued...") e inicio o capitulo 4 de modo personalizado.

[REFEITÓRIO]
3:00 P.M


- Claro que estão. - Ye Ji respondeu como se não fosse um problema falar. - Sobre você também. - Olhou para Jae Ki. - Todos os bolsistas, na verdade. - Simplificou as coisas e piscou os olhos lentamente. - Vocês não conseguem passar despercebidos, mas alguns nomes acabam atraindo mais a atenção.

Eun Bi cerrou os olhos, formando um bico maior diante das palavras de Ye Ji. Contudo, não voltou a discutir com ela, lançando um último olhar de julgamento para Won. Nesse meio tempo, mais pessoas chegavam e colocavam um fim naquilo.

Apesar de Sunny ser a pessoa que Jae Ki tentava proteger, foi a chegada de Kang com seus novos chingus que chamou mais atenção. O rapaz logo ativou o modo territorialista, demonstrando um lado possessivo e ciumento que era completamente oposto ao que Won sentia. Enquanto um fazia cara de bravo, o outro trazia uma expressão mais suave. A segunda-feira era bem positiva para Won - parecia até uma compensação pelo fim de semana horrível que ele tivera. Além da aula de educação física, ainda conseguiu um almoço fora do colégio, um clube legal e, agora, aumentava sua rede de contatos.

Para que o dia fosse perfeito, só faltava voltar a falar com o pai e ele liberar os treinos - mas a vida não é perfeita, não é? Isso não aconteceria.

Kang se mostrou bem animado com as amizades que tinha feito. Logo apresentou Dong e os meninos para Jae Ki e Won. Meneou positivamente para as palavras de Won, mas o encarou, fazendo um.

- Mwo? Como assim sou uma pessoa legal lÁÁÁÁÁAAIIIII…?!!!!! - Levou a mão até a região que tomou um soquinho e fez um bico. - Aigooo, por que toda essa agressividade? Tá parecendo o Jae Ki - Resmungou a última parte e se encolheu de uma possível retaliação.

Felizmente ou não, Jae Ki estava mais preocupado em demonstrar que os dragões eram apenas três. Quanto às palavras de Dong, Kang desfez todo aquele drama de quem tinha apanhado e encheu o peito de ar - quase que num peito de pombo - enquanto fazia uma pose que tentava demonstrar seus dotes físicos.

- É claro que lembro o Won. Olhe como sou forte...Belo...Popular… - A cada nova palavra, ele fazia uma nova gracinha.

Eun Bi não aguentou e fez um “pfff” com a boca antes de tapar a mesma com a mão e fazer uma carinha inocente. Kang olhou para ela na mesma hora.

- O que é, Eun Bi-shi? Concorde com o Dong!

- Claro, claro… - Eun Bi cruzou os braços, desviando o olhar.

Ha Neul e Ui Jin também davam umas risadinhas simpáticas. Apenas Min Ho fazia aquela assface, de quem não achava o mínimo de graça naquele garoto espalhafotoso. Já Kim e Sunny estavam um pouco mais de fora da conversa. Eles combinavam como iriam para o trabalho dela. Aparentemente, Kim tinha uma aula e não poderia levá-la até lá, mas disse que conseguiria esperar o ônibus com ela.

Quanto aos clubes, Kang disse.

- Foi muito legal! Não teve nada demais, mas eu gostei da professora e os meninos são muito bacanas! Você também parece feliz. Perdeu o medo do teatro? Em pensar que no primeiro dia de aula, ele estava se escondendo na cadeira do auditório para que a B… - Enquanto falava, ele ia virando a cara rindo, mas quando quase disse o nome da pessoa, ele estava olhando para Won e fez um - BUAAHAHAHHAA… - Deu uma risada do nada, bem forçada e escandalosa pra esconder. - Meu menino era tão tímido e agora tá aí voando. Que orgulho.

As pessoas levariam um sustinho com aquela risada tão alta, dando um pulo no mesmo lugar. Porém, Eun Bi logo perguntou.

- De quem o Won estava se escondendo?

- De ninguém. Fofoqueira. - Pigarreou e virou a cara, resmungando.

Eun Bi e Ye Ji continuaram encarando, mas ele se mostrou mais interessado nas duas conversas que estavam à caminho. Jae Ki queria uma conversa entre dragões e Dong queria falar com Won. Uau, devia ser importante. De todo modo, ele pedia para ser em outro momento e, provavelmente, Won teria que contar depois. Eun Bi olhou para Jaeki depois de ser “dispensada”

- Hm. Ani, eu vou trocar de roupa para o meu clube. Até depois, Jae...Meninos. - Acenou para os presentes e, ao passar por Sunny, deu um meio sorrisinho para ela. Não se despediu de Ye Ji.

A verdade era que a bailarina estava um pouco desanimada e chateada por sua melhor amiga. MiSoo disse que ia para a casa da avó e talvez fosse o melhor mesmo. Até porque, Eun Bi tinha aula de ballet às 7h da noite e mataria apenas para confortar MiSoo, mas achou melhor assim.

A amiga de Ye Ji, Ye Sol, também apareceu e ela se despediu dos meninos. Kim e Sunny também estavam de saída, por conta do horário apertado. Jae Ki teria liberdade para falar com seus amigos enquanto Dong retornava até a mesa onde Stella estava. Ui Jin e Ha Neul também partiram - o primeiro queria se preparar seu clube e o segundo ia trocar de roupa, botar a famosa calça do homem aranha para o clube de danças.

Min Ho continuou sem perceber que, talvez, estivesse atrapalhando o clima e a conversa que Dong queria ter com Stella. Não era novidade que ele tinha zero trato social. Stella olhou para Dong tão logo ele se sentou.

Sua expressão neutra era porque ainda se lembrava do modo que ele tinha saído atrás da prima durante o almoço e aquilo a incomodava mais do que ela gostaria de admitir. Pelo menos ela não estava com o celular, apenas com o chá em mãos e o recebeu à mesa. Min Ho estava com um café gelado também. Stella tombou a cabeça para o lado e esboçou um micro sorriso.

- Você sempre foi sociável. - Comentou. - É fácil gostar de você, Hee Kyung-shi.

- Eu desaprovo. Não gosto de gente, são mais pessoas para as reuniões do fim de semana. Você sempre convida todo mundo e é desconfortável ter pessoas novas no RPG. Fora a fila para o KoF ou o MK. Ainda não me esqueci do que você fez.

- Quer uma revanche? Da próxima vez posso fazer de olhos fechados. - Stella o provocou de um jeito bem fofo e cretino.

- Bruxa. Vê por que não gosto das suas amizades? - Fez um “tsc” com a boca e golou seu café.

Stella continuou com uma expressão tranquila e logo voltou o olhar para Dong. Meneou positivamente, agindo de modo mais delicado.

- Está melhor, sim. Só dói um pouco quando tensiono. E a sua perna? Vi que ainda está mancando. Vai precisar de gelo?

Perguntou igualmente preocupada e solidária com ele. Depois disso, seria apenas o tempo de terminar seu chá e trocar mais algumas palavras antes de partir. Não sabia se Dong ia querer carona, mas ela o levaria para casa, caso ele quisesse. Talvez pudessem conversar ou combinar algo no caminho.
The Crown RPG
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 %EA%B3%A0%EB%A0%A4%EB%8C%80
Frase : Play with a mask to hide the truth. People cheat each other. right?
Estado Civil : Casado (a)
Idade : 1
Gif : Capítulo 3 - Página 13 Giphy
Apelido : Hae Shin
Jogo : Narrador
Mensagens : 1465
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 HE8bwtr
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eles eram rapazes interessantes, Won-Bin parecia ser o líder do trio, sendo Jae-Ki o mais bravo, e Kang o mais animado de todos, foi uma experiencia legal, apesar de muito breve. Apesar de Stella estar ali, perfeita para uma conversa solo... Dong não tinha intenção de excluir o amigo, mesmo que o jeito dele não fosse o mais eloquente e aloprado, como um certo dançarino aracnídeo que acabou de sair dali. O garoto acabou dando um sorriso besta quando escutou que era fácil gostar dele, essa menina conseguia quebrar o seu ar sério sem fazer muita força... HKung não via as coisas desse modo como foi dito, mas ele confiava em Stella.

- Eu sei que não dá para ser amigo de todo mundo, e também não gosto de algazarra, mas veja só, eu não gosto de multidões e grupos grandes e estou tentando melhorar isso, você poderia tentar melhor esse... desgostar da raça humana, só um tiquinho.

Capítulo 3 - Página 13 N6fJqIi

Fez um sinal de C com a ponta do indicador e do polegar.
- Também perdi esqueceram? Não fique bravo faremos um torneio e chamaremos Stella-shi como convidada de honra. Dai poderemos tirar a limpo nossas inquisições.

Golou o café, elevando bastante o copo ao ponto dele ficar com um quase bigode marrom embaixo do nariz. Eis que a derradeira pergunta veio... após sabe que ela estava melhor... Kyung escutou aquela frase, ele precisaria de gelo, e uma dezena de palavras se embaralharam em sua mente, enquanto mordia o muffin.


" Puff que exagero, não quero preocupa-la, sou um homem devo aguentar minhas dores. Não esta doendo! Até parece que quebrei a perna. Gelo? Nunca...."



- Vou querer sim. - Ele levou a mão até a boca como se tivesse dito algo que não queria.
"O que eu estou dizendo? Eu não queria..."


Kyung estava ficando meio estranho perto da menina, era como se não estivesse ministrando corretamente seus pensamentos, mas deve ser fruto do cansaço. Logo ele terminaria o café e a comida, se levantando então para cumprimentar Min-Ho. Ambos fariam um aperto de mão estranho, aparentemente customizado e nerd.

Capítulo 3 - Página 13 H0PJO2Z
- Adeus amigo, te vejo online. Siga as estrelas e os cabos de internet.

Ainda fez questão de dizer o obvio, depois de se despedir... seria a vez de dizer tchau a estrela. Dong dessa vez fez um gesto para ela, sua ideia foi colocar a mochila de lado do corpo, nas costelas, a abraçando com uma das mãos, e com a outra ele ergue o polegar com o braço ligeiramente inclinado para baixo. Seria engraçado se ela entendesse. Ele ainda parou perto da parede para imitar um viajante caroneiro, pedindo transporte na estrada.

Spoiler:

Capítulo 3 - Página 13 JNmYmEX

O garoto não diria nada só ficaria nessa pose olhando ela mostrando que queria algo.

Capítulo 3 - Página 13 KIDfd0O
Dong Hee Kyung
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 9efe34f8a763bc3995a75eee2db3b114
Frase : Me dê café
Estado Civil : Namorando
Idade : 16
Gif : Capítulo 3 - Página 13 Tenor
Apelido : Hades
Jogo : Herdeiro
Mensagens : 156
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 Tumblr_olpqxa05EC1vfhewmo4_250
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jae-ki fez um bico invocado quando Ye Ji respondeu que falavam dele também e de todos os bolsistas, para ele não era coisa boa. Mas estava acostumado a ter uma má fama, só não queria que o mesmo acontecesse aos seus amigos. Logo os novos colegas de Kang chegaram. Won Bin estava animado e até fez piadas sobre Kang. Só que Jae-ki estava cheio de ciumes, gostava de fazer amizades e ter amigos, mas era protetor e não queria perdê-los. Com certeza iria estar sozinho se não fosse por eles, seu jeito impulsivo afastava muita gente, e Jae-ki gostava de não ser solitário. Talvez isso passasse se convivesse mais com o grupo de Dong, mas por enquanto ainda estava na primeira impressão.

Kyung parecia tranquilo e não tinha uma postura esnobe, depois que Jae falou do quanto eram amigos, ouviu o comentário dele. Só não entendeu quando ele disse que Kang lembrava o Won. Logo Kang ficou todo animado tentando parecer mais forte, Jae-ki acabou relaxando um pouco e deixou escapar um sorriso, achava o amigo engraçado. Escutou também Kang quando contou sobre o clube, ele parecia ter mesmo gostado do grupo de Dong. Mas tentava confiar que Kang e Won não o trocaria por outros, só que ainda era um pouco difícil pensar assim. Porém o que chamou mesmo sua atenção foi dizer que Won se escondia. De repente se assustou com a risada de Kang. "Mas que merda foi essa?" -Se questionou em pensamento.

Soltou um suspiro irritado quando Kang respondeu Eun-bi daquele jeito, lançou um olhar repreensivo para o amigo e disse perto dele:

- Unbi não é fofoqueira...

Jae-ki precisava muito falar com Won, depois de falar isso para aqueles garotos, ficou desconfiado quando Dong disse que também queria conversar algo com seu amigo. Franziu as sobrancelhas pensativo, se não tivesse com pressa teria perguntado sobre o que era. "O que Won tem haver com eles? Deixou que se despedissem e deu um aceno para os garotos antes deles saírem. Infelizmente teve que se despedir de Eun-bi, poderia ter curtido os últimos minutos com ela, mas devia ajuda aos amigos.

Capítulo 3 - Página 13 132f6b90fca1e2dff1239e8aec7460f8a22fbc57_hq

- Se cuida Unbi, até... - Se despediu dela com um sorriso.

Achava que ela entenderia, porque precisava falar com os amigos, e de amizade ela parecia entender bem. Além disso, Jae achava que Eun-bi sabia que se precisasse de algo, lagaria tudo para ajudá-la. Agora que estavam só os três finalmente, Jae-ki passou um braço por cima do ombro de Won para chegá-lo mais perto, fez o mesmo com Kang, só que com o outro braço. Andou uns passos com eles para o canto que tinha menos alunos. Fez eles chegarem mais perto para o papo não sair de lá, e disse finalmente com o semblante bem sério:

- Won, vai ser rápido. É um papo sério. - Continuou falando baixo e perto deles como se fosse um time preparando estratégia para algum jogo -  Tô preocupado com você cara. Olha, sei que você é meio tímido e tal, mas não tem que ter vergonha da gente. Pode contar as coisas, pode pedir ajuda. Somos parceiros, os três dragões. Eu quero te ajudar mesmo eeeee.... - Fez uma cara para Won não interromper - Não rejeita minha ajuda, falou? Se não eu vou achar que você não me considera seu amigo. Tem muita coisa que eu sei que posso ajudar... O que tu falar pra gente, vai ficar só com a gente, não é Kang??

Deu uma cutucada em Kang com o próprio ombro e continuou em seguida com a voz baixa também:

Capítulo 3 - Página 13 DXnb1Jq

- Só não tenta resolver tudo sozinho, falou? Então fala aí, aquela hora que você sumiu, eu achei que você tava cagando, mas Kang disse que você devia tá com a Bo-mi. Eu já sei que você salvou ela nas férias, e do seu perfil da internet. Então foi isso? Almoçaram juntos? Você tá afim da Bo-mi?Já se beijaram?

Jae-ki queria tirar todas as dúvidas, não achava que Won fosse do tipo rápido o bastante para já ter beijado, mas se fosse confirmado que almoçaram juntos, talvez pudesse ter acontecido. Não sabia como Won era com garotas, talvez fosse verdade que os quietos eram os piores, há algumas horas nem sabia dessa possibilidade dos dois estarem juntos, então qualquer coisa seria possível. Não queria ser o último a saber se acontecesse. Também queria encontrar um meio de ajudar o amigo e por isso precisava de todas as informações possíveis, tinha que entender que terreno estava lidando para poder criar um plano. Ao menos ele achava que poderia criar um plano...  Também queria falar sobre Sun-Hee, mas isso poderia esperar até para outro dia, agora era o momento de saber só sobre Won. Nem piscou enquanto olhava para Won esperando uma reposta.

Capítulo 3 - Página 13 OQyMeP8
Jae-ki
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 8gcRyAX
Frase : "Vou mudar nossa vida, Soo-ji. "
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 17
Gif : Capítulo 3 - Página 13 8d2b316d2af103573eb4ca9f295fd2a6
Apelido : Jae-ki
Jogo : Bolsista
Mensagens : 375
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 TCOcJ9U
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/8gcRyAX.png
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo


Won definitivamente não estava acostumado a ser o centro das atenções, evitava isso sempre que possível, mas parecia impossível hoje.

Dong escreveu:- Kang é legal, ele me lembra você.

-Ah...obrigado - riu meio sem graça com o comentário. Foi um elogio meio inesperado.

Dong escreveu:- Won-Bin, depois gostaria de conversa com você quando desocupar um pouco. Pode ser? -

-Claro, sem problemas! - disse de forma simpática - Eu não tenho mais atividades de clube hoje, só vou pro meu trabalho daqui a pouco, eu posso falar com você nesse meio tempo, ou se for algo simples pode anotar meu celular - disse de forma despreocupada.

"O que o líder dos crânios da sala quer falar comigo?" achou aquilo curioso.

Won notou todo o ciúme de Jae-ki e aquilo...incomodava de alguma maneira. Talvez fosse seu tom de voz, a atitude de cercar eles e o grupo dos outros desde que não fossem a Eun-bi, esse complexo de vira-lata ou algo entre essas coisas.

Ye-ji escreveu:- Vocês não conseguem passar despercebidos, mas alguns nomes acabam atraindo mais a atenção.

Won riu um pouco sem graça e coçou a cabeça.

"Seria impossível passar despercebido nessa escola"

Kang escreveu:- É claro que lembro o Won. Olhe como sou forte...Belo...Popular…

Won não conseguiu deixar de rir. Talvez ele levasse jeito pra ser popular pelo menos.

-Claro Kang, meu grande exemplo - concordou brincando.

Won não deixou de notar o rosto insatisfeito do tal Min Ho, um garoto que parecia não gostar nem um pouco de estar ali.
"Será que é comigo o problema? Ou ele odeia alguém em específico daqui?" imaginou.

Kang escreveu:- Foi muito legal! Não teve nada demais, mas eu gostei da professora e os meninos são muito bacanas! Você também parece feliz. Perdeu o medo do teatro? Em pensar que no primeiro dia de aula, ele estava se escondendo na cadeira do auditório para que a B… - Enquanto falava, ele ia virando a cara rindo, mas quando quase disse o nome da pessoa, ele estava olhando para Won e fez um - BUAAHAHAHHAA… - Deu uma risada do nada, bem forçada e escandalosa pra esconder. - Meu menino era tão tímido e agora tá aí voando. Que orgulho.

Won gelou. Por um instante Kang quase destruía toda a chance de manter sua...relação com Bo-Mi em segredo. Tentou não transparecer mas claramente tinha vergonha daquele fato.

-Ei ei Kang, eu não me escondi de ninguém - riu e deu outro soquinho no ombro dele, dessa vez era um de "cala a boca" - Não tinha razões pra ter medo do teatro, foi muito melhor do que imaginei - completou tentando retomar o controle da situação.

Eun-Bi parecia muito suspeita dele. Suspeita demais.

"Meu teto é de vidro e a Eun-Bi tá pegando umas pedras...como eu fui parar nessa situação?"

A tensão entre Eun-Bi e Ye-ji continuava ali. Era esquisito e Won com certeza ia querer investigar o porque dessa inimizade.

Todos começavam a sair e se despedir, Won acenava educado e cumprimentava todos. Logo teria a tal conversa particular com Jae-ki.

Jae-ki disparava palavras e palavras:

@Jae-ki escreveu:- Won, vai ser rápido. É um papo sério. - Continuou falando baixo e perto deles como se fosse um time preparando estratégia para algum jogo - Tô preocupado com você cara. Olha, sei que você é meio tímido e tal, mas não tem que ter vergonha da gente. Pode contar as coisas, pode pedir ajuda. Somos parceiros, os três dragões. Eu quero te ajudar mesmo eeeee.... - Fez uma cara para Won não interromper - Não rejeita minha ajuda, falou? Se não eu vou achar que você não me considera seu amigo. Tem muita coisa que eu sei que posso ajudar... O que tu falar pra gente, vai ficar só com a gente, não é Kang??

Won encarava com seriedade, não gostava da forma como ele abordava aquilo e muito menos de não ser permitido falar.

@Jae-ki escreveu:- Só não tenta resolver tudo sozinho, falou? Então fala aí, aquela hora que você sumiu, eu achei que você tava cagando, mas Kang disse que você devia tá com a Bo-mi. Eu já sei que você salvou ela nas férias, e do seu perfil da internet. Então foi isso? Almoçaram juntos? Você tá afim da Bo-mi?Já se beijaram?

-Aish... - encarou Kang, sério. Tinha pedido discrição e que iria falar com o Jae em um momento oportuno e não na escola, mas pelo visto não ia conseguir.

-Olha, eu não queria falar desse assunto aqui na escola. Tem muita gente e mesmo que a gente fale baixo sempre pode ter alguém escutando o que a gente fala - agora era sua vez de fazer um sinal para que Jae não interrompesse - -Sabe Jae, eu não planejei nada do dia de hoje. Eu chamei ela pra almoçar porque ela parecia muito triste e podia precisar de uma distração

A sinceridade estava estampada em seu rosto, mas também um pouco de irritação. Aquela era uma hora ruim pra abordar aquelas coisas.

-Até ontem eu não tinha certeza do que eu achava dela...é complicado. Eu disse pro Kang porque eu o vejo todo o dia e almoçamos juntos no trabalho. Você nunca está online a noite e você andou tão concentrado na Eun-bi que nem percebeu o que estava acontecendo comigo ou com o Kang - não queria ser duro nas palavras mas a forma possessiva que Jae se comportou agora pouco lhe fazia ser um pouco mais tenso.

-E é exatamente por isso que eu não queria falar tão cedo sobre ela ou sobre o que rolou nos últimos dias. Eu sei que seu lance com a Eun-Bi é complicado e o fato da Bo-Mi ser amiga próxima dela podia te atrapalhar. Eu quis te poupar de mais uma preocupação Jae-ki. Só isso, eu não quero te excluir ou algo do tipo

Respirou fundo, a conversa ficou mais séria do que imaginava. Mas mesmo assim não deu grandes detalhes sobre a história toda.

-Eu quero te dar os detalhes depois, numa hora melhor, fora da escola

Capítulo 3 - Página 13 6a1a87ed12c59ed2e8b32830e3c95ca7

Cruzou os braços. Tinha perdido a empolgação de instantes atrás.
Won-Bin
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 6694f9ca732f63d3489e9821ebeacd2d
Frase : "Heroi ou não, eu vou fazer a coisa certa"
Estado Civil : Solteiro (a)
Gif : Capítulo 3 - Página 13 6bfecba2ffe9018287b44de54a4f21d0
Apelido : Won Bin
Jogo : -
Mensagens : 231
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 DlrW64s
Cabeçalho posts : https://i2.wp.com/hdwallpaper20.com/wp-content/uploads/2016/05/grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey.jpg
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jae-ki ouvia atentamente o que Won tinha a dizer, mas o amigo enrolava na resposta. Então ele não gostava da Bo-Mi? Só foi porque ela tava triste? Porém conforme Won Bin foi falando, o semblante de Jae-ki também foi mudando para um mais tenso, principalmente depois dele admitir que tinha falado sei-la o que para o Kang e se desculpava colocando a culpa nele! Achou que o amigo foi injusto, tinha se preocupado com ele, podia ter passado esses minutos com a Eun-bi, mas estava tentando ajudar o amigo em vez disso. Antes Won estava sorrindo para os "novos amigos", mas agora que ele só queria o ajudar, ficava com essa cara de desgosto. Jae-ki não entendia o ele fez de errado dessa vez?

Era ainda mais irritante ouvir Won dizer que tinha feito isso porque o queria poupar. Won dava três desculpas diferentes por não contado, qual era a verdadeira? Pra Jae-ki ele estava o transformando em um amigo ingrato. Estavam sempre negando sua ajuda, como se ele fosse inútil. Jae-ki não queria mesmo brigar com os amigos e por isso respirou fundo para tirar a pouca paciência que tinha lá no fundo, embora sentisse o coração começar a queimar. Não iria tomar mais o tempo deles de hoje. Seu rosto também estava tenso quando respondeu o amigo, forçando uma voz baixa, mas sincero nas suas palavras:

Capítulo 3 - Página 13 3f9738472825c77a8e6cfcbdb3fd9667

- Pô cara, eu só queria ajudar. Você está sendo injusto comigo, olha, eu não fico online de noite porque eu não tenho como pagar internet em casa. Se eu apareci alguma vez é porque um amigo roteou. Do jeito que você fala parece que eu nunca me importo com vocês. Como eu vou saber o que tá acontecendo com você e com o Kang se não me falam? Eu pergunto todo dia como vocês estão, para você ver, hoje perguntei isso duas vezes para você. Cara, eu não leio mentes... Eu tô agora tentando saber o que houve, então como não presto atenção em vocês? Tudo bem, fala que não contou porque não queria falar dentro na escola, ou qualquer outra coisa, mas não isso cara...

Deu suspiro, não iria insistir, só queria se justificar. Se sentia magoado por descobrir a forma como o viam, que ele não prestava atenção neles. Estava tentando fazer justamente isso agora! Até pouco tempo tava preocupado com o que estavam dizendo do Won, e ele dizia agora que não percebia o que estava acontecendo com eles? Quem ficou com Kang quando ele teve dor na perna? Jae-ki estava um pouco magoado, era como se só prestassem atenção nas suas brigas, mas não de quando tentava falar com eles. Quando dava seus conselhos, eles não ouviam. Até tentava ajudar, mas como se rejeitavam?

- Won Bin, não tenta me poupar, eu não sou criança. Eu sei que a gente não se conhece muito bem, então vou te contar, eu aguento me preocupar, não precisa me poupar, é para isso que serve os dragões. E não acho nada complicado elas serem amigas, por mim se for mesmo isso, você tem o meu apoio, ela é uma garota legal. Se não for isso, tá de boas também ué... Eu também sei ajudar meus amigos, só que vocês tem que deixar.

Jae-ki tirou o braço do ombro deles, e disse por fim com cuidado também para não falar alto:

- Olha tá bom, vai ser difícil falar fora da escola com nossos clubes e o trabalho, mas tá, eu vou esperar, escolhe um dia. Aí eu te falo nesse dia também o que Bo-Mi me contou hoje. Ela me falou tanta coisa, até coisas sobre ela mesma, ela confiou em mim, é uma garota bem legal. Mas você deve saber também um pouco sobre a família dela, já que almoçaram juntos. E depois rolou uma coisa com ela no intervalo, eu fiquei preocupado fui checar e até pensei, pô vou contar para o Won depois. Então algum dia a gente combina, sem pressa. Agora eu tenho que ir por causa do clube, ainda preciso trocar de roupa, não quero me atrasar. Vamos Kang! Vou chegar primeiro hein!

Quando Jae falou o nome de Bo-mi, disse com a voz mais baixa ainda. Apesar de não brigar, não conseguiu evitar de ser um pouco vingativo, se Won o ia deixar sem saber, Jae também fez o mesmo ao falar do que sabia sobre Bo-Mi. Assim que terminou de falar, forçou um sorriso amigável e logo se virou, não queria mais conversar para não acabar se estressando, estava um pouco magoado. E ter acontecido isso depois de apresentarem os novos amigos fazia isso piorar. Teria que pensar sobre isso depois, não estava conseguindo entender Won direito, e parecia que os amigos também não estava conseguindo o entender. Se arrependia agora de ter deixado de ficar com Unbi nesse tempo e se arrependia de ter falado sobre ela para eles. Tinha até gostado do papo, o animou, mas se isso o fazia parecer ser um amigo ingrato, que só falava de si mesmo, tinha que parar de pedir conselho deles. Eles estavam estressados com isso, não? Jae-ki não sabia mesmo, mas estava começando a ter receio de que esses novos amigos pudessem roubar Won e Kang dele. Já nem estava mais tão irritado pro terem escondido algo dele, tentava ao menos, essa coisa de omitir já estava lhe cansando.

Nos três dragões, Kang era o cara engraçado que animava eles, Won o que se metia na briga dos amigos, mas e Jae-ki? Ele até poderia ser o que se metia na briga dos amigos também, mas seus amigos nunca brigavam. Estava tentando ajudar, mas nem isso estava dando certo. Não queria ser o inútil do grupo deles.  Mas se perguntava para eles não falavam, e se insistia para ajudar também não gostavam. Então como fazer? Jae-ki não sabia. Ele não esperaria por Kang, iria na frente contando que o amigo o seguisse. Primeiro passaria no banheiro para trocar de roupa e depois iria para o local do clube.
Capítulo 3 - Página 13 OQyMeP8
Jae-ki
Capa perfil : Capítulo 3 - Página 13 8gcRyAX
Frase : "Vou mudar nossa vida, Soo-ji. "
Estado Civil : Solteiro (a)
Idade : 17
Gif : Capítulo 3 - Página 13 8d2b316d2af103573eb4ca9f295fd2a6
Apelido : Jae-ki
Jogo : Bolsista
Mensagens : 375
Avatar perfil : Capítulo 3 - Página 13 TCOcJ9U
Cabeçalho posts : https://i.imgur.com/8gcRyAX.png
Ver perfil do usuário
The Crown

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo 3 - Página 13 Grey-wallpaper-miscellaneous_dark_loneliness_grey
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 13 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 11, 12, 13

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum